quinta-feira, 13 de maio de 2010

Europa-América publica Robin dos Bosques de Henry Gilbert

Título: Robin dos Bosques
Autor: Henry Gilbert
Colecção: Clássicos
Preço: 21.25€
Pp.: 334


Num tempo em que a fome e a pobreza devastavam a população de Inglaterra…
Num tempo em que a luta pelo poder do trono gerava dos mais ferozes e sangrentos combates então conhecidos…
Num tempo em que Ricardo I, Coração de Leão, o Príncipe João («Sem Terra») e Saladino passaram à história quase como lendas…
Nesse tempo, surgiu um homem que mudou o rumo de uma nação…

Robin dos Bosques é o fora-da-lei mais amado de todos os tempos: lutador, irreverente, habilidoso no manejo do arco, o ladrão que roubava aos ricos para dar aos pobres tornou-se um símbolo de justiça e de liberdade. E foram muitas as baladas e muitos os poetas que cantaram os seus feitos.

Sobre o autor:
Henry Gilbert, em 1914, procurou reunir alguns dos melhores episódios atribuídos pela tradição àquele herói. Encontramos, assim, nesta edição belamente ilustrada, o romance que resultou desse trabalho: as aventuras dos companheiros da Floresta de Sherwood, que povoaram o imaginário de pessoas de todo o mundo — Robin dos Bosques, João Pequeno, Frei Tuck e Lady Marian.

"Anjos nos Meus Cabelos", de Lorna Byrne (Estrela Polar)

Título: Anjos nos Meus Cabelos
Autor: Lorna Byrne
N.º de Páginas: 297
PVP: 16,90€

Desde que se lembra, Lorna Byrne sempre viu anjos. Em criança, pensava que todos viam os seres de outro mundo que sempre a acompanhavam. Porém, aos olhos dos adultos, o seu estranho comportamento era interpretado como um sintoma de deficiência mental. Actualmente, pessoas do mundo inteiro, doentes e com problemas, procuram-na para serem curadas e consoladas, e é consultada por teólogos de diferentes fés. Lorna possui a capacidade de comunicar com anjos e espíritos e, ao partilhar o seu conhecimento profundo do mundo espiritual, transmite uma mensagem de esperança e de amor a todos nós. Anjos nos Meus Cabelos é uma crónica absorvente da incrível história de vida de Lorna. Com um sentido descritivo admirável, invoca a infância pobre que viveu na Irlanda, a procura de emprego em Dublin, o casamento com o homem dos seus sonhos – e o trágico final deste casamento. O livro é um bestseller na Irlanda e transmite aos leitores uma visão singular sobre a ajuda angelical que está constantemente disponível à nossa volta. Como Lorna diz: «Só é preciso pedir». Nesta autobiografia reconfortante, uma mística irlandesa moderna partilha os seus encontros e conversas com os anjos e espíritos que conheceu a vida toda.

Sobre a autora
:
Lorna Byrne vê e fala com anjos desde bebé. Agora que tem a família crescida, fala abertamente e pela primeira vez sobre as coisas que viu e aprendeu. Vive discretamente na Irlanda rural. Para mais informações, consulte www.lornabyrne.com.

Providência cautelar tenta destruir Corja maldita

Jesuíta que interpôs a medida alega o carácter herético do novo romance de Pedro Almeida Vieira.
Os advogados da Sextante Editora foram informados da interposição no Tribunal Judicial de Lisboa de uma providência cautelar, por parte de um jesuíta, para evitar a colocação no mercado do romance Corja maldita, de Pedro Almeida Vieira, cujo lançamento está previsto para hoje, dia 13 de Maio, pelas 19 horas, no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa.
Em causa está o alegado carácter herético deste romance, bem como a transcrição de conversas em que participou este jesuíta, sem que tenha sido obtida a sua autorização e sem qualquer mandado judicial.
Para além de uma indemnização, o jesuíta apelará aos juízes que decretem a destruição de todos os exemplares pelo método da guilhotina – e nunca pelo fogo.
Caso se confirme este requerimento cautelar, censório a todos os títulos, a Sextante Editora tentará todos os meios para evitar receber a notificação. Mas, se tal não for possível, alegará junto da instância competente que o requerente da providência cautelar não pode sofrer qualquer dano pela divulgação deste romance por se encontrar morto há quase 250 anos.
Quarta obra de ficção de Pedro Almeida Vieira, Corja maldita retrata os acontecimentos que, na segunda metade do século XVIII, levaram à expulsão dos jesuítas em Portugal, França e Espanha, bem como à sua extinção em 1773 pelo Papa Clemente XIV.

Dorothy Koomson e Luis Sepúlveda na Feira do Livro de Lisboa

Dois dos mais ilustres autores do catálogo da Porto Editora marcarão presença, este fim-de-semana, na 80.ª edição da Feira do Livro de Lisboa.

Sábado e Domingo, 15 e 16 de Maio, respectivamente, a partir das 15 horas no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa, a britânica Dorothy Koomson e o chileno Luis Sepúlveda vão assinar os seus livros e conversar com os leitores.

Dorothy Koomson, britânica nascida no Gana, é uma das escritoras que mais fãs têm em Portugal, país que visita pela primeira vez e ao qual se deu a conhecer através do sucesso A filha da minha melhor amiga (mais de 65 mil exemplares vendidos e já na 12.ª edição). Nesse sentido, a Porto Editora organizou dois passatempos que vão permitir a quatro fãs jantar com a autora nesta sexta-feira (uma das participantes vem de propósito da Madeira para conhecer Dorothy Koomson). Na sessão de autógrafos que vai dar na Feira do Livro – sábado, a partir das 15 horas –, o livro O Amor está no ar, publicado em Fevereiro, vai, naturalmente, ser o grande destaque.

Da vasta obra de Luis Sepúlveda (toda ela traduzida em Portugal) destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, ambos já adaptados ao cinema. A história do gato Zorbas está, aliás, incluída no Plano Nacional de Leitura e já vendeu em Portugal mais de 150 000 exemplares. Além destes títulos, figuram no catálogo da Porto Editora os seus livros A Lâmpada de Aladino e A Sombra do que Fomos.

Também neste fim-de-semana, o espaço da Porto Editora na Feira do Livro acolhe a apresentação do novo livro de Pedro Almeida Vieira, Corja maldita (quinta-feira, 19:00), sessão Stay Cool – Tendências de Verão, com Maria Guedes (sexta-feira, 21 horas), Noite Jazz, com José Duarte (sábado, 21 horas), workshop de Escrita Criativa com Pedro Sena-Lino (Domingo, 18 horas) e as já habituais sessões de autógrafos e animação infantil.

Descoberto o sabotador de Corja maldita

Narrador foi o autor da sabotagem à edição do novo romance de Pedro Almeida Vieira. Apresentação do livro mantém-se amanhã.
Após uma aturada investigação, a Sextante Editora apurou que o autor da mutilação e alterações dos exemplares da primeira edição de Corja maldita, o novo romance de Pedro Almeida Vieira, foi o próprio narrador, usando artes que fogem da compreensão humana.
Face a esta inusitada situação, a Sextante Editora ponderou reimprimir Corja maldita mas, devido às ameaças do narrador de repetir este acto, e com receio de eventuais consequências ou represálias por ele perpetradas, decidiu, com a aprovação do autor, colocar no mercado as duas versões deste romance.
Deste modo, mantém-se a data de lançamento do livro de Pedro Almeida Vieira para amanhã, dia 13 de Maio, pelas 19:00 horas, no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa.
Quarta obra de ficção deste autor, Corja maldita retrata os acontecimentos que, na segunda metade do século XVIII, levaram à expulsão dos jesuítas em Portugal, França e Espanha, bem como à sua extinção em 1773 pelo Papa Clemente XIV.
Toda a obra de Pedro Almeida Vieira será reeditada ao longo dos próximos meses pela Sextante Editora, sendo que A Mão Esquerda de Deus, finalista do Prémio Literário Casino da Póvoa 2010, estará já disponível durante a Feira do Livro de Lisboa.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Sextante Editora detecta duas versões distintas na primeira edição de Corja maldita, novo romance de Pedro Almeida Vieira.

Por razões inteiramente alheias à Sextante Editora, o novo romance de Pedro Almeida Vieira encontra-se com duas versões distintas na primeira edição, nenhuma delas integralmente semelhante ao original que seguiu para impressão. Os serviços de distribuição do Grupo Porto Editora constataram, ontem, que o grosso dos exemplares está completo, mas com uma folha suplementar no fim, enquanto um número menor – 665 exemplares – surge mutilado de uma página inicial. Este conjunto de exemplares possuem, porém, uma divisa contendo a palavra IMPRIMATUR, carimbado à mão, numa das páginas iniciais, o que não sucede com a restante edição.
A Sextante Editora está a investigar as razões deste estranho acontecimento, mas descartou, para já, quaisquer responsabilidades da gráfica.
Neste momento estão a ser feitos os esforços necessários para evitar o adiamento do lançamento do novo romance de Pedro Almeida Vieira, marcado para amanhã, dia 13 de Maio, pelas 19:00 horas, no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa.
Quarta obra de ficção deste autor, Corja maldita retrata os acontecimentos que, na segunda metade do século XVIII, levaram à expulsão dos jesuítas em Portugal, França e Espanha, bem como à sua extinção em 1773 pelo Papa Clemente XIV.

Lluís-Anton Baulenas, autor de A Felicidade, vem a Portugal


O romancista catalão Lluís-Anton Baulenas estará em Portugal no último fim-de-semana da Feira do Livro de Lisboa, onde falará sobre a sua obra A Felicidade, numa sessão apresentada pelo jornalista Rui Lagartinho. O evento realizar-se-á na Praça Azul da Feira do Livro, no sábado, dia 15, pelas 17h30.


O Romance da Bíblia de Deana Barroqueiro vai ser apresentado Centro Nacional de Cultura, em Lisboa

A Ésquilo – edições e multimédia e o Centro Nacional de Cultura vão lançar o O Romance da Bíblia – Uma Visão feminina do Antigo Testamento, de Deana Barroqueiro, que terá lugar no próximo dia 20 de Maio, quinta-feira, às 18h30 horas, no Centro Nacional de Cultura, sito no Largo do Picadeiro, nº 10 – 1º andar, em Lisboa.
Como escreve Maria Teresa Horta, no Prefácio deste livro, a odisseia das mulheres e homens do Antigo Testamento é minuciosamente recriada com «uma escrita toda ela tecida por sensualidades e cintilações audaciosamente irónicas».
A apresentação estará a cargo da Doutora Manuela Gamboa, professora de literatura e investigadora.

"Angelina Jolie", de Rhona Mercer - Retrato de uma estrela (Casa das Letras)

Título: Angelina Jolie
Autor: Rhona Mercer
N.º de Páginas: 228
PVP: 15 €


Livro Como uma das actrizes mais deslumbrantes e bem-sucedidas de Hollywood, Angelina Jolie parece ter tudo. Mas a vida nem sempre foi assim tão fácil para a estrela mais sedutora do mundo… Teve uma infância infeliz e complicada que despedaçou a sua relação com o pai, o conceituado actor Jon Voight. Ao seguir a carreira de actriz, o que a tornou o centro das atenções mediáticas foram sempre as relações arrebatadas tanto com homens como com mulheres, as fantasias, as imensas tatuagens e as tendências suicidas, uma combinação de factores que lhe valeu a reputação de menina malcomportada de Hollywood. Agora, porém, a educar três filhos adoptivos e três biológicos com Brad Pitt, e absolutamente dedicada ao trabalho que desenvolve com refugiados como Embaixadora de Boa Vontade das Nações Unidas, Angelina deu a volta a essa reputação. Vencedora de um Oscar da Academia e de três Globos de Ouro, a actriz encontrou finalmente uma forma de equilibrar os altos e baixos extremos da fama com o lar familiar estável, até ao momento, que sempre procurara.
Angelina Jolie tem sido um dos temas preferidos dos cabeçalhos dos jornais e revistas. Esta belíssima actriz mantém-se como fonte constante de deslumbramento para os milhões de fãs que a seguem em todo o mundo. Observámos uma adolescente rebelde, deprimida e autodestrutiva amadurecer e tornar-se uma mãe de seis filhos satisfeita, equilibrada e sofisticada. Como uma das estrelas mais acessíveis e francas da sua geração, não nos surpreende que a controversa vida pessoal de Jolie tenha atraído bem mais interesse do que qualquer um dos filmes em que participou e – quer a adoremos, quer a desprezemos – nunca poderemos certamente acusar a actriz de ser desinteressante.

Sobre a autora:

Rhona Mercer é editora de revista semanal New e já entrevistou inúmeras estrelas de Hollywood. Vive e trabalha em Londres.

Porto Editora: Terceiro fim-de-semana da Feira do Livro - programação

A Porto Editora agendou para o terceiro fim-de-semana da 80.ª edição da Feira do Livro de Lisboa a apresentação do livro de Pedro Almeida Vieira, Corja Maldita, uma noite temática dedicada ao Jazz, uma sessão Stay Cool – Tendências de Verão, com Maria Guedes, animação infantil e sessões de autógrafos com Dorothy Koomson, Luis Sepúlveda e muitos autores nacionais.

Quinta-feira, 13 de Maio, a partir das 19 horas
Espaço 1 e 2 (Literatura): Apresentação do livro Corja Maldita, de Pedro Almeida Viera. Por Helena Vasconcelos e Jorge Couto.

Sexta-feira, 14 de Maio, a partir das 15 horas
Espaços 1 e 2 (Literatura): Maria Isabel Barreno (Corredores Secretos, Sextante Editora) Filomena Marona Beja (Bute Daí, Zé!, Sextante Editora); Maria da Conceição Caleiro (O Cão das Ilhas, Sextante Editora); António Brito (Olhos de Caçador, Sextante Editora)
Sessão Stay Cool – Tendências de Verão, com Maria Guedes (21 horas)

Sábado, 15 de Maio, a partir das 15 horas
Espaços 1 e 2 (Literatura): Dorothy Koomson (O Amor Está no Ar, Porto Editora) Luis Sepúlveda (A História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, Porto Editora) João Pedro Marques (Os Dias da Febre, Porto Editora) Francisco José Viegas (O Mar em Casablanca, Porto Editora) Lourenço Pereira Coutinho (Cinco de Outubro, Sextante Editora) Pedro Almeida Vieira (Corja Maldita, Sextante Editora) Noite Jazz, com José Duarte (21 horas)
Espaço 3 (Infantil): Sara Monteiro (As Férias de Mário e Marina, Porto Editora); José Vaz (A Máquina de Fazer Palavras, Porto Editora)
Presença das mascotes do Carteiro Paulo e Musti.

Domingo, 16 de Maio, a partir das 15 horas
Espaços 1 e 2 (Literatura): Luis Sepúlveda (A História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, Porto Editora) Alberto S. Santos (A Escrava de Córdova, Porto Editora) João Céu e Silva (Uma Longa Viagem com António Lobo Antunes, Porto Editora) Nuno Silveira Ramos (Tartan – As Velas da Liberdade, Albatroz) Pedro Almeida Vieira (Corja Maldita, Sextante Editora); Pedro Sena Lino (333, Porto Editora)
Workshop de Escrita Criativa, com Pedro Sena-Lino (18 horas)
Espaço 3 (Infantil): Presença das mascotes do Canal Panda e Betty Boop. Hora do Conto com Maria João Lopo de Carvalho (16 horas); Teatro de Marionetas A História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar

Porto Editora: Vêm aí os anjos!

Título: hush, hush
Autor: Becca Fitzpatrick
Tradução: Alcinda Marinho
N.º de Págs.: 320
Capa: mole
PVP: 17,50 €

A meio de Abril, a revista Sábado publicava um artigo em que afirmava que, na ficção, os «vampiros estão a dar lugar aos anjos». Nada mais certo.
hush, hush, livro de Becca Fitzpatrick que a Porto Editora vai publicar no dia 20 de Maio, está a ter enorme sucesso internacional e, por isso, já é o romance mais aguardado deste verão pelos leitores do género em Portugal.
Nos países em que já foi publicado (os direitos estão vendidos para trinta e um), hush, hush conquistou de imediato milhares de leitores (até já há sites de fãs, como este) e também a crítica: «uma estreia impressionante», segundo a Kirkus Reviews; «os adeptos do terror e do romance que temem o lobisomem (e o vampiro) que espreita apreciarão esta nova investida ao coração das trevas», vaticina a Booklist. Por tudo isso, a Publishers Weekly anunciou: «Adeus, dentes; olá, asas».
hush, hush vai ter uma sequela – intitula-se Crescendo –, que a Porto Editora vai publicar por cá, e que a sete meses de ser lançada já promete ser um enorme sucesso, tal a quantidade de reacções positivas desde que a capa foi revelada na Internet, há duas semanas.

O enredo

Apaixonar-se não fazia parte dos planos de Nora Grey. Nunca se sentira atraída por nenhum dos rapazes da sua escola, apesar da insistência de Vee, a sua melhor amiga.
Então, aparece Patch. Com um sorriso fácil e uns olhos que mais parecem trespassar-lhe a alma, Patch seduz Nora, deixando-a completamente indefesa.
Mas, após uma série de encontros assustadores com Patch, que parece estar sempre onde ela está, Nora não consegue decidir se há-de cair-lhe nos braços ou fugir sem deixar rasto.
Em busca de respostas para o momento mais confuso da sua vida, Nora dá consigo no centro de uma antiga batalha entre imortais. E quando é chegada a altura de escolher um rumo, a opção errada poderá custar-lhe a vida.

Sobre a autora:
Becca Fitzpatrick cresceu a ler as aventuras de Nancy Drew e Trixie Belden, com a ajuda de uma lanterna, debaixo dos lençóis. Licenciou-se em Saúde, vocação que rapidamente trocou pelas histórias. Quando não está a escrever, o mais certo é estar a correr, a vasculhar as prateleiras das lojas em busca de sapatos giros e em saldos ou a ver séries criminais na televisão. Hush, hush é o seu primeiro romance. Vive no Colorado. Descubra mais em beccafitzpatrick.com.

"Mataram o Sidónio!", o novo romance de Francisco Moita Flores (Casa das Letras)

Título: Mataram o Sidónio!
Autor: Francisco Moita Flores
N.º de Páginas: 300
PVP: 16,50 €

Sinopse:
O assassínio do Presidente da República Sidónio Pais, ocorrido em 1918, é um mistério. Apesar de a polícia ter prendido um suspeito, este nunca foi julgado. A tragédia ocorreu quando Lisboa estava a braços com a pneumónica, a mais mortífera epidemia que atravessou o séc. XX e, ainda, na ressaca da Primeira Guerra Mundial. A cidade estava exaurida de fome e sofrimento. É neste ambiente magoado e receoso que Sidónio Pais é assassinado na estação do Rossio em Dezembro de 1918. Francisco Moita Flores constrói um romance de amor e morte. Fundamentado em documentos da época, reconstrói o homicídio do Presidente-Rei, utilizando as técnicas forenses e que, de certa forma, continuam a ser reproduzidas em séries televisivas de grande divulgação sobre as virtualidades da polícia científica. Os resultados são inesperados e (Morro Bem. Salvem a Pátria?) é um verdadeiro confronto com esse tempo e as verdades históricas que ao longo de décadas foram divulgadas, onde o leitor percorre os medos e as esperanças mais fascinantes dessa Lisboa republicana que despertava para a cidade que hoje vivemos. E sendo polémico, é terno, protagonizado por personagens que poucos escritores sabem criar. Considerado um dos mestres da técnica de diálogo, Moita Flores provoca no leitor as mais desencontradas emoções que vão da gargalhada hilariante ao intenso sofrimento. Um romance que vem da História. Uma história única para um belo romance. Destaque «A Polícia confundira todos aqueles que odiavam Sidónio e a sua política cesarista com assassinos em potência. A Maçonaria queria vê-lo destituído, a Carbonária talvez o quisesse desfeito em migalhas, os católicos queriam mais do que o espavento das missas em que o Presidente participava, os integralistas exigiam uma política de ruptura, os democratas odiavam-no e por aí fora. E neste quadro de ódios, os resultados a que chegara, apontavam para um miúdo de 22 anos, fascinado pelo turbilhão das sucessivas rebeliões sindicais, vaidoso da arma que mostrara a Ana Rosa… E Asdrúbal vivia com essa angústia dilacerante. Nem a arma fora recuperada, nem o rapaz, abatido como um cão, poderia ser interrogado.»

Sobre o autor:

Francisco Moita Flores tem o nome associado a uma vasta e prestigiada obra que se distribui pelo romance, televisão, cinema e teatro. Alguns dos seus trabalhos estão inscritos na galeria da melhor ficção nacional. Ballet Rose, Raia dos Medos, O Processo dos Távora, A Ferreirinha, A Fúria das Vinhas, Não Há Lugar Para Divorciadas, Polícias sem História, Filhos do Vento, as adaptações de grandes autores como Aquilino Ribeiro, Eça de Queirós, Júlio Dinis, entre outros, tornaram-no uma figura incontornável da dramaturgia escrita em português. Traduzido em várias línguas, várias vezes premiado quer em Portugal quer no estrangeiro, acabou por ser recentemente distinguido pelo Presidente da República com a condecoração de Grande Oficial da Ordem do Infante. Investigador dos fenómenos da violência e da segurança, «está», como costuma dizer, Presidente da Câmara Municipal de Santarém.

Sextante Editora lança "Corja Maldita" a 13 de Maio

Título: Corja maldita
Autor: Pedro Almeida Vieira
N.º Págs.: 224
P.V.P.: 16,50

Corja maldita, título do novo romance de Pedro Almeida Vieira, será lançado na próxima quinta-feira, dia 13 de Maio, pelas 19:00 horas, no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa. A sessão ficará a cargo de Helena Vasconcelos e Jorge Couto.
Quarta obra de ficção deste autor, Corja maldita retrata os acontecimentos que, na segunda metade do século XVIII, levaram à expulsão dos jesuítas em Portugal, França e Espanha, bem como à sua extinção em 1773 pelo Papa Clemente XIV.
Toda a obra de Pedro Almeida Vieira será reeditada ao longo dos próximos meses pela Sextante Editora, sendo que A Mão Esquerda de Deus, finalista do Prémio Literário Casino da Póvoa 2010, estará já disponível durante a Feira do Livro de Lisboa.

Sinopse:
Na segunda metade do século XVIII, a todo-poderosa Companhia de Jesus vê-se envolvida pelo futuro marquês de Pombal no processo dos Távora, em França torna-se um alvo a abater pelos jansenistas parisienses e em Espanha é transformada em bode expiatório no rescaldo de um motim. Em 1773 acabaria suprimida pelo papa Clemente XIV, após um conclave envolto em corrupção. Tudo isto se retrata neste livro.
Estamos então perante um romance histórico? De acordo com o editor: sim, definitivamente.
Segundo o narrador, que se assume afinal como o verdadeiro autor: não, é uma crónica verídica.
Para a alma penada do padre Gabriel Malagrida, é uma reputada heresia; este livro deveria ser queimado... Queimado?! Não, guilhotinado... e jamais lido. O (presumido) autor não confirma nem desmente. Na dúvida, será uma cornucópia de criatividade e imaginação.

Sobre o autor:
Pedro Almeida Vieira nasceu em Coimbra em Novembro de 1969. Engenheiro de formação, tem intercalado a sua actividade entre o jornalismo e a investigação ambiental. Na última década publicou os ensaios O estrago da Nação (2003) e Portugal: o vermelho e o negro (2006), e os romances Nove mil passos (2004), O profeta do castigo divino (2005) e A mão esquerda de Deus (2009). Corja maldita é o seu novo romance.

Apresentação da obra:
Corja maldita, título do novo romance de Pedro Almeida Vieira, será lançado na próxima quinta-feira, dia 13 de Maio, pelas 19 horas, no espaço da Porto Editora na Feira do Livro de Lisboa. A sessão ficará a cargo de Helena Vasconcelos e Jorge Couto.

Novidades Contraponto para Maio

Título: Vingança
Autor: Karen Marie Mooning
Chancela: Contraponto
Páginas: 280
PVP: 17,00€
Tradução: Elsa Vieira
Disponível a 14 de Maio


Durante séculos, o reino sombrio dos Fae coexistiu com o dos humanos. Agora as paredes que os separam estão a desmoronar-se e Mac é a única coisa que se ergue entre eles… Vingança é a continuação do primeiro volume – Anoitecer. A vida de MacKayla Lane sofreu uma transformação radical quando ela aterrou na costa da Irlanda e se viu mergulhada num mundo de feitiçaria mortífera e segredos antigos. Na sua luta para continuar viva, Mac tem de encontrar o Sinsar Dubh — o poderoso Livro Negro, com um milhão de anos, que contém a chave para dominar o mundo dos Fae e do Homem. Perseguida por assassinos Fae, rodeada por figuras misteriosas nas quais sabe que não pode confiar, Mac dá por si dividida entre dois homens mortíferos e irresistíveis: V’lane, o Fae insaciável que consegue transformar a excitação sensual numa obsessão para qualquer mulher, e o sempre inescrutável Jericho Barrons, um homem tão atraente quanto misterioso.

Sobre a autora:
Karen Marie Mooning formou-se em Sociedade & Lei na Universidade Purdue. Os seus romances estiveram nas listas dos mais vendidos do New York Times, USA Today e Publishers Weekly, e conquistaram vários prémios, incluindo o prestigiado Prémio RITA (Romance Writers of America). Cada um dos livros da série Fever foi premiado enquanto melhor romance de fantasia urbana e melhor heroína, entre outros.


Título: Quem me dera que estivesses aqui
Autor: Francesc Miralles
Chancela: Contraponto
Páginas: 216
PVP: 16,50€
Tradução: São Amaral
Disponível a 14 de Maio


No dia em que faz 30 anos, Daniel, um arquitecto de sucesso em Barcelona, é abandonado repentinamente pela sua noiva. Em pleno naufrágio emocional, tenta distrair-se a ouvir um disco que lhe foi oferecido por uma das suas poucas amigas íntimas. O CD é de uma jovem cantora quase desconhecida chamada Eva Winter – e, para de Daniel surpresa, casa canção do álbum parece descrever, ao pormenor, a sua vida e as suas emoções. Intrigado, Daniel toma uma decisão impetuosa: sem avisar ninguém, parte para Paris, em busca desta misteriosa cantora que parece conhecê-lo melhor que qualquer pessoa. À sua espera, encontra as mais insólitas surpresas… e talvez até o amor da sua vida,

Sobre o autor:
Filho de uma modista e de um administrativo dado às artes e às letras, Francesc Miralles nasceu em Barcelona em 1968. Estudou Jornalismo na Universidade Autónoma de Barcelona, mas abandonou o curso passados quatro meses para trabalhar como empregado no Les Puces del Barri Gòtic, uma taberna do bairro gótico onde aprendeu a tocar piano. Regressou à universidade após um ano, onde estudou Filologia Inglesa. Complementava o estudo com esporádicas aulas de línguas mas, após anos de tédio e inércia, voltou a abandonar a universidade. Viciado em viagens desde jovem, decidiu então deixar tudo e vaguear pelo mundo. Uma série de coincidências fizeram com que estivesse a viver na Croácia e na Eslovénia durante a guerra dos Balcãs, uma experiência que viria a relatar anos depois no livro Café Balcanic. Ao regressar a Barcelona, retomou a vida académica, dedicando-se desta vez ao estudo da Filologia Alemã. Não só completou a licenciatura como ainda fez um mestrado em Edição de Livros. Ingressou no mundo editorial primeiro como tradutor, e mais tarde, como editor. Teve uma preenchida carreira editorial de três meses de duração, que serviu de inspiração ao seu primeiro romance em Castelhano, Barcelona Blues, e o levou a tomar uma importante decisão: não voltar a trabalhar numa empresa. Desde então, tem-se dedicado exclusivamente à escrita, embora também exerça funções de assessor literário e consultor em várias editoras. É autor de livros para jovens, vários dos quais premiados, de romances e thrillers que se revelaram best-sellers internacionais e de livros de não-ficção de grande sucesso.
Para além da literatura e da viagem, dedica-se à música: a sua banda, Hotel Guru, toca regularmente no bar Astrolabi, em Barcelona, tendo lançado recentemente o seu primeiro disco. Em 2009, Francesc Miralles foi galardoado com o prestigiado galardão literário Premio Torrevieja.


Título: O Beijo dos Elfos
Autor: Aprilynne Pike
Chancela: Contraponto
Páginas: 256
PVP: 16,50€
Tradução: Carla Alves

Disponível a 14 de Maio

Nesta extraordinária história de magia, intriga e romance perigoso, tudo o que pensava conhecer sobre o mundo das fadas vai mudar.
Laurel é uma jovem de quinze anos diferente – frágil, vegan e amante da natureza – que se muda com os pais para outra cidade. Integrar-se na nova escola e fazer amigos são questões complicadas para uma rapariga tímida como ela, mas o atraente David ajuda-a a ambientar-se. É então que acontece algo inexplicável que aterroriza Laurel: diante do espelho, vê surgir sobre os seus ombros umas formas longas branco-azuladas, de uma beleza quase indescritível, como pétalas a pairar no ar junto à sua cabeça – semelhantes a asas. Para perceber o sucedido, a jovem regressa à sua cidade natal, onde conhecera Tamini, um magnetizante rapaz de olhar cor de esmeralda. Ele parece conhecê-la desde sempre e vai revelar-lhe uma verdade aterradora. A partir desse momento, Laurel ver-se-á suspensa entre dois mundos e dividida entre dois rapazes igualmente fascinantes, que a atraem em direcções opostas...

Sobre a autora:
Aprilynne Pike, dotada de uma imaginação fértil, escreve histórias de fadas desde criança. Aos vinte anos fez uma especialização em Escrita Criativa na Faculdade Lewis-Clark, em Lewiston, Idaho. Recentemente, regressou ao Arizona com o marido e os três filhos para aproveitar o sol. Com esta série de estreia a autora conquistou leitores e a crítica internacional, chegando ao primeiro lugar da lista dos mais vendidos do New York Times.


Título: Beijo Gelado
Autor: Richelle Mead
Chancela: Contraponto
Páginas: 256
PVP: 16,95€
Tradução: Dora Reis


Rose Hathaway não está a atravessar uma boa fase: o seu deslumbrante mentor Dimitri parece gostar de outra pessoa e em contrapartida o seu amigo Mason tem um fascínio enorme por ela. Para piorar a situação, Rose não consegue quebrar a ligação mental com a sua melhor amiga, Lissa, mesmo quando esta está com o namorado, Christian.
Entretanto, perante a iminência de um ataque Strigoi, a Academia de São Vladimir decide tornar a viagem anual de esqui obrigatória a todos os alunos e juntar os guardiães, inclusive a lendária Janine Hathaway – a ausente mãe de Rose. Iludidos pela falsa segurança da paisagem cintilante e elegante do Idaho e na ânsia de vingar as vítimas dos últimos ataques dos Strigoi, três estudantes resolvem fugir para tentar encontrar e exterminar sozinhos um perigoso grupo de assassinos. Rose vê-se então obrigada a associar-se a Christian para os salvar, só que desta vez a jovem irá sujeitar-se a perigos que nunca imaginou ter de enfrentar.
Lissa Dragomir é uma princesa Moroi – um vampiro mortal que tem um laço inquebrável com a magia da Terra –, e deve por isso ser protegida dos Strigoi – os vampiros mais ferozes e mais perigosos, aqueles que nunca morrem.
Rose Hathaway, a sua melhor amiga, é uma Dhampir – nas suas veias corre uma poderosa mistura de sangue humano e de vampiro. Rose tem como missão proteger Lissa dos Strigoi, que tentam por todos os meios tornar a princesa numa vampira como eles.

