quinta-feira, 17 de maio de 2012

Perigo na Casa do Fundo - Agatha Christie [Opinião]


Título: Perigo Na Casa Do Fundo Autor: Agatha Christie
Editora: Edições Asa 
Data de Lançamento: Setembro 2004 
Colecção: Obras de Agatha Christie 
ISBN: 9789724140452 
N.º Páginas: 128 
N.º Colecção: 27

Nick não é um nome vulgar numa mulher. Mas Nick Buckley não é uma jovem vulgar. Mais invulgar ainda é a quantidade de "acidentes" de que tem sido vítima: numa traiçoeira encosta da Cornualha, os travões do seu carro falham; mais tarde, num caminho costeiro, serão apenas alguns os centímetros que a separarão de uma derrocada; por fim, escapa por pouco quando um pesadíssimo quadro cai e quase a esmaga durante o sono. Serão estes "acidentes" meras coincidências? Após ter descoberto um buraco de bala no chapéu de Nick, Hercule Poirot decide que a jovem precisa da sua protecção. E começa a deslindar o mistério de um assassinato que não foi cometido. Ainda...

A minha opinião:

Por mais policiais que leia, a mestre do crime Agatha Christie ainda consegue surpreender. A forma como coloca o leitor a pensar no crime e na tentativa vã de o resolver (confesso que nunca consegui descobrir o assassino) é sempre de tal maneira bem feita que não consigo cansar-me de ler os seus livros, sobretudo quando o protagonista é Hercule Poirot. 
Em Perigo na Casa do Fundo deparamo-nos com o detective já na reforma, tendo escolhido a Cornualha como um local de repouso, juntamente com o inseparável Hastings. Mas como é sempre habitual, onde se encontra Poirot o crime aparece. 
Neste local calmo, o detective conhece Nick, uma jovem com casa naquele local, mas cuja vida principal se passa em Londres. Nick vê A Casa do Fundo como um refúgio e casa da sua família, mas nos últimos dias têm acontecido coisas estranhas que atentam na sua integridade física. Ao que parece Nick tem sido vítima de alguns acidentes que o podem não ser, o último dos quais na presença de Poirot e Hastings: o chapéu de Nick aparece com um buraco de bala. 
Como é habitual Poirot dedica-se a investigar o crime, que se torna um tanto ao quanto difícil de resolver, até porque, ao que tudo indica, ninguém beneficiaria muito com a morte da jovem. Mas nem tudo o que parece é e A Casa do Fundo resulta em mais um romance policial fantástico.  

Sem comentários: