terça-feira, 30 de julho de 2013

Transplante - Robin Cook [Opinião]

Título: Transplante
Autor:
Robin Cook
Colecção: Obras de Robin Cook
Preço: 22.50 €
Pp: 384


Pia Grazdani é uma excepcional estudante de Medicina, embora um pouco altiva. Ela tem a honra de trabalhar em estreita colaboração com um cientista do Centro Médico da Universidade de Columbia, cuja pesquisa inovadora poderá revolucionar a prestação de cuidados de saúde, ao conseguir criar órgãos de substituição para os pacientes em estado crítico.
Ao colaborar com um brilhante geneticista molecular, o Dr. Tobias Rothman, Pia sabe que terá a oportunidade de realizar a sua maior ambição, a de poder participar em descobertas médicas que poderão ajudar milhões de pessoas. Ao mesmo tempo, espera conseguir encontrar alguma paz de espírito e, de uma vez por todas, afastar as memórias da sua infância difícil e dos abusos que sofreu.
Mas quando a tragédia se abate sobre o laboratório, Pia, com a ajuda do seu enamorado colega George Wilson, terá de investigar uma calamidade nunca antes vista no laboratório de biossegurança do hospital… supostamente seguro.
Entretanto, dois jovens génios com experiência em Wall Street acreditam ter descoberto mais um foco de atracção na indústria multimilionária dos seguros de saúde da nação. Eles tentam, a todo o custo, encontrar formas de controlar os dados actuariais e creditar as apólices dos idosos e dos doentes, preparando-se assim para matar…
À medida que George e Pia investigam os acontecimentos no laboratório, uma questão permanece sem resposta: estará alguém a tentar manipular informação privada dos seguros para que os investidores beneficiem com a morte de inocentes?


A minha opinião: 
Pia é uma rapariga inteligente, determinada e muito batalhadora. E trabalhar com o seu ídolo, o Prémio Nobel Dr. Rothman é o que Pia mais deseja. Conhecido por ser pouco sociável e até uma pessoa muito antipática, Rothman simpatiza, todavia, com Pia, uma jovem em quem se revê e que partilha muitas coisas em comum consigo.

Pia, enquanto estudante do 4.º ano de medicina é, assim, aceite como colaboradora de Rothman e do seu inseparável assistente Yamamoto. Descobre que poderá contribuir para um avanço na medicina no que toca ao desenvolvimento das células estaminais que poderão resultar na criação de novos órgãos humanos.

Mas toda esta investigação vai desagradar a algumas pessoas e a tragédia abate-se no laboratório e apenas Pia poderá descobrir a verdade. Com o apoio do grande amigo George, ambos vão proceder a uma investigação a fundo e descobrem que um elemento radioactivo extremamente letal poderá estar na origem de tudo. E que a colocação deste no local só poderá ter sido por mão criminosa. Várias referências ao antigo agente do KGB, Alexander Litvinenko, que foi assassinado com Polónio 210, enriquecem mais o livro.

Escândalos ligados à banca e aos seguros fraudulento, e o envolvimento da máfia albanesa estarão também no centro da trama.

Confesso que este foi o livro que menos gostei. Pouca acção, a personagem principal também não me atraiu por aí além e, apesar do tema até ser interessante achei que foi pouco explorado. Tornou-se um livro um pouco chato e sem grande desenvolvimento.


 

Sem comentários: