sexta-feira, 25 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

Bertrand lança: Aquilino Ribeiro - Andam Faunos Pelos Bosques

Título: Andam Faunos pelos Bosques
Autor:
Aquilino Ribeiro

Género: Romance

Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 224
Data de lançamento: 25 de novembro
PVP: 15,50 €


Em Andam Faunos pelos Bosques verifica-se a obra erudita de Aquilino, polvilhada de sabedoria com reflexões antiquíssimas, nunca concluídas, sempre por resolver. Fala-nos do belo e do divino. Mas também nos fala da relação entre o homem e o desconhecido, campo verde onde pastam as ovelhas da fé e onde, ao contrário do habitual, pastam também pastores. Retrata magistralmente um conjunto de sacerdotes da douta igreja, sacudindo-os e analisando-lhes as vidas e a fé. São eles, os padres, que carregam o peso da narrativa. É através deles que Aquilino nos conta a história, passada nas serras da Beira e parcialmente na cidade de Viseu, de um conjunto de estranhas ocorrências. Chegara à Terra o Inefável, que viria plantar a sua semente pura nos ventres das mais belas mulheres. Aparece então a teoria clássica que ressuscita a imagem do fauno. Aparece depois a católica teoria demoníaca. O duelo entre as duas "escolas", defendidas, cada qual por um punhado de padres, acaba saldado por uma intervenção de um outro padre num discurso absolutamente formidável que constitui uma das mais claras e racionais definições de fé.

Sobre o autor:
Aquilino Ribeiro nasceu na Beira Alta, concelho de Sernancelhe, no ano de 1885 e morreu em Lisboa em 1963.
Deixou uma vasta obra em que cultivou todos os géneros literários partilhando com Fernando Pessoa, nas palavras de Óscar Lopes, o primado das letras portuguesas do século XX. Foi sócio de número da Academia das Ciências e, após o 25 de abril, reintegrado, a título póstumo, na Biblioteca Nacional, condecorado com a Ordem da Liberdade e homenageado, quando do seu centenário, pelo Ministério da Cultura. Em setembro de 2007, por votação unânime da Assembleia da República, o seu corpo foi depositado no Panteão Nacional.
quinta-feira, 24 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

O Príncipe da Neblina - Carlos Ruiz Zafón [Opinião]


Título: O Príncipe da Neblina
Autor: Carlos Ruiz ZafónN.º de Páginas: 208PVP: 17,76 €

Vencedor do Prémio de Novela Edebé em 1993, 0 Príncipe da Neblina, o primeiro romance de Carlos Ruiz Zafón, autor best-seller do New York Times e uma das maiores revelações literárias mundiais dos últimos anos, vendeu mais de 200 mil exemplares em Espanha.

Depois de Marina, o livro que antecedeu o mega seller mundial A Sombra do Vento, este é o novo romance do autor a ser editado em Portugal pela Planeta.
Uma história de aventura e mistério para jovens dos 9 aos 99 anos.

A história decorre numa aldeia da costa sul inglesa durante o Verão de 1943, localidade para onde a família Carver se mudou. A nova casa dos Carver está rodeada de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado. As estranhas circunstâncias dessa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina.
Os três jovens terão de enfrentar esta diabólica figura capaz de tornar realidade todos os desejos em troca de um elevado preço.

A minha opinião:
O Príncipe da Neblina roubara-lhe o melhor amigo de infância, a única mulher que amara e, por fim, furtava-lhe cada minuto da longa maturidade, transformando-o na sua sombra.”
Mais uma vez, Zafón brinda os seus leitores com uma história misteriosa, cheia de cinzentismo, e com algum terror à mistura.
Tudo começa quando a família do jovem Max se muda para uma pequena cidade à beira-mar, na tentativa de uma fuga de uma chamada para a Guerra que se avizinha. No entanto, outras guerras escondidas virão e poderão ser ainda mais perigosas para esta família...
Esta mudança drástica não é do agrado de Max, mas quando descobre um jardim de estátuas atrás da sua casa nova, sente que um grande mistério está por detrás delas. E começa a sua investigação. Tudo se adensa quando se descobre o que está por detrás de toda a história dos antigos proprietários da casa: o filho do anterior casal morreu afogado e nada voltou a ser como antes.
Procurando integrar-se com a população local Max e a sua irmã mais velha vão conhecer o jovem Roland que aumenta ainda mais o mistério do livro, porque é através desta personagem que vai surgir o Príncipe da Neblina.
Apesar de ser um livro virado para a camada mais jovem, gostei da narrativa simples, fluída e interessante que transporta os leitores menos jovens para essa altura das aventuras, dos primeiros amores, dos sonhos dos navios abandonados e dos tesouros escondidos.
Gostei.

Pensamentos de Sá Carneiro hoje nas livrarias

Título: "Pensamentos"
Autor: Sá Carneiro
PVP: 14,50 €
N.º de Páginas: 212

«Em política, o que parece é.»

Francisco de Sá Carneiro é um nome incontornável da política portuguesa. Neste livro sintetizam-se as suas tomadas de posição, pensamentos, ação política e ideologia sob a forma de citações dos seus discursos e textos mais importantes, recolhidos em intervenções parlamentares, em entrevistas e artigos seleccionados da imprensa, e na numerosa bibliografia publicada, pela investigadora Maria Antónia Pires de Almeida.
Sá Carneiro foi um homem de causas. Como advogado brilhante que era, defendeu-as entusiasticamente. Inspirado pela «Primavera Marcelista» e cheio de esperança na possibilidade de mudança, Sá Carneiro bateu-se, discursou, foi atacado e ripostou sem descanso, defendendo o que considerava fundamental para corrigir as injustiças e a privação de liberdade.
O seu papel no Período Revolucionário e na consolidação da Democracia ficou inscrito na História de Portugal. Podemos sem dúvida encontrar grande atualidade nalgumas das suas palavras, projetos e preocupações.
A sua morte trágica e inesperada transportou a figura de Sá Carneiro a um patamar mitológico. Com este conjunto de pensamentos e pequenos textos proferidos nas mais variadas circunstâncias de uma vida política atribulada e rica em acontecimentos, pretendemos contribuir para a divulgação da imagem de um verdadeiro combatente pela liberdade e pela instauração do regime democrático em Portugal.
As declarações de Sá Carneiro abarcam os mais variados temas, da democracia À liberdade, passando por questões relacionadas com a religião ou a sua vida pessoal.
«Com medo do abuso limita-se o uso, para tranquilidade do poder, já que, onde liberdade não há, abuso dela não pode haver.»
«Não há futuro económico e social possível quando o problema principal não é o excesso de consumo privado, mas o excesso de consumo público.»

Sobre a autora:
Maria Antónia Pires de Almeida nasceu em Lisboa, é casada e tem três filhos. Investigadora da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, é doutorada em História Contemporânea pelo ISCTE, tendo completado um Pós-Doutoramento em Ciência Política sobre elites locais e transição política. É autora de vários livros e artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais nas áreas da História e das Ciências Sociais e Políticas, com destaque para as questões relacionadas com os períodos de transição política em Portugal. Especializou-se nas áreas da Reforma Agrária, da Memória Oral, da História Rural e dos estudos sobre mulheres. Os seus interesses atuais de investigação incidem sobre a História da Medicina, Epidemiologia, Higiene e Saúde Pública.

Novidades Papiro Editora

Título: Trilho de Lobos
Autor: Carlos Magalhães Queirós
Género: Romance
N.º de Páginas: 296
Formato: 15x23cm
PVP: 18,50€

Sobre o livro:
Quando Miguel Aprígio saltou para o meio dos lobos tentando salvar o pequeno bebé que alguém largara na serra para morrer, não antevia que a sua vida iria mudar para sempre. Miguel era um pedinte, que vivia sozinho na serra, numa tentativa de expiar os seus pecados e vencer os seus fantasmas, e este incidente foi o primeiro daquela que se tornou a sua missão: salvar. Mais de trinta anos depois, Rute, uma jovem jornalista estagiária, também não imaginava que um dia, sem que nada o fizesse prever, iria agarrar o fio de uma história misteriosa que, supostamente, deveria ter nascido e morrido sem que alguém viesse a descobri-la. Quem era aquele velho misterioso que vivia numa gruta da serra acompanhado por lobos e crianças? Quem seriam aquelas crianças, tão parecidas com umas outras, bem conhecidas da comunicação social como vítimas de maus-tratos e dadas como desaparecidas? E o que vai acontecer agora que este caso saltou para as primeiras páginas dos jornais?
Um mistério intrigante que vai tocar os corações mais puros e desafiar a Justiça dos homens.

Sobre o autor:
Carlos Magalhães Queirós nasceu a 12 Abril de 1967, numa pequena freguesia de Marco de Canaveses. Por volta dos quinze anos escreveu o seu primeiro e pequeno livro. Seria um prenúncio para mais tarde, em 1987, escrever um livro com que participou em dois “Encontros de Poetas e Prosadores”, dando origem a duas antologias editadas pela C.M. de Marco de Canaveses. Enquanto estudante participou e organizou eventos ligados à cultura e ciência, desde exposições a simpósios. Profissionalmente, actua na área comercial e formação. Trilho de Lobos é a sua primeira obra publicada.

Apresentação do Livro:
A Papiro Editora e o autor Carlos Magalhães Queirós vão apresentar o livro Trilho de Lobosno próximo dia 25 de Novembro na Livraria Leitura Books & Living, C. C. Cidade do Porto pelas 21h00.

Título: Análise Grafológica de Fernando Pessoa
Autor: Margarida de Barros Rodrigues
Género: Ensaio
N.º de Páginas: 60
Formato: 23x15cm
PVP: 9,00€

Sobre o livro:
Margarida de Barros Rodrigues fez o estudo grafológico de Fernando Pessoa, por curiosidade sobretudo, mesmo antes de conhecer a sua obra, o que veio a fazer posteriormente, em consequência do interesse que o estudo da letra do poeta lhe despertou. Este trabalho foi apreciado pelo Eng.º José Manuel Anes, Professor convidado da FCSH/UNL, membro da EESSWE (European Society for the Study of Western Esotericism), director de vários cursos entre os quais o Curso da História das Correntes Esotéricas na Casa Fernando Pessoa, e autor de uma vasta obra sobre temas esotéricos, incluindo Fernando Pessoa e os Mundos Esotéricos, que entusiasmado com a publicação desta obra se ofereceu gentilmente para a prefaciar. Análise Grafológica de Fernando Pessoa é um ensaio inédito sobre uma das mais complexas personalidades históricas portuguesas.

