sábado, 2 de janeiro de 2010

Estarás aí? - Guillaume Musso [Opinião]

-->
Título: Estarás aí?
Autor: Guillaume Musso
Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 264
Editor: Bertrand Editora
PVP: 14,95€

Sinopse:
São Francisco. Elliott, médico apaixonado, nunca se recompôs do desaparecimento de Ilena, a mulher que ele amava, morta há 30 anos. Um dia, uma situação extraordinária permite-lhe recuar no tempo e encontrar o jovem que ele era, há 30 anos atrás. Elliott regressa ao instante decisivo em que um gesto seu pode salvar Ilena e modificar o destino implacável que determinara a sua vida desde então.

A minha opinião:
Sem que sequer imagine, um missão no Camboja vai permitir a Elliot mudar por completo a sua vida. O facto de ajudar uma criança, vítima de lábio leporino, faz com que um idoso permita a Elliot fazer um pedido. Como um génio da lâmpada, o idoso dá ao cirurgião um frasco com contém 10 comprimidos que o permitem regressar ao passado para ver a mulher da sua vida Ilena. Como já nos tem habituado em outros livros, Guillaume Musso explora a morte, o passado, o que mudaria se conseguíssemos mudar apenas uma das nossas acções. Neste caso, o protagonista faz uma viagem de 30 anos para poder ver a mulher da sua vida, que morre aos 29 anos, devido a uma atitude sua. Elliot viaja no tempo 9 vezes e muda por completo aquela que será a sua vida. Será que essa foi a melhor opção tomada?
Será que deveríamos poder mudar assim a nossa vida? É um tema que nos leva a pensar… será que algum dia haverá algo que nos permite mudar certas atitudes tomadas ao longo da nossa vida que a transformam por completo. E até que ponto isso será bom?
Mais um livro excelente de Musso.

Excerto:
“Existiria o mínimo sentido naquilo que acabara de fazer? Alterara realmente o seu futuro e o de Ilena? A utilização de uma frase em detrimento de outra, poderia ser por vezes suficiente para alterar o destino?”

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Livros lidos em 2009

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Novidades Presença para a 1.ª quinzena de Janeiro 2010

Título: Invictus - O Triunfo de Mandela
Autor: John Carlin
Data 1.ª Edição: 12/01/2010
N.º de Edição: 1.ª
N.º de Páginas: 280
P.V.P: 15,25€

Colecção: Novo Milénio
N.º na Colecção: 18

Sinopse: Quando Nelson Mandela conquistou a presidência nas primeiras eleições livres, sabia que esta mudança formal não era suficiente para extinguir os ódios alimentados durante décadas. Com aquele seu carisma que tanto sobressai pela inteligência e humanidade, como por um magnetismo fortemente sedutor, o seu esforço orientou-se no sentido de unir negros e brancos através de algo que puder encarnar a alma nacional. Num golpe de génio, viu na final da Taça Mundial de Râguebi de 1995 a oportunidade única para pôr em prática o seu plano. Um documento histórico que brilha pela clareza e complexidade dos factores em jogo, constituindo ao mesmo tempo um sentido testemunho ao homem que o inspirou. Esta obra deu origem ao filme Invictus.


Título: Nó de Sangue
Autor: Agustín Sánchez Vidal
Data 1.ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:

Nº de Páginas: 448
P.V.P.: 17, 55€

Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 455

Sinopse: Numa noite do ano de 1573, o misterioso e sombrio Buque Negro, desembarca na costa espanhola a sua carga clandestina procedente do Peru. Dois séculos mais tarde, em 1780, o engenheiro militar Sebastián de Fonseca e Umina, uma princesa inca, vêem-se atingidos em cheio por aquele acontecimento. Enredados numa trama de intrigas que se estende até aos Andes, trocam os salões e os teatros de Espanha pelo Peru selvagem e indómito para se embrenharem na busca da Cidade Perdida, Vilcabamba, e dos seus lendários tesouros. Congregando o melhor do romance histórico, do romance de aventura e da intriga amorosa, Nó de Sangue oferece-nos uma viagem apaixonante ao coração da cultura inca, aqui recriada com grande rigor e realismo nas suas lendas e mistérios, em dois momentos históricos distintos - nos últimos anos do império e no século XVIII. Duas épocas, duas culturas, duas histórias de amor distantes que acabam por confluir numa única e imensa homenagem à cultura andina.


