sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Lançamento do livro "Bimby Receitas com História"

Chama-se "Um refúgio para a vida" e é o novo livro de Nicholas Sparks lançado pela Presença dia 16

Título: Um Refúgio para a Vida
Autor: Nicholas Sparks
Título Original: Safe Heaven
Tradução: Alice Rocha
N.º de Páginas: 360
Colecção: Grandes Narrativas N.º 483
PVP: 18,50€

Quando Katie vai viver para a pacata cidade de Southport, na Carolina do Norte, todos se interrogam sobre o seu passado. Que mistérios esconderá aquela jovem bonita que parece determinada em encobrir os seus encantos e evitar novos relacionamentos? No entanto, e apesar de todas as suas reservas, Katie começa a criar raízes naquela pequena comunidade, à medida que uma nova amizade e um novo amor lhe vão fazendo baixar as defesas. Mas os fantasmas do passado, que minam a sua capacidade de confiar nos outros, continuam a persegui-la, a aterrorizá-la, e o peso do segredo que esconde é demasiado grande… Neste romance avassalador, Nicholas Sparks traz-nos uma protagonista fragilizada que tem de aprender a lidar com as suas sequelas se quiser voltar a amar.

Nicholas Sparks é um contador de histórias inspirado e um profundo conhecedor dos segredos do coração humano. Todos os seus livros se tornaram bestsellers internacionais, estão traduzidos em mais de quarenta línguas e ultrapassaram os 50 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. De entre as quinze obras que já escreveu, seis deram origem a grandes produções cinematográficas – As Palavras Que nunca Te Direi, Um Momento Inesquecível, O Diário da Nossa Paixão, O Sorriso das Estrelas, Juntos ao Luar e A Melodia do Adeus. O leitor pode visitar Nicholas Sparks em www.nicholassparks.com.

Lançamento do livro Levaram-me de Paulo Pereira Cristóvão

Novidades Esfera dos Livros para Novembro e Aprsentações de Livros

Título: Álvaro Cunhal - Retrato Pessoal e Íntimo
Autor: Adelino Cunha
Colecção: Biografia
P.V.P: 30 €
Páginas: 632 + 24 extratextos
Formato: 16 x 23,5 / Brochado

Álvaro Cunhal era um pai dedicado. Os montes de neve retirados dos passeios durante os frios Invernos de Moscovo serviam para fazer a sua filha Ana, deslizar com um pequeno trenó. A alegria e o companheirismo ficavam registados em fotografias que ele próprio revelava em casa.
Estes e outros pormenores de um lado desconhecido do líder histórico do PCP são desvendados na primeira biografia de Álvaro Cunhal. Adelino Cunha traça um retrato completo do homem e do político. Da infância em Seia à entrada no PCP, do seu envolvimento na Guerra Civil de Espanha, às três detenções e à histórica fuga do Forte de Peniche, contada aqui pelos protagonistas que o acompanharam.
Numa pesquisa de mais de três anos, que levou o autor até Madrid, para falar com o histórico líder comunista espanhol Santiago Carrillo, e a Moscovo, onde reconstituiu o quotidiano de Álvaro Cunhal e recolheu documentos inéditos dos arquivos russos, o jornalista Adelino Cunha ouviu testemunhos únicos de pessoas próximas do líder, como Cândida Ventura, Sofia Ferreira, Margarida Tengarrinha, Carlos Costa, Joaquim Gomes, Aurélio Santos, a sua ex-companheira Isaura Moreira e a filha Ana Cunhal, que revelaram facetas e factos até agora pouco conhecidos da vida de Álvaro Cunhal.
Uma biografia fundamental sobre uma figura central da História contemporânea portuguesa.

Sobre o autor:
Adelino Cunha é licenciado em História pela Universidade Lusíada e editor de Política/Nacional do Jornal de Notícias. Foi director e editor executivo da revista Focus e grande repórter de O Independente. Colaborou com vários outros meios de comunicação social, nomeadamente com o Correio da Manhã, a revista Gentleman e o extinto diário A Capital. É ainda investigador associado do Centro de História e Relações Internacionais, autor do livro de investigação histórica A Ascensão ao Poder de Cavaco Silva, e autor de vários artigos de História para a colecção Os Anos de Salazar.


Título: O inimigo n.º 1 de Salazar
Autor: Pedro Jorge Castro
Colecção: História Divulgativa
P.V.P: 24 €
Páginas: 408 + 16 extratextos
Formato: 16 x 23,5 / Brochado

Na manhã daquele domingo, 22 de Janeiro de 1961, os passageiros do paquete Santa Maria apercebem-se de que algo está errado quando encontram marcas de sangue no chão. Um homem armado impede-lhes o acesso ao convés superior. Os empregados fazem correr a notícia: «Uns rebeldes tomaram conta do navio.» A liderá-los está o capitão Henrique Galvão, o inimigo número um de Salazar.
Fervoroso salazarista, Galvão começa a desiludir-se e a afastar-se dos ideais defendidos pelo Estado Novo. A ruptura é assumida quando afronta o regime na Assembleia Nacional, onde denuncia a escravatura e vários negócios promíscuos que envolvem a Administração de Angola. Está aberta a porta para o confronto entre os dois homens. Segue-se uma tentativa falhada de atentar contra a vida do presidente do Conselho, em 1951, a prisão, uma espectacular fuga do Hospital de Santa Maria e o exílio. Salazar terá desabafado na altura: «Vamos arrepender-nos mil vezes. É muito mais perigoso que [Humberto] Delgado.»
O ditador não estava enganado. Galvão prepara a «Operação Dulcineia», que ocupa as primeiras páginas da imprensa internacional e expõe o regime português como nunca antes tinha acontecido. Segue-se o sequestro de um avião da TAP de onde são lançados cem mil panfletos a apelar à revolução, e o depoimento contra Portugal na sede das Nações Unidas.
Com base em documentos, na maioria inéditos, de oito arquivos nacionais e do arquivo particular do capitão, e em testemunhos dos seus principais cúmplices, o jornalista Pedro Castro desvenda a vida de Henrique Galvão, num livro único, com uma narrativa empolgante onde não falta acção e intriga.

Sobre o autor:
Pedro Jorge Castro nasceu em Leiria em 1975. Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, completou também o curso de formação geral em jornalismo do CENJOR. É jornalista há 13 anos e desempenha desde 2007 o cargo de redactor principal da revista Sábado. O Inimigo nº 1 de Salazar é o seu segundo livro, depois de em 2009 ter publicado Salazar e os Milionários.


Título: Rainhas Medievais de Portugal
Autor: Ana Rodrigues Oliveira
Colecção: História
P.V.P: 30 €
Páginas: 678 + 16 extratextos
Formato: 16 X 23,5 / Brochado

De D. Teresa de Leão e Castela que, embora filha de rei e mãe de rei, foi casada com um conde e um condado governou, passando por D. Isabel de Aragão, a Rainha Santa, D. Inês de Castro, falecida antes da entronização do seu amado D. Pedro I, a D. Filipa de Lencastre, mãe da Ínclita Geração, até D. Leonor, mulher do rei D. João II, a historiadora Ana Rodrigues Oliveira traça o retrato das 17 rainhas medievais de Portugal.
Numa época em que as fontes escasseiam, os silêncios e as omissões são frequentes e em que as mulheres, mesmo sendo rainhas, eram vistas através, e em função, dos seus maridos, os reis, Ana Rodrigues Oliveira, baseada numa pesquisa exaustiva e numa investigação rigorosa, consegue trazer-nos as biografias destas mulheres, desvendando o seu papel, a sua acção, o seu sentir e a sua voz no fluir dos acontecimentos da sua família, da sua corte, dos seus reinos de nascimento e de casamento.
Nesta obra original e única, ficamos a conhecer estas mulheres que deixaram marcas no imaginário dos Portugueses, e através delas viajamos ao longo de quatro séculos de um período fascinante da História de Portugal.

Sobre o autor:
Ana Maria Rodrigues Oliveira é professora de História, com especialização na área de História Cultural e das Mentalidades. Doutorou-se em 2004 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Tem desenvolvido estudos nas áreas da mulher e da criança e participado em vários congressos e seminários. É co-autora de manuais escolares para o ensino da História e membro do Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.


Título: Deus existe, eu encontrei-O
Autor: André Frossard
Colecção: Religião
P.V.P: 15 €
Páginas: 160
Formato: 15 X 23,5 / Brochado

«Tendo entrado às dezassete horas e dez numa capela do Quartier Latin em busca de um amigo, saí de lá às dezassete horas e quinze na companhia de uma amizade que não era terrena.»
André Frossard tinha 20 anos, era um céptico ateu de extrema-esquerda, de origens judaicas, quando encontrou bruscamente, de forma fortuita, mas instantânea, a verdade cristã, «numa silenciosa e serena explosão de luz». Sem qualquer tipo de evolução intelectual, de inquietação, sem percorrer um longo caminho para chegar até ela, sem procurar nada.

Deus Existe, Eu Encontrei-O é um testemunho pessoal e emocionante da forma como André Frossard encontrou a sua fé. Um acontecimento que operou em si uma alteração na sua forma de ver, de sentir, de pensar e uma transformação do seu carácter. Num tom intimista, o autor, membro da prestigiada Academia Francesa, traz-nos um relato raro e único que se tornou, em todo o mundo, num clássico da espiritualidade. «Ora, acontece que eu sei, de modo extraordinário, a verdade sobre a mais disputada das causas e o antigo dos processos: Deus existe.»

Sobre o autor:
André Frossard, filho de Louis-Oscar Frossard, jornalista e homem político da III República que, aos 31 anos, se tornou no primeiro secretário-geral do partido comunista francês. Trabalhou no Le Figaro, e por ocasião da II Guerra Mundial esteve na Marinha de França e depois participou na resistência à ocupação alemã no território francês. Foi preso pela Gestapo e esteve durante um ano preso na «Barraca dos Judeus» da prisão de Fort Montluc. Quando a guerra terminou, recebeu de Charles de Gaulle a Légion d'honneur, a mais elevada condecoração militar da França. Foi redactor-chefe e jornalista em diversos periódicos como Le Temps présent, L'Aurore e Paris-Match, entre outros. Publicou cerca de vinte e três livros, a maioria de carácter filosófico ou religioso. André Frossard foi eleito para a Academia Francesa em 1987. Faleceu em Paris, em 1995, aos 80 anos de idade.

