sábado, 31 de julho de 2010

Resultado do passatempo "Imperfeitos"

Obrigada a todos que participaram no passatempo "Imperfeitos" realizado entre o Marcador de Livros e a Vogais & Companhia Edições, num total de 238 participações.

Os felizes contemplados foram:
158 - Marco Ferreira (Póvoa do Varzim)
109 - Amália Barreiro (Santa Iria da Azoia)
94 - Patrícia Dias (Modelos)

Além de o seu nome figurar no blogue, os contemplados foram ainda avisados através de email

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Porto Editora lança livro "O Livro das Primeiras Vivências"

Título: O Livro das Primeiras Vivências
Autor: Anne Civardi
Ilustrações: Stephen Cartwright
N.º de Págs.: 144
Capa: dura e almofadada
PVP: 12,90 €

Através de histórias simples e divertidas, O Livro das Primeiras
Vivências aborda e contextualiza vários aspectos da vida das crianças. Esta obra que a Porto Editora acaba de publicar é indicada para meninas e meninos a partir dos dois anos e útil tanto para pais como para educadores de infância.
Situações como uma ida ao médico, o primeiro dia de escola, a primeira viagem de avião ou a chegada de um bebé podem ser difíceis de ultrapassar sem a ajuda correcta. Este título procura ajudar a acabar com os receios e dúvidas que surgem nesses momentos, tornando as vivências menos “assustadoras”.
As divertidas ilustrações de Stephen Cartwright retratam episódios possíveis na vida das crianças, a partir das quais se podem retirar ensinamentos e que podem, inclusivamente, ser suscitadores do sempre saudável diálogo.
O texto simples que acompanha cada uma das ilustrações permite, por sua vez, que as crianças mais velhas leiam o livro sozinhas.
A Porto Editora tem vindo a fazer uma aposta consistente na área infantil e prevê publicar mais de sessenta novos títulos até ao final de 2010.

Bertrand edita Bertrand Editora: Grita Por mim e| Os Crimes do Número Primo

Título: Os Crimes do número primo
Autor: Reyes Canderón
Chancela: Bertrand Editora
Género: Policial
N.º de Páginas: 536
PVP: 21,95€
Lançamento em Julho!

Na melhor tradição do thriller negro contemporâneo, Reyes Canderón, autora de reconhecidos romances históricos e policiais, chega-nos pela primeira vez a Portugal com Os Crimes do Número Primo. Crime, mistério, vingança são alguns dos ingredientes desta obra destemida e inquietante de Reyes Canderón que promete arrepiar até o leitor mais céptico… Sinopse A Juíza Machore Lola está prestes a enfrentar a experiência mais terrível da sua carreira: são encontrados dois corpos, brutalmente assassinados, numa ermida remota; os corpos estão rodeados por uma grande quantidade de dinheiro e por um velho Lignum Crucis (madeira da cruz). Pouco depois, o arcebispo de Pamplona recebe no seu palácio um pacote estranho: um dedo humano dentro de um pequeno caixão. A Juíza Lola Machore inicia uma investigação com Juan Iturri, um inspector da Interpol e velho amigo, e com a ajuda inesperada do padre Chocarro, um matemático que se tornou místico.
Mas rapidamente descobrem que fazem parte de um plano muito mais amplo, onde as vozes do passado ecoam vingança, e que as suas próprias vidas estão em perigo. Numa corrida contra o tempo, com apenas uma pista para localizar o autor dos crimes: um número primo.

Sobre a autora:
Reyes Calderón é professora de Economia na Universidade de Navarra onde se doutorou em Economia e Filosofia. Fez estudos na Sorbonne (Paris) e em Berkeley (Califórnia). É autora reconhecida nas áreas do romance histórico e policial. Já publicou anteriormente outras obras das quais se destacam Las Lágrimas de Hemingway, Como Ego te Absolvo y Gritos de Independencia. Este é o seu primeiro trabalho traduzido para português.


Título: Grita por mim
Autor: Karen Rose
Chancela: Bertrand Editora
Género: Policial
Colecção: Grandes Romances
N.º de Páginas: 480
PVP: 18,50€
À venda já em Julho!


Vencedora dos prémios Romantic Times Reviewer Choice, Gayle Wilson Award of Excellence e Holt Medallion e autora best-seller do New York Times, Karen Rose, chega-nos com mais um thriller romântico. Tido como intenso, elaborado e inesquecível, Grita Por Mim condensa numa só história crime, investigação, passados sombrios e um amor.

Sinopse:
Conduzida apenas por um punhado de imagens, a investigação do Inspector Daniel Vartanian leva-o até ao passado sombrio da sua própria família, e para o reino duma mente mais sinistra do que ele jamais poderia imaginar. Mas a sua busca também o conduz até Alex Fallon, uma bela enfermeira, cujo conturbado passado remete para o seu próprio. Enquanto Daniel se apaixona por Alex, descobre que também ela é objecto do assassino obcecado. Deste modo, vê-se confrontado com a descoberta da identidade de um crime macabro, mas também com a salvação da vida da mulher que começou a amar.

Sobre a autora:
Karen Rose é uma escritora premiada, nomeadamente com o Prémio Rita 2005 para melhor Romance Policial Romântico, que se apaixonou pelos livros assim que aprendeu a ler, começando a escrever quando as personagens na sua cabeça começaram a falar ininterruptamente, recusando silenciar-se. Antiga engenheira química e professora de Química e Física no ensino secundário, Karen vive na Flórida há vinte anos com o marido, dois filhos e o gato da família. Quando não está a escrever, Karen treina para ver se consegue o próximo cinto de karate!

Guerra & Paz edita romance vencedor do World Fantasy Award 2009

Título: As raparigas que sonhavam ursos
Autor: Margo Lanagan
PVP: 18, 50€

O livro de estreia de Margo Lanagan em Portugal já está nas livrarias. As Raparigas Que Sonhavam Ursos conta uma comovente história de viagens e transformações de três raparigas, que oscila entre a realidade e o mito, a natureza e a magia. Liga vive num céu pessoal, que lhe foi dado em troca da sua vida terrena, em compensação pelo seu sofrimento enquanto adolescente. As suas duas filhas crescem, neste mundo harmonioso, protegidas da violência e dos preconceitos. No entanto, as fronteiras entre o refúgio de Liga e o lugar de onde ela tinha fugido começam a ceder… Num romance de grande intensidade emocional, Margo Lanagan explora a maldade e a doçura e mostra a magia de viver com as duas.

Sobre a autora:
Margo Lanagan vive em Sidney, Austrália, e é autora de contos e romances já traduzidos em vários países. Foi nomeada duas vezes para o Tiptree Award e para o Shirley Jackson Awards. Venceu três vezes o World Fantasy Award e duas das suas obras valeram-lhe uma menção honrosa do Printz Award.

Fronteira do Caos vai publicar "Loucura Azul " o mais recente livro de Paulo Alexandre e Castro

A editora Fronteira do Caos vai publicar o mais recente livro de Paulo Alexandre e Castro, Loucura Azul, um livro que reúne paixão, mistério e assassínio, fazendo dele um livro original e intenso.

Podem visionar o booktrailer aqui

terça-feira, 27 de julho de 2010

Passatempo "O sabor do perigo" de Peter Elbling

O blogue Marcador de Livros, em conjunto com a Editorial Presença, tem para oferecer 1 exemplar do livro de Peter Elbling, O Sabor do Perigo, a publicar a 3 de Agosto.

Sinopse:

Na Itália do século XVI, Ugo DiFonte e a filha, Miranda, são levados para a corte do Duque Federico, onde este lhe ordena que seja o seu provador de comida, um cargo tão perigoso quanto os seus inúmeros inimigos. Em breve Ugo aprende a mover-se entre venenos, antídotos, conspirações e intrigas palacianas, mas o maior desafio ainda está para vir: proteger a filha dos seus muitos pretendentes – que incluem o cozinheiro e o próprio Duque – quando qualquer refeição pode ser a última… Uma narrativa que combina as doses certas de suspense e humor resultando num romance irresistível, bestseller numa dezena de países.
Sobre o autor:
Peter Elbling é escritor, actor e realizador, tendo trabalhado na televisão, no cinema e no teatro. Vive em Venice, na Califórnia. O Sabor do Perigo alcançou o estatuto de bestseller em dez países, incluindo na Alemanha, no Japão e na Austrália. Mais informações em http://www.peterelbling.com.

Regras do Passatempo:
- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 4 de Agosto.
-
Para participarem terão de responder acertadamente às três perguntas presentes no formulário abaixo.
- Os premiados serão sorteados aleatoriamente e o nome dos vencedores
será publicado neste blogue e os mesmos serão avisados por email.
- Só serão permitidas participações a residentes em Portugal e apenas uma por participante e residência.



segunda-feira, 26 de julho de 2010

A memória da Água - Karen White [Opinião]

-->
Título: A Memória da Água
Autor: Karen White
Tradução: Isabel Andrade
N.º Págs.: 384
P.V.P.: 16,50€

