sexta-feira, 2 de outubro de 2009 | By: Maria Manuel Magalhaes

Dulce Maria Cardoso recebeu em Bruxelas o prémio da União Europeia para a literatura 2009


A escritora Dulce Maria Cardoso recebeu, no passado dia 28 de Setembro, no Centro de Artes Flagey, em Bruxelas, o Prémio da União Europeia para a Literatura 2009, no valor de 5 mil euros. A primeira edição deste prémio foi atribuída à escritora portuguesa pelo livro «Os Meus Sentimentos», publicado pela ASA em 2005 e recentemente reeditado. Na cerimónia de atribuição dos prémios da União Europeia para a Literatura, que iniciou com a actuação da Orquestra de Câmara da Europa, participaram o Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, o Comissário Europeu da Educação e Cultura, Jàn Figel e Henning Mankell, escritor recentemente nomeado embaixador do Prémio da União Europeia para a Literatura 2009. Para além dos autores galardoados, estiveram ainda presentes escritores, artistas, editores e outras personalidades do mundo da edição e da cultura europeias. Sobre a vencedora Dulce Maria Cardoso nasceu em Trás-os-Montes, em 1964, e vive em Lisboa. O seu romance de estreia, «Campo de Sangue», publicado em 2002 e escrito com o apoio de uma Bolsa de Criação Literária do Ministério da Cultura, foi distinguido com o Grande Prémio Acontece de Romance. Em 2008 publicou «Até Nós», colectânea de contos, sempre pela ASA. Os seus romances estão editados em França, Brasil, Argentina, Espanha, Itália e Holanda e têm sido objecto de estudo em várias universidades. A autora publica, este ano, o seu terceiro romance, «O Chão dos Pardais» que estará nas livrarias a partir do dia 20 de Outubro. Sobre o prémio O Prémio da União Europeia para a Literatura visa destacar a criatividade e a diversidade da literatura contemporânea europeia, promover a circulação da literatura na Europa e fomentar um maior interesse por obras literárias não nacionais. Na primeira edição foram atribuídos prémios a doze autores de vários países: Áustria, Croácia, França, Hungria, Irlanda, Itália, Lituânia, Noruega, Polónia, Portugal, Eslováquia e Suécia. Os vencedores de 2009 foram seleccionados por júris nacionais criados para escolher o respectivo representante no domínio da literatura contemporânea na área da ficção. Os nomes dos doze autores europeus que receberam pela primeira vez o Prémio da União Europeia para a Literatura foram divulgados pela Comissão Europeia em conjunto com a Federação dos Livreiros Europeus (European Booksellers Federation, EBF), o Conselho dos Escritores Europeus (European Writers Council, EWC) e a Federação dos Editores Europeus (Federation of European Publishers, FEP).




A Planeta edita "Cidade dos Ossos", de Cassandra Clare. Disponível nas livrarias a partir desta semana

Caçadores de Sombras é o título da trilogia que começa com A Cidade dos Ossos, uma fantasia urbana povoada por vampiros, demónios, lobisomens e outros seres intrigantes.

Sinopse:
Há mil anos, o anjo Raziel misturou o seu sangue com o dos seres humanos, criando uma raça de Caçadores de Sombras, que nos protegem de demónios invisíveis para o comum dos mortais. Ao abrir este livro, entra num universo muito especial... Chegou à Cidade dos Ossos. À saída da Paudemonium, a discoteca da moda de Nova Iorque, Clary segue um rapaz muito giro de cabelo azul até que assiste à sua morte às mãos de três jovens cobertos de estranhas tatuagens.
Desde essa noite, o seu destino une-se ao dos três Caçadores de Sombras e, sobretudo ao de Jace, um rapaz com cara de anjo, mas com tendência a agir como um idiota...

Sobre a autora:
Cassandra Clare nasceu no Irão e passou os seus primeiros anos a viajar pelo mundo com a família e vários baús cheios de livros de fantasia entre os quais As Crónicas de Nárnia. Mais tarde, trabalhou como jornalista em Los Angeles e Nova Iorque, onde reside actualmente.
quinta-feira, 1 de outubro de 2009 | By: Maria Manuel Magalhaes

Colecção Teen - apresentação

Novidades Saída de Emergência para Outubro

Título: O Terror
Autor: Arthur Machen
Género: Horror / literatura fantástica
Palavras-chave: contos, terror, acontecimentos bizarros
Tradutor: Susana Clara e José Manuel Lopes
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 176
Tiragem: 800
PVP: 17,85 €
Data de Lançamento: 22 de Outubro 2009

Sinopse: Arthur Machen foi um dos grandes e incontornáveis escritores do início de século xx. A sua obra é imprescindível à compreensão de autores como H.P. Lovecraft, Stephen King, Bram Stoker, Sir. Conan Doyle, Oscar Wilde, ou mesmo Alfred Hitchcock. Foi apontado por Luís Borges como a grande influência do realismo mágico.
O Terror é um dos três contos reunidos nesta obra. Neste conto, ambientado numa região isolada a Oeste de Gales, relatam-se acontecimentos bizarros e inexplicáveis, onde a natureza parece ganhar vontade própria e revoltar-se contra a humanidade. O poder contagioso de forças
obscuras cria um clima de tensão e leva à violência. Numa época em que todas as atenções estavam viradas para a Primeira Guerra Mundial, este conto é susceptível
de diversas interpretações ou analogismos que o autor terá escondido na sua trama enigmática. Trata-se de uma obra literária muito estudada, e que merece um lugar de destaque em qualquer biblioteca.
Arthur Machen consegue uma perfeita simbiose entre fantasia, realidade e lenda.

Sobre o autor:
Arthur Machen (3 de Março de 1863 - 30 de Março de 1947) foi um escritor e jornalista galês, famoso pelos seus contos e novelas de terror e fantasia, além de ter sido actor durante um certo tempo. O Grande Deus Pã foi publicado pela primeira vez em 1890, sendo reeditado em 1894.

Título: Clube de Sangue
Autor: Charlaine Harris
Género: Horror / Lit. Fantástica
Palavras-chave: Vampiros, Clube, Perigo, Sensualidade, Paixão, Mississipi, Sangue, Traição
Tradutor: Renato Carreira
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 256
Tiragem: 8000
PVP: 17,85 €
Data de Lançamento: 9 de Outubro

Sinopse: Há apenas um vampiro com a qual Sookie Stackhouse está envolvida, pelo menos de forma voluntária, e esse vampiro é Bill. Mas recentemente, ele tem estado um pouco distante. E noutro Estado. Eric, o seu chefe sinistro e sensual, julga saber onde encontrá-lo e, quando dá por isso, Sookie está a caminho de Jackson, no Mississippi, para se infiltrar no submundo do Clube de Sangue. Este clube é um local perigoso onde a sociedade vampírica se reúne para descontrair e beber um copo de O positivo. Mas quando Sookie finalmente descobre Bill – apanhado num acto de traição séria – ela não tem a certeza se o quer salvar… ou afiar estacas.
“Charlaine Harris dá-nos tanto o horror e o humor vistos pela perspectiva única da América rural.”
TANYA HUFF

Sobre a autora:
Charlaine Harris escreve romances de mistério além dos livros de Sookie Stackhouse. Vive no Sul do Arkansas com o marido, três filhos, dois cães, dois furões e um pato. Leitora ávida, cinéfila moderada e halterofilista ocasional, o seu passatempo preferido é incentivar os filhos em desportos variados, instalada em bancadas desconfortáveis.
«Harris escreve com competência e segurança.»
The New York Times Book Review
«Uma autora de raro talento.»
Publishers Weekly

Título: A Corte dos Traidores
Autor: Robin Hobb
Género: Lit. Fantástica
Palavras-chave: Intrigas da corte, batalhas, conspiração, traições, magia
Tradutor: Jorge Candeias
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 368
Tiragem: 3000
PVP: 18,85 €
Data de Lançamento: 16 de Outubro

Sinopse: A SAGA DO ASSASSINO CONTINUA…
Os Seis Ducados estão mais vulneráveis do que nunca. Enquanto o príncipe herdeiro combate os Navios Vermelhos com a sua frota e a força do seu Talento, o rei Sagaz enfraquece a cada dia com uma misteriosa doença e bandos de Forjados dirigem-se para Torre do Cervo matando todos pelo caminho. Mais uma vez, Fitz é chamado para servir como assassino real. Mas o jovem esconde outro segredo: ninguém pode saber que formou um vínculo com um jovem lobo
através da magia proibida da Manha e, se for descoberto, arrisca-se a uma sentença de morte.
Quando o príncipe herdeiro embarca numa perigosa missão para pôr fim à ameaça dos Navios Vermelhos, a corte é entregue nas mãos do príncipe Majestoso que tem os seus próprios planos maquiavélicos para o reino. Cabe ao jovem bastardo proteger o verdadeiro rei numa corte
prestes a revelar a face dos traidores num clímax memorável.

Sobre a autora:
ROBIN HOBB, pseudónimo de Margaret Ogden, nasceu na Califórnia em 1952 e licenciou-se em
Comunicação na Universidade de Denver, Colorado. É também autora de livros de fantasia contemporânea sob o pseudónimo Megan Lindholm. Após alguns anos a viver no Alasca, reside actualmente em Tacoma, Washington.

Título: O Cônsul Desobediente
Autor: Sónia Louro
Romance Histórico
Palavras-chave: II Guerra Mundial, refugiados, ditadura, opressão, bombardeamentos, História de Portugal
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 416
Tiragem: 10000
PVP: 18,95 €
Data de Lançamento: 09 de Outubro

Sinopse: Há pessoas que passam no mundo como cometas brilhantes, e as suas existências nunca serão esquecidas. Aristides de Sousa Mendes foi uma dessas pessoas. Cônsul brilhante, marido feliz, pai orgulhoso, teve a sua vida destruída quando, para salvar 30.000 vidas, ousou
desafiar as ordens de Salazar. Cônsul em Bordéus durante a Segunda Guerra, é procurado
por milhares de refugiados para quem um visto para Portugal é a única salvação. Sem ele, morrerão às mãos dos alemães. Infelizmente, Salazar, adivinhando as enchentes nos consulados portugueses, proibira a concessão de vistos a estrangeiros de nacionalidade indefinida e judeus.
Sob os bombardeamentos alemães, espremido entre as ameaças de Salazar, as súplicas dos refugiados e sua consciência, Aristides sente-se enlouquecer. E então toma a grande decisão da sua vida: passar vistos a todos quantos os pedirem. Salvará 30.000 inocentes mas destruirá irremediavelmente a sua vida.

Sobre o autor:
Sónia Louro nasceu em 1976 em França.
Desde cedo apaixonada pelas Ciências e pela Literatura, acabou por optar academicamente pela primeira, mas nunca abandonou a sua outra paixão.
Licenciou-se em Biologia Marinha, mas não perdeu de vista a Literatura, à qual veio depois a aliar a um outro interessa: A História. Fruto desse casamento, este é o seu terceiro romance histórico.

Nora Roberts e Jill Mansell nas novidades Chá das Cinco para Outubro

Título: O Recife
Autor: Nora Roberts
Género: Literatura Romântica
Palavras-chave: Caça ao tesouro, Caraíbas, arqueologia, paixão, desejo
Tradutor: Eduardo Fernandes
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 368
Tiragem: 15000
PVP: 18,85 €
Data de Lançamento: 23 de Outubro

Sinopse: A arqueóloga marinha, Tate Beaumont, é apaixonada pela caça ao tesouro. Ao longo da vida, ela e o pai descobriram muitas riquezas fabulosas, mas há um tesouro que nunca
conseguiram encontrar: a Maldição de Angelique – um amuleto com pedras preciosas, obscurecido pela lenda e manchado de sangue. Para encontrarem este artefacto precioso, os Beaumonts aceitam, hesitantemente, uma parceria com os mergulhadores Buck e Matthew Lassiter.
Tate não fica feliz por partilhar o seu sonho, mas não tem alternativa.
E, à medida que os Beaumonts e os Lassiters disponibilizam recursos para localizar a Maldição de Angelique, as águas das Caraíbas adensam-se com desilusões sombrias e ameaças escondidas. A parceria entre as famílias é posta em causa quando Matthew se recusa a partilhar informação
– incluindo a verdade sobre a morte misteriosa do seu pai, alguns anos antes. E conforme Tate e Matthew avançam com a sua desconfortável aliança… o perigo e o desejo ameaçam emergir.

Sobre a autora:
Com mais de 300 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, e mais de 60 bestsellers na lista do New York Times, NORA ROBERTS é uma das autoras mais lidas, acarinhadas e respeitadas do mundo. Foi a primeira autora a ser convidada para o Romance Writers of America Hall of Fame. Nascida em Silver Spring, Maryland, Nora Roberts é a mais nova de cinco filhos.
Vive em Keedysville onde continua a escrever.