Título: Curso de cozinha de Henrique Sá Pessoa
Autor: Henrique Sá Pessoa
Colecção: Manuais e Guias
P.V.P: 20 €
Páginas: 192 + 32 extratextos
Formato: 16 x 23,5 / Brochado

Comecemos pelas ferramentas do ofício. Conheça tudo o que precisa de saber sobre carne, legumes, peixe, massas, molhos, etc. Arregace as mangas e comece a experimentar as receitas simples e que resultam. Aprenda a fazer arroz cozido, refogado e ovos mexidos... Ultrapassada a primeira aventura culinária, está apto para dar asas ao seu «espírito aventureiro» na cozinha e servir pratos como Massa de tinta de choco com camarão e chilli ou Bife com puré de batata e manteiga de queijo Roquefort. Parabéns! Já ultrapassou os dois primeiros níveis deste Curso de Cozinha de Henrique Sá Pessoa. Tirou as suas dúvidas, aprendeu truques essenciais e impressionou familiares e amigos. Mas para obter o diploma ainda tem de completar mais duas etapas. A fasquia fica mais elevada, os ingredientes vão puxar pela sua imaginação. O chef sugere Lombo de tamboril com crosta de especiarias ou Mousse de lima com framboesas. Não se preocupe, está pronto para assumir o comando por completo da sua cozinha e fazer receitas que mais ninguém faz. O diploma está à vista. Arrisque um Escalope de foie gras com puré de abóbora e chocolate preto, ou um Risoto de cepes com filete de pregado assado e creme de castanhas.

Sobre o autor:
Henrique Sá Pessoa é chef do restaurante Alma, considerado Restaurante do Ano 2009 pela Revista de Vinhos. Trabalhou em vários restaurantes, como o Restaurante Panorama do Hotel Sheraton e no Hotel da Lapa, ambos em Lisboa, no Sheraton on the Park, em Sydney, e no Sheraton Park Lane, em Londres. Ganhou o concurso Chef Cozinheiro do Ano 2005, a 1.ª edição da Taça Horexpo em 2008. Foi considerado a figura do ano 2007 pela revista Intermagazine, e foi galardoado com o prémio Arte da Cozinha 2007, atribuído pela Academia de Gastronomia Portuguesa. Apresentou com sucesso o programa de culinária Entre Pratos, na RTP2, e prepara-se para estrear um novo programa – Ingrediente Secreto – no mesmo canal.

Título: Amor e Sexo no tempo de Salazar
Autor: Isabel Freire
Colecção: História divulgativa
P.V.P: 26 €
Páginas: 308 + 16 extratextos
Formato: 16 x 23,5 / Cartonado

A mulher deveria ser perfeita. Uma dona de casa exemplar, sempre atenta ao marido e aos filhos, esmerada nas artes da cozinha e do bordado, com comportamento aprumado e decente. Nos anos 50, e sobre o olhar atento, conservador e católico de Salazar, o amor e o sexo eram temas tabus. Prevalecia a moral e os bons costumes.
A jornalista Isabel Freire, autora de Fantasias Eróticas, afasta a cortina espessa e pesada que rodeou o amor e a sexualidade nos anos 50 e traz-nos um livro original onde desvenda o mundo dos sentimentos no tempo de Salazar. Um mundo recheado de valores puritanos, de vexame, opressão, tirania e recalcamento sobretudo para o sexo feminino. Durante esta década, os direitos das mulheres portuguesas foram abafados e diminuídos. Forçadas à submissão de género, à dependência económica e afectiva, bem como ao apagamento sexual.
Através de uma pesquisa cuidada e de uma série de entrevistas a especialistas e a pessoas que viveram esta época, Isabel Freire conta-nos como se namorava nos anos 50, do flirt ao beijo na boca, explica-nos que a «mão na mão» dava direito a uma multa no valor de 2$50, já a «mão naquilo» valia 15$ de coima, fala-nos da vida boémia dos bordéis de Lisboa, dos partos em casa e dos abortos clandestinos, das expectativas e ansiedade dos noivos na noite de núpcias, das famílias felizes e da peste que era o divórcio.

Sobre o autor:
Isabel Freire é licenciada em Filosofia, pela Universidade Nova de Lisboa, fez a Formação Geral do CENJOR, tendo estagiado no jornal Público. A convite da companhia Focus, escreve Damas d’ Ama, um texto dramático, inspirado num trabalho de campo junto da comunidade luso-africana dos bairros 6 de Maio, Estrela d’ África, Cova da Moura e Moinho das Rolas. Em 2006, editou e redigiu um guia de viagem insólita no Ribatejo, em parceria com o fotógrafo francês Joseph Marando. Trabalha como jornalista freelancer desde 2005, com reportagens assinadas na Visão, Única e Grande Reportagem.

Apresentação de livros:
17 de Novembro, 16h30 – Apresentação do livro Era uma Vez.. os contos favoritos do Fernando Mendes no Extrenato João XXIII. Na ocasião o autor irá interpretar alguns contos infantis. 18 de Novembro, 11h30 – Apresentação do livro Curso de Cozinha de Henrique Sá Pessoa, Estúdios de fotografia Nuno Correia. No evento o chef Henrique Sá Pessoa irá demonstrar os 4 níveis de aprendizagem que o livro indica. 18 de Novembro, 21h00 – Lançamento da biografia Sá Carneiro de Miguel Pinheiro, no âmbito das tertúlias “Serões da Bónjoia”. A obra será apresentada pelo Presidente da Câmara municipal do Porto, Dr. Rui Rio.