Sobre a autora:
Margarida de Barros Rodrigues há 40 anos que se dedica ao estudo de Grafologia. Fez o primeiro curso de «Annia Teillard», conhecida grafóloga francesa, com a grafóloga portuguesa Leonor Daun e Lorena, em 1970. Mais tarde, em 1995, com o intuito de aprofundar o seu conhecimento, fez por correspondência o curso da Sociedade de Grafologia Francês, orientada pela grafóloga Collette Devaux. Trabalhou para algumas empresas de recrutamento e para a Universidade Católica, para além de ter feito inúmeras análises grafológicas para particulares. Margarida Rodrigues participou no programa de televisão «O resto é conversa», de Teresa Guilherme, analisando cerca de 50 letras de vários artistas e pessoas ligadas à comunicação. Fez também vários trabalhos para jornais e revistas Marie Claire, Jornal 7, Expresso, entre outros.

Apresentação do Livro:
A Papiro Editora e a autora Margarida de Barros Rodrigues vão apresentar o livro Análise
Grafológica de Fernando Pessoa, no próximo dia 25 de Novembro pelas 21h00, na Livraria Bulhosa Books & Living na Rua de Ceuta 88, 4050- 189 Porto.

Título: O Mundo de Quitéria Barbuda
Autor: António Miguel Miranda
Género: Vários
N.º de Páginas: 112
Formato: 15x23cm
PVP: 10,30€

Sobre o livro:
Conseguir transformar uma simples infracção rodoviária numa acusação de difamação contra o Presidente da República e, por isso, ser detido e escoltado, não é para qualquer um; fazer guerras de laranjas numa pacata cidade alentejana não é aconselhável e falar com a América através de um Walkie Talkie a pilhas é, no mínimo, difícil. Mas no estranho Mundo de Quitéria Barbuda tudo isto é possível. Eis um livro que promete pôr o leitor a rir e chorar por mais.

Sobre o autor:
António Miguel Dias Costa Brochado de Miranda, nascido a 18 de Abril de 1960, é licenciado pela Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior de Educação Física. É professor de Educação Física na Escola Básica D. Domingos Jardo, Mira Sintra. Publicou em 2007, pela Papiro Editora, os livros O Camarada Choco (1.ª Menção Honrosa do Prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal) e O Camarada Choco II, conjunto de histórias sobre a sua experiência no Ensino Especial. Em 2008 edita Na Terra do Comandante Guélas, uma compilação de histórias de adolescentes durante o período do prec.

Apresentação de Livro:
A Papiro Editora e o autor António Miguel Miranda vão apresentar o livro O Mundo de
Quitéria Barbuda no próximo dia 26 de Novembro, pelas 18h na Livraria Bulhosa Books & Living, do Oeiras Parque.
quarta-feira, 23 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Oficina do Livro: Cozinha d'Amigos, de Miguel Sousa Tavares

Título: Cozinha d’Amigos
Autor: Miguel Sousa Tavares
PVP: 24,40 €
N.º de Páginas: 128


«Na cozinha, como na escrita, é necessário ter medo dos adjetivos: quanto mais simples e menos complicado, melhor!»

A Oficina do Livro publica esta semana um novo livro de Miguel Sousa Tavares: Cozinha d’Amigos, um livro sobre a evidência da cozinha, sobre a superioridade da cozinha natural, simples e de amigos, sobre a famigerada cozinha de autor, em que quem cozinha é sempre mais importante do que os produtos que usa. Cozinha d’Amigos reflecte a filosofia dos homens-cozinheiros domésticos da geração dos Beatles, que aprenderam a cozinhar, sem pretensão alguma, e reflecte, também, o gosto e a filosofia de alguém que se habituou a «trabalhar» (como dizem os cozinheiros) com aquilo que Portugal tem de melhor e, às vezes, único: o peixe e o marisco, a caça e o porco, as ervas, o azeite, as batatas – e a não complicar. Cozinha d’Amigos transmite o gosto de Miguel Sousa Tavares por «cozinhar por prazer, para os amigos, para a mulher que ama e até mesmo só para si».
Em Cozinha d’Amigos redescobrimos a importância e o fascínio de comprar o que é bom e que só se encontra nos belos e tradicionais mercados portugueses e evitar o supermercado, onde, como diz o escritor, «nada sabe ao que é suposto ser». Cozinha d’Amigos é um pouco a memória das horas, dias, anos, passados a cozinhar sozinho e contra a solidão ou para uma mesa cheia amigos do coração.
Por fim, Cozinha d’Amigos é um livro que existe porque o seu autor acredita que a cozinha é uma arte, que aproxima os amigos, que reúne a família, que dá um sentido à casa e às coisas do mundo. Que nos aproxima do mar, da terra, das árvores, da felicidade. Tem receitas, claro: umas do escritor, outras de amigos, outras do domínio público. Mas tem mais (ou menos) do que apenas receitas: tem também o registo dos tiques e hábitos do autor na cozinha, das manias, das teorias e até dos estados de alma – «os quais, todavia, sempre variam mais depressa do que o tempo que demora a deixar estragar um refogado».

Prefaciado por José Manuel Barata-Feyo e com fotografias de José Pedro Monteiro, Cozinha d’Amigos é um livro bem ao estilo de Miguel Sousa Tavares: revelador, emocionante, provocador. A cada uma das 33 receitas corresponde uma boa história, uma viagem ou uma memória. As receitas são, como se lê, «todas simples, ao alcance de qualquer um». A parte do livro que lhes é dedicada está repartida entre receitas de Primavera/Verão e Outono/Inverno. Da simples “Sopa de meloa” ao “Peru de Natal”, o livro visita pratos diversos que passam pelos salmonetes grelhados – e pelas regras para os grelhar na perfeição -, pelo “Cantaril no forno à Sophia”, o “Spaghetti de Santola” e por muitas receitas de caça. Ou, como escreve na introdução Miguel Sousa Tavares, Cozinha d’ Amigos, «não é bem um livro de cozinha, mas um livro

Novidade Bertrand: Stephen King - Estações Diferentes

Título: Estações Diferentes
Autor: Stephen King
Género: Thriller
Tradutor: João Brito
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 552
Data de lançamento: 25 de novembro
PVP: 16,50 €

Stephen King surpreende-nos uma vez mais com a originalidade das suas histórias e o seu talento como escritor. Estações Diferentes é uma coleção de quatro novelas, três das quais foram adaptadas ao cinema.
.
Os Condenados de Shawshank narra a história de um homem inocente que concebe um esquema para fugir da prisão.
Na segunda novela, Aluno dotado, adaptado ao cinema com o título Sob Chantagem, King apresenta-nos um menino exemplar que desafia um velho sinistro a despertar um mal há muito enterrado.
Em O Corpo, adaptado ao cinema com o título Conta Comigo, quatro rapazes aventuram-se nos bosques e a sua viagem acaba por se tornar num ritual de passagem da infância à maturidade, com a perda da inocência.
A Técnica da Respiração é uma história macabra acerca de uma mulher determinada a dar à luz e que, para isso, mantém o seu bebé vivo nas circunstâncias mais extraordinárias.

«Triunfante... Stephen King continua a ser um mestre.» New York Times
«Um dos maiores contadores de histórias do nosso tempo.» Guardian
«Um escritor de excelência» The Sunday Times
«Um escritor com um talento incrível.» Guardian
«O indiscutível rei do terror.» revista Time

Sobre o autor:
Stephen King, apelidado por muitos de «mestre do terror», escreveu mais de quarenta livros, incluindo Carrie, A História de Lisey e Cell - Chamada para a Morte. Vencedor do prestigiado National Book Award e nomeado Grande Mestre nos prémios Edgar Allan Poe de 2007, conta hoje com mais de trezentos milhões de exemplares vendidos em cerca de trinta e cinco países. Números e um currículo impressionantes a fazerem jus ao seu estatuto de escritor mais bem pago do mundo.
www.stephenking.com

Novidade Bertrand: Terra Sangrenta - A Europa entre Hitler e Estaline

Título: Terra Sangrenta - A Europa entre Hitler e Estaline
Autor: Timothy Snyder
Género: Ensaio
Tradutor: Rita Guerra
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 624
Data de lançamento: 25 de novembro
PVP: 21,90 €

Bem documentado e profundamente investigado, Terra Sangrenta é de leitura obrigatória para todos os que procuram compreender a tragédia central da história moderna.

Antes sequer da Segunda Guerra Mundial ter começado, Estaline, o aliado americano durante a guerra, tinha fuzilado e privado de alimentos milhões dos seus, tendo continuado a fazê-lo durante a guerra. Embora os soldados americanos tenham libertado campos de concentração, nunca chegaram às fábricas da morte, aos campos de massacre e aos locais de privação de alimentos onde Hitler e Estaline assassinaram civis em grande escala. Em doze anos, as políticas de massacre deliberadas e não relacionadas com o combate dos regimes nazi e soviético mataram catorze milhões de pessoas, numa zona de morte, entre Berlim e Moscovo.
Com o fim da guerra, as terras sangrentas caíram atrás da «cortina de ferro», deixando a sua história mergulhada na escuridão.
Em Terra Sangrenta, o aclamado historiador Timothy Snyder apresenta uma investigação pioneira sobre o local onde os europeus foram mortos aos milhões e uma explicação sustentada dos motivos e métodos de Hitler e Estaline. Fixa a história do Holocausto de Hitler e do Terror de Estaline no tempo e no espaço, apresenta episódios esquecidos dos homicídios em massa nazis e soviéticos e elabora um relato da relação entre os dois regimes sob uma nova perspetiva. Utilizando a literatura já existente e fontes primárias em todas as línguas relevantes, Snyder dedica especial atenção às fontes deixadas pelas vítimas: cartas para casa, bilhetes lançados de comboios ou diários descobertos com os cadáveres.

“Timothy Snyder escreveu uma análise nuanciada, original e penetrante dos campos de morte da Europa do século XX entre a Rússia e a Alemanha, recorrendo a fontes pouco conhecidas. Uma história importante, Terras Sangrentas também nos pode direcionar para as lições do nosso tempo.” — Timothy Garton Ash, Professor de Estudos Europeus, Universidade de Oxford e autor de The File
“Um estudo arrepiantemente sistemático do homicídio em massa perpetrado pela União Soviética e pela Alemanha Nazi… Um trabalho marcante de números e erudição impressionantes.” KIRKUS, Starred Review

Sobre o autor:
Timothy Snyder é professor de História na Universidade de Yale. Doutorado pela Universidade de Oxford, foi membro do corpo diretivo das universidades de Paris, Viena, Varsóvia e Harvard. Os seus quatro livros anteriores receberam prémios que incluem o George Louis Beer Prize por The Reconstruction of Nations e o Pro Historia Polonorum por Sketches from a Secret War. O seu trabalho mais recente intitula-se The Red Prince: The Secret History of a Habsburg Archduke. Vive em New Haven, Connecticut.

Júlio Machado Vaz à conversa com Inês Meneses e Convosco!

Lançamento de "Apresentações que Falam por si" com António Caetano, Edgar Bragança, Isa Amaral e Teresa Garcia

terça-feira, 22 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

Convite: Helena Sacadura Cabral apresenta «Coma comigo» dia 28 Novembro no El Corte Inglês

Novidades Presença

Título: Dei-te o Melhor de Mim
Autor: Nicholas Sparks
P.V.P.: 17,50 €
Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 517
Data 1ª Edição: 22/11/20
11
Nº de Edição:
ISBN: 9
78-972-23-4704-4
Nº de Páginas: 304

Sinopse: Dei-te o Melhor de Mim, o novo e aclamado romance de Nicholas Sparks, conta a história emocionante de Amanda e Dawson, dois adolescentes envolvidos na mág
ica experiência do primeiro amor. Contudo, sob a pressão familiar e social, são obrigados a seguir vidas distintas. Somente vinte e cinco anos mais tarde voltam a encontrar-se, por altura da morte do único homem que tinha protegido o jovem casal apaixonado. E se para ambos o amor de outrora se revela intacto, confrontam-se inevitavelmente com as escolhas feitas e os compromissos assumidos. Qual então o sentido daquele encontro, se nada podia mudar o passado?

Título: Mina e as coincidências
Autor: José-Augusto França
P.V.P.: 14,90 €
Colecção:
Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 518
Data 1ª Edição: 22/11/2011
Nº de Edição:
ISBN: 9
78-972-23-4666-5
Nº de Páginas: 200
Sinopse: Mina é uma personagem do primeiro longo capítulo de A Guerra e a Paz, romance precedente do mesmo autor: era
holandesa e tinha então dezassete anos. Dez anos mais tarde, ela acompanha seu marido, o diplomata van Ghel, nomeado para Lisboa, e vai poder escrever uma tese sobre os célebres Painéis de Nuno Gonçalves. Aqui, durante um ano, Mina atravessa uma história algo policial e pícara, instalada num meio mundano muito Cascais - 2000. Mas, sobretudo, ela vive, de coincidência em coincidência, duas histórias intensas e bilingues de amor e desamor.

Título: Simão, o Fantástico!
Autor: Sofia Bragança Buc
hholz
P.V.P.: 1
2,90 €
Colecção: Diversos
Nº na Colecção: 58
Data 1ª Edição: 22/11/2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4698-6
Nº de Páginas: 180
Sinopse: Simão, o Fantástico é um livro sobre crianças que todos irão gostar de ler. O seu protagonista, Simão, é o espelho da inocência infantil que testemunhamos nos miúdos que nos rodeiam.
Os pais reconhecerão nele situações semelhantes às que, diariamente, vivenciam com os seus filhos. Também aqueles que não os têm se vão identificar com este personagem. Simão representa a criança que há em nós, ele consegue ver a vida de um ponto de vista original sem ligar a convenções. É contestatário, divertido, irónico, inocente. Através de uma lógica surpreendente, consegue descobrir novas perspetivas em problemas antigos e é capaz de comunicar as suas verdades sem papas na língua, como só as crianças o sabem fazer.

Título: A Arte da Crítica
Autor: Álvaro Manuel Machado
P.V.P.: 14,90 €
Co
lecção: Fundamentos
Nº na Colecção: 23
Data 1ª Edição: 22/11/2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4665-8
Nº de Páginas: 192
Sinopse: A Arte da Crítica é uma coletânea de textos de crítica literária que foram sendo publicados ao longo de cin
quenta anos, em momentos muito distintos da formação intelectual do autor. Subjacente a todos eles está, no entanto, a manifesta e assumida vontade por parte do crítico de tentar compreender e julgar as obras dos outros «transpondo-se» para essas obras, «metendo-se na pele» desses autores. A coletânea é precedida por um ensaio inédito sobre alguns elementos fundamentais do processo crítico, incidindo especialmente sobre a sua evolução teórica desde o início do Romantismo na Europa até aos nossos dias.

Título: Os cavaleiros da montanha
Autor: Maria Teresa Maia Gonzalez
P.V.P.: 9,90 €
Colecção: Arca do Tesouro
Nº na Colecção: 26
Data 1ª Edição: 22/11/2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4701-3
Nº de Páginas: 60
Sinopse: Esta é a história de um grupo de amigos aventureiros que, montados nos seus velozes cavalos, subiram a uma montanha encantada onde conquistaram um velho castelo abandonado. Por lá se divertiram e fizeram descobertas surpreendentes, sempre em clima de grande amizade.
No final da aventura, um grupo rival e temível lançou-lhes um desafio que não iria ser nada fácil de vencer, mas eles mantiveram-se unidos....

Novidades Esfera dos Livros

Título: Amigas para Sempre
Autor: Fátima Lopes
Colecção: Romance
N.º de páginas: 200
PVP: 16 €
ISBN: 978-989-626-348-5
Formato: 16 x 23,5
Encadernação: Brochado
Data: Novembro

Sinopse:
«Há sempre tempo para mudar e para conseguir o que de melhor a vida tem para nos oferecer. Chega de viver a vida a meio gás. Com medo. Limitadas por barreiras que nós próprias construímos, mas que na verdade não existem. Quando se quer, a vida está sempre pronta para nos dar uma segunda oportunidade. Basta vivê-la, sem fazer batota.»

Ana, Joana e Raquel reúnem-se para comemorar os 40 anos de Carla. Mas o que se esperava ser, apenas, um jantar de aniversário animado entre amigas, cedo se transforma numa noite emocionante, onde se vão revelar segredos há muito escondidos e fazer descobertas surpreendentes que irão transformar para sempre as vidas de cada uma destas mulheres. Depois desta noite, Ana, Joana, Raquel e Carla não voltaram a ser as mesmas. Mas a amizade que as une vai-se tornar mais forte e sincera do que nunca.