Título: Irresistível Tentação
Autor: Jill Mansell
Género: Literatura Romântica
Palavras-chave: Tentação, amor, segredos de família, comédia de equívocos
Tradutor: Susana Serrão
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 384
Tiragem: 4000
PVP: 18,85 €
Data de Lançamento: 09 de Outubro

Sinopse: Quando Nadia Kinsella conhece o charmoso Jay Tiernan sente-se tentada. Retidos numa casa remota durante uma tempestade de neve, temos de admitir, nunca ninguém
descobriria, certo?
Mas Nadia há muito que encontrou o amor da sua vida. Chama-se Laurie, estão juntos desde sempre e Nadia ainda sente borboletas no estômago quando o vê. Bem, é verdade que não o tem visto muito nos últimos tempos, mas isso nem é culpa do Laurie. E ela não o pode trair!
Para além do mais, quando se pertence a uma família como os Kinsellas, onde cada um é mais irresponsável do que o outro, alguém tem de dar o exemplo e resistir às tentações, não é? Afinal, não queremos fazer algo de que mais tarde nos arrependamos. Ou será que queremos?
Com Jill Mansell, o amor está sempre ao virar da esquina, com muitas surpresas e grandes doses de sentido de humor no caminho para a felicidade.

Sobre a autora:
JILL MANSELL vive com o seu companheiro e os seus filhos em Bristol e é escritora a tempo inteiro. Bem... isso não é inteiramente verdade: ela vê televisão, gosta de comer fruta, admira os jogadores de rugby que treinam no campo desportivo atrás da sua casa, e passa horas na internet maravilhada com o facto de tantos escritores terem blogues. Com uma vida
movimentada, só quando é obrigada a ficar em casa é que de facto escreve. Os seus livros são já bestsellers e já venderam mais de três milhões de cópias.

Asa assinala 50 anos de Asterix com grande festa e lançamento de livros inéditos


Alinhada com as suas congéneres internacionais, a Edições ASA está a preparar diversas iniciativas para assinalar os 50 anos das Aventuras de Astérix, personagem de banda desenhada que se estreou em Portugal em 1961, dois anos após a sua primeira publicação em França, o seu país de origem.Uma conferência de imprensa em Paris com Uderzo, uma grande exposição dedicada a Astérix, uma grande Festa de Aniversário em Lisboa e o lançamento de um álbum de inéditos serão os pratos fortes das comemorações do meio século de vida do irredutível gaulês. Nas lojas portuguesas, serão muitas as surpresas e brindes para os fãs.O primeiro momento tem lugar em Paris, no próximo dia 8 de Outubro, com uma conferência de imprensa de Albert Uderzo, desenhador e criador, em conjunto com René Gosciny, do personagem Astérix. A Uderzo juntar-se-á, na ocasião, Anne Gosciny, a filha do já desaparecido co-autor das aventuras do pequeno gaulês.Alguns dias depois, a 22 de Outubro, chega o momento mais esperado por milhões de fãs em todo o mundo com o lançamento, em 18 países em simultâneo, incluindo Portugal, do novo álbum com pranchas e textos inéditos assinados pelos dois criadores. O título e a capa deste que será o primeiro álbum em quatro anos estão ainda envoltos em secretismo (sendo expectável que os mesmos sejam revelados a 8 de Outubro, em Paris).Para os fãs portugueses, dois grandes momentos estão já agendados: a chegada do livro dos 50 anos, assinalada às 24 horas da noite de 21 para 22 de Outubro na loja Fnac do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, onde se espera que os fãs mais devotos se desloquem para dar as boas vindas à mais recente edição; e a festa dos 50 anos de Astérix, que terá lugar na Embaixada de França, em Lisboa, a 29 de Outubro, ao mais alto nível, como aliás o mais famoso herói da Gália merece!Um dia antes inaugura em Paris uma grande exposição intitulada “Astérix au Musée de Cluny”. Patente ao público de 28 de Outubro a 3 Janeiro, este será um acontecimento que os organizadores descrevem como “inédito” e que promoverá o “encontro entre dois monumentos nacionais”: Astérix e o Museu Nacional da Idade Média, um dos mais emblemáticos Museus franceses. Ali serão apresentados “pela primeira vez, e em exclusivo” cerca de três dezenas de pranchas originais, textos dactilografados, desenhos e objectos que celebram o talento de Uderzo e o génio de Goscinny.Muitas prendas para os fãsEnquanto se aguardam os vários eventos, a ASA deu já início a outras iniciativas em livrarias de Norte a Sul do país onde peças exclusivas como postais, agendas, ímanes, tapetes de rato e outros brindes serão oferecidas a quem comprar livros das aventuras de Astérix durante este período de comemoração dos seus 50 anos.Em breve será também divulgado um concurso de desenho associado a esta efeméride que envolverá alunos e professores de escolas de todo o país. Entre os prémios contam-se, nada mais, nada menos, que viagens duplas ao Parque Astérix, em Paris.

Novo romance de Francisco José Viegas apresentado hoje


O novo romance de Francisco José Viegas, O Mar em Casablanca, será apresentado no próximo dia 7 de Outubro, quarta-feira, pelo realizador António Pedro Vasconcelos.
A sessão terá lugar na Cantina LX, à LX Factory, em Lisboa, a partir das 22 horas. Para o final do evento, está previsto um cocktail ao gosto do inspector Jaime Ramos, a personagem dos livros do autor.
O Mar em Casablanca é uma das obras mais aguardadas do ano e marca o regresso do autor depois de conquistar o Grande Prémio de Novela da Associação Portuguesa de Escritores, em 2005.

Por Todos os Meios - Da Irlanda à Austrália Sem Andar de Avião ­de Charley Boorman - Autor de Lisboa a Dakar publicado pela Europa-América


Por Todos os Meios- Da Irlanda à Austrália Sem Andar de Avião ­de Charley BoormanAutor de Lisboa a Dakar

Charley Boorman fez as malas e aceitou participar num desafio: percorrer mais de vinte mil milhas e visitar vinte e cinco países numa viagem de Wicklow, a sua terra natal na Irlanda, até Wollongong, na Austrália. Mas há algumas regras neste desafio: nunca apanhar um avião e viajar sem carros de apoio ou veículo próprio.Portanto, Boorman não torceu o nariz a cruzar o Canal da Mancha num barco à vela, a passear de hugo na Croácia ou a conduzir um camião no Norte do Irão. E também não se fez rogado a andar de táxi em Teerão, de tuk-tuk em Nova Deli, de tractor no Nepal ou num carro movido a energia solar. Apesar de nem tudo correr sobre rodas, é com muito humor, entusiasmo e energia que Boorman vive a maior aventura da sua vida entre paisagens deslumbrantes, povos pitorescos e... veículos invulgares.
Charley Boorman nasceu em Londres, em 1966, e é filho do famoso realizador John Boorman. Participou em vários filmes e, entre 1998 e 2002, integrou uma equipa britânica de motociclistas, juntamente com Ewan McGregor. Em 2004, deu a volta ao mundo de mota com o seu famoso amigo. É autor do livro Lisboa a Dakar, já editado por Publicações Europa-América.

O melhor da literatura de viagens!

Novidades Europa-América para Outubro


Título: A Mecânica de Deus
Subtítulo: Como os Cientistas e os Engenheiros Entendem a Religião
Autor: Guy Consolmagno
Colecção: Fórum da Ciência
Preço: 21.50€
Pp.: 256

Sinopse: No debate acalorado entre a ciência e a religião, é por vezes desconsideradoum facto interessante: muitos cientistas e engenheiros são católicosdevotos. Como conjugam estas duas vertentes? O frei Guy Consolmagno, jesuítae astrónomo do Vaticano, apresenta uma perspectiva que transcende asdiferenças e realça as afinidades entre as visões científicas e teológicasdo mundo.Neste livro, o autor refere grandes vultos que partilham uma visãocientífica do mundo e são simultaneamente homens religiosos. Guy Consolmagnoinclui reflexões filosóficas clássicas, as entrevistas que realizou adezenas de cientistas e a sua visão da religião.Numa escrita acessível, o autor demonstra que não só acredita em Deus comoconfere à ciência um lugar paralelo ao da religião na vida quotidiana. Estaobra oferece uma perspectiva interessante sobre a forma como os cientistascom um vasto saber tecnológico partilham crenças religiosas esimultaneamente elegem como objecto de estudo matérias empíricas porexcelência.
Guy Consolmagno é frade jesuíta e astrónomo no Vaticano, licenciado pelo MITe pela Universidade do Arizona. É também um investigador conceituado cujaspesquisas se centram em meteoritos, asteróides e planetas anões. Se já tevea honra de dar o seu nome a um asteróide (4597 Consolmagno), foi tambémpresidente da Divisão de Ciências Planetárias da Sociedade Americana deAstronomia.



Título: O Poder da Confiança
Subtítulo: Saiba Como Ter Tudo o Que Quer
Autor: Roby Yeung
Colecção: Biblioteca do Desenvolvimento Pessoal
Preço: 17.50€
Pp.: 184

Sinopse: O Poder da Confiança irá transformar a sua vida!
Consiga o emprego que quer, a atenção da pessoa amada e aquele aumento quejá merece há tanto tempo! Basta usar O Poder da Confiança!A confiança é algo inato em todos nós. Ela pode ser nutrida e desenvolvidaem qualquer idade… Só precisa de saber como o fazer.O Poder da Confiança combina as melhores técnicas: da terapia comportamental, da psicologia desportiva, da neurolinguística, da psicologiaoptimista e muito mais…O Dr. Rob Yeung mostra-lhe como ultrapassar os seus medos, desenvolver a suaconfiança e atingir os seus objectivos na vida.Qualquer que seja a sua idade, emprego ou situação pessoal, prepare-se paraconstruir uma plataforma duradoura de confiança, que lhe permitirá avançarperante todas as dificuldades que surgirem ao longo da sua vida.Prepare-se para atingir o sucesso!
O Dr. Rob Yeung é psicólogo e orientador e dedica-se a ajudar as pessoas aatingirem os seus objectivos. Ele dá conferências e consultas a nívelempresarial e também individual, dirigindo-se a um vasto público, desdeempresários a vendedores e estudantes universitários. Já escreveu várioslivros sobre esta temática e é um convidado habitual em diversos programas televisivos, incluindo o célebre Big Brother, além de ser apresentador na CNN e na BBC.



Título: As 36 Estratégias - O Manual Secreto da Arte da Guerra
Autor: Anónimo
Colecção: Clássicos
Preço: 18.90€
Pp.: 204

Sinopse: Este breve tratado medieval chinês sobre a arte da guerra foi redescobertopor acaso em 1941 numa livraria no Norte da China. Obra das sociedades secretas do final da dinastia Ming, foi alvo de várias edições e traduções modernas e versa estratégias militares aplicáveis em situações de batalha.Tornou-se um dos tratados militares mais lidos em todo o mundo pela suadupla vertente: quer como documento histórico da cultura chinesa e obra secular sobre estratégia quer como, em última instância, obra intemporal e abrangente que permite aplicar máximas orientais a situações do quotidiano.


Título: Grandes Datas da História de Arte
Autores: Jean Rudel, Françoise Leroy
Colecção: Saber
Preço: 8.90€
Pp.: 128

Sinopse: Circunscrever num só livro a História de Arte desde os primórdios daHumanidade até à actualidade, só por intermédio da cronologia, implica fazerum exercício rigoroso de selecção das obras mais marcantes, das escolas, dosmovimentos e ainda dos estilos artísticos, articulando-os, de forma a entendê-los na sua globalidade contextual, bem como na sua conjuntura sociopolítica. Além do mais, esta viagem oferece ao leitor a possibilidade de constatar oquão rica e diversificada é a criação artística, ao descobrir o que demelhor foi concebido ao nível da Escultura, Pintura e Arquitectura a nível mundial."

Jean Rudel foi professor agregado no departamento de História daUniversidade de Paris I e Françoise Leroy, doutorada em História de Arte, éprofessora-adjunta na Universidade de Paris I Panthéon-Sorbonne



Título: História das Relações Internacionais – Séculos XIX e XX
Autores: François-Charles Mougel e Séverine Pacteau
Colecção: Saber
Preço: 8.90€
Pp.: 128

Sinopse: Em 1815, após uma longa sucessão de guerras revolucionárias e napoleónicas,a reunião do Congresso de Viena inaugura uma nova era nas relaçõesinternacionais, tendo como palco central e actor principal o apogeu da Europa. O círculo das grandes potências assegura um século de paz global, até que, em 1900, a supremacia do Velho Mundo se afirma sobre todo oplaneta. No entanto, a partir do século XX o sistema altera-se e a liderança europeia dá lugar a um mundo dilacerado pelas crises e pelo choque de ideologias antagónicas. Esta obra reproduz a história das relações internacionais do século XIX até aos atentados terroristas do princípio do século XXI, e proporciona, assim,um conhecimento indispensável a quem pretende compreender qual o novo equilíbrio que vislumbramos para o princípio do III milénio.
François-Charles Mougel é professor no Instituto de Estudos Políticos deBordéus. Séverine Pacteau é professora adjunta no Instituto de Estudos Políticos de Bordéus.


Título: A Maldição do Anel I – Os Cânticos da Valquíria
Autor: Édouard Brasey
Colecção: Contemporânea
Preço: 21.90€
Pp.: 328

Sinopse: Vencedor do Prémio Merlim 2009, na categoria de romance «Maldito sejas, Odin, tu e a tua arrogante valquíria! Maldito sejas, talcomo é maldito o sangue que corre nas veias dos teus bastardos humanos! Maldito sejas, deus sem fé que tiveste no teu dedo o anel do Nibelungo!»
Dentro em breve, a maldição do anel do Nibelungo desencadeará o crepúsculodos deuses. De forma a conseguir gorar este cruel presságio, Odin, o deussupremo, pede à sua filha, a valquíria Brunilde, para continuar com a sua linhagem humana que ele outrora reunira em Midgard. Assim, Brunilde vê-se obrigada a perder o seu estatuto de deusa e de virgem guerreira e passará aser um simples comum mortal. Mas Loki, o génio do fogo e do mal, semeia pelo mundo o terror e manipula os deuses e os homens de forma a antecipar acatástrofe final. Anéis mágicos e espadas invencíveis, valquírias e dragões, gigantes e anões,deuses e heróis movidos por paixões ardentes... Na linha de O Anel deNibelungo, de Richard Wagner, de O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien, e das ancestrais lendas e mitologias nórdicas, A Maldição do Anel é uma saga enriquecida pelo sopro épico e heróico, um romance cheio de aventuras e de paixões mas também de poesia e de encantamento. Será por amor que Brunilde partirá do mundo dos deuses e descobrirá o dos homens...Édouard Brasey, romancista, é um eminente estudioso de contos e de lendas nórdicos bem como dos mundos imaginários das fadas e de fantasia, aos quais ele dedicou mais de quarenta obras. Os seus últimos títulos tiveram um enorme sucesso junto do público, sobretudo La Petite Encyclopédie duMerveilleux, que arrecadou em 2006 vários prémios.Com esta tetralogia, e segundo a conceituada SF Magazine, Brasey atinge «omais alto nível do fantástico».

Título: Um Grito de Ajuda
Autor: Steve Mosby
Colecção: Crime Perfeito
Preço: 17.90€
Pp.: 272

Sinopse: Quando viu os seus amigos pela última vez?
Dave Lewis é um homem assombrado pelo seu passado. Entre a morte do irmão, o desgosto dos pais e o afastamento de Tori, a sua ex-namorada, Dave tenta convencer-se de que não tem contas a ajustar com o seu passado. Quando um assassino persegue várias mulheres, as rapta e se faz passar porelas, enviando mensagens e e-mails a familiares e amigos das vítimas, DaveLewis é o principal suspeito depois de Tori aparecer morta. Mas Sam Currie,o agente responsável, parece acreditar na sua inocência. Resta-lhes descobrir o perigoso assassino e o que fariam para salvar os seusentes queridos.O britânico Steve Mosby é uma estrela em ascensão no mundo do romance policial e tido pela crítica britânica como um dos autores mais originais neste género. É autor d’O Assassino 50/50, publicado nesta colecção. Crítica: «Emocionante. Um livro obrigatório.» Guardian
terça-feira, 29 de setembro de 2009 | By: Maria Manuel Magalhaes

Parabéns Mafalda!

Mafalda, a personagem de banda desenhada que me acompanhou durante a infância faz hoje 45 anos. Esta curiosa persagem, "inventada" pelo argentino Quino para um anúncio a electrodomésticos, viria a transformar-se numa personagem divertida e, ao mesmo tempo, contestatária comentadora da actualidade mundial nos anos 60.



A Arte de Amar - Elizabeth Edmondson [Opinião]

-->
Título: A Arte de Amar
Autora: Elizabeth Edmondson
Págs.: 400
Preço: 15,00 €

Sinopse
Escândalo, romance e intrigas familiares pela mão da autora do bestseller Uma Villa em Itália.Polly Smith está a tentar sobreviver enquanto artista quando Oliver, seu amigo e mecenas, a convida a ir para casa do pai no Sul de França. Entusiasmada por poder fugir do frio e da chuva de Londres e do noivo monótono, Polly pede a sua certidão de nascimento para poder requerer um passaporte. Mas é aí que o seu mundo desaba: aquela que sempre pensou ser sua mãe é, na verdade, sua tia; a identidade do pai é desconhecida e até o seu próprio nome não está correcto.A sua “fuga” para o sol da estimulante da Riviera imprime uma nova vida à sua pintura, mas nem tudo corre bem na mansão onde está hospedada. O pai de Oliver foi forçado a abandonar a Inglaterra no meio de um escândalo e, apesar do sofisticado e cosmopolita grupo de amigos que o rodeia, está prestes a ser apanhado pelo seu passado. E, embora Polly se encontre no centro de uma teia de mentiras, o seu próprio futuro começa a tomar um novo e fascinante rumo…


A minha opinião
Início do Século XX. Duas mulheres distintas encontram-se a braços com um possível casamento que não sabem se devem aceitar. Por um lado temos Polly, que se vê dividida entre uma vida de maior liberdade, voltada para a grande paixão, a pintura, ou uma vida mais confortável como esposa do jovem médico Roger, uma pessoa possessiva e autoritária. Cynthia, uma mulher que se acaba de divorciar (mal visto na altura e que é alvo de diversas críticas por parte da sociedade), com uma filha na adolescência que hesita em casar com Walter, um homem muito rico que a presenteia a toda a hora. Mas será que o ama?
A maior parte da trama do livro passa-se com as frequentes indecisões destas duas mulheres e sobretudo do dia-a-dia de Polly, uma jovem artista que descobre não ser quem realmente julga que é. Quando precisa de tirar o passaporte, descobre que o nome Polly Smith não consta na lista de cidadãos londrinos, o que a faz descobrir que a pessoa que julga ser sua mãe é na verdade sua tia.
Sem que saiba, toda a sua vida vai mudar com esta revelação.
A dificuldade porque passavam os artistas no início do séc. XX, e os traumas dos combatentes da I Guerra Mundial, é retratada fielmente pela autora.
Dificilmente um pintor poderia viver apenas do seu talento ou do seu trabalho, tendo de se “sujeitar” a fazer outros tipos de trabalho menos “meritórios”, mas mais vendáveis. Exemplo disso é a pintura erótica para uma revista ou falsificação de quadros para uma galeria.
Em Paris, Polly descobre também outros estilos que começam a florescer na época como o cubismo e o mestre Picasso ou o surrealismo de Dali. Aí vive momentos de liberdade e êxtase onde se entrega totalmente à arte de pintar.

Excerto
«Quando uma pessoa não se conhece a si própria, como pode sequer compreender os outros?»

“Vamos trocar umas ideias sobre política…” é o tema da Tertúlia Ler no Chiado

André Freire, Luís Pedro Nunes e Pedro Guerreiro são os convidados da edição de Outubro da Tertúlia Ler no Chiado.

Anabela Mota Ribeiro, a habitual moderadora dos Encontros Ler no Chiado, convidou o politólogo André Freire, Luís Pedro Nunes, director do Inimigo Público, e Pedro Guerreiro, director do Jornal de Negócios, para o próximo Encontro Ler, na quinta-feira, dia 1 de Outubro, a partir das 18h30, na Bertrand Chiado.
“Vamos trocar umas ideias sobre política…” dá o mote para a Tertúlia Ler no Chiado, um tema muito oportuno que surge do rescaldo das eleições legislativas e em vésperas de eleições autárquicas.

Caderno edita "Alex e eu"

Alex & Eu, de Irene M. Pepperbeg, é uma das propostas da editora Caderno para Outubro.

Quando Alex morreu, aos 31 anos, a notícia correu mundo, relatada pelas rádios e televisões, evocada em obituários de publicações tão prestigiadas como a Economist ou o New York Times. Alex, afinal, era um papagaio muito especial. Falava como gente grande, mais de 150 palavras, conhecia números, cores, formas, pensava pela sua própria cabeça, até fazia contas de somar. Tinha aprendido tudo isso com Irene Pepperberg, uma cientista brilhante que passou trinta anos ao seu lado, a ensiná-lo, a estudar-lhe cada gesto, a registar cada novo progresso.
Em Alex & Eu, Irene conta a história que nunca apareceu nos jornais. Fala da sua relação afectiva com um papagaio extraordinário, recorda um quotidiano feito de saudades, de birras, de momentos de ternura ou de ataques de ciúmes. E do modo como, todas as noites, antes de se deitar, ela perguntava ao seu amigo: ´Estarás cá amanhã?´ Ao que ele respondia, fielmente: ´Sim, amanhã estarei aqui. Porta-te bem. Gosto muito de ti.

Sobre o autor:
Nascida em Nova Iorque, em 1949, Irene M. Pepperberg era uma criança solitária. Aos quatro anos recebeu o primeiro de vários pássaros de estimação, e desde logo começou a interrogar-se sobre o que pensariam os seus pequenos amigos. Quando entrou para a Universidade e começou a estudar Química no MIT, rapidamente se apercebeu que tinha escolhido o curso errado.
Em 1977 comprou Alex numa loja de animais, e deciciu começar a estudá-lo. Esse projecto, de toda uma vida, obrigou-a a uma luta constante para angariar fundos. Investigadora da Universidade de Brandeis, dá aulas sobre as faculdades cognitivas dos animais na Universidade de Harvard.