quinta-feira, 22 de julho de 2010

A Mulher do Viajante no Tempo - Audrey Niffenegger [Opinião]

-->
Título: A Mulher do Viajante no Tempo
Autor:
Audrey Niffenegger
Título Original: The Time Traveller’s Wife
Tradução: Fernanda Pinto Rodrigues
Colecção Grandes Narrativas
N.º de páginas:
484
PVP: 20,19€

Sinopse: Audrey Niffenegger estreia-se na ficção com um primeiro romance prodigioso. Revelando uma concepção inovadora do fenómeno da viagem temporal, cria um enredo arrebatador, que alia a riqueza emocional a um apurado sentido do suspense. Este livro é, antes de mais, uma celebração do poder do amor sobre a tirania inflexível do tempo, que para Henry assume contornos estranhamente inusitados - Cronos preparou-lhe uma armadilha caprichosa que o faz viajar a seu bel-prazer para uma data e um local inesperados. Uma obra inesquecível, que retrata a luta pela sobrevivência do amor no oceano alteroso do tempo.

A minha opinião:
“O tempo é nada”.
“A mulher do viajante no tempo” foi, sem dúvida, até ao momento, o melhor livro que li este ano. Escrito de uma maneira clara e envolvente, com uma narrativa brilhante, Audrey Niffenegger eeva-nos a viver a tumultuosa vida de Clare e Henry. Agora fiquei curiosidade para ver o filme.
Quando li a sinopse pensei que, provavelmente iria ser uma leitura um tanto ou quanto estranha, muito ao género daqueles filmes em que era protagonista o Michael J. Fox, mas cedo constatei que estava redondamente enganada.
Henry, cronodeficiente, viaja constantemente no tempo, sem que para isso nada faça. Transporta-se para diversas datas, na sua maioria para se encontrar com o grande amor da sua vida, Clare, ou a sua mãe já falecida. Em muitas dessas viagens Henry coloca-se em apuros, primeiramente porque surge sempre nu, depois porque nem sempre aparece nas melhores alturas.
Mas Clare, que desde os seis anos o conhece, entende a sua posição e cedo se apaixona por esse ser que aparece e desaparece quase sem deixar rasto. É por ele que espera eternamente até que se casa finalmente com ele.
Mas o casal sofre mais uma provação: ter um filho. Será que o fruto de tanto amor vai sair ao pai ou à mãe? Quando finalmente têm Alba as Viagens no Tempo perdurarão naquela família?


Porto Editora oferece prémios a quem compra livros nas férias

Até 15 de Setembro, a Porto Editora oferece prémios a quem decidir levar para férias um ou mais livros de literatura das chancelas Porto Editora,
Ideias de Ler, Albatroz, Sextante, Areal Editores e Lisboa Editora.
A cada cem participações, a Porto Editora oferece fins-de-semana (A Vida é Bela), a cada quinhentas dá malas de viagem (Samsonite) e ao concorrente número 2500 oferece um cheque de viagem no valor de 2500 € (para dois adultos e uma criança). Paralelamente, em conjunto com as lojas Bertrand, oferece experiências em SPA (A Vida é Bela) aos três primeiros participantes. Nas lojas FNAC também há passatempo a decorrer e novamente a premiar os três primeiros concorrentes, mas neste caso com máquinas fotográficas digitais (Sony).
Para se habilitar a ganhar, o comprador de livros da área da literatura (devidamente identificados com um autocolante alusivo à campanha) deve guardar o comprovativo de compra e enviar um SMS para o número nele indicado, incluindo apenas a palavra PEFERIAS, o nome e o número do referido comprovativo de compra (número da factura, do recibo, etc.).
Todas as informações sobre esta campanha podem ser encontradas em www.portoeditora.pt/ferias.

Novidade Bertrand: Salazar - O Ditador Encoberto

Título: Salazar - O ditador encoberto
Autor: António Simões do Paço
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 232
PVP: €15,90
Lançamento dia 16 de Julho


O autor da biografia de Francisco Louçã regressa com a vida e percurso de uma das figuras mais discutidas e controversas da História recente de Portugal, aproveitando a data que assinala os 40 anos da sua morte, a 27 de Julho. António Simões do Paço traça o percurso e vida do homem e estadista António de Oliveira Salazar.