O romance, finalista do National Reader’s Choice e vencedor de vários prémios literários, explora os laços que unem duas irmãs e a coragem para enfrentar os obstáculos mais difíceis e as memórias mais dolorosas.
Na noite em que a mãe desaparece numa tempestade no mar, as irmãs Diana e Marnie Maitland descobrem que pode haver mais do que um tipo de morte. As duas passarão a guardar os seus próprios segredos sobre o que realmente aconteceu – segredos que as perseguirão até à idade adulta.
Após dez anos de silêncio entre as duas irmãs, Marnie Maitland regressa à Carolina do Sul a pedido de Quinn, o seu ex-cunhado. O pequeno Gil voltou de um passeio de barco com a mãe profundamente perturbado e recusa-se a falar. Para ajudar o sobrinho, Marnie será obrigada a reabrir velhas feridas e trazer à superfície memórias inquietantes e há muito enterradas. E terá de confrontar Diana… Mas serão elas capazes de exorcizar os fantasmas que as atormentam? Serão capazes de lidar com as suas próprias fraquezas?
A minha opinião:
A Memória da Água, finalista do prémio National Reader’s Choice não foi dos livros que mais me tenha seduzido. Com uma história que poderia ter algum potencial, a autora, no meu entender, tornou a obra um pouco maçadora, e pouco desenvolveu a temática, tendo tornado o livro interessante apenas a algumas páginas do seu final.

O livro conta a história de duas irmãs, Diana e Marnie Maitland que se separam afectivamente logo após o acidente de barco que, viria a vitimar a sua mãe, e do qual também elas froam vítimas. Uma história de ciúmes, comparações, silêncios, que deixam uma onda de mistério na sua família, cuja história se mostra sempre sombria. Ao longo do livro vamos percebendo que, no lugar da maldição pela qual é conhecida a família, alguns membros têm problemas psíquicos, como a doença bipolar. Dez anos após se terem separado, as irmãs vão tornar a encontar-se, por Marnie decide voltar à sua terra natal com o propósito de ajudar o seu sobrinho. Dez anos depois a história repetiu-se: Diana sai com o filho para velejar e ambos têm um acidente. Após o acidente Gil deixa de falar e Diana pouco diz do que terá acontecido em alto mar. Marnie, professora de artes e especialista em crianças especiais volta, assim, para tentar resolver o problema de Gil. E aí tudo se transforma. Segredos familiares são revelados e Marnie conhece o amor.

Bertrand Editora lança "A Lenda do Cisne"

Título: A Lenda do Cisne
Autor: Jules Watson
Chancela: Bertrand Editora
Colecção: Romance Fantástico
N.º de Páginas: 624
PVP: 24,95€

Tida como uma escritora com uma prosa magnífica, Jules Watson regressa a Portugal com mais um romance do reino do fantástico nascido no cenário famoso de mitos e lendas irlandeses, A Lenda do Cisne. O encanto, a magia e o amor tecem cada linha deste livro, que promete fazê-lo mergulhar sem hesitar no incrível mundo de druidas, reis irlandeses e heróis lendários.

Sinopse:
Um druida profetizou no momento do nascimento de Deirdre que ela seria a mais bela mulher depois de Helena de Tróia e que, devido a essa maldição de beleza, os homens lutariam por ela e o reino seria dividido. Criada na floresta, em reclusão, Deirde não recebe qualquer visita a não ser a do rei cujo desejo em que ela se torne sua mulher tornar-se-á numa obsessão. Baseado num célebre mito irlandês, A Lenda do Cisne recria a história de amor de Maeve - a rainha guerreira - e os seus desamores.


Sobre a autora:
Jules Watson nasceu em Perth, Austrália. Após ter terminado o curso em Arqueologia, na Universidade de Perth, viajou durante algum tempo por todo o Reino Unido, seguindo-se Alemanha, França, Turquia, Jordânia e Peru. Ao regressar, licenciou-se em Relações Públicas, tendo trabalhado como escritora freelance. Os seus primeiros trabalhos consistem maioritariamente em poemas e pequenos contos, tendo sido vencedora de um concurso literário aos 15 anos de idade. Reside, actualmente, na Escócia.
Site oficial: http://juleswatson.com

Críticas da Imprensa Internacional:
«As personagens de Watson têm, simultaneamente, um encanto sobrenatural e um lado comum que engrandece a sua fragilidade enquanto pessoas e a sua dedicação à vida e ao amor.» Library Journal
«A história de Deirdre tem tanto de glorioso como de comovente e Watson utiliza a sua prosa magnífica e profundo conhecimento Celta para tecer um romance espantoso, positivo e mágico. Uma história de amor soberba, com personagens inesquecíveis.» Romance Reviews Today
«A escrita de Watson prende o leitor na primeira frase e não o larga até à última página. Os mitos e lendas irlandesas são famosos pelos seus pormenores e estrutura complicada mas, ainda assim, a autora consegue construir um incrível mundo de druidas, reis irlandeses e heróis lendários de modo directo e sensível. Uma leitura obrigatória para todos os amantes do folclore irlandês.» The Romantic Times

