sexta-feira, 25 de março de 2011

A Porto Editora publica O Homem que Gostava de Cães, de Leonardo Padura, que chega às livrarias no dia 4 de Abril

Título: O Homem que Gostava de Cães
Autor: Leonardo Padura
Tradutor: Helena Pitta
Págs: 617
PVP: 19,00 €

O Homem que Gostava de Cães é considerado um dos melhores romances do autor cubano. Nele é contado o longo caminho que levou Ramón Mercader ao assassinato de Trótski.
Leonardo Padura vai estar em Portugal para apresentar o seu livro e participar no evento Literatura em Viagem, que começa a 16 de Abril, em Matosinhos.

Sinopse:
Um romance que nos dá um retrato impiedoso da utopia mais importante do século XXI. Em 2004, com a morte da mulher, Iván, um aspirante a escritor, relembra um episódio que lhe aconteceu em 1977, quando conheceu um homem enigmático que passeava pela praia acompanhado de dois galgos russos. Após vários encontros, «o homem que gostava de cães» começou a confidenciar-lhe relatos singulares sobre o assassino de Trótski, Ramón Mercader, de quem conhecia pormenores muito íntimos.
Graças a essas confidências, Iván irá reconstituir a trajetória de Liev Davídovitch Bronstein, mais conhecido por Trótski, e de Ramón Mercader, e de como se tornaram em vítima e verdugo de um dos crimes mais reveladores do séc. XX.
Através de uma escrita poderosa sobre duas testemunhas ambíguas e
convincentes, Leonardo Padura traça um retrato histórico das consequências da mentira ideológica e do seu poder destrutivo sobre a utopia mais importante do século XX.

Sobre o autor:
Leonardo Padura nasceu em Havana, em 1955. Licenciado em Filologia, trabalhou como guionista, jornalista e crítico, tornando-se sobretudo conhecido pela série de romances policiais protagonizados pelo detetive Mario Conde, traduzidos para inúmeras línguas e vencedores de prestigiosos prémios literários, como o Prémio Café Gijón 1995, o Prémio Hammett em 1997, 1998 e 2005, o Prémio do Livro Insular 2000, em França, ou o Brigada 21 para o melhor romance do ano, além de vários prémios da crítica em Cuba e do Prémio Nacional de Romance em 1993.

Imprensa:
Um grande romance, o mais poderoso do autor, crítico sem fanatismo, de grande densidade humana e de uma intensa dinâmica narrativa. La Vanguardia
Um romance magnífico, habilmente construído sobre uma base histórica muito rigorosa. Livres Hebdo
Uma leitura excelente, rica em propostas e insinuações acerca da condição humana e do nosso mundo que se estende muito para além da história narrada. El Mundo
Um grande romance, um hino às ilusões perdidas e um requisitório contra o comunismo, a utopia mais destruidora do século passado. Livres Hebdo
Tratando-se sobretudo de um relato pormenorizado sobre o assassinato de Trótski, contado com um grande arrebatamento narrativo, O Homem que gostava de cães não deixa de se tornar um romance apaixonante de lealdades e obediências. El País

Passatempo Hotel du Lac

O blogue Marcador de Livros, em conjunto com a Bertrand Editora, tem para oferecer 1 exemplar do livro de Anita Brooknert, Hotel Du Lac.

Regras do Passatempo:
- O passatempo decorre até às 23:59 do dia 31 de Março.
-
Para participarem terão de responder acertadamente às três perguntas presentes no formulário abaixo.
- O premiado será sorteado aleatoriamente e o seu nome
será publicado neste blogue e o mesmo será avisado por email.
- Só serão permitidas participações a residentes em Portugal e apenas uma por participante e residência.


As respostas ao passatempo poderão ser encontradas aqui.




Livraria Barata (Lisboa), 18h30 - Lançamento «O verão de todos os silêncios» de Maria Manuel Viana

quinta-feira, 24 de março de 2011

Luís Miguel Rocha, caso ímpar de sucesso internacional, lança novo livro

Título: A Mentira Sagrada
Autor: Luís Miguel Rocha
Págs: 406
Capa: mole com badanas
PVP: 17,50 €

Chegaram a chamar-lhe «o Dan Brown português», mas o percurso de Luís Miguel Rocha já dispensa comparações. Foi o primeiro escritor português a atingir um lugar no mítico top do The New York Times, já vendeu mais de meio milhão de livros e está editado em mais de trinta países. A 4 de Abril chega um novo livro: A Mentira Sagrada.
O sucesso internacional de Luís Miguel Rocha começou com O Último Papa, uma obra que em Portugal atingiu a respeitável marca de 50 mil exemplares vendidos, e que nos Estados Unidos alcançou a categoria de best-seller, ao entrar para o top do The New York Times. Mais de meio milhão de livros depois, as qualidades do escritor português são reconhecidas em todo o mundo. Está ligado a algumas das mais prestigiadas editoras – como a Penguin, nos EUA – e publicado em países como Inglaterra, Itália, Espanha, Turquia, Roménia, Canadá, Brasil, China, Japão, Austrália, Nova Zelândia, Ilha Formosa ou Líbano.
A Mentira Sagrada, à venda em Portugal e nos EUA no início de Abril, chega às livrarias portuguesas com uma tiragem inicial de 25 mil exemplares.



O enredo:
Será que Jesus foi mesmo crucificado? Terá tudo acontecido como a Bíblia descreve? Na noite da sua eleição para o Trono de São Pedro, o Papa Bento XVI, como todos os seus antecessores, tem de ler um documento antigo que esconde o segredo mais bem guardado da História – a Mentira Sagrada.
Em Londres, um Evangelho misterioso na posse de um milionário israelita contém informações sobre esse segredo. Se cair nas mãos erradas pode revelar ao mundo uma verdade chocante.

Rafael, um agente do Vaticano, é enviado para investigar o Evangelho… e descobre algo que pode abalar não só a sua fé mas também os pilares da Igreja Católica.

Que segredos guardará o Papa? E que verdade esconde o misterioso Evangelho?

Sobre o autor:
Luís Miguel Rocha nasceu na cidade do Porto em 1976, onde mora actualmente, depois de passar dois anos em Londres.
Foi repórter de imagem, tradutor e guionista; hoje em dia dedica-se em exclusivo à escrita. A Mentira Sagrada é o seu quinto livro, depois de Um País Encantado (2005), O Último Papa (2006), Bala Santa (2007) e A Virgem (2009).
As suas obras estão publicadas em mais de 30 países e foi o primeiro autor português a entrar para o top do New York Times. O Último Papa, best-seller internacional, vendeu mais de meio milhão de exemplares em todo o mundo.
Mais informações em:

www.luismiguelrocha.com e www.facebook.com/luismrocha

Críticas:
Ele cometeu o pecado de escrever de forma interessante e vigorosa criando no leitor a vontade, diria até o desejo, de ler até ao fim. - Nuno Santos, RTP
Aviso: não comece sequer a ler... se não tiver pela frente umas horas livres. Vai ser muito difícil parar sem ser no fim... Não recomendável aos fracos de coração... ou débeis na fé. - João Paulo Sacadura, TVI
Depois de Luís Miguel Rocha, o Vaticano ficou mais próximo de Portugal e do Mundo, da nossa compreensão e da nossa incompreensão – só tenho a agradecer-lhe. - Rita Ferro, escritora
O Vaticano que se cuide! Este livro é imperdível. - Eric Frattini, escritor

SIC e Guerra & Paz apresentam o Clube do Livro SIC

Nasce, hoje, o “Clube do Livro SIC”, uma aliança entre a televisão e o livro a que a SIC e a Guerra e Paz Editores vão dar corpo.

Uma vez por mês, será lançado um livro cujo tema estará relacionado com conteúdos televisivos da SIC, ou com temas e ideias que podem inspirar novos conteúdos. Para Luis Marques, Director-Geral da SIC, “a aproximação destes dois universos tem um imenso potencial de crescimento. A televisão pode dar ao mundo do livro a visibilidade de que ele precisa e a presença do livro nas programações vai ser uma forma de enriquecimento dos nossos telespectadores.”

Os livros serão comercializados nos circuitos habituais, em todas as livrarias do país e nas grandes superfícies. Para Manuel Fonseca, editor da Guerra e Paz, “o Clube do Livro SIC é um projecto dinâmico que responde a uma necessidade real de alargamento do universo de leitores em Portugal. É um projecto que vai mexer com o consumo.”

O primeiro livro desta iniciativa estará à venda em todo o país já na 6.ª feira, dia 25 de Março. “Só Vivemos Duas Vezes” é um comovente testemunho contado na primeira pessoa por Ana Martins Silva a quem, aos 14 anos de idade, foi diagnosticado um cancro. A autora enfrentou muitas batalhas numa guerra à doença que durou 10 anos. É o que conta com emoção e verdade nesta primeira obra do “Clube do Livro SIC”. A autora estará presente em vários programas e o livro será objecto de ampla divulgação e recomendação pela estação, o que acontecerá com cada uma das obras que venham a ser editadas.

Nos próximos meses, os livros que se seguem vão abordar o casamento real do príncipe William e Kate e a apresentação dos concorrentes e dos métodos do programa “Peso Pesado”.

Segundo Luis Marques, esta é uma iniciativa de longo prazo: “A nossa aposta é que, daqui a 5 anos, este projecto continuará presente, a beneficiar a sociedade portuguesa, e apresentando nessa altura outras componentes que desenvolveremos de acordo com as necessidades do grande público e a resposta do mercado.”

Novidades Editora Educação Nacional para Abril

Título: Diário Secreto do Pequeno Polegar
Autor: Philippe Lechermeier
Ilustradora: Rébecca Dautremer
N.º de Páginas: 216 pág. Dimensões: 21x18,5cm
Capa dura
PVP: 19,50€

“Chamo-me Pequeno Polegar. Gosto de escrever e desenhar sobre as coisas que me acontecem. Esta é a minha história. Nunca a esquecerão...”
Mistério, humor, arte, imaginação, originalidade... num livro mágico, onde as palavras de Philippe Lechermeier se unem ao traço singular e poético de Rébecca Dautremer (www.rebeccadautremer.com), uma das ilustradoras mais reconhecidas da actualidade.

Título: Eu sou assim
Autor: Pierre Winters
Ilustrador: Eline van Lindenhuizen

Título: Estrelas e planetas
Autor: Pierre Winters
Ilustrador: Eline van Lindenhuizen
Título: Princesas
Autor: Pierre Winters
Ilustrador: Eline van Lindenhuizen


Colecção “Quero Saber”: Esta colecção dá resposta às mais pertinentes questões colocadas pelas crianças. O prazer da descoberta, quando acompanhado por informações correctas e enquadradas, promove uma aprendizagem eficaz. Com textos simples e apelativos e ilustrações dinâmicas, esta colecção vai ao encontro das expectativas das crianças e dos seus educadores. Sou criança e estou a crescer, tantas coisas... quero saber!
Cada: 36 pág.
Dimensões: 25,5x27cm
Capa dura
PVP: 10,90€

quarta-feira, 23 de março de 2011

Novidades Contraponto para Abril

Título: Contos dos Subúrbios
Autor:
Shaun Tan
Tradução: Maria Lúcia Lima
Páginas: 96
PVP: 16,90€
Disponível a 8 de Abril

Contos dos Subúrbios é uma antologia de 15 pequenas histórias ilustradas.


Shaun Tan revela os mistérios da vida quotidiana tranquila: animais caseiros, casamentos perigosos, mamíferos marinhos encalhados, estudantes de intercâmbio minúsculos e salas secretas cheio de escuridão e de prazer.

As suas ilustrações já o premiaram diversas vezes. Entre muitos prémios destacam-se o Óscar ganho este ano com a melhor curta-metragem de animação com o filme The Lost Thing, em 2010 venceu o prémio de melhor artista profissional do Hugo Award, em 2009 o World Fantasy Award (que já tinha ganho em 2007) e em 2008 o prémio de melhor livro do festival de Angoulême – o melhor festival de Banda desenhada.

Sobre o autor:
Shaun Tan (http://www.shauntan.net/) nasceu em 1974 e cresceu nos subúrbios do norte de Perth, Austrália Ocidental. Desde muito pequenino que ficou conhecido como o 'bom desenhista". Formou-se na Universidade da Austrália Ocidental em 1995 em Belas Artes, Inglês e Literatura e História.

Começou a desenhar e pintar imagens de ficção científica e histórias de terror, mas depressa ficou conhecido por ilustrar livros que tratam de temas sociais, históricos e políticos… Trabalhou ainda como designer de teatro, e como um artista conceptual para os filmes Horton Hears a Who e Pixar Wall- E. Actualmente dirige uma curta-metragem com o Passion Pictures Austrália http://www.passion-pictures.com.au/

«Estes Contos dos Subúrbios encantarão leitores de todas as idades com o seu retrato de uma paisagem familiar, onde o quotidiano e o íntimo se misturam com o fantástico.» - L’Express
«Cheio de grandeza e ao mesmo tempo tão subtil, este livro é uma obra única.» - Booklist
«Um livro de um encanto avassalador e intemporal.» - Publishers Weekly

«Shaun Tan escreve e ilustra com uma fantasia comovente e encantadora – um jogo cheio de melancolia e poesia.» - Die Zeit

Título: Conspiração 365 – Abril
Autor:
Gabrielle Lord
Tradução: Carla Neves
Páginas: 192
PVP: 8,30 euros


Callum Ormond foi avisado. Ele tem 275 dias.
Uma perseguição corre mal e deixa Cal exposto ao gangue de Oriana. Se for capturado, toda a esperança de resolver a Singularidade de Ormond e ter uma vida normal desaparecerá de novo. Ele precisa de fugir, mas como pode deixar um homem inocente afogar-se? Se Cal sobreviver, terá de decifrar o Enigma de Ormond e arriscar sair da clandestinidade para impedir os médicos de desligar as máquinas que mantêm viva a sua irmã mais nova. Mesmo que Cal resista até 31 de Dezembro, será que a sua família vai voltar a ser a mesma? O relógio não pára… Cada segundo pode ser o último…
Uma aventura de cortar a respiração!

