sábado, 3 de abril de 2010

A Filha do Regedor - Andrea Vitali [Opinião]

-->
Título: A Filha do Regedor
Autor: Andrea Vitali
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 352
Editor: Porto Editora
PVP: 17,40€

Sinopse:
1931. Enquanto a Itália dá os primeiros passos no fascismo, uma pequena cidade situada nas margens do lago de Como está em polvorosa.
Agostino Meccia, o regedor de Bellano, está determinado a implementar na localidade um projecto ambicioso: uma linha de hidroaviões que ligará Como, Lugano e Bellano. O empreendimento dará prestígio à sua administração, atrairá uma multidão de turistas e fará a inveja dos municípios vizinhos. Uma ideia brilhante... não fosse um problema de tesouraria. Porém, contra todas as contestações, Agostino Meccia não se coíbe de exercer o seu poder totalitário, recorrendo aos fundos reservados do município para levar os seus planos avante. Tudo parece estar a correr-lhe de feição, até que as complicações começam a surgir...

Por outro lado, a súbita paixão entre a sua filha, a jovem Renata, e Vittorio, o filho do padeiro Barbieri, ameaça trazer a lume um segredo que porá em causa a honra de ambas as famílias.

A minha opinião:
Foi uma agradável surpresa ler este “A Filha do Regedor” de Andrea Vitali. Com uma escrita leve e por vezes até divertida, o autor conta o quotidiano da uma pequena população residente em Como, onde toda a gente se conhece.
Agostino Meccia, o regedor da mesma localidade, é um homem ligado ao fascismo, e leva o seu poder muito a peito. Ele é a autoridade, ele é quem manda ali. O desejo de se tornar conhecido pelo seu trabalho leva Agostino a projectar uma ideia megalómana para aquele tempo: uma linha de hidroaviões que leva a população a viver um sonho. Quando o primeiro hidroavião viaja até Como as gentes de lá ficam em polvorosa.
Mas o que vai acontecer depois vai mudar a vida de muita gente, incluindo a da sua própria filha. Renata, filha de Agostino Meccia, apaixona-se por Vittorio, filho do padeiro, ex-melhor amigo de Meccia. E é essa amizade, ou melhor, a falta dela, que faz com que esse amor entre os dois jovens seja proibido. E só com a ajuda preciosa de uma idosa de 82 anos, a “tia” Rosina, é que os jovens se podem, finalmente, casar.
Andrea Vitalli sabe prender o leitor a uma história dos inícios dos anos 30 e transporta-nos a esse tempo como ninguém.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Novidade Orfeu Mini: Migrando, de Mariana Chiesa Mateos

Título: Migrando
Autor: Mariana Chiesa Mateos
Título original: Migrando
Colecção: Orfeu Mini
Ano de edição: 2010
N.º pp.: 68
Preço: 14,30 euros

Sinopse:
Migrando é uma história sem palavras sobre mudança e aventura.
Dedicado aos que deixaram a sua terra para re-existirem noutro lugar, este livro de imagens poéticas mostra como a palavra migrante pode ser sinónimo de sofrimento e fragilidade, mas também de coragem e futuro.
Um livro habitado pelo oceano, que separa e une terras e destinos. Um livro de desenhos, no qual cada leitor re-inventa a própria história.

Sobre a autora:
Mariana Chiesa Mateos nasceu na Argentina e vive actualmente em Itália. Dedica-se à pintura, gravura e ilustração. A infância, o desejo, a perda são temas recorrentes no trabalho desta artista, que tem participado em diversas mostras internacionais e colaborado com editoras como a Media Vaca, na qual publicou os títulos No hay Tiempo para Jugar (ilustrações seleccionadas pelo júri da Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha 2003) e Mis Primeras 80.000 Palabras (obra colectiva).

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Wolf Hall: Civilização avança já com segunda edição

Apesar de ainda não ter chegado às livrarias, o livro Wolf Hall, de Hilary Mantel – vencedor do Man Booker Prize 2009 – já vai na segunda edição.
Face ao elevado volume de pré-reservas e encomendas, a Civilização Editora acaba de avançar já para uma segunda edição deste título, perspectivando-se um enorme sucesso comercial.

Wolf Hall é já oficialmente o livro vencedor do Man Booker Prize que mais exemplares vendeu no Reino Unido até hoje.

A presença de Wolf Hall nas listas dos melhores livros do ano 2009 do Reino Unido e dos EUA é verdadeiramente extraordinária.

Novidades Europa-América para Abril. Destaqueo relançamento com nova capa de Entrevista com o Vampiro de Anne Rice

Título: As Aventuras de Hucleberry Finn
Autora: Mark Twain
Colecção: Clássicos
Preço: 19.51€
Pp.: 308

125º aniversário da publicação da obra
Centenário da morte de Mark Twain


A picaresca viagem de Huckleberry Finn numa jangada pelo Mississípi é talvez uma das imagens mais vívidas de liberdade e evasão na literatura mundial.
Huck, em fuga do seu pai bêbedo e avesso aos bons costumes da viúva Douglas, e Jim, um escravo fugitivo, deparam-se com inúmeras peripécias que darão ao jovem rapaz um verdadeiro retrato da natureza humana e de uma época.
Combinando um apurado sentido de humor e a interessante narrativa e crítica social, Twain transpôs as suas memórias de infância para a história de
Huck, que se tornou um clássico da literatura mundial.

Sobre o autor:
Mark Twain é o pseudónimo literário de Samuel Langhorne Clemens (1835-1910), popular autor americano e jornalista famoso pelo seu humor. Foi tipógrafo e piloto de barcos a vapor no Mississípi durante a guerra civil americana. Escreveu livros de viagens e celebrizou-se com as obras As Aventuras de Tom Sawyer e As Aventuras de Huckleberry Finn.

«Toda a literatura americana moderna deriva de um livro de Mark Twain chamado Huckleberry Finn.» Ernest Hemingway

Título: Os Grandes Movimentos Literários Europeus
Autor: Francis Claudon
Colecção: Saber
Preço: 8.90€
Pp.: 144

Temos línguas europeias com uma origem comum, o indo-europeu, que depois se foram diversificando em várias línguas nacionais. Temos uma geografia europeia, à escala do nosso continente, que ao longo dos tempos foi ultrapassando as flexíveis fronteiras dos Estados. Temos uma mitologia, uma
religião europeias, cujo início se fixa na Grécia e na Palestina. Mas será que toda a Europa teve uma expansão comum? De que forma é que esta se realizou? Quais foram os momentos que decidiram o destino cultural e literário europeu?
Cingindo-nos à literatura, será que o Romantismo, o Barroco, as Luzes ou a Idade Média surgiram da mesma forma e ao mesmo tempo nas diferentes línguas e culturas europeias? Será que podemos entender estas realidades como se fossem um fenómeno que transcende as nacionalidades? Será que podemos falar de escritores europeus, independentemente de a problemática e de o êxito de
cada um deles fazer com que escapem às forças da esfera nacional (Shakespeare, Hugo, Goethe), independentemente de terem escrito em línguas diferentes (Nabokov) e terem várias nacionalidades (Kafka)?

Francis Claudon é professor de literatura comparada na Universidade de Paris XII-Val de Marne.

Título: Entrevista com o Vampiro
* Relançamento com nova capa
Autora: Anne Rice
Colecção: Obras de Anne Rice
Preço: 20.89€
Pp.: 276

A mãe de todos os vampiros!

Obra já clássica no seu género, Entrevista com o Vampiro é o primeiro volume da saga «Crónicas dos Vampiros» e granjeou o estatuto de livro de culto, comparável a Drácula de Bram Stoker.
Das plantações oitocentistas do Luisiana aos becos sombrios e cenários sumptuosos de Paris, do Novo Mundo à Velha Europa, Claudia e Louis fogem de Lestat, o seu criador e companheiro imortal. E o cruel vampiro que tirara partido do desespero de Louis e da fragilidade da órfã Claudia, no bairro francês da Nova Orleães assolada pela peste, move-lhes uma perseguição sem tréguas no submundo parisiense, entre a trupe Théâtre des Vampires do misterioso Armand e criaturas das trevas.
É com esta mescla de sangue, violência e erotismo ímpares, no pano de fundo da reflexão sobre a condição trágica que é a do vampiro condenado à imortalidade, que Anne Rice narra uma extraordinária história em que a crueldade e os sentimentos tenebrosos que percorrem as páginas resultam numa maravilhosa sinfonia poética que viria a inspirar muitos escritores, como Stephenie Meyer.

Sobre a autora:
Anne Rice é a autora consagrada de vários best-sellers na área da literatura de fantasia e gótica. Entre êxitos como A Rainha dos Malditos e A Hora das Bruxas, alcançou a notoriedade com Entrevista com o Vampiro, um clássico que redefiniu a literatura de vampiros e foi adaptado ao cinema por Neil Jordan, tendo nos principais papéis Brad Pitt, Tom Cruise e António Banderas.

Crítica:
«Um dos livros mais eróticos e sensuais alguma vez escritos.» Sting
«Um livro arrepiante de leitura compulsiva» Sunday Times

Título: O Islão Explicado
Autor: Malek Chebel
Colecção: Biblioteca das Ideias
Preço: 19.90€
Pp.: 208

Malek Chebel, antigo conselheiro de Romano Prodi, é autor de várias obras de referência traduzidas em inúmeros países, nomeadamente o Tratado do Requinte (Publicações Europa-América). Chebel, antropólogo, filósofo e antigo professor da Sorbonne, é, portanto, um dos mais conceituados estudiosos do Islão que tem vindo a desenvolver a sua actividade no sentido de divulgar esta religião junto do grande público e de desmistificar a ideia de que a cultura islâmica é obscurantista e fechada.
Nesta obra, sucinta, clara, completa, sem ser demasiado erudita, o antropólogo Malek Chebel responde a todas as questões que nós, nos dias de hoje, nos colocamos quanto à segunda religião em muitos países da Europa.
Em O Islão Explicado por Malek Chebel, o autor fala-nos do dogma, das correntes, dos profetas, não esquecendo o estatuto da mulher e das ligações entre a tradição e a modernidade no Islão.

Título: Mistérios da Medicina
Autores: Ann Reynolds e Kenneth Wappner
Colecção: Fórum da Ciência
Preço: 19.90€
Pp: 208

Os Mistérios da Medicina levam-no ao limiar da medicina, onde absolutamente tudo é possível…

Directamente dos ficheiros clínicos que inspiraram o documentário da ABC com o mesmo título, chega até si esta colecção imperdível com os casos médicos mais estranhos que alguma vez foram examinados. Conheça o homem que parece estar a transformar-se numa árvore; a mulher que
sofre de enjoos causados pelo balanço do mar — quando está em terra; a menina que nasceu com os seus órgãos internos em posição invertida; e o músico que consegue ouvir tudo o que acontece dentro do seu corpo, até os seus globos oculares a movimentarem-se dentro das órbitas! Entre na sala de exames e veja os médicos tentarem desvendar e curar os casos mais bizarros alguma vez vistos pela comunidade médica.

Sobre a autora:
Ann Reynolds é uma produtora sénior da ABC News. É natural de Los Angeles e licenciou-se na Universidade de Yale. Vive em Nova Iorque com a sua família. Kenneth Wapner é um escritor talentoso que vive em Nova Iorque.


Título: A História da Sua Alma
Subtítulo: À Reconquista da Pérola da Sua Verdadeira Identidade
Autora: Elizabeth Clare Prophet
Colecção: Biblioteca do Desenvolvimento Pessoal
Preço: 12.36€
Pp.: 128

Você é uma alma e um espírito flamejante...

Algumas pessoas têm comparado a alma a uma pérola que fora atirada para o mar do universo material. O objectivo da nossa vida consiste em perseguir essa pérola e recuperar a nossa verdadeira identidade. Em A História da Sua Alma, Elizabeth Clare Prophet narra-nos a sua história. É uma história sobre como acordar e vencer as dificuldades. É uma história na qual se defende a profundidade do seu valor e da sua nobreza. É uma história escrita nas estrelas, que só o leitor pode tornar realidade.
A história da sua alma aguarda que a leia!

Sobre a autora:
Elizabeth Prophet, juntamente com Mark Prophet, é pioneira da moderna espiritualidade. Têm ministrado por todo o mundo seminários e workshops sobre a espiritualidade e os caminhos místicos das religiões do Mundo. Tem editados vários livros sobre estes temas na Europa-América, incluindo Os Anos Desconhecidos de Cristo — Onde Esteve Jesus Cristo dos 12 aos 30?, As Profecias de Saint Germain e, mais recentemente, Compreenda-se a Si Próprio.

Título: Escola de Futebol – Uma Jogada Difícil
Autor: Jefferies e Goffe
Colecção: Europa-América Juvenil
Preço: 12.36€

Marek vai ter de tomar uma decisão difícil.

Marek quer ser um ponta-de-lança famoso, mas os seus planos correm mal quando é obrigado a jogar como guarda-redes. E tudo vai de mal a pior quando o treinador quer que ele treine sempre como guarda-redes. O que vão pensar
os seus pais? Ele sempre quis marcar golos e não defender a baliza. Mas, à medida que a escolha dos jogadores para a equipa principal se aproxima e o seu talento como ponta-de-lança já não é o que era, Marek está em apuros.
Terá futuro como guarda-redes ou vai desistir do mundo do futebol?

Título: As Necessidades e as Expectativas das Crianças Segundo o seu Temperamento
Autora: Nicole Bédard
Colecção: Saber Viver
Preço: 15.50€
Pp.: 148

Este guia, centrado na caracterologia, oferece-lhe a oportunidade de conhecer melhor o potencial da criança e de encontrar referências no que diz respeito às necessidades e às expectativas dos seus diferentes temperamentos. A autora não procura rotular as crianças; muito pelo contrário, ela lança um olhar novo e diferente sobre elas.
Cada criança possui os seus pontos fortes e os seus limites. Cada uma dispõe de uma energia e de uma concentração de acordo com o seu temperamento. Ao estabelecer as suas particularidades, torna-se mais fácil acompanhar a
criança no seu desenvolvimento.
Depois de ter lido este livro, saberá como interagir com a criança emotiva, a criança sensitiva, a criança racional e a criança activa.

Sobre a autora:
Nicole Bédard é conselheira em análise de desenhos e de contos para crianças
(psicocontos). Animadora em criatividade e desenvolvimento pessoal, professora e conferencista sobre caracterologia, ela é também autora de vários livros, entre os quais Como Interpretar os Sonhos das Crianças (Edições CETOP).

"Citações e Pensamentos de Eça de Queirós", organização de Paulo Neves da Silva publicado pela Casa das Letras

«O MELHOR ESPECTÁCULO PARA O HOMEM SERÁ SEMPRE O PRÓPRIO HOMEM.»

Eça de Queirós foi um dos maiores escritores portugueses e simultaneamente um dos maiores pensadores. Retratou como ninguém a sociedade e a psicologia dos portugueses, num estilo irónico e humorístico único, presente nos seus romances, crónicas e correspondência. Mais radical nos seus primeiros escritos, mais conservador nos últimos, em todos grassa uma actualidade e uma acutilância que continua a surpreender passados mais de cem anos sobre a sua morte. A visão e crítica de Eça de Queirós sobre os costumes em geral, e os portugueses em particular, continua surpreendentemente válida nos dias de hoje, provando que a evolução é pouco mais que um conjunto de progressos técnicos, e que as características do povo português, em todos os aspectos da sociedade, se mantêm praticamente iguais.
Em 320 citações e 120 textos, complementados com excertos capitais dos seus principais romances, a sabedoria de Eça de Queirós encontra-se condensada neste livro para usufruto por si própria ou como incentivo a leituras mais aprofundadas da sua obra.


Sobre o autor
:
Paulo Neves da Silva é licenciado em Matemáticas Aplicadas. Exerce a sua actividade profissional na área do desenvolvimento de software a nível nacional e internacional. Desde sempre um apaixonado pela leitura, empenhou-se, desde 2000, pela pesquisa e recolha de citações bem como excertos de textos e poemas que classifica tematicamente e que partilha livremente através de um site que foi o mentor, o Citador, em www.citador.pt.
Foi o organizador dos bestsellers Citações e Pensamentos de Fernando Pessoa, Citações e Pensamentos de Friedrich Nietzsche e, mais recentemente Citações e Pensamentos de Agostinho da Silva.


"Os Milhões da Pobreza", de Paul Collier publicado pela Casa das Letras

ARTHUR ROSS BOOK AWARD - LIONEL GELBER PRIZE

Por que motivo os países mais carenciados do mundo estão a ficar cada vez mais pobres? Qual a verdadeira chave para o seu crescimento?


Livro A pobreza global, assinala Paul Collier, está de facto a diminuir em cerca de oitenta por cento do mundo. O problema encontra-se num grupo de cerca de 50 Estados «falhados», que totalizam mil milhões de pessoas, cujos problemas desafiam as abordagens tradicionais para aliviar a pobreza e que constituem o desafio central dos países em desenvolvimento no século XXI. Dentro de cada uma destas nações há um confronto entre reformadores e líderes corruptos - e os corruptos estão a ganhar. Collier analisa as causas do fracasso, apontando para um conjunto de armadilhas a que estes países estão sujeitos, designadamente os conflitos armados, uma dependência da extracção e exportação de recursos naturais, a questão da localização geográfica e a má governação. As soluções até agora utilizadas não funcionam contra estas armadilhas, a ajuda é muitas vezes ineficaz, e a globalização pode realmente piorar as coisas, impulsionando o desenvolvimento para as nações mais estáveis. Aquilo de que os últimos mil milhões precisam, afirma Collier, é de um novo e ousado plano apoiado pelo Grupo dos Oito países mais industrializados, que terão de adoptar políticas de comércio preferencial, novas leis contra a corrupção e, se necessário, proceder a intervenções militares cuidadosamente planeadas.

Sobre o autor:
Paul Collier é professor de Economia e director do Centro de Estudos das Economias Africanas, da Universidade de Oxford. Antigo director do Programa de Investigação e Desenvolvimento do Banco Mundial e conselheiro da Comissão para África do Governo britânico, é um dos maiores especialistas mundiais em economias africanas e autor do livro Breaking the Conflict Trap, entre outros. Este livro venceu o Arthur Ross Book Award por ser «a obra que melhor contribuiu para o conhecimento da política e relações internacionais» e o Lionel Gelber Prize como «o melhor livro em assuntos internacionais».

Imprensa:
«Um livro provocador e incontornável escrito por um especialista. Se se preocupa com o destino dos mais pobres em todo o globo e quer perceber o que pode fazer para ajudar leia este livro. Se não se importa leia-o na mesma!» Tim Harford, colunista do Financial Times e autor de O Economista Disfarçado
«Os Milhões da Pobreza é de leitura obrigatória para todos os que estejam empenhados no, até agora, infrutífero trabalho de tentar tirar as pessoas da pobreza.» The Economist
"É difícil encontrar ideias eficazes sobre desenvolvimento mas o Professor Collier pode ter identificado o próximo passo para a mudança positiva." The New York Times


Civilização lança novo livro de Nigella Lawson

Título: Delícias da Nigella
Autor: Nigella Lawson
Título Original: Nigella Bites
Tradutor: Jorge Palinhos
Tema: Culinária
PVP: 24,99 €

A DK-Civilização vai publicar em Abril o livro Delícias da Nigella, o novo livro da célebre cozinheira britânica Nigella Lawson. Delícias da Nigella, cujo título original é Nigella Bites, é o livro que dá origem à série televisiva com o mesmo nome que está actualmente a ser transmitida no
canal SIC MULHER.
Nigella Lawson venceu em 2000 o British Book Award para Autor do Ano. Editada em 20 países, Nigella Lawson viu os seus programas televisivos transmitidos em canais de televisão de todo o mundo, entre os quais o Channel 4, o ITV e o BBC Two no Reino Unido.
Tendo já sete livros publicados no Reino Unido, Delícias da Nigella é o seu segundo livro publicado pela DK-Civilização em Portugal. O primeiro título, “Na Cozinha com Nigella” (Março de 2009), revelou-se um êxito a nível mundial, tendo-se distinguido com mais de 1 milhão de exemplares vendidos no Reino Unido em menos de um ano. Em Portugal, foi igualmente um enorme sucesso, tendo marcado presença em diversos tops de vendas nacionais. A célebre chef
britânica esteve no nosso país em Abril de 2009 para divulgar as suas deliciosas receitas.
O endereço do site oficial da autora é www.nigella.com.


Sinopse:
Repleto de receitas deliciosas, incluindo as exemplificadas na série de televisão Nigella Bites, este livro oferece versões inovadoras das receitas tradicionais e receitas novas e diferentes, todas com o toque característico da Nigella – descomplicadas, originais, inovadoras e perfeitas para o dia-a-dia actual.
O livro está dividido em secções como Pequenos-Almoços Tardios ou Jantares diante da TV que ajudarão o leitor a escolher a receita de acordo com a necessidade do momento.

A Fórmula de Deus n.º 1 na Bulgária

José Rodrigues dos Santos atingiu o primeiro lugar do Top da principal cadeia de livrarias da Bulgária, a Helikon, com o romance A Fórmula de Deus. É a primeira vez que o autor da Gradiva se torna n.º 1 de vendas fora de Portugal – um acontecimento raro no caso de autores portugueses.

O romance A Fórmula de Deus foi publicado na Bulgária com o título Borjiata Formula pela principal editora do país, a Hermes, de Plovdiv.

Trata-se da segunda aventura de Tomás Noronha, a personagem de quatro dos romances de José Rodrigues dos Santos e aborda, com base numa profunda investigação do autor, a prova científica da existência de Deus. O livro está já traduzido em sete línguas, devendo ser ainda este ano editado nos Estados Unidos, Rússia e Hungria.

A obra A Fórmula de Deus foi originalmente publicada pela Gradiva, tendo sido o livro mais vendido em Portugal em 2006.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Passatempo "Observações"

O blogue Marcador de Livros, em conjunto com a Editorial Presença, tem para oferecer 3 exemplares do livro de Jane Harris, Observações (disponível a partir do dia 6 de Abril).

Para tal, basta responder correctamente às seguintes questões:

1 - Quais as mais intrigantes exigências que Arabella Reid fez a Bessy Buckley?
2 - Em que ano nasceu a autora do livro?
3 - Quais os prémios que este livro arrecadou?

A primeira pessoa a responder acertadamente às questões ganha automaticamente um exemplar. Os restantes dois serão sorteados de forma aleatória, por um programa apropriado.



Regras do Passatempo:
- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 6 de Abril.
-
Para participarem terão de enviar um email para marcadordelivros@gmail.com com as respostas, juntamente com os seus dados pessoais (nome e morada).
- Os premiados serão sorteados aleatoriamente e o nome dos vencedores
será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Só serão permitidas participações a residentes em Portugal e apenas uma por participante e residência.


Encontrará as respostas facilmente no blogue Marcador de Livros.

terça-feira, 30 de março de 2010

Porto Editora: O regresso da colecção "Arrepios"

Colecção Arrepios: 300 milhões de livros vendidos

Cerca de quinze anos depois, está de volta uma das colecções juvenis de maior sucesso de todos os tempos: Arrepios, de R. L. Stine. O universo dos livros continua povoado por monstros horríveis, cientistas loucos e todo o tipo de criaturas de arrepiar. O regresso acontece, em todo o país, a 8 de Abril.
Os livros agora publicados não são reedições; esta série da colecção chama-se TerrorLândia e está a conquistar novos fãs em vários países, à semelhança do que aconteceu com a anterior. Refira-se que já se venderam mais de trezentos (300!) milhões de exemplares da colecção Arrepios em todo o mundo e que, no auge de popularidade, chegaram a vender-se quatro milhões de livros por mês!

As aventuras desta série passam-se na TerrorLândia, um enorme parque temático que o autor descreve como o local mais assustador do mundo. Em cada livro, uma criança é atraída ao parque e aí reencontra vilões e heróis dos livros da colecção anterior, que lhes proporcionam aventuras de arrepiar.

Os seis títulos da colecção Arrepios – TerrorLândia agora publicados são: A vingança do boneco vivo, Trevas nas profundezas, Sangue de monstro pela manhã, O grito da máscara maldita, Dr. Maníaco vs. Robby Schwartz e Onde está a múmia?.

Sobre o autor:

Os livros de R. L. Stine são lidos em todo o mundo. Até à data, venderam-se mais de 300 milhões de exemplares, o que faz dele um dos autores mais populares de sempre. Além da colecção Arrepios, R. L. Stine também escreveu a série juvenil Fear Street e a série cómica Rotten School, bem como as séries Mostly Ghostly e Nightmare Hour e o livro em dois volumes Dangerous Girls.

A pensar no Dia Mundial do Doente Porto Editora lança seis novos guias de saúde

A 2 de Abril assinala-se o Dia Mundial do Doente e a Porto Editora acaba de publicar seis novos títulos da colecção Guia de Saúde, que abordam problemas de enorme actualidade, como a obesidade infantil ou a infertilidade. Pode dizer-se, portanto, que 2 de Abril vai ser, também, o “Dia do Guia de Saúde”.
A colecção tem o apoio científico da Ordem dos Médicos e está disponível não só em livrarias, mas também na generalidade das parafarmácias do país.
São livros simples, práticos e acessíveis, que permitem compreender as diferentes etapas dos procedimentos médicos: diagnóstico, complicações e tratamento. Incluem, no final, listas de contactos úteis a que se poderá recorrer caso se pretenda conhecer melhor o problema e obter outros esclarecimentos.
Os títulos agora editados são: Compreender a Tensão Arterial, Compreender a Osteoporose, Compreender as Doenças da Próstata, Compreender as Varizes, Compreender a Infertilidade e Compreender a Obesidade Infantil.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Civilização Editora vai publicar vencedor do Man Booker Prize 2009: Wolf Hall

Título: Wolf Hall
Autor: Hilary Mantel
Título Original: Wolf Hall
Tradução: Beatriz Sequeira
Páginas: 680
Tema: Romance Histórico
PVP: 22,20 €

A Civilização Editora vai publicar, já em Abril, o livro vencedor do Man Booker Prize 2009: Wolf Hall, da escritora e crítica literária britânica Hilary Mantel.
Wolf Hall, que levou cinco anos a ser escrito, explora a intersecção de psicologia individual com objectivos políticos. Amplamente aclamado pela crítica internacional, Wolf Hall é um romance histórico que recua na história para mostrar a Inglaterra dos Tudor como uma sociedade em formação, que se molda a si própria com grande paixão, sofrimento e coragem.

Sinopse:
Inglaterra, década de 1520. Henrique VIII está no trono, mas não tem herdeiros.
O cardeal Wolsey é o conselheiro do rei encarregue de obter o divórcio que o papa recusa conceder. Neste ambiente de desconfiança e necessidade aparece Thomas Cromwell, primeiro como secretário de Wolsey, e depois como seu sucessor. Cromwell é um homem muito original: filho de um ferreiro bruto, é um génio da política, um subornador, um galanteador, um arrivista, um homem com uma habilidade incrível para manipular pessoas e aproveitar ocasiões. Implacável na procura dos seus próprios interesses, Cromwell é tão ambicioso nos seus objectivos políticos como nos seus objectivos pessoais. O seu plano de reformas é implementado perante um parlamento que apenas zela pelos seus interesses e um rei que flutua entre paixões românticas e fúrias brutais.

Podem ainda visualizar um vídeo de apresentação do livro que incluiu o discurso de Hilary Mantel aquando da recepção do Man Booker Prize 2009: http://www.youtube.com/user/CivilizacaoEditora#p/a/u/2/uK7s-3Ddv1A

Sobre a autora:
Hilary Mary Mantel, escritora e crítica literária britânica, nasceu em Derbyshire (Inglaterra) em 1952. Com mais de uma dezena de obras publicadas, Hilary Mantel foi já distinguida com diversos prémios e condecorações ao longo da sua carreira. Em 1987 venceu o Shiva Naipaul Memorial Prize; em 1990 venceu o Southern Arts Literature Prize, o The Cheltenham Prize e o Winifred Holtby Memorial Prize pelo seu livro Fludd. Ainda na década de 1990, a autora ganhou o Sunday Express Book of the Year e o Hawthornden Prize. Em 2006, Hilary Mantel foi finalista do Commonwealth Writers Prize (Eurasia Region, Best Book) e do Orange Prize for Fiction com o livro Beyond Black.

Imprensa Nacional

[...] A minha primeira escolha é o prémio Booker de 2009 Wolf Hall, de Hilary Mantel [na imagem] Mantel já escreveu um romance histórico incomparável sobre a revolução francesa, A Place of Greater Safety. Agora voltou ao género. Wolf Hall, um título já equívoco e ameaçador (por razões longas de explicar aqui) é à superfície sobre a vida e ascensão de Thomas Cromwell, filho de ferreiro, mercenário e advogado, que chegou a chanceler de Henrique VIII e foi o grande
executante da Reforma inglesa. Como já alguém explicou noutro sítio, esta extraordinária meditação sobre o poder e a fé pesa sobretudo pelo que não é dito. Numa voz baixa, triste, neutra e aterrorizante (e sem um erro de facto ou teologia), Mantel conta o fim de um mundo. Uma lição aflitiva e apropriada.
Vasco Pulido Valente, PÚBLICO

Imprensa Internacional
É um livro belo e profundamente humano, um espelho negro pendurado sobre o nosso mundo. E o facto de a conclusão acontecer apenas depois de o pano cair só prova que Hilary Mantel é uma das nossas mais corajosas e brilhantes escritoras.
OBSERVER


O livro mais cativante que alguma vez lerá.

THE TIMES

É um livro esplendidamente ambicioso! Espero com ansiedade pela sequela, mas Wolf Hall já é fantástico.
DAILY TELEGRAPH

Uma investigação envolvente e humana sobre o preço da ambição.
GUARDIAN

Passatempo Porto Editora no Facebook

A Porto Editora tem oito livros O Oito para oferecer aos primeiros utilizadores do Facebook que comprovarem o seu nascimento na data de lançamento do livro de Katherine Neville: 8 de Abril.
Para receberem gratuitamente a obra que vendeu mais de um milhão de exemplares em todo o mundo e que a Porto Editora agora reedita, os aniversariantes têm de enviar o comprovativo de nascimento para o e-mail gabcomunicacao@portoeditora.pt até ao próximo dia 8 de Abril.
A iniciativa está a ser divulgada no perfil e na página da Porto Editora no Facebook.

Mais de um milhão de exemplares vendidos, traduzido em 30 línguas e considerado pela crítica como um dos melhores livros de sempre. São estes os créditos que apresenta O Oito, de Katherine Neville, publicado pela primeira vez em 1990 e agora reeditado pela Porto Editora especialmente para os leitores portugueses. Em Setembro de 2010, será lançada a sequela inédita do grande sucesso de Katherine Neville, O Fogo.

Tiago Rebelo com novo site

Com a chegada às livrarias do seu novo livro, “O Homem que Sonhava ser Hitler”, editado pela ASA, Tiago Rebelo tem também um novo site onde os leitores podem obter informações sobre o escritor e toda a sua obra, deixar os seus comentários ou conhecer o vídeo do novo livro.

Visite www.tiagorebelo.com e veja também o vídeo de “O Homem que Sonhava ser Hitler” em www.youtube.com/watch?v=90PbnuSfyrk.

Bertrand: Novidades editoriais

Título: Rei Artur - O Filho do Dragão
Autor: M.K. Hume
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 440
PVP: 19,90 €


Sinopse:
A Idade Média: um tempo de caos e sangue derramado. As legiões romanas abandonaram há muito as Ilhas e o despótico Uther Pendragon, Grande Rei da Bretanha céltica, está prestes a morrer. Enquanto o tirano hesita, o seu reino está a ser despedaçado pelas querelas de reis menores que competem entre si pelo seu trono. Nascido de parentesco desconhecido, Artorex cresce na casa de Lorde Ector, que acolheu Artorex em bebé nos seus braços. Um dia, três homens influentes chegam à villa de Ector e tratam das coisas para que a Artorex sejam ensinadas as técnicas marciais do guerreiro: espada e escudo, cavalo e fogo, dor e bravura. Quando regressam, anos mais tarde, Artorex está não apenas treinado nas artes do combate, como é também um homem casado. O país encontra-se numa situação desesperada, porque as grandes cidades do leste estão a cair perante a ameaça das hordas saxónicas. Apesar de Uther, Artorex torna-se um chefe de guerra, e vence muitas batalhas que lhe fazem ganhar a confiança dos guerreiros celtas e provam que só ele consegue unir as tribos. Mas para cumprir o seu destino e tornar-se o Grande Rei dos bretões Artorex tem de encontrar a coroa e a espada de Uther. O futuro da Bretanha está em jogo.

Sobre a autora:
Nascida em Queensland, na Austrália, M. K. Hume é uma professora universitária reformada. É casada e tem dois filhos. Este é o primeiro livro da trilogia Rei Artur, e marca a sua estreia da literatura.


Título: O Cão dos Baskervilles
Autor: Arthur Conan Doyle
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 200
PVP: 14,95 €

Sinopse:
Há cinco séculos que o Solar dos Baskerville alberga a família Baskerville. Quando o senhor da casa, Hugo Baskerville, aparece morto, com indícios de ter sido atacado selvaticamente por um animal, surge a lenda de que a propriedade é habitada por um cão negro, diabólico, que lança fogo pelos olhos e pela boca. Todos temem o terrível animal, e quem se atreve a aproximar-se da charneca junto ao solar onde a besta domina, morre. E é o que acontece a Sir Charles Barkerville, que aparece morto. A morte é desde logo atribuída ao cão que espalha o terror pelas redondezas. O novo senhor do Solar, Henry Baskerville, sobrinho de Sir Charles, decide então recorrer a Sherlock Holmes para resolver o mistério que envolve a morte do tio. Com a sua habitual argúcia, Holmes parte para o Solar, juntamente com o inseparável Doutor Watson, para procurar descobrir o misterioso animal e tentar impedi-lo de matar mais alguém, pois o perigo espreita em todo o lado.

Sobre o autor:
Sir Arthur Conan Doyle (1859-1930) ficou mundialmente conhecido por ter criado o detective Sherlock Holmes, que se tornou uma referência para toda a literatura policial, ao introduzir a lógica na investigação. Foi um escritor prolífico, cujos trabalhos incluem histórias de ficção científica, novelas históricas, peças e romances, poesia e obras de não-ficção. Alguns dos seus trabalhos fazem menção ao espiritismo e ao sobrenatural, nomeadamente às fadas, tendo inclusive dedicado a obra The Comming of Fairies às supostas fadas de Cottingley, que posteriormente vieram a revelar-se uma fraude.



Título: Desforra
Autor:
Margaret Atwood
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 192
PVP: 16,50 €


Sinopse:
Desforra, o novo livro de Margaret Atwood, alcançou o nº 1 no top canadiano, foi finalista do National Business Book Award, venceu a Medalha de Prata em Business Ethics e foi eleito Melhor Livro de Não-Ficção pela Associação de Livreiros Canadianos.
Depois de Senhora Oráculo e de O Assassino Cego, ambos publicados pela Bertrand Editora, Margaret Atwood, eterna candidata ao Nobel da Literatura e já distinguida com o Booker Prize e com o Prémio Arthur C. Clarke, entre outros, regressa às livrarias nacionais com Desforra.
Nesta perspectiva inesperada sobre o tópico da «dívida» - um tema bem actual nestes tempos de convulsão económica causada pela derrocada de um sistema de entrelaçamento de dívidas – a lendária escritora Margaret Atwood explora o significado da dívida através dos tempos. Muitos nos perguntamos a nós próprios: como pudemos permitir que uma tal derrocada acontecesse? Até que ponto é antigo e inevitável este padrão humano? Na sua vasta, divertida e imaginativa abordagem do tema, Margaret Atwood avança a ideia de que a dívida é como o ar que respiramos – algo que tomamos como dado até ao momento em que as coisas correm mal. E nessa altura, enquanto tentamos ganhar fôlego, ficamos subitamente muito interessados no assunto.

Sobre a autora:
Margaret Atwood nasceu em Otava em 1939. É a mais celebrada autora canadiana e publicou mais de quarenta livros, de ficção, poesia e ensaio. Recebeu diversos prémios literários ao longo da sua carreira, incluindo o Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award e o Giller Prize, bem como o prémio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Clube (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Artes e des Lettres (França) e foi a primeira vencedora do Prémio Literário de Londres. Está traduzida para trinta e cinco línguas. Vive em Toronto com o escritor Graeme Gibson.


Título: Como Deus Manda
Autor: Niccolò Ammaniti
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 448
PVP: 17,90 €

Vencedor do Prémio Strega 2007

Sinopse:
Os leitores e os críticos são unânimes: Como Deus Manda, do escritor italiano Niccolò Ammaniti, é um livro que não se esquece. Cru e implacável, mordaz, por vezes sinistro, por vezes enternecedor, é tudo menos um livro ao qual se fica indiferente.


Pautado pela violência, o humor negro e a ternura e narrado a um ritmo alucinante, Como Deus Manda apresenta uma desencantada visão da sociedade actual, através da peculiar relação entre um pai e um filho. Sem rodeios, sem subterfúgios, desinibido, Ammaniti apresenta ao leitor um elenco de personagens inesquecíveis (que chegam por vezes a roçar o grotesco), numa encruzilhada entre a esperança e o desespero que tão bem caracterizam a dura escola da vida. Cristiano tem treze anos e uma vida bem longe da perfeição. Quando o seu pai e dois amigos (Danilo e Quattro Formagi, o primeiro incapaz de superar a morte da filha e o abandono da mulher e o segundo com delírios psicóticos) engendram um plano para assaltarem um banco, Cristiano vê nisso a possibilidade de uma vida melhor.
Mas as coisas não correm bem. Numa apocalíptica noite de tempestade, o papel desempenhado por cada uma das personagens irá desencadear consequências terríveis. Enquanto isso, solidariedade, compaixão e lealdade alternam com episódios trágico-cómicos, onde não falta degradação moral (drogas, sexo e pornografia, adultérios, roubo e assassinato).

Só em Itália, onde esteve várias semanas em 1º lugar no top de vendas, Como Deus Manda vendeu mais de 700.000 exemplares. Está publicado em 44 países e é um best-seller internacional.

Sobre o autor:
Niccolò Ammaniti nasceu em Roma, cidade onde vive, e é um dos mais conceituados autores italianos da actualidade. Os seus livros são enormes sucessos de vendas internacionais e estão publicados em quarenta e quatro países.

Sobre Como Deus Manda
«É impossível não ficar preso.» - Financial Times.
«Um autor extremamente dotado... Ammaniti aumentou o volume neste seu novo e empolgante romance.» - Independent
«Salpica energia e perigo como água de um mar picado... Muito difícil de poisar.» - Daily Mail
«Niccolò Ammaniti é uma das estrelas mais brilhantes do firmamento italiano. A sua ficção combina um terror tenso com a mais negra das comédias.» - Observer