Casa das Letras lança: "Os Últimos Dias de Henrique VIII", de Robert Hutchinson

Título: Os últimos dias de Henrique VIII
Autor: Robert Hutchinson
N.º de Páginas: 336
PVP: 18,90€

Sinopse:
Após trinta e cinco anos como monarca absoluto, Henrique VIII era um homem velho, hediondamente obeso, perverso e raras vezes visto em público. Governou pelo terror e foi pioneiro em muitos dos métodos que os ditadores do século XX tornaram banais. Henrique VIII criou o moderno «julgamento fantasma» e manipulou as facções rivais com um brilhantismo cínico. O relato que Robert Hutchinson nos traz dos últimos anos de Henrique VIII tem inúmeras revelações espantosas. Hutchinson desenterrou sentenças de morte, confissões, pedidos de clemência desesperados, provas de chantagem, inclusive as cartas de amor entre Katherine Parr, a última rainha de Henrique VIII, e o almirante Thomas Seymour, que se julgavam perdidas.

Sobre o autor
:
Robert Hutchinson é membro da Society of Antiquaries de Londres e especialista no impacto da Reforma em Inglaterra e no País de Gales e tutor de arqueologia eclesiástica no Centre for Continuing Education da Universidade de Sussex. Participou na obra Archaelogy of the Reformation e é autor de vários artigos sobre eclesiologia e monumentos eclesiásticos.

Imprensa:
«De futuro, ninguém que escreva sobre Henrique VIII poderá ignorar este magnífico livro.» Daily Express
«A narrativa de Hutchinson, equilibrada e resultante de uma investigação cuidadosa, torna-se ainda mais agradável por ser coerentemente pouco edificante.» Spectator

Casa das Letras: "Olive Kitteridge", vencedor do Pulitzer Ficção 2009, acaba de receber mais dois prémios literários europeus

Título: Olive Kitteridge
Autor: Elizabeth Strout
N.º de Páginas: 296
PVP: 18€

Em Espanha, recebeu o “El Premi Llibreter”, um galardão atribuído pelo Sindicatos dos Livreiros, em Barcelona e para além da homenagem, terá uma promoção especial em todas as lojas.

Em Itália, Olive Kitteridge, recebeu o Prémio Bancarella. Um prémio que é atribuído com base na votação feita por todos os livreiros independentes do país. De referir, que o único escritor americano a vencer este prémio foi Ernest Hemingway.

Sinopse:
A cidade costeira de Crosby, no Maine, um local aparentemente igual a tantos outros, parece conter em si o mundo inteiro, com as vidas dos seus habitantes a transbordarem de grandes dramas humanos: desejo, desespero, ciúme, esperança e amor. Umas vezes implacável, outras vezes paciente, perspicaz ou em negação, Olive Kitteridge, uma professora reformada, lamenta as mudanças da sua pequena cidade e do mundo em geral, mas nem sempre se apercebe das mudanças ocorridas naqueles que a rodeiam: numa pianista de bar assombrada por um antigo romance passado; num antigo aluno que perdeu a vontade de viver; no seu próprio filho adulto, que se sente tiranizado pelo seu temperamento irracional; e no seu marido, Henry, que vê na sua fidelidade ao casamento tanto uma bênção como uma maldição. À medida que os habitantes da cidade vão lidando com os seus problemas, de forma calma ou furiosa, Olive é levada a uma profunda compreensão de si mesma e da sua vida ― por vezes de maneira dolorosa, mas sempre cruamente honesta. Olive Kitteridge oferece-nos uma perspectiva profunda da condição humana, com os seus conflitos, as suas tragédias e alegrias, e a resistência por ela exigida.

Sobre a autora
:
Elizabeth Strout é a autora de Abide with Me, um bestseller nos Estados Unidos seleccionado pelo Book Sense, e de Amy and Isabelle, obra vencedora do Los Angeles Times Art Seidenbaum Award para o primeiro romance e do Chicago Tribune Heartland Prize. Também foi finalista do prémio PEN/Faulkner e do Orange Prize em Inglaterra. Os seus contos foram publicados em inúmeras revistas, entre as quais The New Yorker e O: The Oprah Magazine. Lecciona no mestrado de Belas-Artes na Universidade de Queens em Charlotte, Carolina do Norte, e vive na cidade de Nova Iorque. Olive Kitteridge.