Sinopse:
27 de Julho de 1970. «Morreu hoje às 9 e 15 o Prof. Oliveira Salazar», anuncia a toda a largura da primeira página O Século, em 2ª edição, vespertina, citando o comunicado oficial da Secretaria de Estado da Informação e Turismo. «De súbito», escreve-se na mesma primeira página, «na sexta-feira, 17 do corrente, os portugueses foram brusca e dolorosamente surpreendidos por uma comunicação assinada pelo prof. Eduardo Coelho, médico assistente do prof. Oliveira Salazar: fora acometido de doença infecciosa e o prognóstico era reservado. (…) Efectivamente, o estado do Presidente Salazar piorou rapidamente e sem remédio. Todos os órgãos vitais foram afectados. O coração não resistiu. As crises sucederam-se, cada vez mais graves. A ciência nada pôde contra a morte.» Tinha 81 anos, entrara para o Governo como ministro das Finanças em Abril de 1928, Governo a que presidiu durante 36 anos, entre 1932 e 1968.

Sobre o autor:
António Simões do Paço é jornalista, editor e historiador. Nasceu em Lisboa em 1957. É autor de uma biografia de Salazar (2006), da biografia de Francisco Louçã (2009) e foi o editor-coordenador (e co-autor) de Os Anos de Salazar, um retrato da sociedade portuguesa durante o Estado Novo em 30 volumes (2008). Foi editor da revista História (2001) e coordenou a edição de mais de uma dezena de colecção e obras de História.

Resultado do passatempo "A mulher do viajante no tempo"

Obrigada a todos que participaram no passatempo "A mulher do viajante no tempo" realizado entre o Marcador de Livros e a Editoral Presença, num total de 317 participações.

A feliz contemplada com um exemplar do livro foi:
114 - Dália Maria Antunes (Algueirão)


Além de o seu nome figurar no blogue, a contemplada foi ainda avisada através de email.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

"Um Dia", David Nicholls - Civilização lança em Julho a grande aposta do ano

A Civilização Editora elegeu o dia 27 de Julho para o lançamento do grande livro do ano: “Um Dia” (título original One Day), do autor britânico David Nicholls.
Assim que foi lançado, “Um Dia” entrou directamente para número um no Reino Unido, tendo merecido excelentes críticas por parte da imprensa internacional.
“Destinado a ser um clássico moderno.”, escreveu o Daily Mirror.

Esta grande história de amor, simultaneamente comovente e repleta de humor, acompanha a história de Emma e Dexter desde a noite em que acabam o curso e, posteriormente, nesse mesmo dia 15 de Julho nos anos seguintes. Tendo registado, em muito pouco tempo, excelentes números de vendas a nível internacional (em capa dura e em capa mole), após um ano de lançamento “Um Dia” permanece em todos os tops de vendas do Reino Unido, ocupando actualmente a 11ª posição do Top da Amazon (Reino Unido) e o 4º lugar do Top do The New York Times (Paperback). “Um Dia” esteve ainda 10 semanas como bestseller do The Sunday Times.
Está em produção um filme com base no livro “Um Dia”. O guião foi escrito por David Nicholls e Lone Scherfig é o realizador do filme. Anne Hathaway e Jim Sturgess interpretam os papéis de Emma e Dexter nesta comédia romântica.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Novidades Presença para a 2.ª quinzena de Julho

Título: White Jazz - Noites Brancas
Autor: James Ellroy
P.V.P.: 21,90 €
Colecção: O Fio da Navalha
Nº na Colecção: 107
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 448
Sinopse: Los Angeles 1958. O FBI decide proceder a uma investigação para acabar com as lotarias clandestinas do pugilismo, ligadas ao crime organizado e às máfias que proliferam em toda a região do Sul da Califórnia. A iniciativa é encarada como manobra política e forma de lançar suspeitas sobre a corrupção dentro do próprio Los Angeles Police Department. Um enredo que nos leva aos clubes de jazz do sul da cidade, onde se cruzam os ícones do "be-bop", os heróis do "white jazz", e outras figuras do submundo do crime.