Sobre a autora:
Richelle Mead é uma leitora voraz, fascinada por mitologia e folclore. É uma autora reconhecida tanto pelo público como pela crítica, na área da fantasia urbana. Esta sua nova série, «Vampire Academy», encontra-se já publicada em todo o mundo, tendo alcançado os lugares cimeiros das listas de best-sellers internacionais.

Novidades Pergaminho para Maio

Título: Sem Medo
Autor: Max Lucado
Chancela: Pergaminho
Páginas: 200
PVP: 17,00€
Tradução: Raquel Lopes

Cada novo dia parece trazer mais razões para termos medo… Estamos em recessão. O desemprego aumenta sem parar. As taxas de divórcio não param de crescer. A violência nas escolas é cada vez mais perigosa. As catástrofes naturais são cada vez mais frequentes. Será que ainda sabemos viver sem medo? Imagine se fosse possível viver fora da prisão do medo. Imagine que a sua reacção a cada novo acontecimento na sua vida não era sentir-se ansioso ou preocupar-se mas simplesmente… ter fé e acreditar que tudo irá correr bem? Imagine como seria a sua vida se acreditasse mais e temesse menos. Já pensou em tudo aquilo que seria capaz de fazer – por si e por aqueles que ama?
Max Lucado, autor de diversos best-sellers internacionais sobre espiritualidade e o poder da fé, desafia-o, ao longo destas páginas, a fazer uma «purga» do medo, da insegurança e da dúvida, e a dar aquele salto de fé essencial em direcção à felicidade que merece. Num estilo cheio de humor e compaixão, revela uma das verdades mais essenciais do espírito humano: basta acreditar… e tudo lhe será possível.

Sobre o autor:
Max Lucado tem uma paixão pela palavra, seja ela escrita ou falada. E tem a sorte de se dedicar com sucesso há mais de 25 anos a escrever e a dizer palavras memoráveis e inspiradoras. É pregador na Oak Hills Church, no Texas, e autor de vários best-sellers internacionais, com mais de 65 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. É o único autor a ter sido premiado com o Christian Book of the Year Award por três vezes, e os seus livros são presença constante nas listas de best-sellers das principais publicações dos EUA.

«Com a precisão de um cirurgião, Max Lucado aponta o cancro do medo que afecta cada ser humano e profere as palavras de cura que nos atingem em cheio.» Publishers Weekly

No top 10 da lista de best-sellers do New York Times desde a sua edição em Setembro de 2009



Título: Segredos e Mistérios
Autor: Sylvia Browne
Chancela: Pergaminho
Páginas: 216
PVP: 17,00€
Tradução: Joana Assunção

Os fenómenos inexplicáveis e segredos da história mundial fascinam milhões de pessoas em todo o mundo. Neste livro, Sylvia Browne, médium de renome internacional, traz esclarecimentos valiosos acerca dos mais diversos fenómenos relacionados com o paranormal e o esoterismo. Através de informações recebidas pelo seu espírito-guia e também de recentes descobertas científicas, a autora oferece explicações surpreendentes para alguns dos mis enigmáticos fenómenos da história da humanidade. Da construção das pirâmides ao significado de Stonehenge, de objectos como O manto de Turim até o Santo Graal, de mistérios como triângulo das Bermudas ao mundo perdido da Atlântida, este livro aborda os mistérios que sempre assombraram a humanidade.

Sobre a autora:
Sylvia Browne é uma médium, mestre espiritual e autora de renome que já tocou os corações de milhões de leitores. Teve a sua primeira experiência mediúnica aos três anos e, desde então, tem partilhado com os outros este seu extraordinário dom. Aconselha e acompanha indivíduos a título privado e tem ajudado por diversas vezes a Polícia, usando as suas capacidades psíquicas para encontrar pessoas desaparecidas. Apesar do seu trabalho torná-la célebre não deixou de dedicar grande parte do seu tempo a trabalhos com organizações humanitárias.


Título: Reinventar o corpo, descobrir a alma
Autor: Deepak Chopra
Chancela: Pergaminho
Páginas: 288
PVP: 18,00€
Tradução: Margarida Pacheco Nunes


Reinventar o Corpo apresenta um sistema de dez passos para a auto-transformação e convida-nos a viver o milagre que sucede quando ligamos o corpo à origem da vida: a alma. Nesta sua nova investigação revolucionária, Deepak Chopra analisa o «milagre esquecido» que é a capacidade infinita do corpo para se renovar e mudar. Para podermos usufruir ao máximo deste milagre, temos de estar dispostos a reinventar o corpo, a deixar de o encarar como um objecto estático e passar a vivê-lo como um processo dinâmico.
Cada célula do nosso corpo, defende Chopra, é composta por dois elementos essenciais: consciência e energia. Se soubermos fazer uso do poder destes dois elementos, seremos capazes de alterar os padrões de energia distorcidos que são as verdadeiras causas do envelhecimento, da doença e do mal-estar.
Contudo, a transformação não se pode limitar ao corpo – para ser verdadeiramente eficaz, terá de envolver também a alma. É apenas acedendo ao nível da alma que poderemos conhecer todo o nosso verdadeiro potencial e viver uma vida mais criativa, consciente e harmoniosa.

«Este é um livro simples e acessível, mas o seu conteúdo tem uma grande riqueza de significado.»
Publishers Weekly
«O Dr. Chopra transporta-nos do nível mundano em que tantos de nós se sentem presos até ao patamar de revelações sagradas da alma.» Mehmet Oz, autor de You: Manual de Instruções
Sobre o autor:
Deepak Chopra é um dos autores mais conhecidos em todo o mundo na área do desenvolvimento pessoal e um pioneiro da medicina holística. É autor de mais de 35 livros relacionados com saúde e espiritualidade, que se encontram publicados em mais de 30 países, e contam com mais de 20 milhões de exemplares vendidos. Em 1999, foi considerado pela revista Time um dos «Cem Ícones e Heróis do Século».
Chopra nasceu em Nova Deli, em 1946, onde se formou em Medicina. Em 1970, emigrou para os EUA, onde se especializou em Endocrinologia. Ensinou na Tufts University e na Universidade de Bóston e ocupou lugares de chefia em diversos hospitais de renome. No início da década de 1980, começou a interessar-se por meditação transcendental e medicina ayurvédica, o que o levou a desenvolver sistemas de cura e terapia alternativos. É um conferencista muito solicitado em todo o mundo e colabora regularmente com diversos media de destaque. É co-fundador, com o Dr. David Simon, do The Chopra Center for Wellbeing, na Califórnia, um centro dedicado à aplicação prática da sua forma holística de cura, combinando as formas tradicionais e alternativas de terapia com os preceitos da medicina ocidental, para promover o bem-estar emocional, espiritual e físico.

Título: Pensamentos do coração
Autor: Louise L. Hay
Chancela: Pergaminho
Páginas: 304
PVP: 17 €


Pensamentos do Coração reúne diversas meditações, tratamentos espirituais e excertos das palestras de Louise Hay, abordando sobretudo as experiências quotidianas. Tem por objectivo oferecer orientação e apoio nas áreas em que podemos ter mais dificuldade em cultivar o amor-próprio – desde a saúde à vida profissional, passando pelos relacionamentos e pela vida familiar. Ao longo destas páginas o leitor encontrará afirmações destinadas a valorizar a maior riqueza que cada um de nós possui – o nosso amor, força e sabedoria interiores.

«Louise Hay é a rainha do New Age. É uma das autoras de maior sucesso de sempre, e sem dúvida a mais interessante.» The New York Times
«Louise Hay transformou as vidas de milhões de pessoas com uma mensagem muito simples: “aquilo em que pensamos e que acreditamos torna-se verdade para nós.» Oprah Winfrey

Sobre a autora:
Louise Hay é uma das fundadoras do movimento do desenvolvimento pessoal e, com uma obra traduzida em mais de 25 idiomas e com mais de 50 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, uma das autoras de maior sucesso de sempre. Através da sua filosofia positiva e das suas técnicas de cura, tem ajudado milhões de pessoas a criar o bem-estar nas suas vidas. A sua filosofia pessoal foi inspirada por uma traumática experiência de vida. A sua infância e adolescência foram marcadas pela pobreza, pela instabilidade e pelo abuso. Louise fugiu de casa muito jovem e começou uma carreira como modelo em Nova Iorque, onde se casou com um próspero homem de negócios. Embora tivesse aparentemente encontrado a estabilidade, foi só quando o seu casamento chegou ao fim, passados 14 anos, que a sua vida realmente começou: aos anos 42, recém-divorciada e a atravessar uma crise pessoal, Louise descobriu os princípios do Novo Pensamento e a sua vida transformou-se por completo. Desde então, tem-se dedicado integralmente ao estudo e à divulgação dos benefícios do pensamento positivo. Começou a escrever e a fazer palestras, que atraíam um público cada vez maior. No final dos anos 70, foi-lhe diagnosticado um cancro. Louise encarou este desafio como uma forma de demonstrar as suas crenças: através de um sistema de afirmações, visualizações e psicoterapia, conseguiu curar-se. Em 1980, instalou-se na Califórnia, onde fundou a Hay House, uma editora dedicada a temas de desenvolvimento pessoal. Para além de dirigir a sua editora, Louise organiza e participa em palestras e conferências com vários autores de destaque nesta área. Quando não está a viajar ou a fazer conferências, Louise dedica-se à jardinagem, à pintura e à dança.


Título: Be Happy
Autor: Robert Holden
Chancela: Pergaminho
Páginas: 312
PVP: 18,50€
Tradução: Ana Paula Reis


Afinal, a felicidade tem ciência. Robert Holden dirige um curso intensivo de felicidade de oito semanas, frequentado por milhões de pessoas em todo o mundo. Este livro é uma demonstração prática do curso e, através de testes e exercícios, ensina como cada um pode ser feliz. Sobre o autor: Robert Holden é director do The Happiness Project. O seu trabalho inovador no campo da felicidade e do sucesso tem sido divulgado no The Oprah Winfrey Show e em dois importantes documentários da BBc, The Happiness Formula e How to Be Happy, que foram exibidos em mais de 16 países e vistos por mais de 30 milhões de espectadores. É autor de diversos best-sellers internacionais.

«Robert é um professor muito dotado. O seu trabalho transforma a vida das pessoas.»
Deepak Chopra
«Robert Holden é uma inspiração.» The Daily Mail

O autor dirigiu dois documentários da BBC sobre como aprender a ser feliz: The Happiness Formula e How to Be Happy – vistos por mais de 30 milhões de espectadores.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Novidades Gestãoplus para Maio

Título: A Arte de inventar profissões
Autor: Sergio Bulat
Chancela: Gestãoplus
Páginas: 136
PVP: 16€
Tradução: Maria Lucília Filipe

Não basta saber quem mexeu no seu queijo… Para alcançar o verdadeiro sucesso, é preciso tomar as rédeas da sua vida profissional e pôr a criatividade a render.
Num mercado laboral marcado pela crise e pela constante mudança, só os mais criativos sobrevivem. Contudo, hoje em dia fala-se muito de instabilidade e precariedade, e muito pouco de renovação e criação. Inventar uma profissão, criar outra forma de fazer as coisas, será a grande competência profissional do futuro – e isto aplica-se tanto a jovens recém-formados como a profissionais em processos de transição ou a reformados que queiram continuar a trabalhar.
A ideia de entrar numa empresa enquanto jovem e continuar a trabalhar nela até à reforma já há muito que deixou de fazer qualquer sentido. E mesmo a formação profissional ais rica e diversificada de pouco serve se não se souber aplicá-la correctamente. Hoje em dia, verifica-se que os profissionais de maior sucesso são aqueles que souberam encontrar ou criar as melhores oportunidades através de ocupações, especializações ou profissões únicas. Procurando algo que os destaque e diferencie, estes profissionais inventaram as suas profissões e assim desenvolvem-se mais – tanto pessoal como profissionalmente. A Arte de Inventar Profissões tenta inspirar, através de exemplos e ideias práticas, todos os trabalhadores a estar atentos às mudanças no sector laboral para as poderem usar em seu benefício.

Sobre o autor:
Sergio Bulat é advogado com especialização em resolução de conflitos. É master em Jornalismo e presentemente trabalha na área editorial, como escritor, editor e coach literário (uma profissão que ele próprio inventou).

«Através de conselhos práticos e exemplos de empreendedores que aproveitaram a mudança no seu ambiente profissional para criar uma nova profissão, Sergio Bulat oferece uma resposta criativa às dificuldades que a crise actual apresenta.» ABC
«”Para se ser insubstituível, tem de se ser sempre diferente”, dizia Coco Chanel, e com razão. Numa altura em que o desemprego aumenta de maneira assustadora, Sergio Buat propõe uma estratégia para nos destacarmos no mundo profissional, aproveitarmos as oportunidades que nos oferece a sociedade de consumo e inventar uma profissão na qual nos destaquemos e sejamos únicos, potenciando as nossas capacidades diferenciadoras. Para além de possivelmente gerar emprego, esta estratégia oferece também uma fonte de satisfação pessoal.» La Vanguardia


Título: A Empresa Sensual
Autor: Jesús Vega de la Falla
Chancela: Gestãoplus
Páginas: 192
PVP: 16,00€
Tradução: São Amaral

Antes da eficácia, do lucro ou da expansão, há uma coisa a que uma empresa deve aspirar: ser sexy. O verdadeiro segredo do sucesso é a paixão do empreendedor, que se reflecte em quão sedutora é a sua empresa… Vivemos numa época marcada pela mudança e pela rapidez com que ela acontece. Tanto enquanto consumidores como enquanto trabalhadores, somos cada vez mais inteligentes, exigentes e infiéis. As empresas procurar continuamente formas de melhorar os seus produtos, preços, custos e condições laborais, mas ainda assim os empregados e clientes evitam cada vez mais o compromisso com as empresas. Contudo, há um tipo de empresa que consegue fidelizar clientes e empregados de forma consistente, seduzindo-os, cativando-os, envolvendo-os com o seu charme único.
Marcados por uma fidelidade quase inquebrável, os seus clientes transformam-se em agentes publicitários e os empregados em colaboradores ávidos. Trata-se da empresa sensual. Zara, Starbucks, Apple, Google: exemplos paradigmáticos de empresas sensuais. Neste livro, são analisados os seus atributos mais cativantes e as suas técnicas de… sedução.

Sobre o autor:
Jesus Veja de la Falla foi director de recursos humanos do grupo Inditex, onde contribuiu para a sua expansão em mais de 60 países. Como profissional e director de RH trabalhou também no banco Santander e na Hewlett-Packard. Presentemente é consultor e assessor de várias empresas, todas bastante sensuais.


«Um livro original, directo, com ideias e propostas claras e fundamentadas, e também provocante.» El Mundo
«Muitas grandes empresas tentam manter a mesma estratégia a nível mundial, com resultados variáveis. Veja de la Falla parte da sua experiência em várias empresas para explicar porque é que umas conseguem atrair e fidelizar clientes e outras, por muito que tentem, não conseguem.» La Gaceta de los Negocios
«A sedução chega ao escritório. O antigo director de Recursos Humanos da Inditex fala sobre as melhores fórmulas para gerar vínculos entre a empresa e o cliente. A atracção e retenção do talento abandonam o seu frio significado para falar de compromisso e fidelidade.» ABC

Novidade Arteplural: Gorgeously Green - A Bíblia Ecológica da Mulher"

Título: Gorgeously Green - A Bíblia Ecológica da Mulher
Autor: Sophie Uliano
Chancela: Arteplural
Páginas: 328
PVP: 17,95€
Tradução: Odete Martins


«Simplesmente não sou capaz de enumerar todos os pontos formidáveis deste livro que está prestes a começar a ler, mas posso dizer-lhe isto: Adoro fazer compras, adoro cozinhar, adoro sentir que, a cada dia que passa, faço algo para me educar a mim e aos meus filhos para tornar o mundo um sitio melhor e mais forte para se viver…» Julia Roberts

Um guia divertido para levar uma vida ecologicamente responsável pela mão da ambientalista e guru ecológica Sophie Uliano. Com o prefácio de Julia Roberts, Gorgeously Green - A Bíblia Ecológica da Mulher - é um manual prático sobre como viver com qualidade e, em simultâneo, com profunda dedicação ao meio ambiente. Neste guia optimista e pragmático, a autora apresenta alguns passos simples que qualquer mulher deve dar a fim de alcançar uma maior consciencialização do seu impacto no planeta Terra, criar um lar amigo do ambiente, adoptar uma dieta mais saudável e uma rotina de exercícios físicos, desfrutar de uma ida às compras sem sentimentos de culpa, etc.
Recheado da mais actualizada informação, Gorgeously Green aborda questões na área da moda (conheça fabulosos criadores ecológicos), do lar (crie o ambiente sem toxinas que a sua família merece), das viagens ou deslocações (tudo sobre automóveis híbridos e combustíveis alternativos), e muito mais! Adoptar um estilo de vida ecológico faz parte das decisões mais positivas, progressistas e pessoalmente gratificantes que alguém pode tomar… e este livro demonstra que isso não tem de ser algo enfadonho, moroso ou privado de glamour!

Sobre a autora:
Sophie Uliano é uma ambientalista fervorosa que, ao adoptar um estilo de vida amigo do planeta, faz um apelo a todas as mulheres que não querem comprometer o seu glamour ou estilo. Vive em Hollywood, Califórnia, com o marido e a filha.


Bertrand: novidades para Maio

Título: Vitalogy
Autor: E. H. Ruddock

Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 176
PVP: 13,90€

Inicialmente publicado em 1899, Vitalogy tornou-se num livro de referência sobre saúde, bem-estar, hábitos sociais e morais. Em 1930 tinha já vendido meio milhão de cópias e foi editada uma nova versão, com 1010 páginas. Continuou a vender-se até à chegada da Segunda Guerra Mundial e com o surgir de tratamentos médicos mais “modernos”. Passados quase 100 anos da primeira publicação, em 1994, os Pearl Jam editam o seu terceiro álbum com o título Vitalogy. O próprio booklet do CD incluía fac-similes do livro. Sobre E. H. Ruddock Frequentou a Royal College of Physicians. Membro do Royal College of Surgeons em Glasgow, Escócia.




Título: Santuário
Autor:
William Faulkner

Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 296
PVP: 16,90€
Tradução: Ana Maria Chaves
Disponível a partir de 21 de Maio

Publicado pela primeira vez em 1931, Santuário foi aclamado pelo público e pela crítica. Passada no condado (fictício) de Yoknapatawpha, no Mississípi, a história descreve a trajectória de Temple Drake rumo à sua degeneração, a luta infrutífera de Horace Benbow por justiça e a fantástica presença de Popeye, personagem de extrema força, cujas simplórias aparições nas cenas narradas dão um tom singular à narrativa de Faulkner.

Sobre o autor:
William Faulkner (1897-1962) é considerado, a par de James Joyce, Virginia Woolf, Marcel Proust e Thomas Mann, um dos maiores escritores do século XX. Recebeu o Prémio Nobel da Literatura de 1949, o National Book Award de 1951, com o livro Collected Stories, e o de 1955 com o romance A Fábula. Foi também vencedor de dois prémios Pulitzer (A Fábula, 1955 e Os Desgarrados, 1962). É autor de romances psicológicos e simbólicos que retratam a decadência do sul dos Estados Unidos e cujas personagens vivem situações desesperadas.

Sobre Santuário:
«Um livro irresistível» - Mário Vargas Llosa
«A União do romance policial com a tragédia grega» André Malraux


Título: O Livro das Coisas Perdidas
Autor:
John Connoly
Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 304
PVP: 15,90€
Disponível a partir 21 de Maio


Quando David, um menino de doze anos, se refugia do seu sofrimento nos mitos e contos de fadas de que a sua mãe, agora morta, tanto gostava, percebe que o mundo real e a fantasia se confundem. É então que começam a acontecer coisas más. E chega o Corcunda. David é violentamente impelido para uma terra habitada por heróis, lobos e monstros, cujo rei guarda os seus segredos num livro lendário…

Sobre o autor:
Nasceu em Dublin em 1968. O seu livro de estreia, EVERY DEAD THING, lança-o imediatamente para a primeira linha dos autores de thrillers e, a partir de então, todos os seus romances se tornam best-sellers do Sunday Times. Foi o primeiro autor não americano a ganhar o prémio Shamus.

Sobre O Livro das Coisas Perdidas:
O autor de thrillers (Every Dead Thing), Connolly, volta-se dos medos criminais para os medos primordiais neste romance encantador sobre um menino inglês de 12 anos de idade, David, que é atirado para um reino onde as histórias eternas e os contos de fadas assumem muitas vezes uma realidade grotesca. Os livros são a magia que apela para David, cuja mãe faleceu no princípio da Segunda Guerra Mundial, depois de uma longa e debilitante doença. O pai dele torna a casar, e a sua madrasta engravida rapidamente com mais um intruso que irá ameaçar o lugar de David na vida do seu pai. Quando o portal para outro mundo se abre de uma forma honorífica, David entra numa terra de bestas e monstros onde terá de empreender uma demanda para conseguir voltar a sair. Connolly ecoa muitos dos grandes contos de fadas e lendas (O Capuchinho Vermelho, Rolando, Hansel e Gretel), mas molda-os aos seus próprios propósitos. Apesar dos elementos horríveis, esta história nunca é verdadeiramente assustadora, mas mantém-nos sempre entretidos, enquanto David aprende as lições de coragem, lealdade e honra que todos devíamos aprender. Publishers Weekly

«Alguns livros permanecem por um tempo na mente, outros esquecem-se no dia seguinte. E depois há outros que se recusam a partir. O último livro do autor irlandês Connolly – o seu sétimo romance, e um pouco distante do detective privado Charlie Parker – poderia parecer, a um primeiro olhar, um conto simples. Quando David, de 12 anos de idade, perde a sua mãe em consequência de uma doença, fecha-se numa concha, usando os livros de contos de fadas que ambos amavam para criar um mundo de fantasia que se começa a misturar com o seu mundo real. As primeiras 60 páginas contêm alguma da escrita mais bonita que poderia desejar ler. Connolly faz depois uma reviravolta. Nas 50 páginas que se seguem, o ambiente muda, a história parece emperrar e o caminho que se vislumbra na frente parece pedregoso. Quando a viagem de David acaba, com o Livro das Coisas Perdidas tão perto mas para além do seu alcance, Connolly já nos arrastou por todas as emoções, enquanto o suborno nos atinge, certeiro, no coração.» MANX INDEPENDENT

Tem um pouco dos Nocturnes, a colecção de contos de Connolly. Consegue ser, em simultâneo, novo e fresco, mas é claramente influenciado – e tem várias parecenças – com os contos que ele adapta, já para não falar com O Feiticeiro de Oz. Uma bela e assombrosa história, animadora e pesarosa ao mesmo tempo, que nos deixa a pensar muito depois de o livro ter sido fechado. John Quirk O autor, John Connolly, consegue combinar uma fantasia, ao mesmo tempo ultrajante e credível, com assassínios horríveis, enquanto nos entretém com uma história que nos deixa presos. O Sr. Connolly é provavelmente mais conhecido pela série de Charlie Parker, mas O Livro das Coisas Perdidas oferece-nos as estranhas aventuras de um menino de 12 anos de idade. A imaginação exuberante de John Connolly produz uma hilariante reviravolta em certas histórias que nos são familiares, bem como uma pseudo realidade lúgubre WHO DUNNIT. John Connolly deixou as histórias de Charlie Parker para criar uma representação espantosa e precisa dos ciúmes naturais de um menino que avança para um ponto de vista mais adulto. No entanto, esse ponto de vista adulto retém, ao contrário de muitas das pessoas ditas maduras, um conhecimento indubitável de que o sobrenatural existe realmente. Um viva para John Connolly! Alan Paul Curtis.
Criativo e muito diferente... Uma alegoria sobre a vida e a morte, a guerra e a paz, e outros aspectos desta vida e da próxima…MIDWEST BOOK REVIEW


Título: Dexter na Sombra
Autor:
Jeff Lindsay

Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 328
PVP: 17,95
Tradução: Luis Santos


Dexter Morgan, um respeitável técnico dos serviços médico-legais da polícia de Miami, tem um "hobby" muito "sui generis": matar assassinos em série. O mal está vivo…? Esse é tema em redor do qual o prof. Jerry Halpern faz o seu doutoramento. Dexter, subitamente, vê-se confrontado com a morte de um dos estudantes de Jerry, num aparente sacrifício a uma antiga divindade. Percebe que pode estar a lidar com alguém bastante mais sinistro do que ele…

Sobre o autor:
Jeff Lindsay vive na Florida com a mulher e as duas filhas. Foi músico, actor, jornalista de televisão e escreveu para jornais. Afirma ter tido 17 profissões independentes umas das outras em áreas distintas, todas relacionadas, de alguma maneira, com a escrita. Os seus livros servem de argumento à série televisiva de culto Dexter. Tem dois livros anteriormente publicados em português: Querido, Querido Dexter e Dexter Um Pesadelo Raiado de Negro


Título: Coisas de Rapazes
Autor:
Simon Carr

Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 200
PVP: 15,90€
Tradução: Ester Cortegano


Eu quero morrer e ir ter com a mamã. Mas não te preocupes, papá, vou ficar aqui em baixo contigo, por enquanto… Quando Susie, a mulher de Simon Carr, morre de cancro, ele fica a criar sozinho o filho de cinco anos. Pouco depois, o filho de doze anos de um casamento anterior vem viver com eles. Não tarda a que a roupa lavada e o aroma a alecrim vindo da cozinha sejam substituídos por pilhas de jogos de vídeo, Legos e livros de banda desenhada. Quando as mães que os visitam apelidam de selváticos os seus métodos, Simon responde que são apenas ‘livres’. Num ambiente exclusivamente masculino, Simon enfrenta sozinho os desafios de educar os filhos e todos aprendem a ser novamente uma família.

Sobre o autor:
Simon Carr nasceu na Índia em 1952. Estudou em Oxford, é jornalista e autor de um romance, para além deste autobiográfico Coisas de Rapazes.

Sobre Coisas de Rapazes:
«Dolorosamente engraçado e quase insustentavelmente tocante» Daily Mail
«O brilhante testemunho da sua vida como pai sozinho deveria tornar-se um manual obrigatório para pais» Sunday Times
«Tanto os homens como as mulheres precisam das suas afirmações confiantes, politicamente incorrectas e inteiramente realistas.» Independent

Título: Brooklyn
Autor:
Colm Tóibín
Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 256
PVP: 16,50€
Disponível a partir 21 de Maio

Numa pequena vila irlandesa dos anos cinquenta, Eilis é uma das muitas pessoas da sua geração que não consegue arranjar trabalho. Quando surge uma oportunidade na América, é-lhe evidente que tem de partir. Jovem, sozinha e saudosa, Eilis começa uma nova vida em Brooklyn e a sua tristeza vai sendo gradualmente apaziguada. Quando notícias trágicas a obrigam a regressar à Irlanda, vê-se confrontada com uma escolha terrível: entre o amor e a felicidade na terra a que pertence e as promessas que tem de manter do outro lado do oceano. Finalista Man Booker Prize Sobre Colm Tóibín Nasceu na Irlanda em 1955. É autor de mais cinco romances e uma colecção de contos. Foi três vezes finalista do Man Booker Prize.

Sobre Brooklyn:
«Magnífico» Sunday Telegraph
«Inesquecível» Spectator
«É impossível lê-lo sem que se deixe comover, tocar e, por fim, transformar» Independent on Sunday
«Colm Tóibín criou uma obra-prima» Sunday Times



Título: As regras da vingança
Autor: Christopher Reich

Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 472
PVP: 19,90€
Tradução: Marta Teixeira Pinto
Disponível a partir 14 de Maio


Seis meses depois de fazer abortar o ataque a um avião comercial israelita e de se ter escondido no Sudeste Asiático, o médico Sem Fronteiras Jonathan Ransom está a trabalhar sob falsa identidade num recanto remoto de África. Entretanto a sua mulher Emma mantém-se desaparecida no submundo da espionagem internacional para escapar aos serviços secretos americanos, que traiu. Ambos estão ansiosos por recomeçarem a anterior relação e por partilharem um fim-de-semana em Londres, até que uma emboscada a um comboio de limusines transforma o encontro romântico num banho de sangue. Emma desaparece e Jonathan tem, outra vez, que procurar a verdade escondida.

Sobre o autor:
É o autor dos best-sellers Regras da Vingança, Numbered Account e The Patriots Club do New York Times e ganhou o International Thriller Writers Award for Best Novel em 2006. Vive no Sul da Califórnia com a mulher e as filhas.


Título: A vida luminosa de Lilly Aphrodite
Autor: Betarice Colin
Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 413
PVP: 16,90€
Tradução: Rita Guerra
Disponível a partir 14 de Maio

Quando o relógio marca o início de um novo século, Lilly Nelly Aphrodite vê a luz pela primeira vez. Filha de uma dançarina de cabaré e em breve órfã num escandaloso homicídio duplo, Lilly encontra refúgio num orfanato católico e na figura severa da Irmã August, a primeira num rosário de amores perdidos. É aí que conhece Hanne Schmidt, uma prostituta adolescente, com quem cria um laço que sobreviverá a romances tempestuosos, casamentos catastróficos, à Primeira Guerra Mundial e ao colapso económico. Com o decorrer do século, Lilly e Hanne trocam o glamour barato das casas nocturnas pelo mundo sombrio dos filmes, até que Lilly encontra o sucesso e o estrelato no novo mundo do cinema e acaba por se apaixonar por um homem cujo destino pode vir a custar-lhe tudo aquilo por que trabalhou, ou ajudá-la a descobrir quem realmente é. Cativante, negro e sedutor, revela todo o brilho e esplendor do apogeu da República de Weimar e a ascensão de Hollywood à sua época dourada.

Sobre a autora:
Nasceu em Londres e cresceu na Escócia. Trabalhou, como jornalista freelancer, para publicações em que se incluem o Guardian e, como argumentista de peças de rádio, para a BBC. Vive em Glasgow.

Criticas ao livro:
«Um imenso e belo romance de 2008... Há uma confiança na sua abrangência e uma ambição que são raras em romances de estreia.» The List
«Se o seu clube de leitura quiser uma história invulgar com muito para discutir, então este é o livro ideal.» New Books «Um apaixonante concerto de intriga, paixão, desespero, amor, heroísmo, e tragédia.» Easy Living

Título: Dormir é bom, Dormir faz bem
Autor: Teresa Paiva e Helena Rebelo Pinto
Chancela: Bertrand Editora
Páginas: 46
PVP: 12,90€
Disponível a partir 21 de Maio 2010


O Sono é indispensável ao bom funcionamento do organismo humano e é um factor determinante no desenvolvimento das crianças. Por isso, é tão importante gostar de dormir e aprender a dormir bem. As lengalengas são uma forma simples e divertida de estimular o raciocínio das crianças que ainda não sabem ler nem escrever, ajudando-as a memorizar conceitos. Uma médica neurologistas, uma psicóloga e uma ilustradora levam-nos à descoberta dos elementos mais importantes do sono através das lengalengas e de imagens que nos surpreendem a cada página. Com simplicidade, rigor e talento, este livro proporciona a pais e educadores uma ferramenta muito útil para a qualidade do sono das crianças.

Sobre as autoras:
Teresa Paiva obteve em 1969 a licenciatura na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, onde mais tarde se viria a doutorar. Foi, até 2007, Chefe de Serviço de Neurologia do Hospital de Santa Maria e Professora Associada da Faculdade de Medicina da UL. Directora do CENC – Centro de Electroencefalografia e Neurofisiologia Clínica é internacionalmente reconhecida como uma das principais especialistas na temática do sono e tem editadas várias obras nesse domínio.
Helena Rebelo Pinto é licenciada e doutorada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa. Reconhecida especialista em Psicologia da Educação e da Orientação Vocacional, tem uma vasta obra publicada no âmbito da avaliação psicológica, do desenvolvimento vocacional e da formação de educadores.