Apresentação do livro Comer Animais

Convite "Tanta Gente, Mariana"

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Lançamento do livro «Uma Viagem à Índia», de Gonçalo M. Tavares - 13 de Novembro (Sábado), 18 horas - Centro Cultural de Belém - Sala de Leitura‏

Sessão de Autógrafos «A Arca do Tesouro», de Alice Vieira - dia 14 (domingo), às 16.30 horas - Livraria Leya na Barata

Antonio Skármeta está em Lisboa para o lançamento do seu mais recente livro "Um Pai de Filme"

Passatempo "Natal Civilização, Livros que são um espectáculo".

A Civilização está a desenvolver um passatempo com duas formas diferentes de participar: se comprou um livro ou se não comprou um livro.
É um passatempo inovador pois o participante saberá se foi premiado ou não, através de uma animação em realidade aumentada.
Saiba tudo em www.natalcivilizacao.com, ganhe prémios e ainda pode doar livros à Cruz Vermelha Portuguesa.


O tão aguardado primeiro livro de Gonçalo M. Tavares publicado pela Porto Editora estará nas livrarias a 17 de Novembro

Título: Matteo perdeu o emprego
Autor: Gonçalo M. Tavares
N.º de Págs.: 216
Capa: mole sem badanas
PVP: 15,50€

Já todos ouviram falar de Matteo perdeu o emprego, o tão aguardado primeiro livro de Gonçalo M. Tavares publicado pela Porto Editora. A 17 de Novembro a obra chega às livrarias.
De Matteo perdeu o emprego, o próprio autor já disse tratar-se de um livro com duas componentes: uma ficcional e outra de índole ensaística. A obra tem ainda um forte carácter gráfico, uma vez que inclui fotografias e uma reinterpretação da tabela periódica dos elementos químicos.

Sessão de lançamento:
A sessão de lançamento tem lugar a 23 de Novembro, às 18h30, na livraria Bertrand do Chiado, e vai contar com a participação especial dos actores Ivo Canelas e Nuno Lopes.


Sobre o livro:
Matteo responde a um anúncio de emprego. Toca à campainha e uma mulher recebe-o. Mas a mulher apresenta uma particularidade estranha. É a primeira proposta de trabalho de Matteo em muitos meses: aceita-a. Mas Matteo não suporta aquele ofício durante muito tempo. Responde a um novo anúncio. Toca à campainha e um homem abre a porta e recebe-o. De novo, a mesma particularidade estranha.
Várias personagens e episódios sucedem-se como peças de dominó que vão caindo umas sobre as outras. As personagens cruzam-se e cada uma delas é abandonada quando surge a seguinte. São ligações sucessivas - até que se chega a Matteo, o homem que perdeu o emprego.

Excerto
:
O atractivo era este: em redor de uma rotunda ninguém volta atrás, ninguém se engana, ninguém tem de assumir o erro e fazer inversão de marcha. A vida, apesar de tudo, é fácil. Numa rotunda.

Sobre o autor:
Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970.
Em Portugal recebeu vários prémios, entre os quais: o Prémio José Saramago 2005 e o Prémio LER/Millennium BCP 2004, com o romance Jerusalém (Caminho); o Grande Prémio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores “Camilo Castelo Branco” com água, cão, cavalo, cabeça (Caminho, 2007).
Prémios internacionais: Prémio Portugal Telecom 2007 (Brasil); Prémio Internazionale Trieste 2008 (Itália); Prémio Belgrado Poesia 2009 (Sérvia); Nomeado para o Prix Cévennes 2009 – Prémio para o melhor romance europeu (França).
Os seus livros estão a ser editados em trinta e cinco países.
Jerusalém foi o romance mais escolhido pelos críticos do Público para “Livro da Década”.
Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, peças radiofónicas, curtas-metragens e objectos de artes plásticas, dança, vídeos de arte, ópera, performances, projectos de arquitectura, teses académicas, entre outras obras.

Críticas
:
Ironia e talento, um autor inacreditável.
- Courrier Internacional

Um Kafka Português. Irá Gonçalo M. Tavares tornar-se tão exportado como o vinho do Porto ou a saudade? - Le Figaro Magazine

Tavares criou algo atraente, sombriamente belo e inspirado, e totalmente original. - The Independent

A 18 de Novembro a Albatroz publica Chega de desculpas!, do Dr. Wayne Dyer

Título: Chega de desculpas!
Autor: Dr. Wayne Dyer
N.º de Págs.: 256
Capa: mole
PVP: 16,50€

O reconhecido guru revela neste livro como alterar os velhos hábitos
mentais que impedem de alcançar os graus de felicidade, sucesso e prosperidade desejados.
O autor considera que, através da aplicação dos princípios inerentes ao paradigma Chega de Desculpas!, é possível abolir de vez problemas de peso e de dependência que nos afligem desde sempre.
Com a ajuda do Dr. Wayne W. Dyer, o leitor poderá aprender a aplicar questões específicas a todas as desculpas que o assombram e a percorrer as etapas em direcção a pensamentos novos e positivos. Por outro lado, com esta mudança, o leitor perceberá que alcançar a vida dos seus sonhos é uma missão que pode cumprir.
O autor defende que está na hora de cada um derrubar de vez os hábitos mentais que criou e que o estão a impedir de levar uma vida plena e feliz. É caso para dizer: Chega de desculpas!

Sobre o autor:
É um guru na área da auto-ajuda, reconhecido e aclamado internacionalmente. É autor de mais de 30 livros, que já venderam milhões de cópias e constam dos tops de vendas por todo o mundo. É um excelente conferencista e, por isso, muito requisitado em entrevistas e programas de televisão e rádio. Dr. Wayne W. Dyer é psicoterapeuta, doutorado na área de educação pela Wayne State University e foi professor na St. Jonh's University, em Nova Iorque.

O Desertor - Daniel Silva [Opinião]


Título: O Desertor
Autor: Daniel Silva
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 448
PVP: 17, 95€

Seis meses após o dramático final de As Regras de Moscovo, Gabriel Allon regressa à lua-de-mel com Chiara e ao restauro de uma peça setecentista do Vaticano. Mas a sua paz é efémera. De Londres chega a notícia de que Grigori Bulganov, espião e desertor russo que lhe salvou a vida em Moscovo, desapareceu sem deixar rasto. Nos dias que se seguem, Gabriel e a sua equipa travarão um duelo mortal com Ivan Kharkov, um dos homens mais perigosos do mundo. Confrontado com a possibilidade de perder a coisa mais importante da sua vida, Gabriel será posto à prova de maneiras inconcebíveis até então. E nunca mais será o mesmo. Com um enredo surpreendente e um conjunto de personagens inesquecíveis, O Desertor é o thriller mais explosivo do ano e o melhor livro de Daniel Silva até à data.
A minha opinião:
Para quem leu As Regras de Moscovo, publicado pela Bertrand no início deste ano, facilmente entra na estória de O Desertor. Quando Grigori Bulganov é dado como desaparecido, Alon não acredita que o russo tenha desertado e voltado para a sua terra natal. Com uma pequena investigação descobre que este foi raptado por Ivan Kharkov, um homem maléfico que também se cruzou com Gabriel nas Regras de Moscovo e de que tem um ódio absoluto por este lhe ter tirado a mulher e os dois filhos. E é precisamente por isso que Ivan rapta Grigori e mais tarde Chiara, mulher de Alon. Ivan quer uma troca: Chiara pelos filhos.
Contrariando a promessa de nunca voltar à Rússia, Gabriel Alon arquitecta um plano para resgatar Chiara e Grigori e não entregar os filhos a Ivan. Ao mesmo tempo decide aniquilar todos os inimigos que lhe surjam no caminho.
Mais uma vez Daniel Silva envolve-nos numa narrativa emocionante denegrindo a imagem dos russos, sobretudo os russos que ainda seguem as máximas de Estaline, um déspota que terá morto milhares de russos que não iam de encontro às suas ideologias.
Apesar de ter gostado mais do livro anterior As regras de Moscovo, este é um livro que aconselho a sua leitura, sobretudo para quem quer continuar com as aventuras de Alon na Rússia.

Clube do Autor: A Minha Casa é o Teu Coração, o novo livro de Margarida Rebelo Pinto, chega amanhã às livrarias nacionais.

Título: A minha casa é o teu Coração
Autor: Margarida Rebelo Pinto
PVP: 16, 95€
N.º de Páginas: 252

A autora mais lida em Portugal, com mais de um milhão de exemplares vendidos, regressa esta semana às livrarias nacionais com A Minha Casa é o Teu Coração, um novo livro de pequenas histórias de amor e humor. A meio caminho entre o romance e a crónica, A Minha Casa é o Teu Coração tem o melhor dos dois mundos: a ironia e a mordacidade que tão bem caracterizam a escrita da autora e a leveza e magia das pequenas narrativas.
O 16º livro da autora surpreende pela forma de dar voz ao sentir, pelo original puzzle narrativo cujas peças começam a encaixar-se história após história e pela intensidade emocional. Em A Minha Casa é o Teu Coração não há meias histórias, não há meias intenções nem há meios amores. Há, sim, um retrato vivo das intrincadas relações humanas e uma revelar das pequenas surpresas da vida. Este é um livro de histórias entre amigas, entre amantes, de mulheres para mulheres, de homens para mulheres e de mulheres para homens. Cada história é uma viagem pela condição humana. A amizade, a cumplicidade e a razão estão do lado do amor, da paixão, do abandono, da desilusão e da descoberta.
Assim como nos livros Diário da Tua Ausência e O Dia em que te Esqueci, A Minha Casa é o Teu Coração espelha a realidade tal como ela é: sem subterfúgios, sem pretextos, sem rodeios. A confirmar a voz única de Margarida Rebelo Pinto no universo literário português.

Sobre a autora:
Margarida Rebelo Pinto nasceu em Lisboa a 7 de Junho. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Clássica de Lisboa. Iniciou a actividade jornalística aos vinte e dois anos em O Independente e no Se7e, destacando-se desde logo como cronista. Foi copywriter em diversas agências de publicidade, repórter da RTP e autora de conteúdos para televisão. Em 1999, publicou o seu primeiro romance, Sei Lá, vencedor do 1º Prémio Literário Fnac no ano seguinte. Desde então, foi construindo uma sólida obra literária composta por oito romances, cinco livros de crónicas e pequenas ficções e dois livros infantis. Paralelamente, manteve sempre uma presença activa na imprensa com crónicas regulares em diversas publicações, como Elle, DNa, Jornal de Notícias e Selecções do Reader’s Digest. Actualmente, assina uma crónica no semanário Sol, escreve há mais de oito anos na revista Maxmen e é, também, colaboradora da Máxima e Egoísta. É a autora portuguesa mais lida no seu país, tendo já vendido mais de um milhão de exemplares. A sua obra está publicada em Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Bélgica, Holanda e Brasil.