Título: O ano do Nevoeiro
Autor: Michelle Richmond
P.V.P.: 22,00 €
Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 474
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 448
Sinopse: Uma mulher e uma criança passeiam na praia, numa fria manhã de Verão. O nevoeiro é tão denso que a visibilidade não ultrapassa alguns metros. A criança, irrequieta, solta-se por momentos da mão da mulher e não volta a ser vista. Fazem-se repetidas buscas, mas decorrem dias, semanas, meses e não se encontra rasto da menina desaparecida. Uma história pungente, escrita da perspectiva de uma mulher que, por uma desatenção de segundos, se torna responsável pelo desaparecimento da filha do homem que ama.

Título: O Fim de um Mundo - A Falência do Capitalismo?
Autor: Loretta Napoleoni
P.V.P.: 13,50 €
Colecção: Sociedade Global
Nº na Colecção: 42
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 156
Sinopse: Nesta obra profundamente esclarecedora, Loretta Napoleoni reflecte sobre a grave crise económica que o mundo atravessa, a maior do pós-guerra, e sobre as suas verdadeiras causas. Para tal, e porque estabelece uma relação muito directa entre a guerra contra o terrorismo e a crise financeira, começa por reconstruir o cenário pós-11 de Setembro, procurando mostrar como é que, na prática, as decisões e acções do neo-liberalismo americano conduziram à situação actual. Uma obra dirigida ao grande público, que nos dá a dimensão exacta de todo o processo de crise em que nos encontramos mergulhados.

Título: Tao Te Ching - O Livro do Caminho e da Sabedoria
Autor: Lao Tzu
P.V.P.: 10,00 €
Colecção: Talismã
Nº na Colecção: 15
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 148
Sinopse: Tao Te Ching, da autoria de Lao Tzu, é uma das obras fundamentais do taoísmo. Escrito há mais de dois mil anos, é um dos livros mais traduzidos e lidos de todos os tempos. A presente tradução nasceu do encontro com o que de melhor se fez até hoje em língua inglesa, com a intenção de chegar o mais perto possível da compreensão da mensagem transformadora de Lao Tzu preservando a sua clareza original, a sua poesia e o seu infinito mistério.

Título: A Montanha do Pavor
Autor:
Emily Rodda
P.V.P.: 8,60 €
Colecção: A Saga de Deltora
Nº na Colecção: 5
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 160
Sinopse: Ocultas em lugares temíveis por todo o Reino de Deltora, as sete gemas do Cinto Mágico têm de ser repostas, para que o herdeiro ao trono seja encontrado, terminando assim o reinado de terror do Senhor das Trevas. Até ao momento, Lief, Barda e Jasmim recuperaram quatro gemas, mas agora Lief recebeu terríveis notícias de casa e só deseja regressar. Conseguirão os companheiros impedi-lo de abandonar a missão e seguir para a tenebrosa Montanha do Pavor?


Título: Araminta Spookie e o Rapto dos Sapos
Autor:
Angie Sage
P.V.P.: 8,50 €
Colecção: Araminta Spookie
Nº na Colecção: 3
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 212
Sinopse: Quando alguém da casa Spookie perde alguma coisa, pensa-se logo numa pessoa: Araminta. Ora, desta vez, ela não teve qualquer responsabilidade no caso do desaparecimento dos sapos de Barry Wizzard, mas não se livra de ter de o provar. Não vai ser nada fácil quando se tem de lidar com uma personalidade extravagante como o Velho Morris, um perigoso tubarão e a exigente plateia do Maravilhoso País Aquático!

Título: Élia - A Elefanta Elegante
Autor: Carmela D´Amico e Steven D´Amico
P.V.P.: 11,90 €
Colecção: Diversos
Nº na Colecção: 93
Data 1ª Edição: 20/07/2010
Nº de Edição:
Nº de Páginas: 56
Sinopse: A Élia é uma pequena elefanta um pouco tímida. Como acabou de mudar de casa, vai para uma escola nova. Nesta, existe uma miúda mandona e malvada, a Alice, que não gosta da Élia nem do seu bonito chapéu da sorte. Isto pode trazer -lhe problemas sérios! Não percam de vista os vossos chapéus, leitores! Nunca se sabe o que lhes pode acontecer nesta aventura!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Casa das Letras publica: "O Livro da Ignorância sobre o Mundo Animal", de John Mitchinson e John Lloyd

Título: O Livro da Ignorância sobre o Mundo Animal
Autor: John Mitchinson e John Lloyd
N.º de Páginas: 220
PVP: 14,50€

Junte-se à equipa do QI para um safari a corta-mato por entre uma centena dos mais interessantes elementos do reino animal. Conheça os ursos-de-água, que conseguem viver em suspensão durante centenas de anos, o parasita transportado pelo seu gato, que torna os homens rabugentos e as mulheres promíscuas, e o bicho-de-conta que bebe pelo traseiro. Maravilhe-se com elefantes que andam em bicos de patas, porcos que brilham no escuro e pica-paus que têm orelhas na ponta da língua. Se ainda pensa que um pangolim é um instrumento musical, as hienas são cães, ou as ovelhas são desenxabidas e idiotas, O Livro da Ignorância sobre o Mundo Animal chegou mesmo a tempo.

Sobre os autores:
John Lloyd é fundador do QI e produtor de alguns dos mais amados programas de televisão no Reino Unido. Vive com vários gatos, dois ratos e uma caixa de artémias bem-dotadas.
John Mitchinson é director de Pesquisa do QI e partilha a vida com porcos, galinhas e um animal fedorento que responde pelo nome de «Sr. Furão».

UM BESTIÁRIO PARA O SÉCULO XXI DOS AUTORES DE QI, UM ÊXITO DA BBC
Os albatrozes podem voar 10 anos sem parar
A vespa-do-mar tem 24 olhos, mas não tem traseiro
As cigarras sabem contar
Os elefantes não conseguem correr
Os gansos choram os mortos
Os coalas não bebem
As sanguessugas têm 34 cérebros
As lagostas vivem um século
Os ratos cantam quando fazem sexo
Os macacos pagam para ver pornografia
As aranhas voam
As térmitas acasalam para toda a vida
As minhocas ficam viciadas em nicotina

Novidade Bertrand: "Órix e Crex - O Último Homem" livro finalista do Booker Prize e do Orange Prize

Título: Órix e Crex
Autor: Margaret Atwood
Chancela: Bertrand Editora
Género: Ficção Contemporânea
N.º de Páginas: 400
PVP: 19,95


Tida pela crítica internacional como uma das melhores autoras da língua inglesa da actualidade, Margaret Atwood já teve o privilégio de receber alguns dos mais distintos prémios literários: Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award, o Giller Prize, o prémio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Clube (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Artes e des Lettres e foi a primeira vencedora do Prémio Literário de Londres (França).

Sinopse:
Pode ser que os porcos não voem, mas estão completamente alterados. O mesmo se passa com os lobos e outros animais. Um homem, que em tempos se chamou Jimmy, vive numa árvore, embrulhado no seu lençol e diz chamar-se Homem das Neves. A voz de Órix, a mulher que ele amava, provoca-o e persegue-o. E os Filhos de Crex são agora responsabilidade sua. Como é que o mundo inteiro se desmoronou tão depressa? Com a sua habitual agudeza de espírito e o seu humor negro, Margaret Atwood apresenta-nos um mundo novo, habitado por personagens que não nos deixarão acabado o último capítulo.

Sobre a autora:
Margaret Atwood Margaret Atwood nasceu em Otava em 1939. É a mais celebrada autora canadiana e publicou mais de quarenta livros, de ficção, poesia e ensaio. Recebeu diversos prémios literários ao longo da sua carreira, incluindo o Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award e o Giller Prize, bem como o prémio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Clube (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Artes e des Lettres (França) e foi a primeira vencedora do Prémio Literário de Londres. Está traduzida para trinta e cinco línguas. Vive em Toronto com o escritor Graeme Gibson.


Imprensa Internacional:
«Órix e Crex representa o melhor de Atwood – é obscuro, seco, escabrosamente inteligente, e no entanto comovente e ornamentado com laivos de pura poesia. O seu glorioso, criativo e admirável mundo novo torna-se ainda mais arrepiante por espelhar o nosso de tantas formas. Cidadãos, estais avisados.» Independent
«A visão misteriosa e assustadora de Atwood, de um futuro não tão distante, dá-nos, mais uma vez, uma resposta imaginada com coerência que é, em igual medida, apelativa e desinquietante.» The Times
«Igualmente brilhante é o mundo após o Apocalipse… Trata-se de uma fábula impressionante, mais fantástica e menos iminente do que The Handmaid’s Tale, mas muito menos optimista.» Spectator

