sábado, 8 de setembro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidades Livros Horizonte

Título: A Nova Interpretação dos Sonhos
Autor: Tobie Nathan
Colecção: Horizonte da Psicologia
N.º de Páginas: 192
PVP: 18,02€

Sinopse:
Desde 1899 nenhum psicanalista fez novas propostas para os postulados de Freud sobre os métodos de interpretação dos sonhos. Hoje em dia, a maioria dos investigadores que trabalham sobre os sonhos são neurocientistas que excluem completamente qualquer noção de interpretação. O problema mantém-se, portanto, intacto – e longe de ser resolvido.
Sem medo de enfrentar os cânones, Tobie Nathan, professor de Psicologia na Universidade de Paris-VIII e autor de vários livros de sucesso, ousa uma «nova interpretação» de A Interpretação dos Sonhos de Freud, recorrendo às mais recentes investigações no campo das neurociências e integrando também as leituras das mitologias grega, africana, judia e árabe.
O pai da Etnopsiquiatria vem assim refutar o legado do pai da Psicanálise e constrói como que um guia interior para ajudar o explorador dos sonhos a devolver dignidade a esta dimensão tão crucial das nossas vidas, fornecendo as chaves que nos permitem compreender:
- como funciona um sonho;
- para que serve sonhar;
- a diferença entre um sonho e um pesadelo;
- a quem podemos contar um sonho e a quem não se deve nunca contá-lo;
- que cada sonho é único porque cada sonhador é único;
- que o sonho é um sinal de alerta.
ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE OS SONHOS:
Todos os animais de sangue quente sonham – mesmo os fetos dentro da barriga da mãe ou os pintainhos nos ovos.
Os pássaros têm sonhos de 10 a 15 segundos. As vacas sonham cerca de 15 minutos por dia. Os gatos chegam aos 200 minutos diários, tornando-se assim os campeões oníricos!
O ser humano sonha, em média, durante 100 minutos por dia.
O sono ocupa um terço da nossa vida, e por sua vez 25% desse tempo é consagrado aos sonhos. Assim, uma pessoa com 60 anos passou 5 anos da sua vida a sonhar.
Segundo o Talmud, “Um sonho não interpretado é como uma carta que não foi lida”.


Sobre o autor:
Nascido na cidade do Cairo (Egito), em 1948, Tobie Nathan passou parte da juventude em Itália, até se fixar em França, onde viria a seguir uma carreira universitária e a tornar-se um pioneiro da Etnopsiquiatria, um ramo da psiquiatria criado na década de 60 por Georges Devereux que concilia a dimensão cultural da condição psicológica com a análise dos funcionamentos psíquicos internos, e para o qual contribuem também a antropologia e a psicanálise. Tobie Nathan criou em 1979 o primeiro serviço desta especialidade em França, no Hospital Avicenne de Bobigny, e em 1993 fundou o Centro Georges Devereux, que presta apoio psicológico a famílias migrantes.
Psicólogo e psicanalista de formação, é doutorado em Psiquiatria pela Universidade Católica de Louvain (Bélgica) e em Antropologia pela Universidade de Lyon (França). É professor de Psicologia na Universidade de Paris-VIII e autor de vários livros de sucesso, nomeadamente L’influence qui guérit, Psychanalyse païenne e Psychothérapies.
Sobre A Nova Interpretação dos Sonhos diz: «Quis escrever este livro como um guia de interpretação dos sonhos, para ajudar cada um nos momentos difíceis que atravessamos.».


Imprensa:
«Quem vive sem interrogar os seus sonhos não vive inteiramente e até se põe intimamente em perigo, insiste o autor. Mais uma razão para mergulhar neste belo livro, humano e misterioso, em que as descobertas mais recentes da neurofisiologia andam lado a lado com as culturas divinatórias sofisticadas do Benin ou a sabedoria do Zohar.» Le Nouvel Observateur
«É preciso a coragem de um Tobie Nathan para publicar um livro intitulado A Nova Interpretação dos Sonhos. A força deste livro é certa, e também a sua poesia.» Sciences et Avenir
«Um texto rico mas acessível, que mergulha nas tradições e nos mitos, repleto de exemplos tirados da sua experiência clínica de quarenta anos junto de pacientes do mundo inteiro. Um livro pedagógico, a pôr nas mãos de todos aqueles que não querem passar ao lado dos próprios sonhos.»


«Com A Nova Interpretação dos Sonhos, Tobie Nathan abre perspetivas inéditas e fascinantes.» L’Hebdo
«Uma viagem sábia e inspirada.» Le Temps
«Nesta síntese original e sugestiva – sem dúvida a melhor obra do autor desde o sucesso de L’influence qui guérit – não encontraremos evidentemente a chave universal dos sonhos mas um olhar panorâmico sobre o sonho “filosófico”, rico em estratégias de vida. Se um outro mundo é possível, é porque de alguma maneira acreditamos nos nossos sonhos e nas suas mensagens escondidas. Para melhor ficar de pé durante o dia, é preciso conhecer a arte de se deitar à noite.» Le Canard Enchaîné




Título: A Imprensa Portuense e os Desafios da Modernização
Autor:
Helena Lima
Coleção: Media e Jornalismo
Nº Páginas: 184
P.V.P.: 16,96 €


Sinopse: 
Que transformações sofreram O Comércio do Porto, O Primeiro de Janeiro e o Jornal de Notícias, os três matutinos portuenses amplamente afirmados como títulos generalistas de implantação nacional e não apenas regional? A autora desta obra, Helena Lima, doutora e mestre em História Contemporânea, propõe uma análise da história, evolução e presente situação do caso específico da imprensa portuense, baseando-se numa investigação cuidada e exaustiva, enriquecida pelos depoimentos de variadíssimos profissionais da área.

Sobre a coleção:

A Imprensa Portuense e os Desafios da Modernização, de Helena Lima, é o 47º volume da coleção Media e Jornalismo, uma coleção de referência indispensável nas prateleiras de todo os profissionais e estudantes da área de Comunicação Social / Ciências da Comunicação, editada pela Livros Horizonte com o apoio do Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ) e o patrocínio do Gabinete para os Meios de Comunicação Social.

Sobre a autora: 

Tendo iniciado a sua carreira de docente na Escola Superior de Jornalismo do Porto, atualmente Helena Lima é Professora Auxiliar do Departamento de Jornalismo e Ciências da Comunicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, para além de integrar o Centro de Investigação Media e Jornalismo. É doutora e mestre em História Contemporânea e a presente obra corresponde a parte da sua tese de doutoramento. 