Sobre a autora:
Gabrielle Lord é autora premiada e uma das romancistas de thriller australianas de maior sucesso. Sobre esta, a sua primeira aventura na literatura juvenil, disse: “Escrever a CONSPIRAÇÃO 365 tem sido o maior e mais empolgante projecto a que alguma vez me dediquei. Usei todos os meus recursos para seguir Cal Ormond e o seu ano cheio de acção e perigo. Foi divertido acompanhar a evolução das personagens e tentar dar sentido a um mundo que é quase sempre hostil e potencialmente fatal. Adorei escrever esta série e espero que leve suspense e emoção a todos os que a leiam.”

Acompanhe toda a série no site original e no nosso blog: http://www.conspiracy365.com/ http://conspiracao365.blogspot.com/
A série Conspiração 365 está editada em 13 países. Uma das séries juvenis de maior sucesso em Austrália, EUA, Reino Unido e França.

Novidades Arteplural para Abril

Titulo: Quem Mexeu no meu Queijo – Para Crianças Autor: Spencer Johnson
Tradução: Rita Figueiredo
N.º de Páginas: 64
PVP: 14,90€

Quem Mexeu no meu Queijo?
É isso que Fungadela, Correria, Pigarro e Gaguinho querem saber. Os quatro amigos vivem num grande labirinto e todas as manhãs percorrem-no em busca daquilo que os faz felizes: o queijo mágico! Um dia encontram uma enorme quantidade de queijo, é tanto que parece que vai durar para sempre. Contudo, certa manhã, descobrem que o queijo desapareceu e é então que tudo muda. Quem mexeu no queijo? Será que ele vai voltar? Ou será que os quatro amigos terão de se aventurar mais uma vez pelo labirinto para encontrar mais queijo? Agora os jovens leitores também podem desfrutar da história do Quem Mexeu no Meu Queijo? e aprender, de uma forma muito divertida, como lidar com a mudança.


Sobre o autor:
Spencer Johnson é conhecido como o autor do best-seller Quem mexeu no Meu Queijo (já vendeu mais de 24 milhões de livros em todo o mundo). É autor de outros títulos de renome, entre os quais se destacam O Gestor-Minuto (em co-autoria com Ken Blanchard) – A Mãe-Minuto e o Pai-Minuto. Através dos seus livros e palestras, ajudou milhões de pessoas a descobrir como viver melhor e atingir o sucesso e a realização. É especialista em abordar assuntos complexos, de uma forma simples, apresentando soluções eficazes. É formado em Psicologia pela Universidade de Califórnia. Trabalhou como investigador e consultor clínico em diversas instituições. Os seus livros estão traduzidos em várias línguas e já contam com mais de 40 milhões de exemplares vendidos. Neste momento vive no Havai. http://whomovedmycheese.com/

Apresentação do livro A Intimidade do Mistério Religioso de Luís de Carvalho

Apresentação do livro O Grande Livro do Espectáculo de Luciano Reis

A Cidade de Ulisses - Teolinda Gersão [Opinião]


Título: A Cidade de Ulisses
Autor: Teolinda Gersão
Págs: 208
PVP: 15,50€

Sinopse:
Um homem e uma mulher encontram-se e amam-se em Lisboa. A sua história, que é também uma história de amor por uma cidade, levará o leitor a percorrer múltiplos caminhos, entre os mitos e a História, a realidade e o desejo, a literatura e as artes plásticas, o passado e o presente, as relações entre homens e mulheres, a crise civilizacional e a necessidade de repensar o mundo.

A minha opinião:
Através de uma crítica mordaz à civilização, à história e ao abandono de parte da identidade histórica lisboeta, Teolinda Gersão convida-nos a viajar, através de uma mente apaixonada por esta Lisboa de Ulisses e também de Cecília, e a conhecer os recantos mais recônditos da capital. Recorrendo a vários pontos da História de Portugal, começando pelas nossas raízes, passando pela conquista aos mouros, pelos descobrimentos, e pelas colónias, até um dissertação política da época de 80 a 90, passando pela parte cultural das mesmas décadas, a autora faz-nos, assim, uma retrospectiva de Portugal, salientando, a época vivenciada pelo narrador.
Teolinda Gersão remonta-nos a uma época em que Portugal passou por momentos de crise, como a que actualmente está a atravessar, em que o FMI teve de intervir, em que o poder de compra dos portugueses baixou, e em que as greves eram uma constante, até aos dias de hoje.
Mas não esquece as relações interpessoais. O primeiro amor é a marca deste homem, Paulo Vaz, que, depois de receber um convite para uma exposição, revive toda uma vida, uma vivência de quatro anos ao lado de uma mulher por quem se apaixonou loucamente e que perdeu por estupidez.

Apresentação do novo livro de José Manuel Saraiva no Porto

É já amanhã o lançamento do novo livro de José Manuel Saraiva, A Terra Toda, com apresentação do Dr. Rui Moreira, na Fnac do Norteshopping, pelas 22 horas.
Antes, às 13 horas, haverá uma sessão de autógrafos na livraria Bulhosa do Bom Sucesso.
Hoje, o autor vai estar na Fnac de Coimbra a partir das 19 horas.

terça-feira, 22 de março de 2011

Chegam amanhã às livrarias nacionais dois novos livros com a chancela Clube do Autor e uma de Marcador

Chegam amanhã às livrarias nacionais dois novos livros com a chancela Clube do Autor, um do consagrado escritor David Baldacci (mais de 100 milhões de exemplares vendidos), outro do médico pediatra Mário Cordeiro, e um novo romance da Marcador.
A Conspiração do Silêncio, Consultório Médico e O Meu Verão com Gatsby são os títulos dos novos livros.


O reconhecimento unânime com que o público e a crítica receberam os primeiros livros de David Baldacci não lhe deixaram margem para dúvidas e hoje este advogado de formação dedica-se apenas à escrita. Presença assídua nos Top de Vendas das principais livrarias do mundo inteiro e #1 do New York Times sempre que lança um novo romance, o autor de Camel Club «é um mestre do thriller», diz o Daily Express. Resultado de um longo trabalho de pesquisa em livros de texto, artigos científicos e saberes produzidos por sociedades científicas nacionais e internacionais, Consultório Médico, do pediatra Mário Cordeiro, pretende acabar de vez com os mitos e meias verdades sobre a saúde. Palavra de médico.

O Meu Verão com Gatsby, de Danielle Ganek, por sua vez, é «um romance divertido e original» (The New York Times), «perfeito para ler à beira-mar!» (San Francisco Chronicle).

Título: A Conspiração do Silêncio
Autor:
David Baldacci
PVP: 18,95 €
N.º de Páginas: 516

Tradução: Maria Dulce Guimarães da Costa e Vasco Teles de Menezes
100 milhões de exemplares vendidos, traduzido para 45 línguas e publicado em 90 países: os números falam por si.
David Baldacci é um dos grandes nomes do thriller contemporâneo.


O reconhecimento unânime com que o público e a crítica receberam os primeiros livros de David Baldacci não lhe deixaram margem para dúvidas e hoje este advogado de formação dedica-se apenas à escrita. Presença assídua nos Top de Vendas das principais livrarias do mundo inteiro e #1 do New York Times sempre que lança um novo romance, o autor de Camel Club «é um mestre do thriller», diz o Daily Express.

Fascinado pelos temas da política internacional, da espionagem, do terrorismo e da natureza humana, David Baldacci apresenta no seu mais recente livro, A Conspiração do Silêncio, uma intriga apaixonante e verosímil a confirmar, uma vez mais, o seu enorme talento para a escrita e o seu nome como um dos mais marcantes no panorama do thriller actual.

No livro, Evan Waller é um criminoso sem escrúpulos. Às ordens de Estaline, esteve envolvido na tragédia conhecida por Holodomor, que custou a vida a quase 10 milhões de ucranianos. Mais tarde, fugiu do seu país e, sob nova identidade, construiu um império graças à sua arte em comprar e vender qualquer coisa – e qualquer pessoa.

Agora, Waller aumenta a parada e coloca em risco milhões de vidas por todo o mundo ao negociar armas nucleares com terroristas islâmicos. As suas movimentações levam o misterioso agente Shaw a seguir no seu encalço, apostado em impedir o perigoso negócio de Waller, ainda que a sua única hipótese para derrotar o criminoso surja no mais improvável dos lugares: uma aldeia bucólica da Provença onde, de resto, Shaw se vai aproximar perigosamente de Reggie Campion, uma mulher determinada que pertence a um grupo secreto de vigilantes. Shaw e Reggie encontram-se atrás do mesmo homem, mas sem saberem da existência um do outro. Já na Provença, na tranquila localidade de Gordes, os dois agentes acabam por se aproximar demasiado, colocando em risco a respectiva missão…

Sobre A Conspiração do Silêncio

«Mais uma vez, Baldacci ao seu melhor nível: uma grande história e personagens envolventes.» - Booklist
«Baldacci apresenta uma obra com um ritmo verdadeiramente impressionante.» - The Washington Post

Sobre o autor:
David Baldacci nasceu em 1960, na Virgínia, onde reside actualmente. Exerceu advocacia durante nove anos em Washington, dedicando-se depois à escrita. Do seu currículo fazem parte um impressionante número de bestsellers, entrando frequentemente no primeiro lugar da lista dos mais vendidos do New York Times.

Baldacci é também o co-fundador, juntamente com a sua mulher, da Wish You Well Foundation, uma organização não lucrativa dedicada à promoção da literacia nos Estados Unidos.


Título: Consultório Médico
Autor: Mário Cordeiro
PVP: 15,95 €
N.º de Páginas: 366

Resultado de um longo trabalho de pesquisa em livros de texto, artigos científicos e saberes produzidos por sociedades científicas nacionais e internacionais, Consultório Médico, do pediatra Mário Cordeiro, pretende acabar de vez com os mitos e meias verdades sobre a saúde. Palavra de médico.

Da alimentação à sexualidade, da higiene e do corpo até ao lufa-lufa da vida e os pontos de interrogação quotidianos, Consultório Médico é um guia bastante completo sobre muitas das dúvidas que, apesar de tanta informação, continuam por esclarecer. E a verdade é que mais informação não significa necessariamente melhor informação.
Como diz o autor, «é fácil, hoje, “clicarmos” e acedermos a sítios na internet.» Mas, por onde começar? Que critérios usar para seleccionar? Como escolher? Que fundamento têm muitas das ideias difundidas?

Ao longo das quase 400 páginas de Consultório Médico, Mário Cordeiro desfaz mitos, abala crenças, afasta mentiras, aponta as verdades com rigor. Muitas dessas crenças foram reproduzidas exaustivamente pela tradição popular ao ponto de se transformarem em verdades absolutas. E afinal, é ou não verdade que a laranja de manhã é ouro, à tarde prata e à noite mata? E a vacina da gripe, confirma-se que causa gripe?
Numa linguagem simples e acessível, o autor desmistifica muitas das lendas que mais não são do que um legado que foi passando de geração em geração. Sem entrar em grandes explicações científicas, Mário Cordeiro procurar informar o leitor acerca da origem de determinada ideia mas, sobretudo, dá dicas e sugere comportamentos que podem contribuir para uma melhoria efectiva da qualidade de vida do leitor. Palavra de Médico.

Sobre o autor:
Mário Cordeiro, médico pediatra, é professor na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. Foi presidente da Secção de Pediatria Social e Comunitária da Sociedade Portuguesa de Pediatria, fundador e presidente da Associação para a Promoção da Segurança Infantil e de muitas outras organizações relacionadas com a promoção da saúde e a prevenção da doença nas crianças e adolescentes. Foi membro das Comissões Nacionais de Saúde da Mulher e da Criança, Direitos da Criança e Boas Práticas em Lares.
Intervém regularmente nos meios de comunicação social e publicou diversos livros para pais e adolescentes. É também autor de obras de ficção e poesia.


Título: O meu Verão com Gatsby
Autor: Danielle Ganek
PVP: 14,95 €
N.º de Páginas: 352

Enquanto se interrogam se o «tesouro» que herdaram será um quadro de Jackson Pollock ou a primeira edição do livro O Grande Gatsby, as diferentes personalidades de Cassie e Peck entram em conflito.


Cocktail “Bloody Mary”. Qual a ligação ao livro? Saberá depois de o ler.
Danielle Ganek é autora do romance Lulu Meets God and Doubts Him, que foi muito bem recebido pela crítica. Vive com o marido e os seus três filhos em Nova Iorque, e encontra-se actualmente a trabalhar no seu terceiro romance.

Paul Jackson Pollock foi um pintor norte-americano e referência no movimento expressionista abstracto. A arte de Pollock combina a simplicidade com a pintura pura e as suas obras de maiores dimensões possuem características monumentais. A herança deixada pela tia Lydia às irmãs Cassie e Peck incluirá mesmo um dos seus quadros?

As irmãs decidem passar um último Verão juntas na casa de praia, antes de decidirem o seu futuro – e o da herança. Munidas de uma determinação pouco firme, do conselho de alguns vizinhos excêntricos e da vontade expressa de Lydia para procurarem «algo extremamente valioso» dentro de casa, as jovens têm de decidir não apenas o que fazer com a propriedade, mas – principalmente - o que fazer com a sua própria vida.

Dia 25 nas livrarias... e um passatempo no Marcador de Livros

Título: Hotel du Lac
Autor: Anita Brookner
Chancela: Bertrand Editora
Género: Ficção
N.º de páginas: 200
PVP: 16,95€
Saída: 25 de Março de 2011

Vencedor do Booker Prize
Edith Hope escreve romances de amor usando um pseudónimo, mas quando a sua vida se começa a parecer com as intrigas dos seus romances, Edith é enviada pelas amigas para a Suíça, onde o sossego e o luxo do Hotel du Lac prometem ajudá-la a recuperar o juízo.
Contudo, em lugar de paz e descanso, Edith encontra-se isolada no hotel com uma série de hóspedes, cada um com a sua história. Atrai ainda a atenção de um homem mundano, que pode muito bem ser a sua hipótese de não permanecer solteira.

Será este homem a reviravolta de que a sua vida de solteira necessita?
Muito bem pensado, perspicaz e divertido, Hotel du Lac representa Brookner no auge do seu estilo e muito subversiva.

Sobre a autora:
Anita Brookner nasceu em Londres em 1928. Fez formação em História da Arte e deu aulas no Courtauld Institute of Art até 1988. Publicou o seu primeiro romance aos 53 anos e, desde então, tem publicado novos livros regularmente. Ganhou o Booker Prize com Hotel du Lac.

Imprensa Internacional
«Uma história de amor esmagadora. Muito romântico. Também é humorístico, sagaz, comovente e extremamente inteligente.» - The Times
«Um clássico… que será lido com prazer daqui a cem anos.» - Spectator
«Escrito com grande formalidade, apanhando-nos pelo coração.» - Observer
«Uma das grandes autoras de ficção contemporânea.» - Literary Review
«O romance mais apaixonante de Brookner… de um realismo atroz… gracioso e atraente.» - Anne Tyler, The New York Times Book Review
«Uma escrita imaculada.» - Newsweek
«Distinto, mágico... elegante mas apaixonado, humorístico mas estranhamente sério… Romances como o dela são a razão pela qual lemos romances.» - Christian Science Monitor
«Um romance espantoso… o melhor de Anita Brookner.» - The Sunday Times

Dia 25 terá início um passatempo no Marcador de Livros onde poderão ganhar um exemplar deste livro. Estejam atentos.

A Porto Editora publica Uma mulher em fuga, de Marion McGuilvary, um romance que chega às livrarias no dia 31 de Março

Título: Uma mulher em fuga
Autor: Marion McGilvary
Tradutor: Ana Nereu
Págs: 320
PVP: 16,60 €

Uma mulher em fuga conta a história de Edith Lutz, uma mulher que, apesar de ter mantido secreta a sua identidade e iniciado uma nova vida, está sempre a ser perseguida pelo seu passado.
Marion McGuilvary escreve regularmente para o The Times e já colaborou com o The Observer e Vogue. Este seu primeiro romance, sobre amor, traição e identidade, foi efusivamente saudado pelos seus leitores e pela crítica.

Sinopse:
Ela tinha uma vida, um marido, um lar. O que a fez abandonar o seu mundo?
Edith Lutz, Agnes Morales, ou Agnes McBride… da Escócia, de Nova Iorque, da América do Sul, ou de Londres… mulher de um académico, dactilógrafa, recepcionista, ou governanta… passou grande parte da vida a reinventar-se num esforço para evitar o passado. Com uma nova identidade e uma nova imagem, Edith aceita um emprego como governanta na casa do editor de sucesso Adam Davenport, recém-divorciado e pai de dois filhos adolescentes, com o intuito de levar uma vida despercebida. Porém, contra todas as expectativas, a relação com Adam torna-se algo mais íntimo, e ela ousa sonhar com um futuro tranquilo. Mas o passado de Edith está no seu encalço e poderá bater-lhe à porta a qualquer momento…
Em Uma Mulher em Fuga, seu primeiro romance, Marion McGilvary
envolve-nos numa história de amor que é também uma história de traição – e de segredos fechados a sete chaves.

Sobre a autora:
Marion McGilvary estudou Árabe na Universidade de Westminster e Design Gráfico e Ilustração no Camberwell College of Arts. Colaborou com a Vogue, com o The London Financial Times – tendo sido nomeada para o prestigiado Glenfiddich Food & Drink Award na categoria de Restaurant Critic of the Year -, com o The Observer, e escreve agora regularmente para o The Times. É autora de três livros de não ficção (Things Your Mother Never Told You, Seduce me! e Aphrodisiac), sendo Uma Mulher em Fuga o seu primeiro romance.
Página pessoal: www.mcgilvary.com

Imprensa:

Suspense e sarcasmo, numa história envolvente de amor, traição e segredos guardados a sete chaves. Waterstones’s Books Quarterly
Incisiva e mordaz, Marion McGilvary oferece-nos uma história empolgante de uma mulher em fuga. Daily Mail
A personagem de Agnes é complexa – imperfeita, real, dura –, no entanto, McGilvary escreve com uma mestria que nos cativa da primeira à última página. Daily Record

La Coca - Romance de J. Rentes de Carvalho estará nas livrarias já na próxima sexta-feira

Mais do que uma viagem nostálgica e autobiográfica, La Coca é uma investigação literária e um pequeno tratado sobre os mecanismos da memória. Um romance breve, profundamente irónico e terno. Com a escrita luminosa de J. Rentes de Carvalho.
O encontro do narrador com Manuel Galeano – que sempre tivera «o contrabando no sangue» - é o ponto de partida para uma longa evocação e uma viagem sentimental: cinco décadas de história do tráfico entre o Minho e a Galiza. Negócios de cigarros, uísque, barras de ouro, gado, café e, mais recentemente, droga.

segunda-feira, 21 de março de 2011

A Odisseia de Homer - Gwen Cooper [Opinião]

Título: A Odisseia de Homer
Autor: Gwen Cooper
Tradução: Joana Assunção
Páginas: 272
PVP: 16,50€

A última coisa que Gwen Cooper queria era adoptar outro gato. Já tinha duas gatas, para não falar de um emprego em que lhe pagavam uma miséria, e estava a tentar recuperar de uma separação difícil.
Até que a veterinária das gatas ligou para lhe falar de um gatinho de três semanas, abandonado e maltratado, cujos olhos tiveram de ser retirados cirurgicamente.
Gwen era a sua última esperança de encontrar um lar. Foi amor à primeira vista. O gatinho era uma bola de pêlo mínima, preta e assustada e, mesmo tendo consciência das dificuldades que ele enfrentaria por causa da sua cegueira, Gwen decidiu adoptá-lo – e ele tornou-se os olhos pelos quais ela passaria a ver o mundo.
Baptizado de «Homer» - uma homenagem ao poeta grego supostamente cego, criador da Odisseia e do seu herói, Ulisses -, este gatinho cresceu até se tornar um animal forte, confiante, cheio de entusiasmo e com uma vontade inesgotável de brincar! Ou seja, um gato temperamental, divertido e dengoso como qualquer outro. Mas foi a lealdade inabalável de Homer, com sua capacidade ilimitada de amar e o seu entusiasmo por superar obstáculos, que inspirou Gwen a mudar a sua vida e seguir o seu sonho de se mudar para Nova Iorque. Afinal, o seu gatinho cego era um exemplo de força, superação e coragem. E, quando conheceu o homem com quem viria a casar, Gwen percebeu que Homer lhe tinha ensinado a lição mais importante da vida: que o amor não é algo que possa ser visto com o olhar.


A minha opinião:
“Eu sou os olhos de Homer e ele é o meu coração.”
A primeira coisa que me fascinou no livro, mesmo antes da sinopse, foi a capa maravilhosa: Homer é tal e qual a minha gata Betinha. Disse logo para mim: “tenho de ter este livro, e além disso a minha filhota vai adorar e chamar 'tinha' e não me enganei :)”.
Ao ler a sinopse, a história de Homer prendeu-me ainda mais por ser um gato diferente. Ao contrário da minha gata, Homer era cego, praticamente desde que nasceu. Por ter uma infecção os dois olhos tiveram de lhe ser tirados. A adopção foi difícil, pois ningué queria um gatinho diferente em casa e só Gwen, possuidora já de duas gatas, não conseguiu dizer que não a um gatinho preto tão lindo. E o que é certo é que foi encontrar um gato determinado, inteligente, destemido e muito engraçado ao longo da sua vida e que foi conquistando muita gente.
Apesar de já ter lido muitos livros do género, até porque sou uma defensora e amante dos animais (se pudesse tinha mais em casa), este tocou-me muito, talvez porque o protagonista é fisicamente parecido com a minha Betinha, talvez porque algumas das diabruras eram semelhantes, como as moscas como guloseimas...
Mas este não é um livro sobre gatos vulgar. A autora soube entrosar muito bem a vida dela com os seus três gatos. O relato impressionante como viveu o 11 de Setembro, em que teve que deixar os seus gatos abandonados no prédio perto das Torres Gémeas porque não podia atravessar aquele perímetro, pode parece egoísta para aqueles que não são amantes de animais quando estão muitas vidas humanas em jogo, mas para quem tem animais domésticos sabe muito bem como nós sofremos quando sabemos que eles não conseguem sobreviver sem a nossa ajuda e presos em casa.
O que é certo é que quem gosta de animais, e especialmente de gatos, nunca é demais ler mais um livro sobre as peripécias de mais uma espécie felina.