«Uma leitura desconcertante.» Guardian
«Este romance brilhantemente elaborado quase refuta a hipótese inicial da autora.» Daily Telegraph
«Extremamente cativante e de uma imaginação notável.» Sunday Times
«Órix e Crex é um sucesso e uma descoberta.» London Review of Books
«Trata-se de um marco na área da ficção especulativa, comparável a Laranja Mecânica e a Admirável Mundo Novo… Atwood superou-se.» Kirkus Reviews

Porto Editora publica dicionários dos três maiores clubes portugueses

A Porto Editora acaba de publicar dicionários de Português e de Inglês em parceria com o Benfica, o Porto e o Sporting. Com estas obras, que contemplam as novas regras do Acordo Ortográfico, exprimir-se correctamente em português e em inglês será uma prova de amor à camisola.
Estes dicionários consagrados à Língua Portuguesa e ao Inglês são produtos oficiais licenciados, obras que, a um preço reduzido, proporcionam aos adeptos, sócios e desportistas dos referidos clubes informações de referência para o dia-a-dia.
O formato compacto destas edições é de fácil utilização e transporte. Apresentando um vocabulário essencial e prático, o dicionário de Língua Portuguesa possui cerca de 16 500 entradas e mais de 33 000 definições, e o dicionário duplo de Inglês abarca mais de 34 000 traduções e cerca de 24 000 entradas, exemplos e expressões.
Estes títulos contêm ainda várias informações gramaticais, registo de níveis de língua, indicações de pronúncia e diversos exemplos de uso, o que permite ao utilizador comunicar de modo rápido e correcto.
O Sport Lisboa Benfica, o Futebol Clube do Porto e o Sporting Clube de Portugal, cujos símbolos são a águia, o dragão e o leão respectivamente, são grandes clubes a nível nacional e internacional. Detêm um vasto palmarés e oferecem diversas modalidades desportivas, prestigiando desse modo o panorama desportivo português.
Possuir estes dicionários é, sem dúvida, para todos os desportistas, sócios e adeptos, uma demonstração de orgulho e carinho pelo respectivo clube.
Com longa tradição na área, a Porto Editora apresenta a maior gama de dicionários existente no mercado editorial português, com cerca de 100 títulos em mais de 15 idiomas.


Título: Dicionário da Língua Portuguesa - Futebol Clube do Porto
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 528
Capa: dura
PVP: 6,97 €

Título: Dicionário de Inglês-Português / Português-Inglês – F.C.P.
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 512
Capa: dura
PVP: 7,47 €


Título: Dicionário da Língua Portuguesa – Sporting Clube de Portugal
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 528
Capa: dura
PVP: 6,97 €

Título: Dicionário de Inglês-Português / Português-Inglês – S.C.P.
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 512
Capa: dura
PVP: 7,47 €


Título: Dicionário da Língua Portuguesa – Sport Lisboa e Benfica
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 528
Capa: dura
PVP: 6,97 €

Título: Dicionário de Inglês-Português / Português-Inglês – S.L.B.
Colecção: Dicionários Mini
N.º de Págs.: 512
Capa: dura
PVP: 7,47 €

Novidade Asa Julho: "A Cor do Hibisco"

Os limites do mundo da jovem Kambili são definidos pelos muros da luxuosa propriedade da família e pelas regras de um pai repressivo. O dia-a-dia é regulado por horários: rezar, dormir, estudar e rezar ainda mais. A sua vida é privilegiada mas o ambiente familiar é tudo menos harmonioso. O pai tem expectativas irreais para a mulher e os filhos, e pune-os severamente quando se mostram menos que perfeitos. Quando um golpe militar ameaça fazer desmoronar a Nigéria, o pai de Kambili envia-a, juntamente com o irmão, para casa da tia. É aí, nessa casa cheia de energia e riso, que ela descobre todo um novo mundo onde os livros não são proibidos, os aromas a caril e a noz-moscada impregnam o ar, e a alegria dos primos ecoa. Esta visita vai despertá-la para a vida e o amor e acabar de vez com o silêncio sufocante que a amordaçava. Mas a sua desobediência vai ter consequências inesperadas... Uma obra sobre a ânsia pela liberdade, o amor e o ódio, e a linha ténue que separa a infância da idade adulta, que marcou a estreia de uma escritora extraordinária.

"A literatura africana tem uma nova voz, elegante e por vezes luminosa, herdeira do talento dos antigos contadores de histórias." - José Riço Direitinho, Público