Apresentação da obra:
O lançamento terá lugar na próxima quinta-feira, dia 18 de Novembro, pelas 18h30, na Fnac Chiado.Pedro Lima, Maria João Bastos, Ivo Canelas e Jessica Athayde interpretarão excertos do livro (que será apresentado por Pedro Marques Lopes).

Quinta Esssência publica "A Magia do Amor", de Barbara Bretton - Autora de "Feitiços de Amor"

Título: A Magia do Amor
Autor: Barbara Bretton
N.º de Páginas: 292
PVP: 15,90€

Por vezes é necessário enfrentar aquilo que mais tememos para não perder o amor

Sobre o livro:
Em Feitiços de Amor, Barbara Bretton, cujas obras figuram na lista das mais vendidas do USA Today, apresentou Chloe Hobbs, filha de uma feiticeira e proprietária de uma loja de lãs. Agora, nesta sequela mágica, Chloe, que conserva ainda alguns dos seus poderes, está prestes a descobrir que o amor pode não conquistar todos, ao contrário de uma fada maléfica...Alguma vez tiveram a sensação de que o destino finalmente acertou em cheio? Foi o que senti quando conheci Luke MacKenzie. E ninguém me podia ter convencido do contrário – nem os trolls, selkies, ou espíritos que também chamam terra natal a Sugar Maple, em Vermont. Mas se habito numa vila que abunda em segredos, porque me admiro que o homem que amo também esconda alguns? É que a sua ex-mulher apareceu sem mais nem menos, exigindo ver o espírito da filha de ambos, Steffie, uma criança cuja existência, eu desconhecia. Agora, parece que o espírito de Steffie está refém de uma certa líder das fadas. E se eu urdir um feitiço para libertar o espírito da menina, a minha inimiga também ficará livre – livre para destruir a minha loja de lãs, toda a vila de Sugar Maple e todos os que nela vivem. Mas se eu não o fizer, Steffie não será a única a passar a eternidade no inferno. Eu irei ter com ela, amaldiçoada com um coração destroçado…

Sobre a autora:
Barbara Bretton é autora de mais de quarenta romances, marcando regularmente presença na lista dos mais vendidos do USA Today. Já vendeu mais de dez milhões de exemplares em todo o mundo. As suas obras foram traduzidas para doze línguas em mais de vinte países. Barbara vive em Nova Jérsia, mas gosta de passar o máximo de tempo possível no Maine com o marido, a passear nas praias rochosas e a sonhar com enredos para novos livros.

A Estrelinha desapareceu: primeiro livro da colecção Ema & Gui lançado a 16 de Novembro

O primeiro livro baseado na série Ema & Gui será lançado pela Pi, uma chancela Babel, e pela produtora Sardinha em Lata a 16 de Novembro, terça-feira, pelas 11 horas, no restaurante do jardim da Estrela, em Lisboa.

"A Estrelinha desapareceu", primeiro livro da colecção Ema & Gui, com chancela Babel, foi escrito por Marisa Pott, argumentista da série de animação infantil com o mesmo nome, actualmente em exibição na RTP2.

Desta vez em livro, Ema, com as suas botas mágicas e o seu amigo imaginário, Gui, vão viver mais uma das suas aventuras: a Estrelinha cadente desapareceu do País para Além das Nuvens e Ema & Gui partem na sua busca. Este primeiro título é uma edição limitada em capa de feltro.
A sessão de lançamento conta com a presença de Jorge Reis-Sá, editor da Pi, da autora Marisa Pott, da actriz Joana Brandão que dá voz às personagens, e de Nuno Beato, realizador da série de animação.
Um grupo de marionetas produzidas pela Sardinha em Lata e a Alma d' Arame, as quais, no decorrer de um pequeno espectáculo, vão marcar o início da apresentação.
De seguida, Jorge Reis-Sá, editor da Babel, vai apresentar a publicação de "A Estrelinha desapareceu".
A partir daí, vai ter lugar uma hora de conto, com Marisa Pott e Joana Brandão a contar como Ema & Gui resolvem o mistério do desaparecimento da Estrelinha cadente, ao longo de mais uma viagem mágica em tom de aventura.
Pelo meio, a Mascote Ema vai autografar os livros, com o realizador que assina a série de animação em tecido, Nuno Beato.
A esta apresentação junta-se ainda uma pequena surpresa.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Lançamento "Professor no Fio da Navalha" — CANCELADO

Segundo informações da Papiro Editora o lançamento de "Professor no Fio da Navalha" será adiado para a data a definir.

´Novidade Antígona

Título: Marx & Keynes - Os Limites da Economia Mista
Autor: Paul Mattick
Tradução:
Luís Leitão
Posfácio:
Jorge Valadas
N.º de Páginas: 498
PVP: €30,00


Uma crise severa, violenta, devasta a economia mundial: as fábricas fecham, o desemprego dispara, as casas são hipotecadas, os seus habitantes postos na rua, e os bancos deixam de emprestar a quem mais necessita. Fala-se, então, de ultrapassar o mercado, de moralizar a economia liberal, de inventar um futuro humanista alternativo. O presente livro trata de questões essenciais como a acumulação de capital, a moeda, a automatização, o subdesenvolvimento, o capitalismo de Estado, etc. No confronto entre Keynes e Marx, o autor conclui que muitas das análises do pensador alemão estão ainda ligadas ao futuro, ao nosso futuro.

Sobre o autor:
Paul Mattick é uma referência mundial nas áreas da Economia e Política. É autor de várias obras, das quais se destacam Economic Crisis and Crisis Theory [1974], Economics, Politics and the Age of Inflation [1977], Anti-Bolshevik Communism [1978] e Marxism, Last Refuge of the Bourgeoisie? [edição póstuma].

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Apresentação de O Modulor

Convite para lançamento do Primeiro Banco de Livros

Novidades Europa-América para Novembro

Título: Tratado de Vampirologia
Autores: Abraham Van Helsing, Édouard Brasey
Colecção: Diversos
Preço: 19.90€
Pp.: 328

Os vampiros existem? Que formas tomam para seduzir os homens? Que armas podem destruí-los?
É a estas difíceis perguntas que este Tratado responde. Obra redigida no início do século XX pelo grande caçador de vampiros, o Dr. Van Helsing, que venceu o Conde Drácula.
Este genuíno livro é uma obra bem documentada sobre todos os aspectos do vampirismo, tal como a História, as lendas, o folclore, as crenças e as superstições nos apresentam. Antigos tratados e modernas fábulas, pela pena de Poe, Hoffmann ou Calmet, completam esta obra.
Um livro-de-cabeceira indispensável, com um lugar garantido entre o crucifixo, o terço e alguns dentes de alho.

Sobre o autor:
Édouard Brasey, romancista, é um eminente estudioso de lendas e contos nórdicos, bem como do mundo imaginário das fadas e da fantasia, ao qual ele dedicou mais de quarenta obras. É o autor da tetralogia A Maldição do Anel (editada por Publicações Europa-América e vencedora do Prémio Merlim, 2009) e é o responsável pela organização e tradução da presente obra.


Título: Os Senhores da Sombra
Autor: Daniel Estulin
Colecção: Biblioteca das Ideias
Preço: 24.13€
Pp.: 392
Do autor de Toda a Verdade Sobre o Clube Bilderberg

Saiba tudo sobre a elite que se esconde na sombra, a sua agenda secreta e os jogos de poder e intriga… ou de como os governos e os seus serviços secretos estão em conluio com traficantes de droga e terroristas internacionais para benefício e lucro mútuos.

Esta extraordinária investigação averigua como a colaboração existente nos bastidores entre governos, serviços secretos, grandes empresas, traficantes de droga e «terroristas» tem, por um lado, recheado os bolsos da elite e, por outro, contribuído profundamente para a destruição de países, a favor de unidades económicas mais eficazes, mas sem assuntos tão intrometidos como a Constituição dos EUA e a Carta de Direitos. Ao fazer as suas jogadas na obscuridade, os Senhores da Sombra criam a «realidade», inventam os bons e os maus, num jogo fraudulento pelo poder, pelo lucro e… pelo nosso futuro.
Funcionários do Bilderberg a «travar» o autor na véspera da reunião do Clube Bilderberg na Alemanha, em 2005. A força de segurança do clube, que inclui polícias, militares e pessoal dos serviços secretos, ainda não estava posicionada. Após Estulin ter publicado as fotografias, o clube secreto passou a realizar os encontros anuais em estâncias elitistas e isoladas. O que fazem em segredo esses banqueiros, homens de negócios importantes, líderes governamentais e membros da realeza? O dinheiro dos contribuintes dos EUA tem ajudado a financiar as reuniões desde que estas começaram, em 1954, porém, o governo deste país não pretende revelar o que se passa. Mas, em Senhores da Sombra, Estulin revela a sua agenda secreta.

Victor Bout, alcunhado de «Mercador da Morte», foi considerado uma das
piores pessoas do mundo, ficando apenas atrás de Osama bin Laden. A investigação explosiva que o autor faz de Bout revela um dos mais sinistros e espantosos logros dos últimos tempos. Estulin passou mais de seis meses na Tailândia, assistindo às sessões no tribunal, visitando Bout na prisão e obtendo entrevistas exclusivas. Ao ter acesso aos dossiers de trabalho e ao material pessoal de Bout, o autor revela que as acusações não são verdadeiras – uma história ao serviço dos interesses dos Senhores da Sombra!

Sobre o autor:
Daniel Estulin é um premiado jornalista de investigação e autor do best-seller Toda a Verdade Sobre o Clube Bilderberg. Apareceu no programa de televisão de Jesse Ventura, Conspiracy Theory, e no DVD ENDGAME: Blueprint for Global Enslavement. Daniel é um excelente orador e tem sido convidado para inúmeros programas de entrevistas. Actualmente, vive na Tailândia.

Título: Coração em Segunda Mão
Autora: Catherine Ryan Hyde
Colecção: Contemporânea
Preço: 22.50 €
Pp.: 248

Deram-lhe uma nova vida.
Mas saberá ela vivê-la?

Uma rapariga. Vida tem 19 anos, está doente e pode morrer a qualquer momento. Uma nova esperança, um coração alheio, fá-la compreender que só pode viver se outra pessoa morrer.
Um homem. Richard perdeu a sua esposa num acidente. A dor e o sofrimento levam-no a querer conhecer a rapariga que recebeu o coração da sua mulher.
Um coração. No hospital, Vida conhece Richard e apaixona-se por ele. Pode um coração em segunda-mão unir duas pessoas?


Sobre a autora:
Catherine Ryan Hyde é autora de vários best-sellers, entre os quais se destaca Favores em Cadeia (obra editada por Publicações Europa-América). O livro contou com uma adaptação cinematográfica, protagonizada por Kevin Spacey e Helen Hunt. Coração em Segunda-Mão é o seu mais recente romance.