Título: Uma ida à pesca diferente…
Texto / Ilustrações:
Satoshi Itaya
Coleção: Álbuns
Nº Páginas: 32
P.V.P.: 12,51 €


O senhor Bode e o senhor Toupeira levam o ratinho Alfredo pela primeira vez à pesca. O primeiro é um pescador descontraído, o segundo muito mais impaciente. Mas é quando chega a senhora Quiproquó, que é tão prestável e alegre quanto desajeitada, que as peripécias se começam a suceder. A estreia de Alfredo como pescador acaba por ser mais atribulada do que o previsto… mas por isso mesmo ainda mais memorável!
Uma original história de amizade que mostra o quanto o inesperado se pode revelar divertido.
Satoshi Itaya é um autor e ilustrador japonês que já por duas vezes foi distinguido com o Prémio Bologna Ragazzi na Feira do Livro de Bolonha. Este é o seu primeiro livro a a chegar a Portugal e em breve seguir-se-á outro título da mesma série, intitulado Afinal, do que é que a senhora Quiproquó anda à procura?.

Novidades Contraponto para Setembro

Título: Fun Home – Uma Família Tragicómica
Autor: Alison Bechdel
N.º de Páginas: 240 
PVP: € 16,60
Lançamento: 7 de setembro

Vencedor do Eisner Award e do Lambda Book Award

Livro do Ano do New York Times, do Los Angeles Times, do San Francisco Chronicle, da Publishers Weekly, da Salon.com, da Amazon.com, do Guardian e do London Times

Best-seller internacional e obra pioneira, Fun Home descreve a relação frágil que Alison Bechdel manteve com o pai ao longo da sua infância e adolescência. Na sua narrativa, a história íntima e pessoal de uma família transforma-se numa obre cheia de subtileza e poder.

Exigente e distante, Bruce Bechdel era professor de Inglês e dirigia uma casa funerária – a que Alison e a família chamavam, numa pequena piada privada, a «Fun Home». Só quando estava na universidade é que Alison, que recentemente admitira aos pais que era lésbica, descobriu que o pai era gay. Umas semanas depois desta revelação, Bruce morreu, num suposto acidente, deixando à filha um legado de mistério, complexos e solidão.

Imprensa:

«Inteligente, destemido e cheio de humor negro. Uma obra-prima sobre duas pessoas que vivem na mesma casa, mas em mundos diferentes.» Time
«Uma magnífica obra literária.» Welt am Sonntag

«Uma narrativa gráfica de invulgar riqueza, profundidade, qualidade literária e complexidade psicológica.» Kirkus Reviews

«Trabalho de luto e de identidade, questionamento das formas e do si, Fun Home é uma banda desenhada verdadeiramente adulta em todos os sentidos da palavra. É também um projeto que nos abre os olhos e faz entender que o horizonte é bem maior do que o que gostaríamos que fosse.» Pedro Moura, blogue Ler BD

«Uma obra pioneira, que desbrava o caminho para dois géneros literários: os comics e as memórias. O traço tem o pormenor e a mestria técnica de R. Crumb e o texto tem uma seriedade e uma complexidade emocional muito próprias. Finalmente, uma BD para amantes de boa literatura.» The New York Times Book Review

«Uma das melhores memórias da década.» New York Magazine

«Uma obra-prima.» Village Voice

«Uma espécie de radiografia emocional da vida familiar, escrita com honestidade implacável, mas também com humor e compaixão.» Elle



Título: Monters High – Os Zombies ao Lado
Autor: Lisi Harrison

N.º de Páginas: 216
PVP: € 15,50
Lançamento: 7 de setembro

O FREAK é o novo CHIC.

Um livro eletrizante!

CLEOPATRA DE NILE

- Nova cobra de estimação
- Mantém Deuce, o tipo mais giro da escola, colado a ela
- Vestido justo Hervé Leger e plataformas douradas com tiras

Cleo está furiosa com Frankie e Melody: não param de lhe roubar o protagonismo e estão a passar a sua reportagem de moda para segundo plano, com um filme em que os DAR vão ser os protagonistas.


FRANKIE STEIN

Frankie deixou-se levar por Brett uma vez e jura a si mesma que isso não vai voltar a acontecer. A verdade é que não tem outra opção, pois Bekka continua agarrada ao ex como película aderente. Contudo, quando Brett surge com um plano que podia ajudar os DAR a obterem a liberdade, as faíscas entre os dois soltam-se e Bekka não olha a meios para apagar as chamas... mesmo que isso implique destruir toda a comunidade de monstros.

MELODY CARVER

O relógio não para... Melody tem um prazo limitado para salvar o namorado, Jackson, de ser denunciado por Bekka, desejosa de vingança. No entanto, Cleo está a dificultar as coisas aos DAR... um grupo com o qual Melody suspeita ter mais em comum do que alguma vez pensara.

Ser normal está
out.

Sobre a autora:

Reconhecida autora de romances juvenis, Lisi Harrison nasceu no Canadá e trabalhou durante doze anos na MTV como guionista; desde então dedica-se exclusivamente à escrita literária e vive em Laguna Beach, na Califórnia.


Título: O Mundo Depois do Fim
Autor: Tom Perrotta

N.º de Páginas: 320
PVP:  € 16,60
Lançamento: 21 de setembro

Um dos Livros do Ano do New York Times, do Washington Post e da Amazon.com


O que se faz quando se sobrevive ao fim do mundo?

E se o apocalipse não fosse como pensamos mas algo mais estranho, mais inexplicável, com o desaparecimento de milhões de pessoas em todo o mundo? Velhos, jovens, homens, mulheres, santos, pecadores, todo o tipo de pessoas… simplesmente desaparecidas, de um momento para o outro. Como poderão aqueles que ficaram reconstruir as suas vidas?
É esta a questão que têm de enfrentar os cidadãos de Mapleton, uma comunidade suburbana outrora tranquila que perdeu mais de uma centena de pessoas no dia que ficou conhecido como a Partida Súbita. Kevin Garvey, o presidente da câmara, tenta renovar a esperança e dar algum alento aos habitantes da cidade, mas a sua própria família está a desintegrar-se. A mulher, Laurie, deixou o marido e os filhos para se juntar a uma seita chamada Remanescentes Culpados, cujos membros fazem um voto de silêncio mas vagueiam pelas ruas deixando mensagens sobre o juízo divino. O filho, Tom, desistiu da universidade para se juntar a uma outra seita, liderada pelo «Santo Wayne», um suposto profeta que afirma ser capaz de curar a dor dos que perderam aqueles que amavam. Jill, a filha adolescente, é a única família que resta a Kevin, mas o peso da tragédia comunitária fez com que ela se afastasse cada vez mais.
Tom Perrotta oferece em O Mundo Depois do Fim uma alegoria da sociedade contemporânea, marcada pela perda sem sentido e pelo medo de um futuro cada vez mais imprevisível. Uma distopia inteligente, perspicaz e memorável.

Imprensa:

«Poucos autores conseguem descrever a frustração, o ennui e a escuridão que assombram o coração da América como Tom Perrotta.» Vogue
«Um livro incrivelmente perspicaz, comovente e cheio de humor.» The Times

«O melhor livro sobre o apocalipse desde a Bíblia.» Entertainment Weekly

«O romance mais maduro e cativante de Perrotta, que se está a afirmar cada vez mais como um destemido cronista dos nossos temores e desejos mais profundos.» The Washington Post

«O livro mais ambicioso de sempre de Perrotta, que parte de uma premissa tão simples quanto arrebatadora.» Kirkus Reviews

«O Mundo Depois do Fim é um livro mordaz, cativante e perspicaz, cheio de alegria, ternura e esperança.» Marie Claire

«Perrotta apresenta uma distopia perturbante sobre pessoas normais em circunstâncias altamente invulgares, sobre o poder da família de causar dor (e de a curar) e sobre a facilidade com que a fé pode resultar em fanatismo. O Mundo Depois do Fim é, muito simplesmente, o melhor episódio de A Quinta Dimensão que você nunca vai ver. Se lermos este livro como uma metáfora da divisão social e política da sociedade norte-americana na sequência do 11 de Setembro, veremos que apresenta um diagnóstico assustadoramente exato.» Stephen King

«Tom Perrotta é o Chekov americano, cujas personagens, mesmo nos seus momentos mais ridículos, parecem abençoadas e enobrecidas por uma luminosa aura humana.» The New York Times Book Review

«Tom Perrotta é um cronista franco e subtil da América moderna. Toda a sua obra é caracterizada por um forte e cativante realismo.» The New York Times

«Perrotta tem um dom muito raro: a capacidade de combinar a sátira com a compaixão.» Seattle Times

«Tom Perrotta é como um Nick Hornby americano.» Newsweek

«Os romances de Perrotta são puro prazer.» San Francisco Chronicle

«O maior especialista dos nossos dias a explorar a inquietação subjacente à plácida superfície das comunidades suburbanas.» Publishers Weekly


Sobre o autor:

Tom Perrotta é autor de vários romances, incluindo Joe College e Abstinência (Contraponto, 2010). Os seus romances Election e Pecados Íntimos (Bico de Pena, 2007) foram adaptados com muito sucesso ao cinema. Vive em Belmont, no Massachusetts, com a mulher e dois filhos.



sexta-feira, 7 de setembro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Livros Malditos e outras novidades da editora Clube do Autor

Título: O Segredo dos Pássaros
Autor:
Vitor Serpa
PVP: 16,00 € 

N.º de Páginas: 336

Vítor Serpa, jornalista e atual diretor do jornal A Bola esclarece nas primeiras páginas do seu novo romance que O Segredo dos Pássaros, apesar de ser no essencial uma história de ficção, até pelo trabalho de investigação realizado contém muitos factos e documentos históricos reais. Tal como reais são os nomes de muitas das personagens, quer sejam portuguesas, quer sejam estrangeiras.


Tudo se passa no Alentejo profundo, mais concretamente nas Minas de S. Domingos. E tudo não é apenas a história de uma paixão condenada nem a saga de uma viagem sem regresso, é também o retrato de um país “orgulhosamente só”, enquanto o mundo estava em guerra e Salazar conduzia Portugal nas curvas apertadas de uma diplomacia hábil e desafiante.


No livro constam excertos de discursos de António de Oliveira Salazar, notas da Mason and Barry, Limited., companhia exploradora da Mina de S. Domingos, e notas oficiais do governo português. E também a morte de Leslie Howard, quando regressava a Inglaterra depois de uma missão a Portugal e a Espanha, é relembrada nesta história de espiões, intrigas políticas e ambições pessoais.

Sobre o autor:
Vítor Serpa nasceu em Lisboa em Dezembro de 1951. Chegou a frequentar o curso de Medicina da Faculdade de Medicina de Lisboa, mas cedo se sentiu atraído pelo jornalismo. Em finais dos anos 60, entrou como colaborador para o Diário Popular. Em 1974, foi convidado para integrar os quadros profissionais do jornal A Bola. Foi redator, subchefe de redação, chefe de redação e nomeado diretor em 1992, cargo que mantém, sendo ainda diretor-geral do site Bola on-line e do canal Bola TV. Foi o primeiro jornalista desportivo a integrar uma direção do sindicato dos jornalistas, na presidência de Carlos Cáceres Monteiro.
Foi professor convidado em cursos universitários de jornalismo. É coautor de livros de jornalismo e de desporto. Publicou, em 2008, o seu primeiro livro de contos, Salão Portugal, e, dois anos depois, faz a sua primeira incursão no romance: Tanta Gente em Mim. Chega, agora, ao Clube do Autor com um novo livro de ficção.

Sobre os seus Livros:
«Um livro em que um escritor se apresenta e se revela.» Manuel Alegre, sobre Salão Portugal

«Tem um ritmo narrativo e literário muito próprio e envolvente com uma marca de autor.»
Miguel Sousa Tavares, sobre Tanta Gente em Mim


Título: Ninguém disse que isto ia ser fácil
Autor:
Paulo Farinha
PVP: 14,00 € 

N.º de Páginas: 228

Zero de preconceitos: Paulo Farinha está mais do que à vontade a escrever sobre as relações humanas, tanto é que assina há dois anos uma crónica na revista Notícias Magazine dedicada ao tema. Não é de estranhar, portanto, que se estreie nos livros a escrever sobre tudo o que é possível existir numa relação a dois: o amor, o ciúme, a paixão, o sexo, as traições, as conquistas, as dúvidas, o namoro, o casamento, a gestão da vida em comum e isso de manter a chama acesa ou ter a coragem para a apagar de uma vez por todas. Mas não só. Aqui cabem também muitas histórias que se passam antes, durante ou depois das relações a dois – e “qualquer semelhança com a realidade não é coincidência coisíssima nenhuma”, diz o autor.


Estas podem ser as nossas próprias histórias, ou de alguém com quem partilhamos a mesa, a cama e a vida. Talvez não se revejam em tudo isto, talvez se revejam em alguma coisa, talvez não se revejam em nada. Talvez já tenham ouvido falar fulano, que conhece beltrano, que veio a saber que alguém viveu uma situação parecida. Seja qual for o vosso caso, alguma coisa soará familiar, escreve Paulo Farinha.


Paulo Farinha parece um fotógrafo que empunha palavras e não película e se oferece, com volúpia, o mundo em que vivemos. (...) Para alguém da minha geração, o melhor elogio devido ao livro do Paulo é que cada texto pode servir de ponto de partida à reflexão que nos aproxima da lucidez. Não uma lucidez etérea, auto -suficiente, a roçar o snobismo intelectual, mas a que nos permite sacudir o jugo que uma sociedade capitalista de consumo nos vem tentando impor – transformar-nos em consumidores acéfalos, que têm mas não são, reagem mas não agem, vivem mas não têm vidas próprias, ouvem mas não escutam, olham mas não vêem, pedem mas não oferecem, desejam mas não amam. Razão mais do que suficiente para lhe agradecer. Júlio Machado Vaz, in Prefácio


Cláudia, Gonçalo, António, Andreia, Sandra, Octávio e Marta são os personagens que vivem as situações reais em que o autor se baseou. São deles as histórias de Ninguém Disse que Isto ia Ser Fácil, escritas com sentido de humor e focadas nas diferenças entre homens e mulheres e nos clichés de género – as mesmas histórias, atuais e pertinentes, que deixam o leitor a pensar nas suas próprias relações e em como é possível sobreviver neste mundo tecnológico, construir uma relação estável e tentar ser feliz.


Sobre o autor:

Paulo Farinha nasceu em Lisboa, em 1975. Jornalista, licenciado em Ciências da Comunicação, com uma pós-graduação em Jornalismo Internacional, é atualmente editor executivo da revista Notícias Magazine, suplemento do Jornal de Notícias e do Diário de Notícias.
Antes disso foi editor executivo das revistas Volta ao Mundo e Evasões, coordenador editorial e editor da revista National Geographic Portugal, entre outros. Colaborou também com a TSF e a Grande Reportagem. Assina, desde junho de 2010, as crónicas «Isto não é o que Parece», publicadas na Notícias Magazine.







Título: O Mercador de Livros Malditos
Autor:
Marcello Simoni
PVP: 17,80 € 

N.º de Páginas: 384 

Prémio Bancarella 2012
Prémio Literário Emilio Salgari
Seleção Prémio Fiesole 2012

Não é comum um livro reunir o consenso da crítica e dos leitores, mas O Mercador de Livros Malditos, o primeiro romance do italiano Marcello Simoni, conquistou uns e outros. Mais: ambos afirmam que se trata de uma das mais interessantes estreias dos últimos anos.
O Mercador de Livros Malditos é uma história envolvente, marcada por intrigas, segredos ocultos durante séculos e mistérios que vão para lá do conhecimento de sábios e de alquimistas.
Ao longo das suas páginas o leitor viaja por Itália, França e Espanha no rasto do Uter Ventorum, um livro raro, desmembrado em quatro partes e protegido por intrincados enigmas que, uma vez resolvidos, permitem evocar os anjos e a sua divina sabedoria.
Armaros ensinou-lhes os feitiços; Temel, a astrologia; Kobabel, a leitura dos astros;
Amezarak, as virtudes das raízes. Pag. 132
E leva-o a questionar-se o que há de verdade, lenda, mitologia e superstição nas diferentes teorias sobre os anjos, a ousar possuir as suas capacidades, a procurar resolver as mensagens codificadas que completam o livro sagrado, a mergulhar em pleno ano de 1218 e a querer dividir com Ignazio de Toledo esta fantástica aventura medieval.

Vencedor da última edição do Prémio Bancarella e do Prémio Literário Emilio Salgari, importantes galardões da literatura italiana, O Mercador de Livros Malditos esteve 24 semanas consecutivas em primeiro lugar no top de vendas em Itália, e em Espanha vai já na 5ª edição. Além de Portugal, também a Alemanha, a Finlândia, a Polónia, a Grécia, o Brasil, Israel e a Sérvia se preparam para lançar o livro.

Sobre o autor:
Marcello Simoni nasceu em Comacchio (Ferrara), onde vive e trabalha como bibliotecário. Apaixonado por História e Arqueologia, é autor de diversos ensaios históricos e de alguns contos. O Mercador de Livros Malditos é o seu primeiro romance.  

A Relíquia - Douglas Preston e Lincoln Child [Opinião]

Título: A Relíquia
Autores: Douglas Preston e Lincoln Child
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 352
Editor: Saída de Emergência
 

Sinopse:

Quando uma equipa de arqueólogos é selvaticamente massacrada na bacia do Amazonas, tudo o que resta da expedição são algumas caixas contendo amostras de plantas e a estátua de um deus misterioso.Viajando de barco em barco e de porto para porto, as caixas acabam por chegar ao Museu de História Natural de Nova Iorque, apenas para serem fechadas numa cave e esquecidas.
Mas o coração negro da Amazónia nunca esquece. Algum tempo depois, quando o museu decide expor a arrepiante estátua, alguém ou algo começa a vaguear pelos corredores e galerias poeirentas do museu. E é então que se dão as mortes brutais. Mas quem será o responsável? Um louco... ou algo muito mais inexplicável?
A Relíquia é um romance arrepiante onde se entrelaça o dia a dia de um enorme museu com factos científicos, personagens poderosas e um enredo que arrebata o leitor da primeira página até à reviravolta final.

A minha opinião:


Estava curiosa para ler um livro de Douglas Preston desde O Monstro de Florença, já que nunca tinha lido do autor enquanto ficção. Não posso dizer que fiquei vidrada no livro até porque thriller's que envolvam “monstros” não é bem das coisas que mais aprecie. No entanto, o facto de se passar num museu e estar relacionado com diversas mortes ocorridas na Amazónia, a curiosidade levou a melhor.

O desaparecimento do antropólogo Whittlesey, assim como de todos os membros da expedição à Amazónia há alguns anos atrás é o mote para a história deste livro, até porque, apesar de mortos e de ter sido uma expedição falhada, o Museu de História Natural está prestes a realizar uma Exposição sobre Superstições sendo o ex-libris da mesma uma estátua enviada por Whittlesey pouco antes do seu desaparecimento: estatueta do Mbwun.

O problema é que a partir do momento em que a estátua é posta a descoberto começam os assassinatos brutais e o mistério começa a adensar-se.

É aqui que entra o inspector Pendergast, que vai dar continuidade a algumas das investigações dos próximos livros da dupla.

Sem achar particularmente brilhante, fiquei rendida ao final que achei surpreendente. Por isso mesmo vou estar atenta aos livros de Douglas Preston e Lincoln Child de quem se diz maravilhas.
quinta-feira, 6 de setembro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Esfera dos Livros publica "A Rainha Adúltera" de Marsilio Cassotti

A Esfera dos livros edita a 4 de Outubro a próxima obra de Marsilio Cassotti. A Rainha Adúltera. Crónica de uma Difamação Anunciada. Joana de Portugal e o enigma da Excelente Senhora, a primeira biografia histórica dedicada a uma princesa portuguesa, rainha em Espanha, que tem sido injustamente condenada e esquecida pela história.

Depois de uma extensa e rigorosa pesquisa de documentos portugueses, espanhóis e italianos iniciada à doze anos, Marsilio Cassotti reconstrói a tragédia de Joana de Portugal e da sua filha, a Excelente Senhora e desvenda a estratégia de Portugal para dominar Castela e conseguir a União Ibérica. Uma obra que fala da sexualidade, reprodução e ginecologia das rainhas do séc. XV, das intrigas amorosas das donzelas portuguesas na corte de Castela e da luta de uma mulher para defender os direitos da sua filha.



Uma história com todos os ingredientes para dar um bom filme ou uma boa série de televisão. E, foi isso precisamente que a TVE fez. No dia 10 de Setembro estreia na televisão espanhola uma série sobre a juventude de Isabel, a Católica onde se questiona a moralidade da sua cunhada e irmã de Afonso V, D. Joana de Portugal, personagem co-protagonista da série.


Marsilio Cassotti vem a Lisboa nos dias 10 e 11 de Outubro falar sobre esta obra. 

Guerra & Paz publica A Terra Vista da Terra - Volta ao Mundo sem Tirar os Pés do Chão

Título: A Terra Vista da Terra - Volta ao Mundo sem Tirar os Pés do Chão
Autor: Seth Stevenson
Género: Não Ficção - Viagens
PVP: 16,90€
Data de publicação: 7 de Setembro

Viajar pelo ar está fora de questão nesta aventura de Seth Stevenson. Este é o livro que nos faz regressar a uma época mais romântica, em que viajar significava apanhar o próximo autocarro numa remota estação rodoviária, correr por um atalho para não perder o comboio ou trocar um pneu furado no meio do nada.

«A Terra Vista da Terra» é o diário de uma viagem absolutamente surpreendente, com aventuras inesperadas, comoventes e hilariantes. Seth, autor de crónicas da prestigiada revista Slate, desafiou a namorada, Rebecca, a deixar a vida confortável da cidade e circum-navegar o planeta sem levantar voo. Viajaram de comboio, de cruzeiro e de cargueiro. Visitaram a Austrália de carro, o Vietnam de bicicleta e a Rússia pelos carris intermináveis do Transiberiano.


Sobre a autora:
Seth Stevenson é cronista na revista Slate, onde escreve sobre viagens. Premiado várias vezes pela Society of American Travel Writers, ganhou, em 2005, o Online Journalism Award. Escreve também para outras publicações, tais como os jornais New York Times, Wall Street Journal e Washington Post, ou as revistas New York Magazine, Newsweek e Rolling Stone. Vive em Nova Iorque.
 

«A Dona de Casa Perfeita», o guia prático e indispensável de Mónica Duarte

Título: A Dona de Casa Perfeita - Limpar, Organizar e Poupar
Autora: Mónica Duarte
Género: Não Ficção - Vida prática
PVP: 14,99€
Data de publicação: 7 de Setembro

«A Dona de Casa Perfeita» é o título do Clube do Livro SIC de Setembro e chega às livrarias no dia 7.O lançamento acontece este sábado, dia 8, às 11h, no Contiinente do Colombo.


Chegou o livro de Mónica Duarte, autora do site de organização doméstica mais lido em Portugal. Este é o guia indispensável para as mulheres que querem gerir melhor o tempo, entre o trabalho e as tarefas domésticas.
Dividido em 14 temas, com mais de 200 tópicos, com este livro pode aprender a limpar, organizar e poupar.
Em «A Dona de Casa Perfeita», Mónica Duarte deixa algumas dicas de como fazer um orçamento familiar, aproveitar sobras de comida, aproveitar as promoções, reciclar objectos, organizar a despensa, tirar nódoas e muito, muito mais.

«"O que ensinas não vem nos livros!", era o que me diziam muitas das minhas leitoras (e alguns leitores também) até há pouco tempo. Pois bem, agora as minhas dicas, sugestões, listas e soluções estão aqui, neste livro.»




Sobre a autora:
Mónica Duarte nasceu em Lisboa, em 1973. A mais nova de cinco filhos, organizada e metódica desde tenra idade, Mónica nunca se separou da sua agenda, elemento essencial na sua vida.
Quando não está a trabalhar, Mónica está em frente ao computador a actualizar a página online que fez nascer este seu primeiro livro, organizaracasa.com , o site d’A Dona de Casa Perfeita.
quarta-feira, 5 de setembro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora lança Blues Mestiço, de Esi Edugyan, foi um dos finalistas do Man Booker Prize

Título: Um Blues Mestiço
Autor:
Esi Edugyan
Tradutor: Tânia Ganho
Págs: 336
PVP: 16,60 €


Em 2011, Um Blues Mestiço, de Esi Edugyan, foi finalista do Man Booker Prize e vencedor do mais importante galardão do Canadá, o Scotiabank Giller Prize, entre muitos outros prémios literários. No dia 13 de setembro, este romance chega finalmente a Portugal.
Entre os grandes salões de Paris e os bares clandestinos de Berlim, a Segunda Guerra Mundial e a década de 90, são muitos os cenários, histórias e emoções que completam Um Blues Mestiço, um livro sobre amizade e traição no seio de uma banda de jazz - género considerado subversivo durante a ocupação nazi.


Sobre o livro:
Paris, 1940. Em plena ocupação alemã, Hieronymous Falk, um jovem e brilhante trompetista de jazz, é detido num café, desaparecendo completamente de circulação. Tinha apenas vinte anos, era cidadão alemão e... negro.
Cinquenta anos depois, Sid, antigo companheiro de banda e única testemunha desse fatídico acontecimento, ainda se recusa a falar do assunto. No entanto, quando Chip, outro ex-companheiro, lhe mostra uma misteriosa carta que recebeu de Hieronymous, vivo e de boa saúde, Sid enceta uma dolorosa viagem ao passado. Da agitação dos bares clandestinos da Berlim do início da Segunda Guerra aos salões de Paris, irá reviver a paixão pela música, a camaradagem e a luta diária de então, mas também as invejas, as traições em nome da arte e o sentimento de culpa…
Um romance extraordinário sobre o mundo do jazz, mas também sobre os limites da amizade, o racismo e a fragilidade dos que vivem à margem.


Sobre a autora:
Esi Edugyan é uma escritora canadiana, filha de imigrantes do Gana. É licenciada pela University of Victoria e a Johns Hopkins University, e mestre em Escrita Criativa. Os seus trabalhos foram publicados em diversas antologias, entre elas a Best New American Voices 2003, coordenada por Joyce Carol Oates. O seu primeiro romance, escrito com apenas 25 anos, The Second Life of SamuelTyne, foi publicado em vários países. Um Blues Mestiço foi finalista do Man Booker Prize 2011 e vencedor do Giller Prize 2011.
Página da autora: www.esiedugyan.com


Imprensa:
Um murro no estômago… uma escrita perfeita, personagens credíveis e um retrato de época bastante convincente. The Guardian 

Uma história arrebatadora sobre lealdade e traição… The Times
Assertivo, intenso e cativante… Uma evocação notável de uma época e dos seus lugares. Time Out London
Hipnotizante… Edugyan tem um dom especial para os diálogos e para retratar as complexidades do ser humano e os seus sentimentos… amor, inveja… um romance extraordinário. Morning Star
Um romance brilhante e original… carregado de tensão e humor. Independent on Sunday
Extraordinário no retrato de época, no jargão dos músicos de jazz e nas típicas piadas masculinas. Independent

Novidades Presença para a 1.ª quinzena de Setembro

Título: 21.12
Autor: Dustin Thomason
P.V.P.: 16,11 €
Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 532
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4872-0
Nº de Páginas: 352
 
Sinopse: Um caçador de tesouros descobre um códice precioso, preservado durante séculos nas ruínas de uma cidade maia e leva-o consigo para os Estados Unidos. Entretanto a curadora de um museu, perita em inscrições maias, e um médico que está a cuidar de um desconhecido que sofre de uma doença misteriosa, chegam à conclusão de que podem estar a lidar com uma pandemia precursora da catástrofe anunciada numa antiga profecia e que, segundo o rigoroso Calendário Maia, poderá ocorrer no dia 21 de dezembro de 2012, uma data demasiado próxima dos acontecimentos narrados neste thriller...
 
Título: Desordem Financeira na Europa e nos EUA
Autor: George Soros
P.V.P.: 12,51 €
Coleção: Sociedade Global
Nº na Coleção: 51
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4853-9
Nº de Páginas: 152
 
Sinopse: George Soros, multimilionário e investidor com vasta experiência explica, nas páginas de Desordem Financeira na Europa e nos EUA, as raízes da crise económica atual que atinge particularmente a Europa. O autor apresenta uma fundamentação original e diversa dos habituais lugares-comuns, focando três momentos que se sucederam e implicaram: a explosão da bolha imobiliária nos EUA, com a consequente introdução de derivativos «tóxicos» no mercado financeiro internacional que contaminaram outros países, sobretudo na zona euro. O capítulo final deste livro é inteiramente dedicado às questões da crise europeia, no seu contexto específico, sugerindo medidas urgentes a fim de evitar a implosão do euro.
Desordem Financeira na Europa e nos EUA é uma obra de leitura acessível e escrita com grande clareza, destinada e todo o tipo de leitores e que interessa muito especialmente ao público português.
 
Título: Os anos devastadores do Eduquês
Autor: Guilherme Valente
P.V.P.: 9,00 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 21
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4866-9
Nº de Páginas: 320
 
Sinopse: Um dos maiores problemas que Portugal enfrenta no presente é o da qualidade do seu sistema de ensino. Sob a capa de um pretenso igualitarismo baseado numa forma de pensamento único, infiltrou-se a todos os níveis das várias instâncias implicadas no ensino, aprisionando-as numa estrutura totalitária. Guilherme Valente que, como editor da Gradiva, sempre se pautou pela diversidade e inovação, foi uma das primeiras vozes a denunciar os perigos da ideologia que se instalou nesta área fundamental para a formação da cidadania. Nas páginas de Os Anos Devastadores do Eduquês, o leitor encontrará a maior parte das suas intervenções públicas.
 
Título: O Livro das Decisões
Autores: Mikael Krogerus e Roman Tschappeler
P.V.P.: 12,16 €
Editora:
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7041-6
Nº de Páginas: 184
 
Sinopse: O Livro das Decisões junta, num único volume, os melhores cinquenta modelos de decisão utilizados pelos grandes gurus, universidades, empresas e público em geral.
É um bestseller internacional, e ajuda a resolver desde as questões mais importantes do dia a dia às decisões mais importantes a nível profissional, com o auxilio dos mais conceituados modelos de decisão no campo da gestão. Neste livro encontram-se desde os modelos e matrizes mais conhecidos, como a SWOT ou a BCG, até aos modelos menos conhecidos, como o do Queijo Suíço ou o Cisne Negro.
Elegante e compacto, este livro é um trunfo poderoso que irá ajudar o leitor não só a tornar as decisões mais simples e mais eficientes como também ajuda a si próprio. 


Título: Todos os dias com a Bimby - Agenda 2013
P.V.P.: 15,75 €
Editora:
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7051-5
Nº de Páginas: 224
 
Sinopse: Viver cada dia intensamente é o nosso desejo, e para o ajudar a planear todos os acontecimentos da sua vida criámos esta agenda cheia de recantos sugestivos.

Inverno, primavera, verão e outono. A cada estação o seu encanto. Assim se repartem os dias neste espaço de inspiração, conselhos e anotações para um ano bem planeado e cheio de sabor.
Ao longo de cada mês encontrará diversas receitas de refrescos, sumos, batidos, licores e muitas outras bebidas que serão o par perfeito para cada pequeno-almoço de domingo... muitos jantares de verão entre amigos... e todos os dias simples, mas sempre deliciosos, do seu ano.

Além do calendário, da organização de tarefas, das dicas, Todos os Dias com a Bimby oferece conselhos sobre uma alimentação saudável, formas de rentabilizar o nosso jardim em casa, ou mesmo, como realizar alguns remédios caseiros.

Título: O meu ano com a Bimby - Agenda Perpétua
P.V.P.: 17,96 €
Relançamento
Editora:
Data 1ª Edição: 04/11/2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7020-1
Nº de Páginas: 236
 
Sinopse: Mais de 50 receitas, doze das quais inéditas, e muitas ideias para viver um ano cheio de planos e concretizações, sempre com a cumplicidade da «cozinha mais pequena do mundo».
Com uma vertente prática, ótima para organizar afazeres, anotar ideias ou planear compromissos, O Meu Ano Com a Bimby é o livro ideal para guardar e mais tarde recordar as memórias da sua cozinha, os jantares mais animados, as receitas com maior sucesso, as conversas e risotas partilhadas à volta da mesa.

Título: Estegossauro - o dinossauro mais simpático
Autor: Anna Obiols e Joan Subirana
P.V.P.: 6,21 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 156
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4787-7
Nº de Páginas: 42
 
Sinopse: A personagem principal desta série é um rapaz. Neste livro, ele fala-te do Estegossauro, um dinossauro que faz lembrar um dragão, mas que é um grande companheiro de brincadeiras e até gosta de ajudar os adultos. No final da história ficamos a saber que esse dinossauro é um pequeno brinquedo de peluche que dorme com ele todas as noites.
Uma história que estimula a imaginação do pequeno leitor, descrevendo as características deste dinossauro.

Título: Braquiossauro - o maior de todos os dinossauros
Autor: Anna Obiols e Joan Subirana
P.V.P.: 6,21 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 157
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4786-0
Nº de Páginas: 42
 
Sinopse: A personagem principal desta série é um rapaz. Neste livro, ele apresenta-te o Braquiossauro, um dinossauro mais alto que um arranha-céus e com uma cauda tão longa que parece um escorrega. No final da história ficamos a saber que esse dinossauro é um pequeno brinquedo de peluche.
Uma história que estimula a imaginação do pequeno leitor, descrevendo as características deste dinossauro.
 
Título: Em casa do Vasco
Autor: Maria Teresa Maia Gonzalez
P.V.P.: 8,09 €
Nº na Coleção: 13
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4875-1
Nº de Páginas: 128
 
Sinopse: Vasco e Ana Luísa são ambos filhos de casais divorciados e acabam por se conhecer quando o pai de um casa em segundas núpcias com a mãe do outro. Estão a passar por uma situação muito semelhante, pois sentem-se relegados para segundo plano nas atenções dos pais, que se concentram nos seus novos casamentos. Será na bonita amizade que nasce entre eles que conseguirão descobrir forças para ultrapassarem com sucesso esta fase mais complicada das suas vidas.


Título: Senhor Comilão
Autor: Roger Hargreaves
P.V.P.: 2,69 €
Nº na Coleção: 19
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4744-0
Nº de Páginas: 36
 
Sinopse: Porque é que achas que alguém se há de chamar Senhor Comilão? Adivinhaste! Ele gostava tanto de comer que sentia sempre fome. E, assim, foi ficando cada vez mais gordo. Mas um dia alguém pensou que ele precisava de uma lição... «Senhoras e Senhores» é uma coleção que poderá dirigir-se tanto a crianças a partir dos quatro anos, como a adultos, que procurem um gift book, simbólico e humorístico, que retrate pessoas ou situações do quotidiano em traços gerais e caricaturados. 

Título: Senhora Prestável
Autor: Roger Hargreaves
P.V.P.: 2,69 €
Nº na Coleção: 20
Data 1ª Edição: 04/09/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4749-5
Nº de Páginas: 32
 
Sinopse: A Senhora Prestável tinha um excelente coração e estava sempre pronta para ajudar os outros. O seu único problema era que não se detinha a pensar qual seria a altura mais oportuna de o fazer. E na verdade também era um pouco desajeitada... Vê o que aconteceu!

«Senhoras e Senhores» é uma coleção que poderá dirigir-se tanto a crianças a partir dos quatro anos, como a adultos, que procurem um
gift book, simbólico e humorístico, que retrate pessoas ou situações do quotidiano em traços gerais e caricaturados.

terça-feira, 4 de setembro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Europa-América publica O Ritual da Sombra de Eric Giacometti, Jacques Ravenne

Título: O Ritual da Sombra
Autores:
Eric Giacometti, Jacques Ravenne
Colecção: Contemporânea
Preço: 20.90€
Pp.: 384

Um thriller cheio de suspense que introduz os leitores nos meandros da maçonaria e estabelece um paralelo histórico com as mais modernas investigações.


Roma. Um arquivista do Grande Oriente é assassinado na altura de uma festa na embaixada francesa, cumprindo um ritual que evoca a morte de Hiram, o lendário fundador da Maçonaria.

Em Jerusalém, um arqueólogo que tem na sua posse uma enigmática pedra gravada tem uma morte semelhante.
O comissário Antoine Marcas, mestre mação, e a sua parceira, Jade Zewinski, são confrontados com assassinos de uma irmandade nazi, a Sociedade Thule, oponente ancestral da Maçonaria.
Sessenta anos após a queda do Terceiro Reich, os arquivos dos mações, que haviam sido roubados pelos alemães em 1940, continuam a fazer o sangue correr…
Mas que segredo intemporal estará escondido entre aquelas folhas amarelecidas?

«[…] uma eficácia incontestável e um perfume de autenticidade […]» Hubert Prolongeau — Première


Livro já publicado em França, Inglaterra, Bulgária, República Checa, Dinamarca, Alemanhã, Hungria, Itália, Holanda, Noruega, Portugal, Espanha, Rússia, Polónia, Turquia, Brasil e Japão.

Novidades Civilização para Setembro

 FICÇÃO/NÃO FICÇÃO

Título: O Tempo dos Milagres
Autor: Karen Thompson Walker [UM DOS GRANDES SUCESSOS EDITORIAIS EM 2012]
N.º de Páginas: 256
Tradução: Francisco Azevedo
Capa: Mole
PVP: 15,90€

Sinopse: Nunca é aquilo que receamos que acaba por acontecer. As verdadeiras catástrofes são sempre diferentes – inimagináveis, inesperadas, desconhecidas… E se o nosso dia de 24 horas se tornasse mais longo, primeiro em minutos, depois em horas, até o dia se tornar noite e a noite se tornar dia? Que efeito teria este abrandamento no mundo? Nas aves do céu, nas baleias do mar, nos astronautas do espaço e numa rapariga de onze anos, a braços com as mudanças emocionais da sua própria vida? Uma manhã, Julia e os pais acordam na sua casa nos subúrbios da Califórnia e descobrem, juntamente com o resto do mundo, que o movimento de rotação da Terra está a abrandar visivelmente. A enormidade deste facto está quase para além da compreensão. E, no entanto, ainda que o mundo esteja, na realidade, a aproximar-se do fim, como afirmam alguns, a vida do dia a dia tem de continuar. Julia, que enfrenta a solidão e o desespero de uma adolescência difícil, testemunha o impacto deste fenómeno no mundo, na comunidade, em si própria e na sua família.

FICÇÃO JUVENIL
Título: O Legado (O Livro dos Dons 3)
Autor: Jenna Burtenshaw [O PRIMEIRO DA TRILOGIA GANHOU O PEOPLE’S BOOK PRIZE]
N.º de Páginas: 312
Tradução: Maria da Fé Peres
Capa: Mole
PVP: 10,99€

Sinopse: O véu que separa o mundo dos vivos do mundo dos mortos está a sucumbir. Almas penadas começam a escapar dos subterrâneos para vaguear pela cidade-fortaleza Fume de Albion. Kate Winter perdeu a memória recentemente. Aliviada por estar a regressar à sua casa, em Albion, Kate não consegue dissipar a sensação de que Dalliah Grey, a mulher para quem supostamente trabalha, não parece ser de confiança. Silas Dane, guerreiro caído em desgraça, planeia resgatar Kate e salvar Albion do avanço das tropas que procuram aproveitar-se da situação. Mas o véu não será fácil de repor e Silas tem consciência de que terão de ser feitos sacrifícios. Kate deverá regressar aos segredos sombrios escritos pelos seus antepassados no antigo Livro dos Dons e aprender com os seus erros para se salvar.
 

Título: Atenção! Sou Um Adolescente
Autor: Luísa Ducla Soares
N.º de Páginas: 96

Capa: Mole
PVP: 7,70€

Sinopse: É um quebra-cabeças ser adolescente. O corpo estica, os sentimentos pulam, as borbulhas crescem como vulcões. Os adultos, sempre convencidos, decretam que, com a puberdade, se entra na idade do armário, pois não compreendem a ânsia de liberdade, de novas experiências, a necessidade de pôr tudo em causa. Ser adolescente é ainda mais complicado num mundo em que há crise, em que os pais se divorciam, em que é fácil enveredar por caminhos tortuosos. Partilha o humor e a irreverência, as angústias e as incertezas de jovens como tu.

LIVRO ILUSTRADO – INFANTO-JUVENIL
 

Título: Como Funcionavam os Dinossauros!
Autor: Alan Snow
N.º de Páginas: 28
Ilustrador: Alan Snow

Capa: Dura
PVP: 11,50€

Sinopse: Já alguma vez pensaste… Quão inteligente seria um brontossauro? Se o carnotauro tirava macacos do nariz? Se o triceratopo punha ovos? Quanto é que o T. Rex comia de uma só dentada?
Podes procurar as respostas e descobrir tudo sobre dinossauros neste livro.


 Título: Se Tivéssemos Um Barco à Vela
Autor: Jonathan Emmett e Adrian Reynolds
N.º de Páginas: 28
Ilustrador: Adrian Reynolds
Tradução: Susana Paulino

Capa: Dura
PVP: 11,50€

Sinopse: Se tivéssemos um barco à vela, E se o vento estivesse de feição, Poderíamos cruzar os sete mares, E conhecer terras até mais não. Sobe a bordo e navega até uma ilha do tesouro, apanha um comboio que atravessa uma selva e sê surpreendido por um marciano em Marte. Este livro encantador demonstra que as palavras e as imagens podem transportar-nos seja aonde for!

LIVRO ILUSTRADO – ADULTOS 
 

Título: 100 Maneiras Cozinha Vegetariana
Autor: Rosa Maria [UM CLÁSSICO DA COZINHA AGORA EM CAPA DURA]
N.º de Páginas: 48


Capa: Dura
PVP: 4,40€

Sinopse: A Coleção 100 Maneiras é prática, completa e imprescindível na sua cozinha. Desde os aperitivos até ao prato principal, irá encontrar muitas ideias para surpreender a família e os amigos. Os segredos mais bem guardados dos pratos tradicionais são revelados em receitas com instruções fáceis de seguir. Relembre os clássicos e saboreie o que de melhor há na cozinha portuguesa e não só!

Título: 100 Maneiras de Cozinhar Acepipes, Molhos e Saladas
Autor: Rosa Maria [UM CLÁSSICO DA COZINHA AGORA EM CAPA DURA]
N.º de Páginas: 48


Capa: Dura
PVP: 4,40€

Sinopse: A Coleção 100 Maneiras é prática, completa e imprescindível na sua cozinha. Desde os aperitivos até ao prato principal, irá encontrar muitas ideias para surpreender a família e os amigos. Os segredos mais bem guardados dos pratos tradicionais são revelados em receitas com instruções fáceis de seguir. Relembre os clássicos e saboreie o que de melhor há na cozinha portuguesa e não só!


Título: 100 Maneiras de Cozinhar Ovos
Autor: Rosa Maria [UM CLÁSSICO DA COZINHA AGORA EM CAPA DURA]
N.º de Páginas: 48


Capa: Dura
PVP: 4,40€

Sinopse: A Coleção 100 Maneiras é prática, completa e imprescindível na sua cozinha. Desde os aperitivos até ao prato principal, irá encontrar muitas ideias para surpreender a família e os amigos. Os segredos mais bem guardados dos pratos tradicionais são revelados em receitas com instruções fáceis de seguir. Relembre os clássicos e saboreie o que de melhor há na cozinha portuguesa e não só!
Título: 100 Maneiras Compotas, Geleias e Marmeladas
Autor: Rosa Maria [UM CLÁSSICO DA COZINHA AGORA EM CAPA DURA]
N.º de Páginas: 48


Capa: Dura
PVP: 4,40€

Sinopse: A Coleção 100 Maneiras é prática, completa e imprescindível na sua cozinha. Desde os aperitivos até ao prato principal, irá encontrar muitas ideias para surpreender a família e os amigos. Os segredos mais bem guardados dos pratos tradicionais são revelados em receitas com instruções fáceis de seguir. Relembre os clássicos e saboreie o que de melhor há na cozinha portuguesa e não só!

Título: 100 Maneiras de Cozinhar Peixes
Autor: Rosa Maria [UM CLÁSSICO DA COZINHA AGORA EM CAPA DURA]
N.º de Páginas: 48


Capa: Dura
PVP: 4,40€

Sinopse: A Coleção 100 Maneiras é prática, completa e imprescindível na sua cozinha. Desde os aperitivos até ao prato principal, irá encontrar muitas ideias para surpreender a família e os amigos. Os segredos mais bem guardados dos pratos tradicionais são revelados em receitas com instruções fáceis de seguir. Relembre os clássicos e saboreie o que de melhor há na cozinha portuguesa e não só!