Título: Mitos da Medicina Que Nos Podem Matar
Autor: Nancy L. Snyderman
Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 252
P.V.P.: 14, 31€

Colecção: Destaques
Nº na Colecção: 58

Sinopse: Actualmente temos acesso a todo o tipo de informações sobre sintomas, doenças e tratamentos, e, baseados nelas, muitas vezes acabamos por nos autodiagnosticar e automedicar. Mas alguma vez parou para reflectir sobre se essa informação é fidedigna e se não estará a comprometer a sua saúde em vez de o ajudar? Nancy L. Snyderman traz até si os factos que os médicos desejam mesmo que tenha sempre presentes, neste livro onde também pode encontrar um glossário de termos médicos, uma lista completa dos exames considerados indispensáveis e mais de 100 verdades que aumentarão a sua qualidade de vida e longevidade.


Título: Lavínia
Autor: Ursula Le Guin
Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 248
P.V.P.: 14,31€

Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 456

Sinopse: Como leitora da Eneida, de Virgílio, Ursula Le Guin escolheu esta figura silenciosa, a segunda mulher de Eneias, para protagonizar este romance que é a sua homenagem à epopeia que Virgílio. Lavínia passa a narradora deste romance, contando-nos a sua infância e juventude idílicas num mundo pré-helénico e pré-romano, cheio dos ritmos e dos ritos que o sagravam, fala-nos dos homens que a cortejaram até que Eneias chegasse e, como em Tróia por Helena, uma guerra começasse, por ela. Um romance de uma rara qualidade poética que tem tanto de histórico como de mítico.

Título:1919
Volume II da Trilogia U. S. A.
Autor: John Dos Passos

Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 504
P.V.P.: 18€

Colecção: Obras Literárias Escolhidas
Nº na Colecção: 11

Sinopse: 1919 é o segundo volume da trilogia USA, obra-prima de John Dos Passos que o sagrou como um dos grandes escritores norte-americanos do século XX. Nela é exibida uma panorâmica soberba do desenvolvimento histórico e cultural da sociedade norte-americana ao longo das primeiras décadas do século XX, num estilo inovador e revolucionário que viria a inspirar sucessivas gerações de escritores. Quando 1919 se inicia, a América e o mundo estão em guerra, e as personagens, históricas e fictícias, vêem-se atiradas para o caos sendo poucas as que conseguem manter-se fiéis aos seus ideais. Os seus trajectos de vida cruzam-se para formar uma «crónica contemporânea», escrita com recurso, à semelhança do volume anterior, a uma técnica narrativa experimental que inclui recortes de notícias, breves biografias de figuras públicas da época e fragmentos de escrita de fluxo de consciência autobiográfico através dos quais vão desfilando informações, personalidades, a sociedade americana, o mundo.


Título: Bolinha Vai ao Circo
Autor: Eric Hill
Relançamento
Data 1ª Edição: 02/01/1986
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 24
P.V.P.: 7,11€

Colecção: Bolinha
Nº na Colecção: 7

Sinopse: Esta aventura do Bolinha leva-o ao circo, onde conhece muitos novos amigos e aprende um truque muito engraçado.


Título: A Tapeçaria
O Guardião de Rowan
Livro 1
Autor: Henry H. Neff

Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 360
P.V.P: 16,11€

Colecção: Via Láctea
Nº na Colecção: 81

Sinopse:
A vida sossegada de Max McDaniels está prestes a nunca mais voltar a ser como dantes. Durante uma visita com o pai ao Instituto de Arte de Chicago, uma velha tapeçaria celta ganha vida à sua frente e, pouco depois, Max recebe um enigmático convite para ingressar na Academia de Rowan. Aí aguardam-no criaturas fantásticas, um currículo exigente e colegas com capacidades extraordinárias, mas também uma batalha ancestral entre as forças da luz e das trevas. Neste romance de estreia, o autor e ilustrador Henry H. Neff combina elementos de fantasia, ficção científica e mitologia para criar uma história emocionante que nos conquista do início ao fim.


Título: A Princesa Sofia e a Surpresa Cintilante
Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 80
P.V.P.: 4, 50€

Colecção: O Clube Tiara
Nº na Colecção: 5

Sinopse: A Princesa Sofia e as suas amigas da Academia das Princesas têm não só de criar o modelo dos seus vestidos de baile, mas também de os costurar! Todas acabam por aceitar mais esta prova com entusiasmo. Mas Perfecta está determinada a estragar-lhes os vestidos e a impedi-las de ver a surpresa especial que lhes foi prometida.



Título: Os Provocadores, os Fala-Barato e os Falsos Amigos
Autor: Jenny Alexander
Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 104
P.V.P.: 5,85€

Colecção: O Clube das Amigas
Nº na Colecção: 122

Sinopse: Todos sabemos quem são… dão-nos «acidentalmente» encontrões nos corredores da escola, fazem comentários maldosos sobre os nossos sapatos novos ou deixam de súbito de falar connosco sem motivo aparente. E todos sabemos também que os conselhos que nos costumam dar para lidar com estas situações raramente resultam. Por isso, aquilo que este livro pretende em primeiro lugar é ajudar-te a aumentar a tua auto-estima e autoconfiança, pois só assim conseguirás adoptar uma atitude assertiva. Através de exercícios, testes, exemplos e cenários plausíveis, poderás a pouco e pouco construir e reforçar as tuas defesas psicológicas contra o bullying e libertar-te do medo e da ansiedade.

Cleo - A história real de uma gatinha que salvou uma família - Helen Brown [Opinião]

-->
Título: Cleo - A história real de uma gatinha que salvou uma família
Autor: Helen Brown
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 350
Editor: Caderno
Colecção: Cadernos de Estimação
Preço: 13,46€

Sinopse
Helen estava na casa de uma amiga quando recebeu a notícia: Sam tinha acabado de morrer. Ainda pensou que Sam fosse um familiar qualquer distante, mas não, era mesmo o seu Sam, o seu filho mais velho: morreu atropelado, à frente do irmão mais novo. O mundo de Helen começou a ruir. Noites sem dormir, pensamentos suicidas, uma depressão profunda. Enquanto, à sua volta, a família se deixava levar pelo desespero, pelas discussões, pela tristeza infinita de perder um ente querido. Até que um dia bateram à porta. Era uma vizinha, trazia no colo um gato ainda bebé. Helen já nem se lembrava. Um mês antes tinha ido com os filhos ver uma ninhada, e prometera a Sam que lhe daria um dos gatinhos. E ali estava ele, uma impertinente bola de pêlo preto. O seu primeiro impulso foi rejeitar de imediato aquele pequeno intruso. Mas então viu Rob, o seu outro filho, a acariciar o bichano. E pela primeira vez em muito tempo, viu-o sorrir… Cleo tinha chegado a casa. E aos poucos começaria a devolver àquela família a alegria de viver.

A minha opinião
Quando vi pela primeira vez a capa deste livro pensei logo que o tinha de ter. Primeiro porque adoro gatos, mas sobretudo porque o gato retratado é uma gatinha preta, igualzinha à minha, Betinha. Por sorte, recebi-o de prenda de Natal e devorei-o num ápice. Confesso que já tenho lido livros sobre animais e tenho ficado um pouco desiludida porque a maioria ronda à volta da história dos seus donos e muito pouco sobre os mesmos. Mas este surpreendeu-me. À semelhança de "Marley e eu", Cleo é de facto a protagonista do livro de Helen Brown. À medida que ia lendo as aventuras da gatinha preta, recordava muita das travessuras da minha própria gata Betinha, mas felizmente mais bem comportada. Em Cleo, Helen Brown conta como a gata preta ajudou a sua família a superar o desaparecimento de Sam, o seu filho mais velho. Pouco antes de falecer, Sam e o irmão Rob tinham ido visitar uma ninhada de gatinhos, e Sam fez prometer a mãe a dar-lhe um como presente de aniversário. Infelizmente nunca o chegou a ter, visto ter falecido antes. Quando o gatinha já estava pronto para ser adoptado, Helen já nem se lembrava que tinha feito a promessa ao seu filho e não estava disposta a ter um gato, mas quando viu a cara de felicidade de Rob, voltou com a palavra atrás e foi assim que Cleo entrou nas suas vidas. Teve uma vida plena, cheia de felicidade, e foi muito amada pelos seus donos, Helen e Rob. Ela fazia parte da família como acontece cá em casa. A Betinha não é um mero animal doméstico, mas sim parte da nossa família. Para quem gosta de animais, um livro que aconselho a ler pela ternura que transmite.

Excertos:
“Os animais sabem muito mais do que as pessoas. Os cães sabem quando vai haver um tremor de terra, os pássaros podem voar meio mundo para encontrar o seu ninho. Se as pessoas ouvissem mais vezes os animais não cometeriam tantos erros.”

“Um gato não vai onde o convidam. Aparece onde precisam dele.”


Novidades Asa e Gailivro para 2010

2010 promete ser um ano cheio de novidades editoriais. A ASA destaca Jean-Christophe Rufin, Jonathan Coe, Benjamin Black, Norman Manea.

Janeiro
DESAPARECIDA, Katy Gardner
A MULHER DO SARI COR-DE-ROSA, Sampat Pal
PLEXUS, Henry Miller
JOGO DE ESPELHOS, Agatha Christie

Fevereiro
A CHUVA ANTES DE CAIR, Jonathan Coe
O PERFUME DE ADÃO, Jean-Christophe Rufin
A PAIXÃO DE EMA, Charlotte Bingham
CASADA À FORÇA – Jean Sasson
AT BERTRAM’S HOTEL, Agatha Christie

Março
O SEGREDO DE CHRISTINE, Benjamin Black
O REGRESSO DO HOOLIGAN, Norman Manea
O TERCEIRO ANJO, Alice Hoffman
CASAMENTO DE CONVENIÊNCIA, Madeleine Hunter
TODAY I’M ALICE

Abril
GROWING UP BIN LADEN IN THE COUNTRY OF LAST THINGS, Paul Auster
A FAR COUNTRY, Daniel Mason
MÃE, Pearl S. Buck

GAILIVRO 2010

Em 2010 a Gailivro pretende, na área do Fantástico, manter a sua posição como líder de mercado num ano que vai ser marcado por três momentos, primeiro o lançamento dos livros Guerra Mundial Z, Orgulho e Preconceito e Zombies e Floresta de Mãos e Dentes, três bestsellers de Zombies que prometem tornar 2010 o ano Zombie. Em segundo lugar o lançamento da nova colecção de Romance Paranormal, uma nova linha mais feminina e adulta que agradará às leitoras de Sthephenie Meyer, P.C. Cast e Charlaine Harris. E, finalmente o lançamento do quarto e último volume da Saga da Herança de Christopher Paolini. Na área infanto-juvenil o ano será marcado pelo lançamento de três colecções. Em primeiro lugar a colecção Matemática a Brincar, da autoria de Margarida Fonseca Santos é uma colecção que pretende estimular o gosto e a apetência pela matemática desde o pré-escolar. Em segundo a colecção O Mundo à Minha Volta, uma colecção socialmente responsável, onde serão abordadas temáticas como o Racismo e a Obesidade, entre outras. Por fim a colecção 39 Pistas, uma colecção juvenil, internacional e que é um gigantesco sucesso entre os mais novos.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O Mapa do Tempo - Félix J. Palma [Opinião]


-->
Título: O Mapa do Tempo
Autor:
Félix J. Palma

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 552 Editor: Planeta

Sinopse
Londres, 1896. Inúmeros inventos convencem o homem de que a ciência é capaz de conseguir o impossível, como o demonstra o aparecimento da empresa Viagens Temporais Murray, que abre as suas portas disposta a tornar realidade o sonho mais cobiçado da humanidade: viajar no tempo, um anseio que o escritor H. G. Wells tinha despertado um anos antes com o seu romance A Máquina do Tempo. De repente, o homem do século XIX tem a possibilidade de viajar até ao ano 2000, e é o que faz Claire Haggerty, que vive uma história de amor através do tempo com um homem do futuro. Mas nem todos querem ver o amanhã. Andrew Harrington pretende viajar até ao passado, a 1888, para salvar a sua amada das garras de Jack, o estripador. E o próprio H. G. Wells enfrentará os riscos das viagens temporais quando um misterioso viajante chegar à sua época com a intenção de assassiná-lo e roubar-lha a autoria de um romance, obrigando-o a empreender uma desesperada fuga através dos séculos. Mas que acontece se alterarmos o passado? É possível reescrever a história?

