sábado, 20 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Morreu o jornalista e escritor português Manuel António Pina

"Os prémios não fazem as obras melhores ou piores. Mas dão reconhecimento e todos nós gostamos de ser amados." Manuel António Pina (Sabugal, 18 de novembro de 1943 - Porto, 19 de outubro de 2012)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

J. Rentes de Carvalho estará em Matosinhos para apresentar Mazagran, o seu livro de crónicas, no dia 26 de outubro


Sérgio Ferreira lança Ao encontro do teu silêncio, a sua primeira obra literária

O livro Ao Encontro do teu Silêncio” é uma página da vida, escrita pelos batimentos de um coração.
As páginas pretendem ser “o sangue” que invade o corpo, enchendo-o de amor.
A página é a semente que cuidamos com as lágrimas, que protegemos com o sorriso, para tornar-se na flor.
“A Flor” é a personagem da nossa vida, aquela que nos guia, que nos protege, aquela com que sempre sonhamos.
O sonho é a escrita de um jovem autor que se deixa levar pela bússola , ao silêncio do seu destino, caminhando passo a passo até a porta.
A porta encontra-se num jardim em que só “o jardineiro” nos saberá encaminhar até ela.
Sê “o sangue”, “a flor”, “a bússola”, “o silêncio”, “a porta” e “o jardineiro” nesta bela história criada para nós , no qual nos iremos rever como personagens principais.

Sobre o autor:

Sérgio Ferreira é natural de Clermont Ferrand, França, mas vive desde os dez anos de idade em Vermoim, Vila Nova de Famalicão. Segundo o escritor, a sua família deixou a França porque os seus pais tiveram receio que mais tarde este não quisesse vir para a terra deles.
É licenciado em Economia, pela Universidade da Beira Interior, e esta é uma das áreas que mais admira, a par da Política.
Descobriu a paixão pela escrita há cerca de um ano, ao mesmo tempo que despertou para a leitura. “Descobri um mundo novo, maravilhoso… Nada do que pintamos a preto e branco. A minha escrita procura alegrar o nosso caminho”, explica. Sonhador por natureza, Sérgio Ferreira garante que só parará de sonhar no momento em que “tocar nas estrelas do céu”. Inspira-se na “vida” e escreve essencialmente sobre o amor. “É um tema nada fácil, mas que me cativa, não fosse eu um romântico”, enaltece.
Gosta de ler Fernando Pessoa, Vergílio Ferreira, Miguel Torga e Eça de Queiroz. Confessa-se apreciador de Música e Cinema e admira Nelson Mandela e Francisco Sá Carneiro, entre outros. Adepto do FC Porto, o autor nutre, ainda, um carinho especial pelo ciclismo, não perdendo as grandes provas desta modalidade. Já colecionou canetas, calendários e selos. Agora reúne moedas de um, dois e cinco cêntimos com um propósito: “Juntar uns trocos”.
Define-se como uma pessoa teimosa, paciente, positiva e que gosta de “aprender”. “Todos os dias tento realizar um sonho, que é conseguir fazer os outros felizes como eles me fazem a mim”, finaliza Sérgio Ferreira.
Filho único, o escritor nasceu a 30 de Abril de 1981.

Página do facebook: https://www.facebook.com/AoEncontroDoTeuSilencio?bookmark_t=page

O Ritual da Sombra - Eric Giacometti, Jacques Ravenne [Opinião]

Título: O Ritual da Sombra
Autores:
Eric Giacometti, Jacques Ravenne
Colecção: Contemporânea
Preço: 20.90€
Pp.: 384

Um thriller cheio de suspense que introduz os leitores nos meandros da maçonaria e estabelece um paralelo histórico com as mais modernas investigações.
Roma. Um arquivista do Grande Oriente é assassinado na altura de uma festa na embaixada francesa, cumprindo um ritual que evoca a morte de Hiram, o lendário fundador da Maçonaria.
Em Jerusalém, um arqueólogo que tem na sua posse uma enigmática pedra gravada tem uma morte semelhante.
O comissário Antoine Marcas, mestre mação, e a sua parceira, Jade Zewinski, são confrontados com assassinos de uma irmandade nazi, a Sociedade Thule, oponente ancestral da Maçonaria.
Sessenta anos após a queda do Terceiro Reich, os arquivos dos mações, que haviam sido roubados pelos alemães em 1940, continuam a fazer o sangue correr…
Mas que segredo intemporal estará escondido entre aquelas folhas amarelecidas?

Originalmente publicado em 2005, chegou no mês passado a Portugal o primeiro dos nove volumes da série «Antoine Marcas», escrita num esforço colaborativo entre os franceses Éric Giacometti e Jacques Ravenne.

A minha opinião:


Se pensa que ao pegar no Ritual da Sombra vai ter uma leitura ao estilo de Dan Brown, desengane-se. A dupla Eric Giacometti, Jacques Ravenne criou isso sim um livro fascinante sobre a maçonaria e uma seita de seu nome Thule, misturando muita acção à mistura.

Antoine Marcas e Jade Zewinski são os protagonistas escolhidos para tentar desvendar o mistério que está por detrás das mortes de Marek e Sophie Dawes, ambos mações. Mais estranho é que ambos morreram da mesma forma, e segundo um ritual maçónico, o que poderá querer significar qualquer coisa ainda mais obscura, uma vez que evoca a morte do fundador da Maçonaria, Hiram. Como mação que é Marcas não vai descansar até desobrir o que está por detrás de tanto mistério, e o que esconde a seita racista Thule, uma seita que existiu mesmo e que terá inspirado Hitler a criar o nazismo.

Os autores começam a história no fim da Segunda Guerra Mundial, mas depressa esta se começa a centrar na actualidade. Mais tarde começamos a perceber o porquê de revelar uma passagem específica de um SS em fuga numa carrinha. Depressa passamos para os rituais da maçonaria, mas também, em comparação, com os de Thule, ambos um pouco fundamentalistas e a zelar pelo “bem” da irmandade. Revela ainda os métodos atrozes que usam para se vingar de um membro que não agiu correctamente ou para fazer com que o inimigo revele coisas importantes.

Pelo meio, confesso que achei o livro um pouco maçudo, mas no geral gostei muito e aconselho aos amantes de thrillers deste género.
quinta-feira, 18 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Fernanda Freitas e Paulino Coelho apresentam o livro "Um jardim para Cuidar" de Teresa Chambel. dia 20 de Outubro, às 17h, na Bertrand Santarém


Vogais: O polémico livro sobre a morte de Osama bin Laden chega a Portugal

No dia 1 de novembro chega às livrarias nacionais, editado pela Vogais, o livro mais falado e vendido nos EUA. Um Dia Difícil (No Easy Day) arrasou os top´s em todos os países em que já foi editado, ou não fosse o seu conteúdo tão sensível: a morte de Osama bin Laden.

O anúncio da morte do líder da Al-Qaeda, realizado no dia 2 de Maio pelo Presidente dos EUA, correu mundo. «Era o “inimigo número um” da América e foi morto esta segunda-feira numa operação em Abbottabad, no Paquistão. O fim de Osama bin Laden não é o fim da Al-Qaeda, mas “tornou o mundo mais seguro”, afirmou então Barack Obama. «”Foi feita justiça”.»

A operação estava a ser preparada há vários anos. Osama bin Laden vivia numa mansão fortificada em Abbottabad, a cerca de 50 quilómetros de Islamabad, e foi aí que foi morto por militares norte-americanos. Mas a versão dos acontecimentos dada pelas autoridades militares sofreu uma reviravolta com a publicação do livro Um dia Difícil, da autoria de Mark Owen, na realidade Matt Bissonnette, um dos primeiros operacionais a chegar ao terceiro andar onde Osama bin Laden estava escondido, tendo participado ativamente no ataque.

Um livro que se lê como um romance mas que é mil vezes mais excitante — porque é a realidade.


De forma absolutamente inédita, Um Dia Difícil revela todos os detalhes desde o planeamento até ao desenlace da operação contra Osama bin Laden, num relato extraordinário e empolgante de um dos militares que o confrontaram até à morte. Mark Owen, pseudónimo destinado a proteger a identidade do autor, entretanto desvendada no programa 60 Minutes (pela primeira vez desde que está no ar, este premiado programa da CBS dedicou os 60 minutos a um só tema), participou em algumas das mais memoráveis operações dos Navy SEALs — a força de operações especiais da Marinha Norte-americana — sempre integrado no SEAL Team Six, a unidade de elite de luta antiterrorismo. Um Dia Difícil coloca o leitor na pele de Owen, fazendo-o sentir-se parte integrante da equipa de vinte e quatro especialistas, enquanto preparavam e executavam a missão mais difícil das suas vidas.

Este livro é uma peça essencial da História contemporânea. Aqui se incluem fielmente, e pela primeira vez, os pormenores da missão, incluindo os detalhes estratégicos e os planos de contingência que a equipa de Owen foi obrigada a seguir — desde a queda do helicóptero que poderia ter determinado um desfecho trágico da missão, até à comunicação via satélite com o Presidente Obama confirmando a morte de Bin Laden. O autor revela também os pormenores do rigoroso processo de seleção e ingresso numa das mais famosas e relevantes unidades de elite em todo o mundo, e conta como são a vida e o trabalho de um Navy SEAL através dos detalhes de outras missões.


Sobre o autor:
MARK OWEN é um ex-membro dos Navy SEALs. Durante os seus muitos anos de serviço, participou em centenas de missões em todo o mundo, incluindo o resgate do Comandante Phillips no oceano Índico, em 2009. Owen foi líder de equipa na Operação Neptune Spear, em Abbottabad, no Paquistão, que decorreu a 1 de Maio de 2011 e resultou na morte de Osama bin Laden. Foi um dos primeiros militares a entrar no terceiro andar do esconderijo do terrorista mais procurado em todo o mundo, sendo testemunha da sua morte. O seu nome e os dos outros membros dos Navy SEALs referidos neste livro foram alterados por motivos de segurança.

Apresentação de «Alta Definição - A Verdade do Olhar», de Daniel Oliveira no Porto


"10 minutos por dia para viver melhor " novo livro de Dr. Fernando Póvoas

8 de outubro: Alimentação: reduza gradualmente a adição de açúcar ao café, chá e leite.

Este é o conselho do Dr. Fernando Póvoas para o dia de hoje. No seu novo livro 10 minutos por dia para viver melhor , Dr. Fernando Póvoas indica 365 conselhos. Um para cada dia do ano, sobre saúde, bem-estar, beleza, exercício físico, nutrição.
São pequenos gestos, pequenos truques que não lhe roubam demasiado tempo, não custam dinheiro e que podem modificar a sua vida

O que lhe proponho é que durante 10 minutos por dia, ao longo de todo o ano, pense em si. Que cuide de si, da sua saúde, da sua felicidade. Não deixe para amanhã, não se desleixe, não pense que fica para depois porque há sempre coisas mais importantes a fazer. No meu consultório ouço frequentemente o argumento: a minha vida é muito agitada, tenho o trabalho, os filhos, não tenho tempo para cuidar de mim …          Pois agora não tem desculpas, porque eu só lhe peço 10 minutos por dia. 10 minutos para ser mais feliz! Não vale a pena experimentar?
- Não tem tempo nem dinheiro para massagens, nem tratamentos à pele, então aproveite o banho para fazer um tratamento personalizado ao seu corpo.
- Não consegue ir ao ginásio? Que tal deixar o carro a 5, 10 minutos a pé do trabalho? Ou em vez de ir de elevador até ao seu escritório, utilizar as escadas?
- Sabia que aprender a respirar de forma correcta pode libertar tensão, purificar o sangue e melhorar a qualidade do nosso sono?
- Que melhor forma de começar o dia do que com uns simples e rápidos alongamentos? Não demoram mais de 10 minutos a fazer.
- Não consegue fazer tratamentos anti envelhecimento, mas há certos alimentos que podem ajudar a combater a idade.
Ao longo deste livro vai encontrar 365 conselhos, um por dia ao longo de todo o ano, sobre saúde, bem-estar, beleza, exercício físico, nutrição. Todos são pequenos gestos, pequenos truques, pequenas acções que não lhe roubam demasiado tempo, não custam dinheiro, mas acredite, vão revolucionar a sua vida.

Sobre o autor:
Fernando Póvoas formou-se na Faculdade de Medicina do Porto e hoje trabalha entre Lisboa e o Porto nas suas duas clínicas onde presta apoio – juntamente com a sua equipa multidisciplinar – nas áreas de nutrição, psicologia, estética e cirurgia plástica a milhares de doentes de vários pontos do país, Espanha e Angola.  Trabalhou na área desportiva ao serviço do Futebol Clube do Porto, Ermesinde e Freamunde. Foi no Centro de Saúde de S. Pedro da Cova, onde exercia Medicina Geral e Familiar, que começou a tratar, com uma taxa elevada de sucesso, inúmeros casos de obesidade.
 

Quetzal: 16 de novembro é dia de festa



Últimas novidades de Outubro da Planeta

Título: O Agente da Catalunha
Autor: Cesário Borga
N.º de Páginas: 292 

PVP: 16,65 €
Disponível a partir de 18 de Outubro

Romance de estreia do conceitudo jornalista Cesário Borga. Um talento literário surpreendente, uma prosa ágil, que se devora de forma imparável.

Uma história de amor romântica e apaixonante, passada nas ruas de Lisboa e Barcelona, entre homens e mulheres livres e maduros, dispostos a lutar sem medos pela felicidade.
Numa Lisboa onde política, guerrilha e espionagem traçam os rumos da Europa, Cesário Borga coloca o seu conhecimento da história portuguesa e espanhola do século XX ao serviço de um talento literário surpreendente, que envolve o leitor numa história trepidante e inesquecível, onde a liberdade é uma força romântica capaz de abrir todas as prisões.
Um romance que nos descobre cenários, factos e personagens que fazem parte da nossa história, vistos por um ângulo muito original – um português que se junta às forças republicanas da Catalunha e regressa a Lisboa como guerrilheiro para planear o histórico atentado a Salazar.
Quando a Europa é surpreendida pelo começo da guerra civil de Espanha e, inconsciente, prefere manter-se à distância, não percebendo que faiscava ali o negrume nazi, a Catalunha vive momentos de entusiasmo e é apontada como um farol de esperança ao derrotar as tropas franquistas. Jorge, o português, torna-se Jordi, o miliciano, e encontra nas barricadas, mais do que uma razão de viver, uma razão de amar a liberdade na figura de Alba – a bela e indomável guerrilheira catalã, mulher livre como o vento e que nenhum homem ou lei parecem poder alguma vez vergar. Enviado de novo à sua Lisboa natal numa missão de destruição do fascismo e da aliança política entre Franco e Salazar, Jordi volta a ser Jorge e, entre explosivos, flores e um plano de atentado ao ditador português, descobre-se prisioneiro de Isaura, cuja aparente doçura mal esconde uma obstinação e uma vontade férrea em desbravar os horizontes que lhe foram vedados.

Sobre o autor
Os anos como correspondente da RTP em Espanha (1998-2005) permitiram a Cesário Borga (Torres Novas, 1944) uma relação muito pessoal com os grandes momentos da história recente daquele país, entre os quais a guerra civil, uma ferida que continua aberta, tal como as ondas de choque desse acontecimento com Portugal.
O fascínio pelas histórias dentro da História resulta da eterna obsessão de um repórter com mais de 40 anos de actividade, desde os tempos da Flama no final dos anos 60, às passagens por A Capital (1970), Diário de Lisboa (1972), O Jornal (1980), à televisão (1974-2010), onde a pesquisa, a acção, a modelação das imagens e dos sons estiveram sempre dirigidas para a produção de notícias e reportagens.
Pelo mesmo diapasão se orientaram outras aventuras: a participação como guionista na longa-metragem Solo de Violino, de Monique Rutler (1990), a co-autoria do livro O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril (1974 e 2001) e a participação em trabalhos de investigação sociológica, no ISCTE, sobre o perfil dos jornalistas portugueses.



Título: Transformar-se em Maria Antonieta
Autor: Juliet Grey
N.º de Páginas: 304 

PVP: 19,95 €
Disponível a partir de 18 de Outubro

Um livro arrebatador. O primeiro de uma nova trilogia que relata a transformação de uma arquiduquesa austríaca mimada na indiferente, poderosa e bela rainha Maria Antonieta.

Maria Antonieta faz parte do imaginário colectivo como a última rainha de França, que acabou por ser guilhotinada e muito se tem escrito sobre ela, desde a sua beleza à suposta frivolidade. Mas a imagem que fizemos desta rainha não corresponde exactamente à verdade e foi baseada em estudos e descobertas recentes que a Juliet Grey narra a vida de Maria Antonieta, desde o seu tempo de arquiduquesa de Áustria, aos tempos de Delfina em que foi confrontada com um casamento sem  consumação durante sete anos, até à sua morte.
Criada pela formidável imperatriz da Áustria, com numerosos irmãos e irmãs, Maria Antónia, aos dez anos, já sabia que a sua existência idílica seria, um dia, sacrificada às ambições políticas da mãe, mas nunca lhe passou pela cabeça que a sua imolação fosse tão prematura.
Antes de passar dos piqueniques em Viena, na companhia das irmãs, para o brilho, o fascínio e as bisbilhotices de Versalhes, Antónia tem de mudar por completo para ser aceite como Delfina de França e mulher do estranho adolescente que um dia será Luís XVI.
Mas possui ela o engenho e influência necessários para se tornar rainha?
 

«Muito bem escrito, até aos mais ínfimos pormenores, Transformar-se em Maria Antonieta deixará os leitores ansiosos por mais!» Michelle Moran, bestselling author
«Retrato vivo e sensível de uma jovem princesa numa corte hostil, uma das descrições mais conseguidas da rainha decapitada.» Lauren Willig, The New York Times bestselling author
Direitos vendidos para mais de 20 países.


Sobre a autora
É uma escritora especializada em temas da realeza e particularmente dedicada a Maria Antonieta, além de actriz profissional de teatro clássico com inúmeros papéis de virgens, feiticeiras e vilãs no seu currículo. A autora e o marido dividem o seu tempo entre Nova Iorque e Southern Vermont





Título: Cinder
Autor: Marissa Meyer
N.º de Páginas: 318 
PVP: 17,76 €
Disponível a partir de 18 de Outubro


«Mesmo no futuro a história começará: Era uma vez… A história clássica de Cinderela numa moderna distopia num livro surpreendente revelando que o amor aparece de misteriosas formas.» Boolkist

História futurista baseada no conto clássico da Cinderela. Este não é o conto de fadas de que se lembra. Mas é o que não irá esquecer. A surpreendente estreia de Marissa Meyer, consagrou-a como autora bestseller do The New York Times. Um cenário inédito, uma história cativante, repleta de acção e romance que promete deixar o leitor em tensão até à última página.
 

«Este conto futurista do clássico Cinderela, será do agrado de quem leu o original e dos que nunca o leram.Marissa Meyer é brilhante na forma como pega na história e a rescreve com grande imaginação, que nos transporta para uma outra dimensão» Publishers Weekly

Com dezasseis anos, Cinder é considerada pela sociedade como um erro tecnológico. Para a madrasta, é um fardo. No entanto, ser cyborg também tem algumas vantagens: as suas ligações cerebrais conferem-lhe uma prodigiosa capacidade para reparar aparelhos e fazem dela a melhor especialista em mecânica de Nova Pequim. É esta reputação que leva o príncipe Kai a abordá-la na oficina onde trabalha, para que lhe repare um andróide antes do baile anual. Ansiosa por impressionar o príncipe, as intenções de Cinder são transtornadas quando a irmã mais nova, e sua única amiga humana, é contagiada pela peste fatal que há uma década devasta a Terra.

A madrasta de Cinder atribui-lhe a culpa da doença da filha e oferece o corpo da enteada como cobaia para as investigações clínicas relacionadas com a praga, uma «honra» à qual ninguém até então sobreviveu. Mas os cientistas não tardam a descobrir que a nova cobaia apresenta características que a tornam única. Uma particularidade pela qual há quem esteja disposto a matar. 

«Cinderela é um cyborg futurista e Meyer cria aqui um conto de fadas feminista para os adolescentes modernos.» Wall Street Journal
O livro vai ser publicado em mais de 20 línguas. 


Sobre a autora
Vive em Tacoma, Washington, na companhia do marido e de dois gatos. É fã de coisas bizarras, como Sailor Moon ou Firefly e organiza a biblioteca por cores. Desde criança que é apaixonada por contos de fadas, um mundo que não tenciona abandonar. Pode ser que seja cyborg, ou talvez não. Cinder é o seu primeiro romance.


Título: Divas Rebeldes
Autor: Cristina Morató
N.º de Páginas: 448 
PVP: 23,30 €
Disponível a partir de 18 de Outubro



Um retrato do lado humano de sete divas, autênticos ícones do glamour e de uma época que não se compreenderia sem elas.

«Uma diva, além de cantar e interpretar, tem de ser uma deusa na vida quotidiana.» Maria Callas

Os nomes de Maria Callas, Coco Chanel, Wallis Simpson, Eva Perón, Barbara Hutton, Audrey Hepburn e Jackie Kennedy ocuparam durante décadas as páginas das revistas. Graças ao seu talento, beleza e personalidade converteram-se em autênticos mitos do século XX.
Famosas, ricas e bonitas, pareciam perfeitas aos olhos do mundo. Ícones da moda e do glamour, criaram um estilo próprio e foram admiradas por milhões de mulheres que sonhavam parecer-se com elas. Mas na realidade estas rutilantes divas foram pessoas solitárias, complexadas com o seu aspecto e zelosas da sua intimidade, pois detestavam ser tratadas como estrelas.
Estas sete mulheres de lenda partilham dolorosas feridas que nunca chegaram a cicatrizar: a falta de carinho ou o abandono dos pais, as sequelas da guerra, a dor da perda dos filhos ou os traumáticos divórcios.


«Tentei descobrir o seu lado mais humano, além do êxito, da fama e do poder, as suas debilidades, complexos e medos, recorrendo a testemunhos daqueles que as conheceram tal como eram. Desejo que com este livro o leitor descubra as luzes e as sombras de umas mulheres rebeldes e inconformistas, que nos continuam a cativar, pois demonstram-nos que os contos de fadas existem, ainda que não tenham sempre um final feliz.» Cristina Morató


Foram mulheres que marcaram gerações, seja pelos actos políticos, por serem ícones da moda ou enquanto estrelas de cinema. O livro explora o lado menos doce que todas estas divas tinham, mostra os seus medos, frustrações e põe a nu as suas fraquezas. Mostra que estas mulheres não passavam de seres humanos,  apesar de estarem sempre sobre o escrutínio público.

Sobre a autora:
Cristina Morató estudou jornalismo e fotografia e desde muito nova percorreu o mundo como jornalista. Passou grandes temporadas na América Latina e África e em 2005 viajou pela primeira vez para o Oriente, que foi o cenário dos seus últimos livros. Durante estes anos alternou as viagens com a direcção de programas de televisão e colaborações na rádio. O seu interesse em recuperar do esquecimento as grandes viajantes e exploradoras da História levaram-na a publicar Memórias de África, Las Damas de Oriente e Cativa na Arábia, traduzidos em várias línguas.
É membro fundador e actual vice-presidente da Sociedad Geográfica Española e membro da Royal Geographic Society de Londres.


Título: Êxtase
Autor: Lauren Kate
N.º de Páginas:  304 
PVP: 17,76€
Nas livrarias a partir de 18 de Outubro


Depois da leitura intensa e arrebatadora de Anjo Caído, Tormento e Paixão será impossível não suplicar por este último volume da inesquecível tetralogia romântica e sobrenatural que conquistou o coração dos leitores e apaixonou a Disney.

A vibrante história de amor entre anjos e humanos chega agora ao fim. O céu não pode esperar mais! O céu está negro com asas… Como areia caindo numa ampulheta o tempo está a fugir para Luce e Daniel. Para deter Lúcifer de apagar o passado, têm de descobrir o sítio onde os anjos caíram. Forças negras estão atrás deles e Daniel não sabe se é capaz de realizar a missão. Juntos enfrentarão uma batalha épica que acabará com corpos sem vida… e pó de anjos. Grandes sacrifícios serão feitos.Corações irão ser destroçados. Mas de repente Luce sabe o que vai acontecer. Para ela significa ficar com outra pessoa que não Daniel. A maldição com que nasceu estará sempre com ela e o amor está fora de questão. A escolha que faz neste momento é a única que de facto interessa. 

Uma série que se manteve mais de 30 semanas no top do The New York Times Book Review 
Os direitos de adaptação para cinema já foram comprados pela Disney, e a estreia está prevista para 2013.

Sobre a autora:
Nascida e criada em Dallas, Lauren Kate estudou em Atlanta, mas foi em Nova Iorque que se iniciou na escrita. Depois da publicação de The Betrayal of Natalie Hargrove, descobriu o êxito com Anjo Caído. Lauren Kate é professora e tem um mestrado em Escrita Criativa pela Universidade da Califórnia – Davis. Reside com o marido em Los Angeles. 

Visite o sítio da autora em: http://laurenkatebooks.net/

Título: Sedução
Autor: Bella Andre
N.º de Páginas: 168 
PVP: 14,41 €
Disponível a 18 de Outubro


O romance mais sensual e viciante do ano, ideal para quem procura algo mais e não tem medo em pedi-lo.

Uma história de alta tensão sexual, provocadora e apaixonada, para ler sem pudores.
«Bella Andre escreve uma história maravilhosa cheia de personagens adoráveis e sexo escaldante. Quem estiver à procura de uma leitura inteligente e interessante deve ler este livro.» Romantic Times Magazine


Bella Andre é uma autora premiada e best-seller do The New York Times e USA Today, contando já com mais de um milhão e meio de exemplares vendidos nos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Austrália.
Sedução é um romance sem preconceitos, avassalador e inebriante, sobre o prazer do sexo e a arte de seduzir.
Charles Gibson é um escritor de êxito, mas devido aos temas que escreve afasta as mulheres e sujeita-se a blind dates que os amigos lhe propõem.
Candance Whitman, recém-chegada à literatura erótica, tem encontrado diversos obstáculos pelo caminho. Cansada de ser criticada, decide ir a uma conferência de escritores com o objectivo de aprender, onde acaba por conhecer o seu ídolo: Charles Gibson, o autor best-seller de romances eróticos. Charles propõe-lhe cinco lições para lhe ensinar as noções básicas do erotismo, criação de cenas, ou seja, conselhos muito válidos para obter bons resultados.  Mas o que nenhum dos dois esperava era que as lições teóricas passassem à prática. Infelizmente, a desilusão de Candace em relação ao novo romance que está a escrever – no qual Charlie desempenha o papel principal – ameaça-lhes a possibilidade de desfrutar de um amor verdadeiro.


«Histórias sensuais, com argumento e romances inebriantes» Publishers Weekley
«Este livro é maravilhoso e tão quente que vai derreter a sua imaginação.» Lisa Wine, The Romance Studio
«As faíscas voam quando dois escritores eróticos se juntam. A tensão entre Candy e Charlie é electrizante. Adorei ler o romance destas duas personagens. A sedução é isso – dois autores que descobrem o amor verdadeiro. Arrebatador. Não perca!» Denise Powers, Sensual Romances


Sobre a autora:
Bella Andre tem um bacharelato em Economia pela Universidade de Stanford. Trabalhou como directora de marketing, mas sempre gostou de escrever. É autora de vários romances eróticos de grande êxito. Bella vive no Norte da Califórnia com o marido e os filhos. Descubra mais sobre a autora no seu sítio na internet:
www.bellaandre.com


Título: Uma Chuvada na Careca
Autor: Alexandre Honrado
Ilustrações: Rui Ricardo

N.º de Páginas: 168 
PVP: 11,90€
Disponível nas livrarias a partir de 18 de Outubro
Já na 7.ª edição


Um sucesso editorial, já na 7.ª edição, agora recuperado em edição da Planeta, que marca o regresso de Alexandre Honrado a um universo que domina como ninguém – a adolescência.

O autor trata com humor, talento e leveza os problemas e as dores do crescimento, as relações que se desfazem e as vidas que se refazem, as dificuldades de comunicação na família e essa outra «família» que é a escola.
Um livro que é instrumento precioso para discussões em aula, em família ou entre amigos sobre temas de que muitas vezes não é fácil falar. A protagonista desta história ultradivertida vai crescendo e descobrindo o mundo, com um grande sentido de humor, uma família que o põe à prova todos os dias e que só sabe falar aos gritos e uma escola que está a cair aos bocados e a que todos chamam carinhosamente a Careca porque telhado, quase já não tem.

Na adolescência, todas as tempestades são marcas de crescimento, e o mesmo se passará com aquela que vai transformar A Careca numa nau à deriva, cercada de água por todos os lados. Leitura recomendada dos 8 aos 12 anos.

Como é que o Telegoela consegue ver os filmes todos que passam na televisão, tardíssimo, bem depois da hora de ir para a cama? Nem o Buffallo Bill, espertinho como é, consegue arriscar uma explicação para isto…
Entre este e outros enigmas, a protagonista desta história – uma das mais queridas de sempre da legião de leitores de Alexandre Honrado – vai crescendo e descobrindo o mundo. Uma história absolutamente inesquecível para todos os que andam na escola e sabem que esse é um território para rumar contra ventos e marés!


Sobre o autor:
Alexandre Honrado é professor, jornalista, guionista, investigador e escritor com vasta obra publicada para crianças, jovens e adultos. Nasceu em Lisboa em 1960, começou a escrever muito cedo e tem dedicado, na sua carreira literária, especial atenção à literatura infantil. É autor de várias obras que estão contempladas no Plano Nacional de Leitura, além de ter recebido vários prémios e menções honrosas. Na Editorial Planeta, publicou: A Família que Não Cabia Dentro de Casa e Palhincócegas (considerado um dos 100 melhores livros europeus para crianças, pela La Revue des livres pour enfants, a mais importante publicação francesa especializada em literatura infantil e juvenil).


Título: Toca-a mais uma vez, Mozart!
Autor:  Geronimo Stilton
N.º de Páginas: 48
PVP: 12,90€
Disponível nas livrarias a partir de 18 de Outubro 


Geronimo Stilton vai viver mais uma aventura empolgante que permite aos mais novos conhecer e perceber as diferentes épocas da História mundial de forma divertida.

O oitavo volume desta colecção de banda desenhada, que tal como os anteriores, integra o Plano Nacional de Leitura, é passado na época de um grande compositor, Mozart. O que fará Geronimo Stilton em Milão, em 1770?
Veio em auxílio do jovem Wolfgang Amadeus Mozart, o genial compositor, vítima do mais recente e pérfido plano dos Gatos Piratas!
Por entre instrumentos musicais antigos, famílias nobiliárquicas, partituras valiosíssimas e arenques fedorentos, esta nova viagem no tempo irá revelar-se uma aventura inesquecível. 

Para crianças a partir dos 7 anos.

Mais de 15 000 exemplares vendidos desta colecção. 
As aventuras da família Stilton e dos Gatos Piratas oferecem um mundo de aventura e gargalhadas onde as crianças querem sempre entrar. Geronimo Stilton promete boas leituras para os pequenos leitores, ao mesmo tempo que funciona como uma ferramenta educacional para pais e professores. Publishers Weekly
quarta-feira, 17 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Amanhã: O poeta Rui Lage participa nos Encontros na Leitura

O autor de Um Arraial Português e Berçário, o poeta Rui Lage, vai estar na Leitura Shopping Cidade do Porto, esta quinta-feira, 18 de outubro, às 21h30, para participar em mais uma sessão de O Que Arde, Cura | Encontros na Leitura, uma iniciativa em parceria com o Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A sessão vai ser moderada por Helena Lopes.
Rui Lage nasceu na cidade do Porto em 1975. Publicou os livros de poesia Antigo e Primeiro, Berçário, Revólver e Corvo. Traduziu Paul Auster (Poemas Escolhidos), Pablo Neruda (Crepusculário), e Samuel Beckett (Mal Visto Mal Dito), entre outros. Ensaísta e crítico literário, é ainda autor de teatro (Não há mais que nascer e morrer) e de literatura para a infância. Está representado em diversas antologias de poesia.
Fundou e dirigiu, entre 1998 e 2004, a revista de literatura, música e artes visuais Águas-Furtadas, editada pelo Jornal Universitário do Porto. Encontra-se a ultimar a sua tese de doutoramento em Literaturas Românicas (Perda, Luto e Desengano: a Elegia na Poesia Portuguesa do Século XX) na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde se licenciou em Estudos Portugueses e Ingleses.
O Que Arde, Cura | Encontros na Leitura pretende ser um espaço de discussão, partilha de ideias e experiências e de convívio. Estes encontros podem ter como convidados os próprios autores dos livros em análise, estabelecendo pontes entre a visão dos leitores e a conceção que os criadores têm da sua obra.

Amanhã: José Lopes e Mário Negas lançam 'Homebanking' na Bulhosa

Os especialistas em segurança informática e inovação, José Lopes e Mário Negas, lançam Homebanking – Fatores Críticos de Sucesso, na Bulhosa de Entrecampos, esta quinta-feira, 18 de outubro, às 18h30. Editado pela Bloco Editora, esta obra permite aprofundar o conhecimento sobre o serviço de homebanking, oferecendo uma ampla visão sobre as vantagens e os riscos para clientes e bancos.
José Manuel Martinho Lopes nasceu em 1972, no seio de uma família flaviense. Licenciou-se com distinção em Informática de Gestão no ISLA Campus Lisboa, onde também obteve o grau de Mestre em Sistemas de Informação para a Gestão com uma dissertação sob o tema: “Homebanking - Segurança na Ótica do Utilizador”, que lhe valeu a nota de 19 valores e que serviu de base à elaboração deste livro. O seu percurso profissional de mais vinte anos esteve sempre ligado aos sistemas de informação (SI) em instituições bancárias. Integra, atualmente, uma equipa na Direção de SI de um banco.
Mário Carrilho Negas, doutor em Gestão pela Universidade Aberta e mestre em Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia e Inovação pelo ISEG/UTL, é atualmente investigador no Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) - ISCSP/UTL e professor no Departamento de Ciências Sociais e de Gestão da Universidade Aberta. Colabora ainda com o Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA) Campus Lisboa - Laureate International Universities e publica regularmente artigos científicos sobre diversos temas como comunicação e networking, qualidade, inovação e modernização ou administração pública.

Robert Muchamore em Portugal: Autor da CHERUB visita escolas e apresenta novo livro no sábado

Depois de ter estado na mais recente edição da Feira do Livro do Porto, onde autografou mais de 700 livros, o escritor inglês Robert Muchamore regressa esta semana a Portugal para apresentar República Popular, o primeiro livro da segunda série da coleção juvenil CHERUB.
Com 200 mil livros vendidos no nosso país (e 6,5 milhões em todo o mundo), a primeira série está a terminar – o último livro sai no início de 2013 –, mas a segunda estreia agora, com novo design, novos agentes, novas missões e a promessa de ainda mais ação.
Robert Muchamore chega hoje a Lisboa e, para além de visitar escolas (os livros da coleção têm sido muito elogiados por professores de português), vem assinalar o lançamento oficial de República Popular, no sábado, na FNAC do centro comercial Colombo, em Lisboa, às 17:00. Esperam-se centenas de jovens leitores.

Hilary Mantel vence o Man Booker 2012 com Bring Up the Bodies

A escritora Hilary Mantel acaba de vencer o Prémio Man Booker 2012 com Bring Up the Bodies, romance que será lançado em breve pela Civilização Editora. O seu último romance, Wolf Hall, que decorre na Inglaterra dos Tudor, foi igualmente vencedor daquela que é uma das mais prestigiadas distinções literárias em todo o mundo.

Daniel Oliveira lança «Alta Definição - A Verdade do Olhar», pela editora Guerra e Paz

Título: «Alta Definição - A Verdade do Olhar»
Género: Não Ficção
PVP: 13,99€
Data de lançamento: 17 de Outubro


«Qualquer que seja o futuro, continuará a haver noites de luar, serra de Sintra e o tejo a correr para o mar!»
José Hermano Saraiva

«Alta Definição - A Verdade do Olhar», o novo livro de Daniel Oliveira chega hoje às livrarias, com chancela Guerra e Paz | Clube do Livro SIC.

Com 20 entrevistas, escolhidas entre as que o autor fez durante três anos de emissão, este livro conta com textos de apresentação de Ana Zanatti e Miguel Sousa Tavares, ambos convidados do atual sub-director de conteúdos de entretenimento da SIC. Além do melhor de algumas das melhores entrevistas - onde constam nomes como Cristiano Ronaldo, Rogério Samora, Diana Chaves ou Andreia Rodrigues -, contém também revelações inéditas de bastidores.
Conhecido pelas conversas íntimas que grava com personalidades relevantes da sociedade portuguesa, em «Alta Definição - A Verdade do Olhar», Daniel Oliveira deixa-se entrevistar por Clara de Sousa. «Sem maquilhagem , em Alta Definição... como sempre».

A apresentação do livro está agendada para 22 de Outubro, às 18h30, no El Corte Inglés, em Lisboa. Com apresentação de Pedro Boucherie Mendes.

Entrevistados: Diana Chaves, Miguel Sousa Tavares, Helena Sacadura Cabral, Júlio Magalhães, Fernando Mendes, Nuno Markl, Andreia Rodrigues, Jorge Palma, Eusébio, Mariza, Margarida Carpinteiro, Jerónimo de Sousa, Rogério Samora, Ana Zanatti, Ruy de Carvalho, Cristiano Ronaldo, Sara Tavares, Luís de Matos, Dânia Neto, José Hermano Saraiva
 

terça-feira, 16 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora lança Cada dia, cada hora de Nataša Dragni

Titulo: Cada dia, cada hora
Autor:
Nataša Dragni.
Tradução: Pedro Garcia Rosado
Pags.: 256 

Capa: mole com badanas
PVP: 15,50€


Apesar de não ser aquilo a que se convencionou chamar uma “jovem autora”, a croata Nataša Dragnić não deixou de ter uma estreia fulgurante e surpreendente: editado em 2011, Cada dia, cada hora foi rapidamente vendido para 25 países. Em Portugal, o romance desta professora e atriz que vive e ensina literatura na Alemanha vai ser publicado pela Porto Editora, a 25 de outubro. E Nataša Dragnić vem a Lisboa e ao Porto apresentar a obra no início de novembro.
Segundo o jornal Berliner Morgenpost, esta autora constitui «um verdadeiro achado literário». O Goethe-Institut terá a mesma opinião e, nesse sentido, convidou-a a visitar o nosso país, para apresentar o romance. Refira-se que o convite surgiu, porque Nataša Dragnić é especialista em Filologia Alemã e vive na cidade germânica de Erlangen. Em Lisboa, a sessão decorre nas instalações do referido instituto, a 6 de novembro, pelas 19:00. No Porto, o evento tem lugar no bar Labirintho, no dia 8 de novembro, às 22:00.
 

Sinopse:  
Como nos versos de Pablo Neruda, Dora e Luka sentem, "cada dia, cada hora", estar destinados um ao outro. Em crianças eram inseparáveis, até ao momento em que a família de Dora parte da pequena cidade croata onde viviam. Dezasseis anos mais tarde, o destino volta a uni-los, desta vez em Paris. É evidente que foram feitos um para o outro, mas a vida encarrega-se de separar os seus caminhos. Cada dia, cada hora é a história de um amor atemporal e único, tão poético e comovente como a voz em que é narrado. Desde a costa do Adriático até aos teatros de Paris, o romance de Dora e Luka faz-nos sonhar com os amores perdidos ao longo da vida e devolve-nos a esperança num final feliz.

Sobre a autora:
Nataša Dragnić nasceu na cidade croata de Split, em 1965. Depois de estudar Filologia Românica e Alemã em Zagreb, frequentou o curso de estudos Diplomáticos. Vive desde 1994 em Erlangen, na Alemanha, onde é professora de Línguas e Literatura. Cada dia, cada hora, o seu romance de estreia, está publicado em 25 países.

Noite de Paz - Mary Higgins Clark [Opinião]

Título: Noite de Paz
Autor:
Mary Higgins Clark
Edição/reimpressão: 1997
Páginas: 124
Editor: Europa-América
PVP: 19,08€

Sinopse: Quando diagnosticaram leucemia ao marido, Catherine Dornan e os seus filhos pequenos acompanharam-no a Nova Iorque para ser submetido a uma melindrosa operação cirúrgica.
É véspera de Natal e Catherine leva os rapazes à famosa árvore de Natal no Centro Rockfeller. Quando se detêm para escutar um cântico de Natal, Brian desaparece, atrás de uma mulher que acabara de roubar a carteira à mãe. Nessa carteira encontra-se uma medalha de São Cristóvão, que Brian acredita irá fazer com que o pai se cure.
Colocando a sua vida em perigo pois acaba nas mãos de um perigoso cadastrado, Brian nunca deixa de acreditar na ajuda miraculosa de São Cristóvão.
Noite de Paz é um livro que irá fazer reviver em cada um de nós o espírito do Natal. 


A minha opinião: 
Esta vai ser uma véspera de Natal diferente para a família de Catherine Dornan. Com o marido doente numa cama de um hospital de Nova Iorque a fé de Catherine vai ser posta à prova quando o seu filho mais novo, Brian desaparece sem deixar rasto. 
Durante uma intensa noite as buscas por encontrar Brian são cada vez maiores, sobretudo quando a polícia descobre que este poderá ter sido sequestrado por uma perigoso assassino foragido da prisão. 
Mary Higgins Clark conseguiu reunir, num livro tão pequenino, muita acção a que os seus leitores já estão habituados, não faltando uma boa dose de adrenalina e vontade de chegar ao final para ver se tudo correu bem com a criança. 
Um livro muito bom que comprei a um alfarrabista na Feira do Livro do Porto.

Festival Literário de Castelo Branco



A 1.ª edição do Festival Literário de Castelo Branco (FLCB) decorre entre os dias 24 e 26 de outubro e leva mais de duas dezenas de escritores e ilustradores às escolas do concelho. Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal de Castelo Branco.

Ana Maria Magalhães, Afonso Cruz, Mário Zambujal, José Jorge Letria, Júlio Magalhães, Luís Miguel Rocha e Isabel Stilwell são alguns dos autores presentes no Festival, dividindo-se entre visitas a escolas e debates noturnos no Instituto Politécnico de Castelo Branco e no Cine-Teatro Avenida. A eles, junta-se ainda um leque muito representativo de autores albicastrenses, como João de Sousa Teixeira, Manuel Lopes Marcelo ou José Manuel Castanheira.

Trazer a um concelho do interior um contacto mais íntimo com a literatura é apenas um dos motivos que motivam a organização. «É com naturalidade que surge o projeto de um Festival Literário na nossa cidade, com um forte enfoque na relação com os jovens e com as escolas, um sinal claro da nossa aposta nas novas gerações», sublinha o presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Joaquim Morão. Para além desta forte componente de incentivo à leitura junto dos mais novos, o FLCB vai ainda envolver a comunidade albicastrense em debates que misturarão literatura com alguns dos temas da atualidade. A crise como uma oportunidade literária ou a literatura enquanto arte politicamente correta são alguns dos temas que vão reunir escritores e leitores no Instituto Politécnico de Castelo Branco e no Cine-Teatro Avenida. A estes debates, juntar-se-ão concertos de guitarra clássica e viola beiroa. De acordo com o comissário do festival, José Pires, «houve uma preocupação de ter neste evento um leque de escritores muito variado que junta os mais novos, como Afonso Cruz, a autores com uma carreira mais longa, como Teolinda Gersão ou Mário Zambujal».

Esta 1.ª edição do FLCB passará pelos cinco agrupamentos escolares e pelas duas escolas secundárias do concelho, proporcionando conversas animadas com escritores e ilustradores sobre as suas diferentes oficinas de criação e os universos literários que percorrem e a importância da leitura na abertura de portas para outros mundos.

Novidades Gradiva para Outubro

Título: A Mão do Diabo
Autor:  José Rodrigues dos Santos
Colecção: Fora de Colecção
Páginas: 592
PVP: 22€

Sinopse
:
O novo romance de José Rodrigues dos Santos A Mão do Diabo estará à venda a partir do dia 18 de Outubro.
O tema desta nova obra do autor é a crise.

 

A apresentação do romance está marcada para sábado, 20 de Outubro, pelas 17h00, na Sociedade de Geografia de Lisboa (Rua das Portas de Santo Antão, nº 100 - ao Coliseu), e será feita por Henrique Medina Carreira.

A Mão de Diabo é o décimo romance de José Rodrigues dos Santos, autor da Gradiva que já vendeu mais de um milhão de exemplares e está publicado em dezoito línguas.

José Rodrigues dos Santos alcançou no passado mês de Julho o primeiro lugar do Top de vendas FNAC em França com a versão francesa do romance A Fórmula de Deus.



Título: Pipocas com Telemóvel
Autor:
Carlos Fiolhais e David Marçal
Colecção: Ciência Aberta
Páginas: 276
PVP: 12€

Sinopse:
A falsa ciência que circula na internet, nos media, que se vê no supermercado e até - pasme-se! - na escola; a falsa ciência na saúde e a falsa ciência na própria ciência. Num livro bem-humorado e muito esclarecedor, os autores desmontam alguns «factos» pseudcientíficos que se construíram e alimentam no nosso quotidiano. Como eles próprios afirmam, «se a ciência pode ser divertida, a pseudociência é garantidamente muito divertida». Uma leitura informativa que expõe os logros mais actuais.

Este livro conta histórias de falsa ciência. Abundam as aldrabices científicas na Internet, de que o vídeo que mostrava milho a transformar-se em pipocas devido à radiação de telemóveis é um bom exemplo. Também há muitas tretas nos media, a começar logo pelos horóscopos. As prateleiras de supermercado estão recheadas de falsas promessas de medicina preventiva, das quais o escândalo do «iogurtegate» é uma das mais delirantes. Mas, pasme-se, a falsa ciência também é praticada e ensinada nalgumas escolas. E está bem mais presente do que julga na saúde. Nem as revistas científicas e as universidades escapam, pois também aí se encontra uma boa colecção de fraudes que mais cedo ou mais tarde acabam por ser descobertas.


Não há lugares seguros.


A única segurança terá de estar no leitor: uma atitude crítica poderá evitar-lhe contratempos e poupar dinheiro. Lembre-se de que a ciência assenta na observação, na experiência e na correcção de erros, e não nas palavras de pretensas autoridades que nunca aceitam ser corrigidas. Não se deixe enganar!



Título: CONTACTO
Autor: Carl Sagan
Colecção: Gradiva
PVP: 18,17€

Sinopse: 

Uma reedição tão solicitada que é uma verdadeira novidade.

Pleno de suspense, veiculando inúmeros conhecimentos, rico de drama humano e surpresa, escrito com a mistura de paixão científica, sólida inteligência e grande beleza literária que distingue Carl Sagan, Contacto ultrapassa os limites convencionais da ficção científica.

É um romance autêntico, impressionante, uma grande obra literária de ficção, simultaneamente profunda e absorvente, que transporta o leitor, como os seus protagonistas, às estrelas, sem os fazer duvidar de que poderá vir a ser assim mesmo.

Em Cosmos, Carl Sagan explicou o universo; em Contacto prediz o seu futuro... e o nosso.


Título: Os Superficiais - O que a internet está a fazer aos nossos cérebros
Autor:
Nicholas Carr
Colecção: Trajectos
PVP: 19, 50€

Sinopse:
Amplamente considerado o livro sobre o debate em curso acerca do poder e dos perigos da tecnologia, esta obra aborda desassombradamente as consequências intelectuais e culturais da internet. Em parte história das ideias e em parte divulgação científica, Os Superficiais abunda em apreciações certeiras e cáusticas ao mesmo tempo que nos inquieta com questões profundas sobre o estado da mente contemporânea. Uma leitura urgente sobre o actual pensamento superficial.

«Como a maioria das pessoas, eu tinha algumas ideias sobre o modo como a minha vida e o mundo estavam a mudar em reacção à internet. Mas não conseguia pôr essas ideias em palavras e argumentos, e nem sequer tinha a certeza de elas terem algum fundamento. Pois bem, Nicholas Carr - de forma convincente e com grande subtileza e elegância - demonstra que não é só o teor dos nossos pensamentos que está a ser radicalmente alterado pelos telefones e pelos computadores: é a própria estrutura dos nossos cérebros - a nossa capacidade de ter determinados tipos de pensamentos e experiências. E os tipos de pensamentos e de experiências que estão em jogo são aqueles que definiram a nossa humanidade. Nicholas Carr não é fanático nem abomina a tecnologia: é um escritor e um pensador profundo - jornalista, psicólogo, divulgador científico e filósofo em partes iguais. Eu não só ofereci este livro a muitos amigos, como mudei realmente a minha vida quando o li.»
Jonathan Safran Foer
«Absorvente [e] perturbante. Brincamos todos sobre o que a internet nos está a fazer, e em especial aos nossos filhos: está a tornar-nos umas cabeças no ar irrequietas, incapazes de pensar com profundidade. Não é nenhuma brincadeira, insiste Nicholas Carr, e convence.» 
Wall Street Journal
«Nicholas Carr pretende que pensemos com profundidade sobre os efeitos desta nova tecnologia nas nossas culturas, nos nossos cérebros, nas nossas vidas sociais e pessoais, nos nossos modos de pensar acerca do conhecimento. Com uma facilidade magistral e um estilo irrepreensível, apresenta ideias que incentivarão os leitores a fazer isso mesmo [...]. Os Superficiais é um livro que todos devem ler.»
American Scientist
«Diga-se em seu abono que Carr é tão imparcial quanto possível. Enfatiza o facto de as tecnologias "de ecrã" não serem más nem milagrosas quanto aos efeitos que têm sobre a mente humana [...]. O que é certo, contudo, é que as nossas mentes mudarão [...]. Os Superficiais é um exemplo valioso de como os livros estimulam, verdadeiramente, uma reflexão profunda.»


Título: Quem foi/quem é Jesus Cristo?
Autor: Anselmo Borges
Colecção: Fora de Colecção
PVP: 15€
 

Sinopse:
Nesta obra é investigada a possibilidade de uma biografia de Jesus, reflecte-se sobre a relação deste como dinheiro, a política, a Igreja, as religiões, as mulheres. Pela abrangência de temas abordados, a competência científica dos autores, a actualidade e honestidade da investigação, a força do confronto entre a fé e o mundo contemporâneo em crise global, esta é seguramente a obra mais importante sobre Jesus publicada em Portugal.

“Nesta obra, é-se confrontado com o problema fundamental da possibilidade ou não de uma biografia de Jesus, reflecte-se sobre as relações de Jesus com a gnose, com Deus, com o dinheiro, com a política, com a Igreja, com as religiões, com as mulheres, debate-se a pergunta essencial: o que quer dizer ressuscitar dos mortos?

Pela abrangência de temas e problemas, pela competência científica dos autores, pela actualidade e honestidade da investigação, pela refontalização crítica da nossa compreensão do cristianismo, pela força do confronto entre a fé e o mundo contemporâneo em crise global, esta é certamente a obra mais importante sobre Jesus publicada em Portugal.”
Anselmo Borges, in Introdução

Título: As Trapalhadas da Bruxa Mimi
Autor: Korky Paul e Laura Owen
Colecção: Gradiva/Júnior
Páginas: 176
PVP: 19,50€
 

Sinopse:
Para quem gosta de histórias e adora a nossa Mimi, um livro que conta várias peripécias da bruxinha mais trapalhona que conhecemos. Desta vez, a Mimi abriu uma loja de cuecas, foi à pesca, quis jogar futebol, adoptou um morcego, montou um circo e meteu-se em mais aventuras divertidas! A não perder, neste Natal.

Novidades Presença para a 2.ª quinzena de Outubro

Título: Um Casamento no Natal
Autor: James Patterson e Richard DiLallo
P.V.P.: 12,51 €
Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 535
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4897-3
Nº de Páginas: 192
Sinopse: Está tudo a postos para se festejar o Natal, mas este ano o maior motivo de celebração é o casamento de Gaby Summerhill. Desde que o marido morreu três anos antes, os seus quatro filhos seguiram rumos diferentes, consumidos pelos problemas das suas vidas. Mas quando Gaby anuncia que se vai casar – e que a identidade do noivo permanecerá secreta até ao dia do casamento – talvez assim consiga ter finalmente a família reunida. A partir de personagens envolventes e um enredo emotivo, Um Casamento no Natal lança um olhar luminoso sobre as relações familiares e a magia da época natalícia.
 
Título: 100 Datas que Fizeram a História de Portugal
Autor: Pedro Rabaçal
P.V.P.: 17,55 €
Editora:
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7060-7
Nº de Páginas: 428
Sinopse: As nossas origens, os momentos mais marcantes, as maiores aventuras e os momentos mais dramáticos, todos reunidos num livro sobre a nossa história e os acontecimentos que ergueram uma nação. 100 Datas que Fizeram a História de Portugal é um despertar para os momentos mais marcantes da nossa história, desconstruindo-os juntamente com os mitos históricos, revelando diferentes versões do mesmo acontecimento. 

Título: Manual da Poupança
Autor: João Morais Barbosa e Ricardo Ferreira
P.V.P.: 9,81 €
Nº na Coleção: 49
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4893-5
Nº de Páginas: 104
Sinopse: Neste manual, os autores propõem-se ajudar os leitor na difícil tarefa de poupar em cenário de crise: fornecendo ferramentas destinadas a apoiá-lo na definição de prioridades, na gestão e organização das suas contas bancárias e na construção de um orçamento familiar, e expondo as regras elementares pelas quais o setor bancário se rege. Por fim, apresentam-lhe sugestões para que consiga reduzir as suas despesas: em casa, nos serviços financeiros, nas telecomunicações, nos transportes, no supermercado ou caso tenha filhos pequenos. No Manual da Poupança os autores fornecem ainda uma perspetiva que vai além do curto prazo, cientes de que só através de uma visão informada e abrangente poderemos ultrapassar os momentos mais difíceis e consolidar as nossas finanças. 
 
Título: O Caminho do Meio - Uma fé ancorada na razão
Autor: Dalai Lama
P.V.P.: 12,51 €
Nº na Coleção: 1
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4898-0
Nº de Páginas: 200
Sinopse: Nesta obra luminosa, o líder espiritual tibetano explica o Caminho do Meio - o caminho da pessoa inteligente que aborda todos os assuntos, incluindo os da fé, com o mais elevado espírito de inquirição crítica e sem cair nas armadilhas das ideias fixas ou das visões externas.

A primeira secção apresenta o caminho budista para a iluminação baseada numa explicação dos
Versos Fundamentais sobre o Caminho do Meio, da autoria do mestre indiano Nagarjuna, do século II. A segunda baseia-se nos Três Aspetos Principais do Caminho, do mestre tibetano Tsongkhapa. Estes dois importantes textos clássicos complementam-se e os seus ensinamentos, universais e intemporais, falam profundamente ao aspirante espiritual no início do terceiro milénio.  


Título: Um Guia para a Vida
Autor: Dalai Lama e Howard Cutler
P.V.P.: 14,85 €
Relançamento
Nº na Coleção: 2
Data 1ª Edição: 17/06/1999
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4925-3
Nº de Páginas: 304
Sinopse: Um Guia para a Vida resulta de um encontro entre o Dalai Lama Tenzin Gyao, o líder espiritual do povo tibetano, e um conhecido psicólogo americano, em diálogo sobre temas em que duas tradições distintas, Oriente e Ocidente, se encontram na mesma investigação das grandes interrogações da existência, centrada essencialmente no direito à felicidade que assiste todos nós. Esta edição comemorativa dos dez anos de publicação inclui um prefácio e uma introdução de Howard Cutler que a reenquadram de no momento atual e fazem o balanço da evolução do projeto inicial.
  
Título: Incógnito
Autor: David Eagleman
P.V.P.: 15,21 €
Coleção: Destaques
Nº na Coleção: 67
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4899-7
Nº de Páginas: 288
Sinopse: Se a mente consciente é só a ponta do icebergue, então o que é que o remanescente submerso está a fazer enquanto vivemos o nosso dia a dia? Neste novo livro brilhante e provocador, o neurocientista David Eagleman mergulha nas profundezas do inconsciente para responder a algumas questões surpreendentes. Abordando temas tão diversos como as lesões cerebrais, as drogas, a beleza, a sinestesia, o direito criminal, a inteligência artificial ou as ilusões de ótica, Incógnito é uma emocionante viagem às operações de bastidores do cérebro, com os seus mistérios e fascínios.
Porque será que é tão difícil guardar um segredo?
Se o Mel Gibson embriagado é antissemita e o Mel Gibson sóbrio é genuíno no seu pedido de desculpas, será que existe um verdadeiro Mel Gibson?
E como é possível alguém enfurecer-se consigo próprio? 

 
Título: Os bolos da Julie
Autor: Julie Deffense
P.V.P.: 19,76 €
Editora:
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-84-7061-4
Nº de Páginas: 192
Sinopse: Um livro para provar do princípio ao fim, para aprender técnicas especiais e para criar bolos e sobremesas surpreendentes e simplesmente... inesquecíveis! Este livro alia a arte à ciência e polvilha com muita emoção cada fatia de bolo, na companhia de família e amigos, numa tarde de domingo solarenga ou num dia íntimo, ao som do crepitar da lareira.

Era uma vez... a verdadeira história dos melhores bolos e sobremesas de sempre.
 

Título: A Verdadeira História da Família Stilton
Autor: Cuscacúsqui Ratatz
P.V.P.: 11,25 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 161
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4903-1
Nº de Páginas: 128
Sinopse: Depois do sucesso de A Verdadeira História de Geronimo Stilton, Cuscacúsqui Ratatz, a jornalista mais metediça da Ilha dos Ratos, está de volta com um novo livro repleto de informações top secret: A Verdadeira História da Família Stilton!
Desta vez é toda a família Stilton que é alvo dos olhares e ouvidos indiscretos desta roedora apostada em trazer-nos o maior número de segredos e curiosidades. Sabias, por exemplo, que a Tea, apesar de ser uma desportista exímia, é um desastre como cozinheira? Ou que o sonho do Esparrela é abrir um restaurante em Ratázia? Não percas a oportunidade de conhecer mais a fundo a família Stilton neste furo jornalístico destinado a tornar-se o próximo ratseller!
 
Título: A Princesa Madalena e a Capa de Veludo
Autor: Vivian French
P.V.P.: 5,31 €
Coleção: O Clube Tiara
Nº na Coleção: 16
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4902-4
Nº de Páginas: 80
Sinopse: A Academia das Princesas vai receber convidados muito especiais: príncipes! A Princesa Madalena sonha com um príncipe que se inclinará à sua frente numa vénia de profunda admiração. Mas é a Princesa Diamantina que é escolhida em vez dela...

Existe um mundo mágico para descobrir em cada história de
O Clube Tiara

Título: Os Animais da Quinta  - Os meus primeiros livros de sons
Autor: Christophe Boncens
P.V.P.: 8,01 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 162
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4781-5
Nº de Páginas: 10
Sinopse: Neste livro vais descobrir factos curiosos sobre os animais da quinta, e ainda vais poder carregar nas ilustrações e ouvir os sons que eles produzem. Aprende a reconhecer as vozes dos animais e diverte-te a folhear estas páginas!

Recomendado a partir dos 12 meses.
 
Título: Os Animais da Selva  - Os meus primeiros livros de sons
Autor: Christophe Boncens
P.V.P.: 8,01 €
Coleção: Diversos
Nº na Coleção: 163
Data 1ª Edição: 16/10/2012
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4780-8
Nº de Páginas: 10
Sinopse: Neste livro vais descobrir factos curiosos sobre os animais da savana e da selva, e ainda vais poder carregar nas ilustrações e ouvir os sons que eles produzem. Aprende a reconhecer as vozes dos animais e diverte-te a folhear estas páginas!

Recomendado a partir dos 12 meses.



segunda-feira, 15 de outubro de 2012 | By: Maria Manuel Magalhaes

Exposição «Lisboa, Centro da Europa na Segunda Guerra Mundial»


Sedução Intensa sucede a Desejo Subtil na chancela 5 Sentidos

Título: Sedução Intensa
Autores:
Lisa Kleypas
Tradução: Cláudia Ramos e Helena Ramos
Págs: 352
Capa: mole com badanas
PVP: 14,40 €


Em março, chegou às livrarias portuguesas o primeiro livro da 5 Sentidos, uma nova chancela dedicada ao romance sensual. Desejo Subtil, de Lisa Kleypas, conquistou rapidamente muitas leitoras, que nos últimos meses ansiaram por uma nova obra desta autora bestseller do The New York Times. No dia 25 de outubro, a espera terminará com a publicação do muito aguardado segundo livro da 5 Sentidos, intitulado Sedução Intensa.
Lisa Kleypas é uma autora premiada e com uma obra vasta: 21 romances publicados. A prestigiada revista Publishers Weekly considerou-a «francamente talentosa».
Desejo Subtil e Sedução Intensa fazem parte de uma série de Lisa Kleypas intitulada À flor da pele.


Sinopse:
Quatro jovens da sociedade elegante de Londres partilham um objetivo comum: usar os seus encantos femininos para arranjarem marido. E assim nasce um ousado esquema de sedução e conquista. Num refinado baile londrino, Lillian Bowman depressa descobre que a sua educação tipicamente americana não está propriamente na moda. E encontra no insuportável Marcus, Lord Westcliff, o seu crítico mais implacável. Pena que seja um excelente partido... Quando Lillian cai acidentalmente nos braços de Marcus, vê-se chocada e consumida por uma súbita paixão por um homem que julgava detestar. O tempo parece parar e o corpo da jovem cede ao erotismo do momento, descobrindo sensações que nem sonhava existirem... Marcus, conhecido pela sua constância, também se vê perdido num turbilhão sensual. Cada toque de Lillian é pura tortura, cada beijo o faz gemer por mais. Mas como pode ele pensar em aceitar uma mulher tão pouco adequada para sua noiva?


Sobre a autora:
Lisa Kleypas é autora de 21 romances já publicados em 12 línguas.
Licenciada em Ciências Políticas, editou o primeiro romance com 21 anos. Os seus livros figuram constantemente em listas de bestsellers como o The New York Times e a Publishers Weekly. Os seus romances conquistaram já vários prémios RITA, o prestigiado galardão da RWA (Romance Writers of America). Figura no panteão da literatura de cariz sensual ao lado de autoras já bem conhecidas em Portugal, como Madeline Hunter, Elizabeth Hoyt, Mary Balogh, Emma Wildes ou Nicole Jordan.

Críticas:
Uma contadora de histórias francamente talentosa. Publishers Weekly
Kleypas nunca falha. (…) tem um especial talento para fazer os leitores rir, chorar e aplaudir, normalmente logo nas páginas de abertura. Romantic Times