sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Amor e chocolate - Dorothy Koomson [Opinião]

Título: amor e chocolate 
Autor: Dorothy Koomson
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 416
Editor: Porto Editora
PVP: 16,60€

Sinopse:


UMA HISTÓRIA DELICIOSA DE AMOR, LUXÚRIA E CHOCOLATE.

Amber Salpone não queria sentir-se atraída pelo amigo Greg Walterson, mas não consegue evitar. E, de cada vez que a atracção se concretiza em algo mais, a aventura secreta fica mais perto de se tornar numa relação séria, o que, sendo ele um mulherengo e tendo ela fobia ao compromisso, constitui um grande problema.

Enquanto Amber luta para aceitar o que passou a sentir por Greg, apercebe-se também de que ela e Jen, a sua melhor amiga, estão cada vez mais afastadas. Pouco a pouco, à medida que as duras verdades das vidas de todos vão sendo reveladas, Amber tem de enfrentar o facto de o chocolate não curar tudo e, por vezes, fugir não é opção…

A minha opinião:

Priviligiando o papel da amizade em todos os livros que escreve, Dorothy Koomson brinda os seus leitores com um livro divertido e de muito agradável leitura.

Amber é directora executiva do Festival de Cinema de Leeds e partilha uma enorme amizade entre Jen e Greg.

Jen é uma amiga da faculdade. Contam tudo uma à outra e partilham momentos inesquecíveis... até Jen passar a morar com o seu namorado de há três anos Max e Amber começar a namorar Greg.

Insegura em relação ao relacionamentos com homens, talvez pelo ambiente familiar que vivenciou durante a infância, Amber faz Greg prometer falar apenas da relação de ambos quando ultrapassarem a barreira dos seis meses. Até lá, Max e Jen não podem saber de nada. Amigos há três anos, precisamente quando Jen conhece Max, Amber e Greg sempre se deram bem. Greg, um inveterado Casa Nova, acaba por se apaixonar pela amiga que esteve presente para o livrar de diversas enrascadas com mulheres.

Mas enquanto este amor começa a ganhar força a amizade de Jen e Amber começa a deteriorar-se.

Regado com grandes doses de bom amor, e sempre com um sabor a chocolate a acompanhar, este livro deliciou-me durante os poucos dias em que o li. Apesar de não ser grande amante de chocolate. No entanto, divido a minha paixão por dois: Malteseres (os favoritos de Amber) e Bounty (os preferidos de um realizador de cinema que Amber encontra num supermercado).

Excertos:


“A verdadeira força interior reside em ser capaz de comer uma tablete de chocolate inteira sem sentir o peso da culpa.”

“O amor? Não passa de chocolate sem as calorias.”

2 comentários:

Nexita disse...

Também são dos meus chocolates preferidos! =)

Neptuno_avista disse...

Como amante de chocolate que sou, adorei esses excertos :)
Beijinho