segunda-feira, 9 de abril de 2012

Antes de Adormecer - S. J. Watson [Opinião]


Título: Antes de Adormecer
Autor:
S. J. Watson

Título original: Before I Go to Sleep
Tradução: Ana Cunha
Formato: 155 x 235 mm
Lombada: 24 mm
Páginas: 344
Colecção: Literatura
Família: Literatura
PVP: 17,50€


Sinopse:
Durante o sono, a minha mente apagará tudo o que fiz hoje. Amanhã acordarei como acordei hoje de manhã. A pensar que ainda sou uma criança. A pensar que tenho toda uma vida de escolhas pela frente… As memórias definem-nos. O que acontece se perdemos as nossas memórias cada vez que adormecermos? O nosso nome, a nossa identidade, o nosso passado,
até mesmo as pessoas de quem gostamos – tudo perdido numa noite. E a única pessoa em quem confiamos poderá estar a contar-nos apenas metade da história.
Bem-vindos à vida de Christine.

A minha opinião:
Christine sofre de amnésia permanente, o que faz com que sempre que acorda não se lembre de nada do seu passado, quem é nem quem são as pessoas que fazem parte do seu quotidiano.
Quando acorda pensa que ainda está no corpo de uma rapariga de 29 anos. Não sabe que já se passaram quase 20 anos depois disso e já está quase a entrar nos cinquenta.
O homem que está ao seu lado conta-lhe que sofreu um terrível acidente quando tinha 29 anos e que, devido aos traumatismos, nunca mais conseguiu recuperar. Mas perante algumas perguntas insistentes de Christine, esta vai-se apercebendo que o seu companheiro lhe poderá estar a esconder algo.
Com a ajuda do Dr. Nash que a aconselha a escrever um diário para desta forma a ajudar pelo menos a auxiliá-la do que se tem passado no dia-a-dia, a protagonista conta-nos a sua história, mas sem que o marido, Ben, saiba. E nem tudo o que parece é.
É assim que o livro é apresentado ao leitor: em forma de diário que nos vai relatando pormenorizadamente o que Christine sente, a transformação do seu corpo, as dúvidas que tem em relação ao seu passado e à sua família... até à descoberta de toda a verdade.
Simpatizei muito com a personagem principal, mas também com a dedicação prestada por parte de Ben, que olhava por ela com muito amor e com certas doses de paciência.
Este primeiro livro de S. J. Watson leva-nos a questionar-nos sobre a doença, mas ao mesmo tempo sobre a persistência de um médico jovem, que acreditou que o novo tratamento poderia, de certa forma, mudar a vida da sua paciente. No entanto criou sempre mistério à volta de todas as personagens para que o leitor conjecturasse quem seria o mau da fita. Penso que aí esteve muito bem. O final foi excelente e muito bem criado.

5 comentários:

Maria Pereira disse...

Tb estou a ler este livro agora e estou a gostar imenso

Boas leituras

Dora disse...

És a minha guru dos livros. Vou sempre ver no Goodreads se já o leste. Vou arranjar este também numa troca de livros!

Maria Manuel Magalhaes disse...

Oh Dora agora até babei. Obrigada pelas tuas palavras.
Este também gostei muito de ler.
Adoro policiais ;)

Dora disse...

Faz-me faltar seguir mais leitoras como tu lá porque as que sigo só lêem romances de cordel e nisso eu não pego. Gosto de pessoas que lêem vários tipos de livros porque assim posso mesmo ficar com uma ideia do que se trata a obra.

Dora disse...

A começar este!