A minha opinião
Confesso que parti para a leitura deste livro com algumas reticências. Não sou particularmente amante deste género de literatura, que alia o romance à ficção científica. No entanto, posso dizer que fui surpreendida pela positiva. O autor, dividindo o livro em três partes, conseguiu cativar-me tanto pela história de cada um dos protagonistas, como pela temática em si. Se lhe dessem oportunidade de viajar no tempo que época escolheria? Basicamente é essa viagem no tempo que está no centro de toda a trama e das diversas personagens de “O Mapa do Tempo”. Por um lado deparamo-nos com Andrew Harrington, jovem aristocrata tremendamente apaixonado por uma prostituta que vai ser vítima de Jack, o Estripador. O sonho de Andrew é viajar ao passado para evitar que tal tragédia aconteça à sua amada e possam viver felizes para sempre. A segunda parte apresenta-nos a jovem Claire Haggerty, que vive completamente fora da sua época, ansiando viajar no tempo e por lá permanecer. Por último, a terceira parte trata da história do escritor H. G. Wells, autor de “A Máquina do Tempo”, que serviu de inspiração para a empresa Viagens Temporais Murray realizar viagens no tempo a quem assim o desejasse. Pelo meio aparecem as vítimas do estripador londrino; de quando Wells conhece o homem elefante, estudo de Frederick Treves, um anatomista que o descobriu num circo e o internou num hospital; Bram Stoker e Henry James, que se vêem na eminência de lhes serem roubados os seus sucessos literários, antes ainda destes serem publicados. Um livro onde o autor mistura a realidade com a ficção.

Personagens históricas retratadas no livro:
Jack o Estripador, assassino em série, nunca descoberto, cujas vítimas eram prostitutas em Whitechapel, Londres, e operou na na segunda metade de 1888. O seu nome foi tirado de uma carta, enviada à Agência Central de Notícias de Londres por alguém que se dizia o criminoso. Assassinava barbaramente as suas vítimas, tendo inclusive cortado a garganta e mutilado o corpo a duas delas. A remoção de órgãos internos de três vítimas levou oficiais da época a acreditarem que o assassino possuía conhecimentos anatómicos ou cirúrgicos.
Mary Jeanette Kelly foi uma das vítimas de Jack, o Estripador. O seu corpo, terrivelmente mutilado, foi descoberto pouco depois das 10:45 da manhã, deitado na cama do quarto onde ela vivia na Dorset Street, em Spitalfields. A garganta foi cortada até à coluna vertebral, e o abdómen quase esvaziado de órgãos. O coração também foi retirado.


O Homem Elefante ou John Merrick foi portador de uma doença que provocou terríveis deformidades em 90% do seu corpo. Baseado em manuscritos do dr. Frederick Treves, o anatomista que o descobriu num circo de aberrações e o internou num hospital, John Merrick era apresentado como "a versão mais degradante do ser humano", e causava repulsa em todos que encaravam aquele corpo humano 90% deformado por uma doença de nascença que só foi diagnosticada oficialmente como "Síndrome de Proteus" em 1996, após exames no esqueleto de John Merrick (um caso grave de neurofibromatose múltipla).


Abraham "Bram" Stoker, escritor irlandês bastante conhecido por ter sido o autor de Drácula, a principal obra no desenvolvimento do mito literário moderno do vampiro.

Henry James escritor norte-americano, autor de alguns dos romances, contos e críticas literárias mais importantes da literatura de língua inglesa, um dos quais “A Volta do Parafuso”.

Herbert George Wells, conhecido como H. G. Wells, escritor britânico, autor dos romances A Máquina do Tempo, O Homem Invisível e A Guerra dos Mundos. Visionário, chegou a discutir em obras do início do século XX questões ainda atuais, como a ameaça de guerra nuclear, o advento de Estado Mundial e a Ética na manipulação de animais.