Título: A vida privada dos Bragança
Autor: Ana Cristina Pereira e Joana Troni
Colecção: História Divulgativa
N.º de de páginas: 332 + 16 extratextos
PVP: 23 €
ISBN: 978-989-626-349-2
Formato: 16 x 23,5
Encadernação: Brochado
Data: Novembro

Sinopse:
Como se realizavam as festas de casamento, batizados e procissões? Quais os divertimentos da corte e como se passavam os serões no Paço? Quem frequentava os bailes, as corridas de touros ou a ópera italiana? Para onde se deslocava a família real durante as férias de verão? Como eram organizados os bailes de máscaras no Carnaval? Quem vestia o rei e a rainha, quem os servia? Como brincavam os príncipes e as princesas? As historiadoras Ana Cristina Pereira e Joana Troni, autoras de Amantes dos Reis de Portugal e Amantes dos Reis de França, relatam-nos o quotidiano da corte dos Bragança. Da conquista do trono por D. João IV, em 1640, que inicia a quarta dinastia, até ao último rei de Portugal, D. Manuel II. Ao longo destas páginas encontramos a despedida de D. Catarina de Bragança de partida para Inglaterra para se tornar rainha, que mobilizou a cidade de Lisboa em animados festejos. A aclamação de D. João V que rompe com a austeridade dos anos anteriores e traz esplendor para a corte nacional, mas que fica marcada por um episódio conhecido como «boicote das damas». Conhecemos a vida familiar da rainha D. Maria II que gostava de passar o serão a bordar junto das crianças enquanto o seu marido D. Fernando organizava a sua coleção de gravuras. E a paixão pelo mar de D. Carlos que juntamente com a sua mulher D. Amélia tiveram de viver numa corte com custos controlados, em que as festas eram mais modestas.

Título: As Guerras de Napoleão
Autor: Charles Esdaile
Colecção: História Biográfica
N.º de páginas: 676 + 16 extratextos
PVP: 34 €
ISBN: 978-989-626-347-8
Formato: 16 x 23,5
Encadernação: Brochado
Data: Novembro

Sinopse:
Nenhum outro soldado provocou tanto ódio e admiração como Napoleão Bonaparte. O autoproclamado imperador francês foi um conquistador ou um libertador? Um agressor ou uma vítima? Um pecador ou um santo? O prestigiado historiador inglês Charles Esdaile repensou a figura do general francês para além das lendas e do mito, que o próprio ajudou a criar, para abrir um novo entendimento sobre esta figura, o seu caráter, as suas políticas e a sua carreira militar internacional. Não se trata apenas de uma biografia, nem da análise das campanhas napoleónicas, mas sim de um estudo mais abrangente, sobre as guerras na Europa. Da Península Ibérica à Rússia, dos Balcãs à Escandinávia, da Polónia à Turquia, o historiador conta-nos episódios militares como a entrada do exército francês em Berlim, depois das batalhas de Jena e Auestadt, relata-nos o confronto sangrento que tomou a vida a dez mil franceses na batalha de Smolensk, bem como a terrível batalha de Borodino a 7 de setembro de 1812, na caminhada até Moscovo.


Título: O Livro do Protocolo
Autor: José de Bouza Serrano
Colecção: Guias
P.V.P: 31€
EAN: 9789896263522
N.º de Páginas: 632
Formato: 16 x 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Novembro
Sinopse:
Como deverei cumprimentar o Senhor Presidente da República? Quais são as regras por detrás de uma visita de Estado? Como se organiza um banquete no Palácio da Ajuda? Se quiser convidar o meu diretor para jantar em minha casa, como devo proceder? Como se organiza um conselho de administração de uma empresa? Como escrevo uma nota de pêsames?
Com uma experiência diplomática de mais de 30 anos, o atual Chefe de Protocolo do Estado, José Bouza Serrano, traz-nos O Livro do Protocolo, onde procura responder a todas as questões protocolares, cerimoniais, de cortesia e de etiqueta com que nos deparamos no nosso dia a dia em sociedade.
Ao longo destas páginas, amplamente ilustradas, o leitor poderá encontrar as regras do protocolo oficial, com a descrição dos seus procedimentos nos diversos Órgãos de Soberania, do Presidente da República aos Tribunais,
O autor aborda ainda questões fundamentais como o relacionamento através da comunicação escrita e falada, as formas de tratamento e o vestuário, não esquecendo as condecorações, a segurança e a comunicação social. Uma menção ainda para os rituais de passagem na nossa caminhada pela vida, onde como em tudo existem regras a seguir, do nascimento, passando pelo casamento até à morte.
Um livro prático, completo e único que reúne tudo o que precisa de saber sobre os preceitos, práticas e rituais do protocolo oficial de Estado e o protocolo social.

Título: Casa Feliz - Um Guia Prático de Decoração
Autor: Maria Barros
Colecção: Guias
P.V.P: 17 €
EAN: 978-989-626-351-5
Páginas: 296
Formato: 16 x 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Novembro
Sinopse:
Tenho coisas a mais em casa e não tenho espaço para arrumar nada, não sei que cama comprar porque o meu quarto é muito pequeno, devo investir num bom sofá? Em minha casa nada funciona. Da torneira que pinga ao armário da cozinha que não abre. O bege é a melhor opção para não cometer erros em decoração? Adoro cor-de-laranja, posso pintar o meu quarto nesta cor? Que materiais devo utilizar na casa de banho? Começo as obras ou uma remodelação da minha casa por que zona da casa, a sala ou o quarto? A conhecida decoradora Maria Barros responde-lhe a todas estas questões neste guia prático de decoração. Numa linguagem divertida e acessível, explica-lhe como é possível ter uma Casa Feliz.

A casa dos seus sonhos, aquela que faz parte do seu imaginário e que há muito está enterrada na sua memória. Basta meter mãos à obra! Inspire-se em revistas, em viagens, livros ou numa música. Estabeleça prioridades, Dê o que não precisa. Tire fotografias à sua casa para poder analisar e apontar o que quer alterar.

Área por área, Maria Barros ensina-lhe, ao longo destas páginas, a melhorar a sua casa. De um sofá novo, a uma jarra com flores no seu hall de entrada, do cheiro a um delicioso bolo de chocolate feito na sua cozinha a um armário onde toda a sua roupa está arrumada e ordenada. Tudo isto vai ajudar a tornar a sua casa numa Casa Feliz. Onde se sente bem, com a sua família e amigos.



A apresentação do livro Casa Feliz - Um guia prático de decoração de Maria Barros é no dia 29 de Novembro, às 18h30, no Hotel Ritz. Este livro é apresentada pela Ana Marques e pela psicóloga Carla Albano.

E, o lançamento de O Livro do Protocolo de José de Bouza Serrano é no dia 5 de Dezembro, às 18h30, no Palácio das Necsssidades. Esta obra vai ser apresentada pelo Dr. Jaime Gama.

Bertrand lança Ecos do Passado de Danielle Steel

Título: Ecos do Passado
Autor: Danielle Steel
Género: Romance
Tradutor: Maria Emília Ferros Moura
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 360
Data de lançamento: 18 de novembro
PVP: 16,50 €

Num ambiente histórico muito rico, Danielle Steel oferece-nos uma comovente história de amor e guerra, de gestos de lealdade e gestos de traição, das vidas de três gerações de mulheres e dos seus percursos de sobrevivência e luto, ligadas por uma indomável devoção cujos ecos atravessam o tempo.

O verão de 1915, em plena Guerra Mundial, foi um tempo simultaneamente de prosperidade e desconforto para a família Wittgenstein. Mas para a filha mais velha, Beata, foi também um despertar, que a obrigou a tomar a decisão mais importante da sua vida, cujos ecos se farão sentir durante longo tempo. Mais tarde, durante a Segunda Guerra Mundial, caberá à sua filha procurar o seu lugar entre a família há muito perdida e os seus sonhos para o futuro, um futuro de esperança bem enraizado no solo fértil do passado.

Com toda a elegância que lhe é característica, Danielle Steel dá vida à História e cria uma narrativa ousada e comovente, de personagens inesquecíveis e imagens de grande beleza. Ecos do Passado transporta-nos para um mundo já desaparecido e tece uma rica tapeçaria do amor de uma mãe, da coragem de uma filha e da fé inabalável que lhes deu força, mesmo nos piores momentos da História.

«Há romance que chegue para prender os leitores.» Publishers Weekly
«Uma comovente história de amor e perda.» Booklist
segunda-feira, 21 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

Roberto Leal lança biografia na próxima quinta-feira

Amanhã: Apresentação de "A Idade do Armário" de Penélope Villar e Rodrigo Marrecas de Abreu

Novidade Oficina do Livro: "Henrique Galvão - Um Herói Português" de Francisco Teixeira da Mota

Título: Henrique Galvão - Um Herói Português
Autor: Francisco Teixeira da Mota
PVP: 23,50 €
N.º de Páginas: 400

A história de um homem corajoso, sem medo dos poderes instalados que atravessou de forma desassombrada o século XX.

Sobre o Livro:
A vida de Henrique Galvão é a de um herói português desassombrado que lutou sempre, com inalterável firmeza e fidelidade, por aquilo em que acreditava. Em 1961, Portugal e o mundo foram surpreendidos com o desvio do paquete de luxo Santa Maria, que navegava a caminho de Miami. O comandante dos revoltosos era Henrique Galvão. O que leva um capitão do Exército, antigo defensor de Salazar, a um gesto desta natureza? Apoiante convicto do Estado Novo, que ajudou a criar ao participar na revolução de 28 de Maio de 1926, Henrique Galvão foi passando de salazarista fervoroso a desiludido pelo rumo da política nacional, até se tornar num acérrimo oposicionista. Como se operou esta transformação, quais os motivos e as circunstâncias que lhe estão subjacentes? Estas e outras interrogações encontram neste livro uma resposta assente em factos comprovados e política e socialmente enquadrados. Obra emocionante, baseada em inúmeros documentos inéditos e fotografias nunca reveladas ao público, Henrique Galvão – Um herói português, mais do que uma biografia de uma personalidade singular, é, em definitivo, o livro que faltava para compreender melhor um dos intervenientes mais notáveis da vida política nacional do último século e da História Contemporânea de Portugal.

Sobre o Autor:
Francisco Teixeira da Mota é advogado. Licenciado pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e pós-graduado pelo Instituto da Comunicação Social da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Colunista do jornal Público desde a sua fundação, foi co-autor, com Paula Moura Pinheiro, de “Falatório”, programa da RTP 2 dedicado à justiça, e participou em “A Torto e a Direito”, programa semanal na TVI 24. É autor das obras Escrever Direito e Faça-se Justiça!, que reúnem crónicas de temática jurídica e Alves Reis – Uma história portuguesa.

Livros d'Hoje publica biografia de Roberto Leal

Título: As Minhas Montanhas
Autor: Roberto Leal
Editora: Livros d’Hoje
N.º Páginas: 240
Preço: 14,40 €
ISBN: 978-972-20-4873-6
1ª Edição: Novembro de 2011

Sinopse: Roberto Leal foi o grande vencedor do popular programa de televisão, «O Último a Sair» (RTP1). Na sequência da sua participação, Portugal rendeu-se finalmente ao cantor. Ao longo de toda a sua vida, esta montanha, a que o levou a fazer as pazes com Portugal, talvez tenha sido a mais difícil de escalar. Era, para Roberto, também uma das mais importantes. Um acerto de contas necessário com o país que o viu nascer. Todas as outras montanhas da sua vida, todas as dificuldades, todas as provas que teve de superar desde muito jovem, que o levaram ao sucesso, fizeram parte de um caminho que, desde muito cedo, sentiu que tinha de percorrer para se tornar num ser humano melhor. Um percurso de fé e amor conduzido pela sua alma, que o levou a um lugar de paz e esperança.


Sobre o autor:
Roberto Leal nasceu em Portugal, em Trás-os-Montes, na Aldeia de Vale da Porca, sob o nome de António Joaquim Fernandes. Imigrou para o Brasil em 1962, com os pais e 10 irmãos, seguindo a família em 4 etapas.Em 1971 inicia sua carreira, com a canção, Arrebita, e neste mesmo ano tem a sua primeira aparição em televisão no Programa do Chacrinha. Em 1972 ganha os prémios de Rei da Juventude Brasileira, do Velho Guerreiro e o importante Troféu Globo de Ouro, da TV Globo, entre inúmeros outros. A partir daí inicia a contagem de 30 Discos de Ouro que iria receber até hoje e 5 Discos de Platina, entre os mais de 500 troféus que compõem sua colecção. Em 1977 realiza sua primeira excursão para Portugal e dali faz trampolim para diversos países do mundo, França, Alemanha, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Suíça, Espanha, Luxemburgo, Austrália, África do Sul, Argentina, Venezuela, Canadá e EUA.
domingo, 20 de novembro de 2011 | By: Maria Manuel Magalhaes

Terra Abençoada - Pearl S. Buck [Opinião]


Título: Terra Abençoada
Autor: Pearl S. Buck
PVP: 16,50 €
N.º de Páginas: 352

Terra Abençoada traça o ciclo da vida – os medos, as paixões, as ambições, os êxitos, os retrocessos, as recompensas.
Um relato universal, comovente e inspirador do destino de um homem e de uma família
No reinado do último imperador da China, uma criada casa com um homem humilde. Juntos dão início a uma família e encetam uma viagem épica, envolvente e inesquecível…
O-lan é uma criada na maior casa da aldeia. Quando casa com Wang Lung, um humilde agricultor, labuta arduamente ao longo de quatro gravidezes pela sobrevivência da sua família. Ao princípio, as recompensas são poucas, mas o trabalho é fonte de esperança e há sustento na terra. Até a fome chegar e mudar a vida de todos.Obrigada a fugir ou a morrer de inanição, a família chega à grande cidade do Sul, juntando-se a milhares de outros camponeses que mendigam pelas ruas. Tudo parece perdido, até que a boa sorte e a determinação de O-lan conjuram-se para os levar de volta a casa com uma riqueza inimaginável. De volta à terra que havia garantido o seu sustento, a recente fortuna da família origina apenas desconfianças, enganos e principalmente muita mágoa para a mulher que os salvou, mudando o destino da família. Tendo como pano de fundo uma China à beira da mudança, Terra Abençoada é a pungente e emocionante saga de uma família e a história do sacrifício de uma mulher. Um clássico da literatura do século XX, belo e intemporal.

A minha opinião:
“Se venderem a terra, será o fim.” “Da terra viemos e a ela temos de voltar… e se souberem conservar a terra, tereis sempre do que viver…”
Para Wang Lung a terra era tudo. Da terra vinha o sustento e a riqueza, da terra vinha a sua própria vida. Foi através da terra que conseguiu sobreviver a todas as adversidades da vida, mesmo quando as tempestades que destruíram todo o cultivo de uma vida o deixaram, a si e à sua família, quase à beira da morte.
E é à volta da vida deste humilde e jovem lavrador que fiquei rendida a uma narrativa impressionante. Oriundo de uma família pobre nada mais restava a Wang Lung do que casar com uma escrava feia e pouco inteligente. Por isso mesmo, quando estava em idade de o fazer, reuniu algumas moedas de prata, fruto do seu trabalho na terra, e pediu em casamento O-lan, uma escrava sem quaisquer atractivos, mas trabalhadora e obediente.
Depressa teria descendência para os ajudar no cultivo. O-lan viria a tornar-se o seu braço direito, e quando a fome chega devido às intempéries, não hesita e juntos partem numa aventura arriscada rumo ao sul.
Aí, sem que nada o faça prever, a vida desta família vai mudar radicalmente: chegam pobres, mas partem ricos. E apesar da prosperidade há muitas coisas que continuam na mesma. E os costumes e tradições são um deles. No entanto, a riqueza vai mudar alguns comportamentos de Wang Lung e muitas coisas que inicialmente criticava na classe rica, vai fazê-las agora que também ele ganhou esse estatuto.
Pearl S. Buck mostra, através desta família a realidade de uma China sob o poder de Mao Tsé-Tung, completamente rural, vivendo para as suas terras, com a maioria da população analfabeta, em que o homem tinha poder sobre tudo e as mulheres de nada valiam, tendo como função principal o de procriar. A família era tudo, mesmo para os parentes mais afastados e nada os poderia desonrar.
Muito bom.