Título: O Livro de Cale — Bernardo Mendes: O Monge Negro (1060-1089)
Autor: Carlos Cordeiro
Colecção: Contemporânea
Preço: 17.95€
Pp.: 232

Reza a lenda que O Livro de Cale é um repositório de dados genealógicos de insignes portucalenses. Pergaminho amaldiçoado, dá azo a infâmias, lutas e assassinatos.
A folha misteriosa levará Bernardo Mendes a empreender a sua epopeia. Filho de Nuno Mendes, último conde portucalense que desditosamente pereceu na Batalha de Pedroso, em 1071, Bernardo Mendes é obrigado a refugiar-se no Mosteiro de Vallado, onde aprende o ofício de copista e se torna mestre de armas.
Dividido entre o amor de Mafalda, filha do pérfido Mendes Pais, abade de Santo Alberico, e a fidelidade aos monges do mosteiro rival, Bernardo Mendes, cuja história se funde com a conturbada fundação da nova nação, terá de vingar a morte de Hugo Mendes, seu tio, e revelar os segredos do Livro de Cale.

Sobre o autor:
Carlos Cordeiro é co-autor de Viajar de Mota — Destino Europa (obra editada por Publicações Europa-América). O Livro de Cale é a sua estreia na ficção histórica.

Título: Planeta em Perigo
Autor: Nick Arnold
Ilustrações: Tony de Saulles
Colecção: Ciência Horrível
Preço: 144
Pp.: 9.34€

A ciência explicada com as partes mais nojentas e tudo!
∑ Quais são os segredos repugnantes dos terríveis gases de estufa?
∑ Qual é o desperdício tóxico mais letal?
∑ Será que a Terra chega ao ano 2100?

Obtém as respostas assustadoras em PLANETA EM PERIGO!




Título: O Jardim Florido
Subtítulo: Tudo o que precisa saber para o cultivar
Autor: Maurice Fleurent
Colecção: Euroagro
Preço: 16.91 €
Pp.: 181

Gostaria de ter um jardim fantástico mas não sabe por onde começar?
Então este é o livro ideal para si!

Maurice Fleurent mostra-lhe como criar um jardim maravilhoso e, mais, que se mantém encantador durante todo o ano… E, se pensa que isto significa muitas dores nas costas e muitas despesas, está redondamente enganado!
Leia este pequeno guia e ficará a conhecer as plantas que melhor se adaptam ao solo, ao clima e à sua disponibilidade para jardinar. Depois de as conhecer, poderá aprender a plantá-las e a cuidar delas de forma prática, organizada e muito simples.
Ficará também a saber como pode ter aquele relvado perfeito que sempre imaginou, as roseiras mais bonitas da vizinhança e como fazer aqueles ramos de flores que vão iluminar a sua sala de estar… São muitas as sugestões e dicas do autor para que tenha um jardim florido todo o ano e para que tire o máximo partido dele, com o mínimo de esforço.
Jardine, relaxe e aprecie a beleza do seu jardim…


Título: Filhos e Amantes
Autor: D. H. Lawrence
Colecção: Clássicos
Preço: 21.50 €
Pp.: 412

Neste grandioso romance, Lawrence recorre à sua própria experiência para explorar os complexos laços emocionais que marcaram grande parte da sua vida.
A família Morel vive na região carbonífera de Nottingham. Desiludida com o marido, um mineiro rude e bêbedo, a Sr.ª Morel concentra todas as suas esperanças nos filhos, sobretudo em Paul.
À medida que Paul cresce, emergem muitas tensões: as paixões que alimenta por duas mulheres ficam comprometidas pelo conflito entre o amor e o sentimento de posse.

Sobre o autor:
David Herbert Lawrence nasceu em Eastwood, em 1885. Estudou na Universidade de Nottingham e foi professor. No entanto, por motivos de doença, abandonou a sua carreira em 1913 e dedicou-se à literatura. Em 1912, D. H. Lawrence foge para a Alemanha, com Frida Weekly, mulher do seu antigo professor de línguas. Casam em 1914, ano em que regressam a Inglaterra e vivem precariamente da produção literária do autor. Após a guerra, D. H. Lawrence viaja para a Sicília, Ceilão e Austrália. Em 1925, o casal regressa à Europa. O seu último livro, O Amante de Lady Chatterley, foi banido em 1928. D. H. Lawrence morreu em 1930, com 44 anos.


Título: Tenha Mais Tempo de Vida
Subtítulo: Técnicas de Luta contra o Envelhecimento
Autor: Christophe de Jaeger
Colecção: Saber Viver
Preço: 14.89 €
Pp.: 120

Se, por um lado, a vida humana desemboca inevitavelmente na morte que, quando é natural, vem fechar um processo contínuo de envelhecimento do Homem, por outro, este termo fatal não parou de retroceder, e a um ritmo particularmente significativo, ao longo do último século.
Desta forma, deparamo-nos, actualmente, com esta nova problemática que assenta na qualidade da vida humana ao longo do natural processo de envelhecimento.
Assim, com o intuito de oferecer ao leitor, que se encontra face a esta nova etapa, uma vida melhor e mais realizada, esta obra apresenta as várias técnicas que lhe permitirão desenvolver a capacidade para vir a ter um papel activo e interveniente durante a sua longa vida, destacando-se, de igual forma, as implicações sociais e culturais deste aumento da esperança média de vida.

Sobre o autor:
Christophe de Jaeger, doutorado em Medicina, é geriatra e gerontólogo, bem como fisiologista da longevidade.