sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Dias de Paixão - Sarah Pekkanen [Opinião]

Título: Dias de Paixão
Autor: Sarah Pekkanen
N.º de Páginas: 352
PVP: 16,99€ 

Sinopse:
Quatro mulheres juntam-se com os seus maridos para uma semana paradisíaca na Jamaica, em pleno mar das Caraíbas. O motivo da reunião é o aniversário de Dwight, um amigo dos tempos da faculdade, que de rapazinho tímido e inseguro se transformou num empresário rico e bem-sucedido.
Todas elas anseiam fugir temporariamente às suas vidas. Tina sente o peso e o cansaço de ser mãe de quatro crianças pequenas. Allie está abalada pela notícia de que uma doença genética degenerativa é comum na sua família. Savannah carrega o segredo da infidelidade do marido. Finalmente, Pauline, a mulher que não olha a despesas para organizar ao seu marido rico aquela festa inesquecível, esconde segredos de Dwight, e espera, com esta semana, reparar as falhas no casamento de ambos.
O que começa por ser uma semana idílica, com lânguidas horas passadas numa praia privada, jantares gourmet, aventuras radicais e noites de paixão, transforma-se em algo mais profundo com a chegada de uma poderosa tempestade que acaba por atingir a ilha. Redemoinhos tumultuosos atingem este grupo, forçando cada uma das mulheres a reavaliar tudo o que sabe sobre os seus amigos, e sobre si própria, sobre o amor e sobre a paixão.

A minha opinião: 
Quem não gostaria de, num dia banal, receber pelo correio um convite para viajar para um lugar paradisíaco, com tudo pago? Savanah, Tina e Allie recebem um convite para viajarem para a Jamaica (com os respectivos maridos), por parte de Dwight um rapaz que não vêem desde os tempos da faculdade.

Mas este convite fá-las pensar seriamente nas suas vidas. Tina vive um casamento de sonho com Gio, mas os quatro filhos de ambos levam-na a um estado de desmazelo, sem ter tempo para ela, vivendo unicamente em função da família. Allie, casada com Ryan, com suas filhas pré-adolescentes, vive na incerteza de poder "herdar" uma doença congénita que matou o seu pai e o seu avô. Savanah, deseja imenso ir na viagem, mas ainda não ganhou coragem para dizer às suas amigas que o seu casamento acabou, que foi traída pelo marido. E Pauline, a anfitriã, que organizou toda a viagem para o seu marido, mas que guarda segredos sobre a sua própria família que nem o marido sabe.

Quando chegam à Jamaica, sob a perspectiva de uma tempestade tropical, todas estas mulheres nem sonham que vai ser as suas próprias vidas que vão sofrer uma reviravolta, um espécie de tempestade pessoa. Além de uma viagem de descanso, mas também de diversão, esta vai servir também para uma introspecção daquilo que é a vida de cada uma. Aquilo que fizeram e que podiam ter feito de outra forma, a sua vida actual, as doenças congénitas e degenerativas que poderão padecer, amores antigos que surgem agora, os filhos...
Este foi o meu primeiro livro de estreia de Sarah Pekkanen, mas arrebatou-me. De uma forma leve, descontraída, a autora leva-nos a pensar na nossa própria vida, e a rever-nos em cada uma destas personagens.

Muito bom.
 

Sem comentários: