sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Bertrand: A História da Rapariga Bonita

Título: A História da Rapariga Bonita
Autor: Rachel Simon
Género: Romance
Tradutor: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 344
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 16,50 €

John Grogan, autor de Marley & Eu, deixa um aviso aos leitores: depois de se começar a ler este livro vai ser muito difícil parar.

Uma história de coragem e amor, onde as barreiras das diferenças são ultrapassadas.

Estamos em 1968. Lynnie, uma jovem branca com um ligeiro atraso, e Homan, um afro-americano surdo, vivem fechados e esquecidos numa instituição. Profundamente apaixonados um pelo outro, fogem e refugiam-se na quinta de Martha, uma professora reformada, agora viúva. Mas o casal não está sozinho: Lynnie acabou de dar à luz uma menina. Quando as autoridades os encontram nessa mesma noite, Homan consegue fugir, mas Lynnie é apanhada. Contudo, antes de ser levada à força para a instituição, consegue sussurrar a Martha estas palavras: «Esconde-a.» E é assim que tem início a viagem épica de Lynnie, Homan, Martha e Julia, a bebé, separados por obstáculos aparentemente incontornáveis, mas que hão de vir a reencontrar-se por força de um pacto secreto e de um amor extraordinário.

«Arrebatador» Oprah Magazine
«Verdadeiramente emocionante.» Entertainment Weekly
«De uma beleza inesperada.» The Christian Science Monitor
«O melhor livro que eu já li.» Dan Gottlieb, autor de Cartas para Sam

Sobre o autor:
Rachel Simon é uma autora premiada e uma célebre oradora norte-americana. Este é o seu segundo livro, após o sucesso extraordinário de Riding The Bus with My Sister.
http://rachelsimon.com/the-story-of-beautiful-girl/

Novidade Bertrand: O Projeto Atena de Brad Thor

Título: O projeto Atena
Autor: Brad Thor
Género: Thriller
Tradutor: Ester Cortegano
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 312
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 16,50 €

O Projeto Atena é o novo livro de Brad Thor, autor de O Último Patriota e de O Apóstolo, e ex-membro do Departamento de Segurança Interna dos EUA.
Um thriller com muita ação, onde toda a ciência apresentada é baseada na realidade.

A maior força de elite contraterrorista do mundo atinge um nível nunca antes visto. Os novos membros da Força Delta são tão qualificados, temíveis e mortíferos como os seus colegas e distinguem-se apenas numa característica: o seu sexo.
Integrados num programa ultrassecreto, composto exclusivamente por mulheres e designado Projeto Atena, quatro dos elementos mais brilhantes da Delta estão prestes a começar uma das missões mais perigosas dos EUA.
Quando um atentado terrorista em Roma mata mais de vinte cidadãos americanos, Gretchen, Julie, Megan e Alex recebem como missão encontrar o traficante de armas veneziano responsável pelos explosivos. Mas esta história é mais complexa do que se poderia imaginar.
Nas selvas da América do Sul, um jovem agente da Inteligência norte-americana fez uma descoberta chocante. Ao mesmo tempo, no Colorado, um espião de nacionalidade estrangeira está prestes a penetrar num misterioso segredo que o governo norte-americano tem mantido oculto sob o Aeroporto de Denver.
À medida que as quatro agentes se aproximam do seu alvo, descobrem que um novo atentado, de proporções inimagináveis, já está em andamento, e a maior ameaça que enfrentam pode muito bem ser os segredos guardados pelo seu próprio governo.

Sobre o autor:
Brad Thor estudou Escrita Criativa na Universidade da Califórnia do Sul e trabalhou no Programa Analítico Célula Vermelha, do Departamento de Segurança Interna. É o fundador da Thor Entertainment, uma empresa premiada e que exporta conteúdos para todo o mundo. Todos os seus livros são best-sellers do New York Times.
www.BradThor.com

«Um brutal mestre do suspense.» James Rollins
«Um thriller que tanto homens como mulheres vão adorar.» The New York Times
«Brad Thor é tão atual como os cabeçalhos dos jornais de amanhã.» Dan Brown
«Brad Thor é sempre a abrir!» Tess Gerritsen

Para os fãs de Jane Austen...

Para os fãs da autora inglesa foi criado um Clube de Leitura Jane Austen promovido pela Bertrand Livreiros em parceria com o Jane Austen Portugal. Mais informações aqui:
http://janeaustenpt.blogs.sapo.pt/282046.html e
http://clubedeleiturabertrand.blogspot.com/p/clube-de-leitura-jane-austen.html

"10 Histórias de Amor em Portugal", de Alexandre Borges (Casa das Letras)

Título: 10 Histórias de Amor em Portugal
Autor: Alexandre Borges
PVP: 12 €
N.º de Páginas: 172


Paixões excessivas, marginais ou cândidas… trágicas ou com final feliz: assim se ama no nosso país!

Sobre o Livro:
Este livro inclui dez histórias de amor portuguesas. Algumas mais distantes no tempo e, por isso, sendo baseadas em dados históricos, podem envolver-se numa atmosfera de lenda. No entanto, a maioria destas histórias são romances vividos no século XX e alguns permanecem até hoje. Seja pelas peripécias que envolvem várias destas paixões, seja pela relevância pública dos seus intervenientes, estas são algumas das grandes histórias de amor portuguesas
D. Pedro e D. Inês - Naquele reino maior do que o tempo
Dinamene e Camões - O nome sepultado nas águas
Maria de Jesus e Salazar - Nenhum amor
Vieira da Silva e Arpad Szenes - Sensações da luz
Francisco Sá carneiro e Snu Abecassis - Para além das razões de Estado
Ruth Bryden e Paulo Oliveira - Travestidos de adeus
Fernanda Alves e Ernesto Sampaio - Ainda se morre de amor em Portugal
Maria Isabel e Manoel de Oliveira - Longa-metragem
Pilar del Rio e José Saramago - Para uma segunda vida

Sobre o autor:
Alexandre Borges é natural de Angra do Heroísmo. Licenciado em Filosofia, mestre em Estética e Filosofia da Arte, é jornalista e guionista. Integrou a equipa do programa da RTP1 «Prós e Contras», fez parte da equipa de criativos do «Zapping», na RTP2 e participou em séries da RTP e da SIC. Menção honrosa no Prémio de Poesia Guerra Junqueiro, em 1977, ganhou, em 1999, o segundo prémio de ficção do concurso Novos Escritores, Novos Leitores, das Bibliotecas Municipais de Lisboa. Figura na Antologia Una Ventana a la Nueva Poesía Portuguesa, da editora mexicana Desierto.

Novidade Bertrand: Peregrinos, de Elizabeth Gilbert

Título: Peregrinos
Autor: Elizabeth Gilbert
Género: Contos/ Ficção
Tradutor: Fernanda Oliveira
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 208
Data de lançamento: 10 de fevereiro
PVP: 15,50 €

A estreia literária da autora do sucesso Comer, Orar, Amar. Um conjunto de contos recheados de personagens peculiares e diálogos divertidos

Os cowboys, as strippers, os trabalhadores e os ilusionistas de Peregrinos estão todos em movimento para chegarem a algum lado ou para se tornarem alguém. Muitas vezes interpretam mal as coisas, encontram-se nos lugares errados, seguem caminhos que não deviam, mas os heróis e heroínas de Elizabeth Gilbert são calejados pelas suas experiências, lutam pelas suas epifanias. Nunca perdem de vista a esperança e, embora por vezes atuem cegamente, fazem-no sempre com coragem.
Uma coleção de histórias escritas com sagacidade e ternura, com a graça e o calor inimitáveis da autora de Comer, Orar, Amar.
«Delineia lindamente as suas personagens, e as suas frases são incisivas e luminosas.» Los Angeles Times
«O melhor tipo de estreia literária: a espantosa exibição de uma escritora versátil a fletir os músculos e a abordar um vasto leque de temas.» Kirkus Reviews
«A primeira coleção de contos de Gilbert é notável pela sua amplitude, variedade de cenários e temas. Uma obra de estreia extraordinária. Altamente recomendado.» Library Journal
«Gilbert tem todas as características de uma grande escritora: simpatia, inteligência e um ouvido incrível para o diálogo» Harper’s Bazaar

Sobre a autora:
Elizabeth Gilbert nasceu no Connecticut em 1969. É autora de Peregrinos, de Filha do Mar, O Último Homem Americano, uma biografia nomeada para o National Book Award e para o National Book Critics Circle, Comer, Orar, Amar e Comprometida: Uma História de Amor. Trabalhou na revista GQ e foi nomeada três vezes para o prémio National Magazine pela peculiaridade da sua escrita.
Vive em Nova Jérsia com o marido.
www.elizabethgilbert.com

A 16 de fevereiro, a Porto Editora publica o novo romance de Kate Morton, As Horas Distantes

Título: As Horas Distantes
Autor: Kate Morton
Tradução: Cristina Correia
Págs: 528
Capa: mole com badanas

PVP: 18,80 €

Tal como os romances anteriores – O Segredo da Casa de Riverton e O Jardim dos Segredos –, este As Horas Distantes foi considerado livro do ano na Austrália, facto que consolidou o reconhecimento da jovem escritora e lhe conferiu o estatuto de estrela da literatura daquele país.
Kate Morton está traduzida em mais de trinta países e os seus livros não são aclamados apenas na Austrália – figuraram todos na lista de bestsellers do prestigiado The New York Times.

O enredo:
Tudo começa quando uma carta, perdida há mais de meio século, chega finalmente ao seu destino...
Evacuada de Londres, no início da II Guerra Mundial, a jovem Meredith Burchill é acolhida pela família Blythe no majestoso Castelo de Milderhurst. Aí, descobre o prazer dos livros e da fantasia, mas também os seus perigos.
Cinquenta anos depois, Edie procura decifrar os enigmas que envolvem a juventude da sua mãe e a sua relação com as excêntricas irmãs Blythe, que permaneceram no castelo desde então. Há muito isoladas do mundo, elas sofrem as consequências de terríveis acontecimentos que modificaram os seus destinos para sempre.
No interior do decadente castelo, Edie começa a deslindar o passado de Meredith. Mas há outros segredos escondidos nas paredes do edifício. A verdade do que realmente aconteceu nas horas distantes do Castelo de Milderhurst irá por fim ser revelada...

Sobre a autora:
Kate Morton cresceu nas montanhas do Sudoeste de Queenland, na Austrália. Licenciou-se em Teatro e, mais recentemente, em Literatura Inglesa. Kate vive com o marido e os dois filhos em Brisbane, num palacete do século XIX repleto de mistérios. As horas distantes é o seu terceiro romance, depois do sucesso internacional obtido com O Segredo da Casa de Riverton e O jardim dos segredos. Os seus livros estão publicados em 31 países.
Mais informações em www.katemorton.com.

Imprensa:
Um cativante thriller romântico... que irá deslumbrar os leitores.
Publisher's Weekly, EUA, Starred Review
Um castelo em ruínas, gémeas aristocráticas, uma irmã perturbada e uma série de sombrios segredos lançam um sussurrante feitiço neste novo livro de Kate Morton. Marie Claire, RU
Uma leitura viciante cheia de mistério e suspense. ASOS magazine
Neste terceiro romance, Morton escreve no seu habitual estilo envolvente, conduzindo-nos até ao interior da família Blythe e levando-nos a viver intensamente cada peripécia. Waterstones Books Quarterly
quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Esfera dos Livros: O Adolescente Indomável


A educação é um tema que suscita sempre interesse e por vezes até alguma polémica. Por considerar que é importante ajudar os pais a criar métodos e tácticas para lidarem com filhos que são agressivos, desobedientes e até gozões, a Esfera dos Livros edita na próxima semana o livro Adolescente Indomável do psicólogo Angél Peralbo. Convidou o autor para vir a lisboa nos dias 27 e 28 de Fevereiro explicar aos pais como podem resolver conflitos, exercer autoridade quando os filhos a questionam e saber como exercê-la e melhorá-la em todas as situações.

O meu filho não me obedece. Está mal-educado, fala-me sempre num tom depreciativo, parece que goza comigo. A minha filha anda com uns amigos que não me inspiram confiança e mostra-se muita agressiva de cada vez que falo com ela. O meu filho faz chantagem por tudo e por nada. Perdi o controlo, não sei como agir com ele. Está indomável. Estas são algumas das queixas mais comuns entre pais e educadores de adolescentes. Uma etapa complicada na vida familiar, em que surgem conflitos geracionais difíceis de resolver. Ángel Peralbo, psicólogo especialista em terapia familiar e em questões ligadas à adolescência, recebe no seu consultório pais e filhos em busca de uma solução. O primeiro passo é não desesperar.
- Crie um diálogo produtivo;
- Aprenda a não ceder às suas exigências;
- Desperte o seu interesse quando parece apático e desinteressado;
- Aja de forma firme e decidida com a sua filha;
- Trabalhe a autoestima do jovem.
É fundamental os pais compreenderem o seu filho, as razões do seu comportamento difícil e encontrarem as estratégias adequadas para o ajudar e assim promover uma maior harmonia familiar.

Sobre o autor:
Ángel Peralbo é licenciado em Psicologia Clínica e Saúde Mental. É especialista em terapia familiar e problemas relacionados com a infância e adolescência, bem como em questões como dificuldades de aprendizagem e conduta no meio educativo. Faz parte da equipa de especialistas da Álava Reyes Consultores, onde coordena a área dos adolescentes. Dirige ainda projetos de escola de pais, oficinas e colóquios, e realiza projetos de investigação sobre as variáveis que intervêm na melhoria psicossocial de adolescentes e jovens.

Novidade Bertrand: Valeria Luiselli {Rostos na Multidão}

Título: Rostos na Multidão
Autor: Valeria Luiselli
Género: Romance
Tradutor: Rita Custódio e Àlex Tarradellas
Formato: 15 x 23,5 cm
N.º de páginas: 152
Data de lançamento: 17 de fevereiro
PVP: 12,00 €

“A voz mais excitante a chegar-nos da América Latina desde Roberto Bolaño” Granta

Rostos na Multidão é uma narrativa com várias camadas, contada por dois narradores. Um deles é uma jovem editora, que se relaciona com o mundo através de escudos: os filhos, o marido, um passado, ao mesmo tempo esmagador e libertador, e uma casa que não consegue abandonar nem ocupar totalmente. À medida que conta o seu passado como editora em Nova Iorque, desesperadamente a tentar convencer o seu diretor a publicar a obra de Gilberto Owen — um obscuro poeta mexicano dos anos 20 que continua a assombrá-la no metro — vai deixando transparecer a lenta mas inevitável desintegração da sua família no presente. Até que a sua história se desdobra na do próprio Owen, o poeta, em tempos amigo de García Lorca e, que termina os seus dias febrilmente num apartamento em Filadélfia.
Um romance intimista, onde as duas histórias são como imagens distorcidas uma da outra e, à medida que nos aproximamos do fim, as vozes de ambos os narradores começam a sobrepor-se até se tornarem uma apenas, numa evocação elegíaca do amor e do vazio.

«Atenção a Valeria Luiselli, jovem mexicana, excelente. Não se pode fazer melhor obra de estreia. Estou cativado pela beleza do parágrafo, a elegância do dizer, o gosto na palavra e o sentido literário da autora.» Enrique Vila-Matas
«Valeria Luiselli é uma escritora de um talento formidável, destinada a tornar-se uma voz importante das letras latino-americanas. A sua visão e linguagem são precisas, e o poder do seu intelecto é evidente em cada página.» Daniel Alarcon

Sobre a autora:
Nasceu na Cidade do México em 1983. O seu primeiro livro, uma coletânea de ensaios intitulada Papeles Falsos, foi publicado em 2010. Escreve regularmente para revistas e jornais, como as Letras Libres e o New York Times. Também escreveu libretos para a Companhia de Bailado de Nova Iorque e, presentemente, está a fazer o doutoramento em Literatura Comparada na Universidade de Colúmbia.

«Um retrato de múltiplos ângulos da artista enquanto jovem, enquanto impostora, enquanto mãe e mulher, este livro mergulha o leitor na mais encantadora e persuasiva das intimidades. A imaginação intrépida e semidemente da juventude raramente foi tão representada de maneira tão fresca, encantadora e inesquecível. Valeria Luiselli é uma nova autora com uma mestria precoce e inteiramente original.» Francisco Goldman
«Tudo o que aqui sucede é real, mas cintila com o humor e a desconcertante imaginação de uma prosa ao mesmo tempo estimulante e conduzida pela liberdade.» La Vanguardia

No Calor dos Trópicos, o novo romance de Flávio Capuleto

No Calor dos Trópicos é o novo romance do meu amigo Flávio Capuleto. Editado pelo Clube do Autor, vai estar nas livrarias no próximo dia 16 de Fevereiro e tenho a certeza que vai ser um sucesso. O tema tem tudo de interessante e vai cativar os leitores.

O livro vai ser apresentado em Lisboa, em Março, em data ainda a indicar.

Sinopse: A queda abrupta de produção de café no nordeste brasileiro estava a arrastar os fazendeiros para a derrocada financeira. Na tentativa de solucionar o problema da falta de remessas, o rei D. Luís convida o Dr. Bragança dando ao seu cortesão a oportunidade de ouro de escapar a uma eventual pena de prisão por crime de adultério. Mas como se o destino reservasse uma armadilha ao novo diplomata, a amante viaja para Petrópolis na companhia do marido continuando ali a sua relação escaldante com o cônsul. Alertado para a traição contínua de sua esposa, D. João frutuoso, o magnata mais poderoso do Reino, banqueiro da casa real e da Coroa Brasileira, prepara uma emboscada ao diplomata, não só para o afastar dos braços de Leonor, mas também para poder exercer livremente o seu poder sobre os negros da roça e a sua vocação esclavagista. Um golpe inesperado dita a sorte dos amantes envolvidos nas malhas do destino.

Mil noites de paixão - Madeline Hunter [Opinião]



Titulo: Mil Noites de Paixão
Autor: Madeline Hunter
Editora: ASA
N.º Páginas: 336
Preço: 16.90€
ISBN: 978-989-23-1672-7
1ª Edição: janeiro de 2012

Sinopse:  
Eles não têm absolutamente nada em comum. Lady Reyna é uma mulher virtuosa e erudita, que preferia morrer a quebrar uma promessa ou voto. Ian de Guilford é um sensual mercenário, um cavaleiro errante cujo temperamento fogoso lhe valeu a alcunha de Senhor das Mil Noites. Ela não conhecia a sua fama quando, fazendo-se passar por cortesã, transpôs as linhas inimigas com um plano desesperado para salvar o seu povo. Agora que está frente a frente com o guerreiro a cujos encantos, diz-se, é impossível resistir, Reyna apercebe-se de que subestimou o seu inimigo. Ele está decidido a tudo para subjugar a sua virtude. A bem do seu povo, ela não pode ceder... e a sua audácia leva-a a fazer algo com que nunca sonhou: pôr em jogo o seu coração.

A minha opinião:
Mais uma vez, Madeline Hunter coloca um homem e uma mulher como inimigos. Talvez seja essa a arma secreta para o sucesso dos seus romances, talvez o carácter erótico que está sempre presente, o que é certo é que resulta.
Desta vez, a autora transporta-nos para o século XIV, junto à fronteira escocesa onde Lady Reyna vai dar de caras com o inimigo. A sua missão é atraí-lo, em jeito de sedução, para nessa mesma noite, o matar. Só que, primeiro que tudo, o homem de quem anda à procura não se encontra naquele local, e, o que o substituí é lindo de morrer e experiente no campo da sedução. Logo, quem acaba seduzida é ela e não é por acaso que o seu apelido é: o homem das mil e uma noites...
Acusada de matar o seu marido, Reyna vê-se agora rendida à paixão pelo inimigo que quer a todo o custo tomar o castelo e também o seu coração. Levada com desconfiança pelos seus pares, detestada pela família, é em Ian que se vai sentir segura e encontrar a felicidade. É nele que vai sentir confiança para provar que todos estão errados e que nunca poderia ter sido ela a matar o seu mentor e amigo, o seu marido Robert.
Ao contrário do anterior livro da autora que não me arrebatou por aí além a leitura, gostei particularmente deste, talvez pela época retratada, talvez pela intriga que se foi avolumando, pelo amor-ódio dos protagonistas... Recomendo.
terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

«O Sabor da Tentação» de Elizabeth Hoyt, Bestseller do New York Times (Quinta Essência) hoje nas livrarias

Título: O sabor da tentação
Autor: Elizabeth Hoyt
Ficção Estrangeira
N.º de Páginas: 376
PVP: 14.50€

Livro:
Ela desafia as convenções por amor… Mesmo a dama mais requintada
Lady Emeline Gordon é um modelo de sofisticação nos círculos sociais da elite londrina, sempre elegante e impecavelmente educada. Como tal, é a companhia perfeita para Rebecca, a jovem irmã de um empresário bem sucedido de Boston, que fora soldado nas Colónias.
Deseja um homem indómito. Samuel Hartley pode ser rico, mas as suas maneiras são tão pouco civilizadas como as regiões inexploradas da América nas quais foi criado. Quem vai de mocassins a um baile distinto? O seu desdém arrogante em relação a decoro enfurece Emeline, embora a sua ousadia a excite.
Para libertar a sua paixão…Mas sob os modos desenvoltos de Samuel, ele é assombrado pela tragédia. Foi a Londres para ajustar contas, não para se apaixonar. Mas por muito que Emeline deseje sentir as mãos deste homem despudorado sobre ela, saborear aqueles mesmos lábios com que ele a arrelia, tem se dominar. Ela não é livre. Mas algumas coisas estão fora do controlo de uma senhora …


Imprensa:
Vencedor do Prémio Romance Histórico do Ano, 2008 Romantic Times
Primeiro Livro da Série A Lenda dos Quatro Soldados
«4 1/2 Estrelas! A nova série de Elizabeth Hoyt, A Lenda dos Quatro Soldados, começa com destruição e termina com amor glorioso. Ela começa cada capítulo com um trecho de uma lenda que se encaixa muito bem no enredo e cria uma história de amor diferente que vai apaixonar os leitores.»Kathe Robin, Romantic Times Bookreviews
«Hoyt... domina muito bem o seu ofício com personagens cativantes, um enredo envolvente e diálogos inteligentes.»Publishers Weekly
«Precisamente quando julgávamos que ela não podia melhorar, Elizabeth Hoyt cria uma história soberba de perigo e desejo... Esteja preparada para ficar acordada até tarde porque não vai querer largar O Sabor da Tentação.»Lettetia Elsasser, SingleTitles.com
«O Sabor da Tentação é o primeiro livro da nova série de Mrs. Hoyt, A Lenda dos Quatro Soldados, e é um começo auspicioso. Com os seus personagens bem esboçados, uma boa trama, e romance escaldante, vai com certeza satisfazer.»Sandra Brill, Romance Reviews Today


Sobre a autora:
Elizabeth Hoyt nasceu em Nova Orleães, onde a família da mãe vive há várias gerações, mas foi criada nos invernos gélidos de St. Paul, Minnesota. Quando era pequena, a família viajou muito na Grã-Bretanha, passando um verão em St. Andrews, na Escócia, e um ano em Oxford. Tem uma licenciatura em Antropologia pela Universidade de Wisconsin, Madison. Wisconsin foi também o local onde conheceu o marido, arqueólogo – numa escavação num campo de milho – e vivem no centro do Illinois, com os seus dois filhos, três cães e um jardim que ela cuida com entusiasmo. A família Hoyt gosta de fazer férias que acabem invariavelmente em sítios arqueológicos. Elizabeth adora receber comentários dos seus leitores. Pode enviar-lhe uma mensagem eletrónica para: elizabeth@elizabethhoyt.com ou escrever-lhe para: PO Box 17134, Urbana, Illinois 61803, EUA.
Visite a sua página Web em: elizabethhoyt.com para concursos, excertos de livros, e atualizações da autora.

Maria João Lopo de Carvalho eleita personalidade feminina 2011 na categoria de Literatura

Maria João Lopo de Carvalho foi eleita personalidade feminina 2011 na categoria de Literatura pelas leitoras da revista Lux.
A escritora, que este ano publicou, na Oficina do Livro, a obra Marquesa de Alorna (Oficina do Livro) e que é também co-autora da colecção juvenil "7 irmãos", publicada pela mesma editora, integra o grupo de personalidades femininas que a audiência da Lux escolheu nas diversas categorias a concurso.
O objectivo desta iniciativa é premiar o talento, a paixão e o profissionalismo das mulheres portuguesas.
Pelo oitavo ano consecutivo, o júri nomeou 39 mulheres para o Prémio Personalidade Feminina nas áreas de Música, Cinema, Teatro, Televisão Ficção, Televisão Entretenimento, Televisão Informação, Literatura, Artes Plásticas, Moda, Desporto, Política, Negócios e Solidariedade. Os leitores da Lux e os utilizadores do site Lux.pt escolheram as 13 vencedoras de 2011.

Apresentação do Livro "Uma Especialista em Nutrição no Supermercado" de Patrícia Almeida Nunes. dia 8 de Fevereiro, às 18h30, na FNAC do Chiado

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Submundo - Robert Finn [Opinião]

Título: Submundo
Autor: Robert Finn
Colecção: Contemporânea
Preço: 11.90€
Pp.: 144

A prequela do Perito…

Quando se é ladrão, é difícil conhecer a rapariga certa. E, quando isso acontece, há sempre alguma coisa a atrapalhar. Como ficar preso no Metro, apanhado no meio de um tiroteio, perseguido pela polícia e só com um assassino com poderes sobrenaturais para nos proteger. E, se se conseguir sobreviver a tudo isso, ainda é preciso convencê-la a dar o seu número de telefone.
Submundo é um policial curto, terno, tenso, que se desenrola ao ritmo de um comboio de alta velocidade.

A minha opinião:
Passado todo ele no Metro de Londres, Submundo, (que antecedeu aos livros O Perito e Ex Machina que colocaram Robert Finn num dos escritores mais reconhecidos pelos leitores de policiais), é um livro com um ritmo alucinante que prende qualquer um à sua narrativa.
A história baseia-se sobretudo em Clipper, um ladrão jovem que já está farto da vida que leva, sobretudo depois que o seu amigo e mentor desapareceu sem deixar rasto. No metro descobre uma deslumbrante mulher que o deixa a pensar na sua vida futura. Os seus caminhos cruzam-se inesperadamente quando dois falsos polícias perseguem um homem até dentro de um metro. Apesar de não serem alvo da perseguição dos dois indivíduos, esta vai levá-los a uma experiência de vida ou morte.
Apesar de deixar algumas pontas soltas, é notável todo o contexto criado à volta das personagens, faz com que desejasse ler um pouco mais do livro ou então que o autor criasse uma sequela deste. Bom.

Lançamento do livro «Os Segredos da Maleta Vermelha», de Alexandra Leal e Paula Cosme Pinto