terça-feira, 24 de julho de 2012

Fetiche - Tara Moss [Opinião]


Título: Fetiche  
Autor: Tara Moss
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 320
Editor: Porto Editora
Coleção: ALTA TENSÃO
PVP: 16,60€

Sinopse:
Makedde Vanderwall é estudante de Psicologia Forense e, nas horas vagas, modelo internacional. Contactada pela agência para realizar alguns trabalhos de moda e relançar a sua carreira, viaja até Sydney, aproveitando a oportunidade para visitar a sua melhor amiga, Catherine Gerber. Mas as passarelas e as intrigas do mundo da moda depressa perdem importância quando Mak tropeça literalmente no corpo mutilado da amiga. Catherine é a mais recente vítima do «assassino dos stilettos», um homicida cruel que sequestra as suas presas e as tortura, para em seguida as matar. Incapaz de se afastar da investigação, Mak ver-se-á enredada num mortífero jogo do gato e do rato, longe de saber que ela própria se tornou na obsessão de um sádico psicopata...

A minha opinião:

Para leitura de férias, na praia, gosto quase sempre de escolher bons livros policiais. Parti, assim, para a descoberta desta Fetiche de Tara Moss e apesar de não ter ficado completamente desiludida, também não me encheu as medidas. Fetiche, a meu ver, tinha todo o dever de dar certo. Com um enredo e uma história engraçada, pecou apenas por não mostrar com mais pormenores a cena do crime, e, sobretudo, como o assassino manipulava e maltratava as vítimas. Deu mais ênfase à vida de uma super modelo, e dada a anterior profissão da autora até se compreende, mas quando um leitor pega num policial quer “ver” mais sangue.

Makedde Vanderwall é uma modelo originária que vê na viagem em trabalho até à Austrália uma forma de reencontro com a sua melhor amiga Catherine. Infelizmente Makedde apenas reencontra o seu corpo morto, abandonado numa praia onde esta se encontra a fazer uma sessão fotográfica.

Como estudante de psicologia forense, Makedde não resiste a “meter” o dedo na investigação e é fundamental para a resolução do crime. No entanto, também ela se vê envolvida demais no caso do serial killer que tem um fetiche por stilettos .

Assim, Fetiche é um livro muito levezinho tornando-se apenas mais empolgante quando estava para terminar, o que é pena.

Ainda assim gostaria de ler outros de Tara Moss.

Sem comentários: