sexta-feira, 30 de agosto de 2013

A Sobrevivente - Lisa Gardner [Opinião]

Título: A Sobrevivente
Autor: Lisa Gardner
Preço Círculo: € 13,99

Na obra de suspense mais emocionante de Lisa Gardner, a vida de três mulheres vai desdobrar-se e conectar-se de maneiras inesperadas. Pecados do passado são revelados e segredos assustadores mostram a força que os laços de família podem ter. Às vezes, os crimes mais devastadores são aqueles que acontecem mais perto de nós.

A queda dos inocentes. Uma família é brutalmente assassinada. O pai, único sobrevivente do massacre, é também o maior suspeito. Face ao horror, só a detetive D.D. Warren parece manter o sangue-frio e tentar chegar mais longe na sua investigação. Aos poucos, deixa-se envolver numa teia de mentiras que liga o destino de três mulheres – uma enfermeira na ala de psiquiatria, uma mãe decidida a proteger os filhos e uma menina sem medos. Quem planeou afinal aquele crime? Quem o oculta? 


A minha opinião:
D.D. Warren está de volta e as investigações intrincadas também. Neste novo caso, vai enfrentar um dos mais terríveis crimes: uma família assassinada e o principal suspeito é o pai.

Lisa Gardner é mestre do suspense. Como a confessa que sou não consigo parar de ler os seus livros e só descanso no seu final, que me deixa sempre um travo amargo por tê-lo terminado tão depressa. Nesta 4.ª aventura da sua protagonista preferida, Gardner junta três mulheres que sem saberem têm o mistério do duplo assassinato a famílias em comum. Como tão bem sabe fazer, coloco o leitor como espectador destas três vidas, relatadas pelas próprias, de modo a que estejamos o mas possível inteirados de todos os factos. Mas mesmo assim, consegue surpreender-nos.

Só consegui descobrir o assassino muito perto do final e fiquei surpreendida, pois tudo apontava pra outra pessoa.

Por um lado acompanhámos a investigação dos crimes ao lado de D.D. Warren e Alex. A forma como vão desenvolvendo a investigação, o raciocínio de ambos que os leva ao criminoso, e também o relacionamento pessoal de ambos.

Pelo meio conhecemos Victoria Oliver, mãe de um menino com distúrbios mentais que o leva muitas das vezes a ser agressivo para a mãe, de uma tal forma que coloca em risco a sua própria vida. Victoria é uma personagem forte, mas que nos leva a ter opiniões contrárias acerca dela. Por um lado a sua obsessão pelo filho, por outro a sua dependência em relação a este.

E, por fim, surge Danielle Burton, uma enfermeira de uma ala de psiquiátrica que trata de miúdos com distúrbios mentais como Eva, filho de Victoria. Esse seu trabalho acaba por ser uma fuga à sua própria vida, também ela bastante complicada...

Uma vez que a autora já publicou 7 livros desta saga espero ansiosamente pelo próximo...

Sem comentários: