sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Crime de Luxo - NGaio Marsh [Opinião]

Título: Crime de Luxo
Autor: NGaio Marsh
Páginas: 376
Editor: Edições Asa
PVP: 14,90€

Sinopse:
As jovens debutantes suspiram, ansiosas. As mães casamenteiras planeiam minuciosamente cada lanche, baile e jantar. Em Londres, uma nova temporada está prestes a começar.
Mas por detrás de tão enérgica atividade, a alta sociedade está a ser vítima de um crime tão abjeto quanto silencioso. Alguém está a chantagear as mais notáveis famílias da cidade… e essa pessoa também planeia cuidadosamente todos os seus passos.
O inspetor-chefe Roderick Alleyn, ele próprio um aristocrata, move-se suficientemente bem naquele meio para perceber que algo de estranho se passa. Encontrou, até, o aliado perfeito. O seu amigo Lorde Robert Gospell aceitou misturar prazer e dever num dos bailes mais aguardados do ano.
E para mal dos seus pecados, o bom lorde descobriu o culpado…
A minha opinião: 
Inserida na coleção Crime à Hora do Chá, uma nova coleção da Asa que muito me tem agradado, Crime de Luxo continua a mostrar o policial britânico de época que muito faz lembrar os livros de Agatha Christie.

Acompanhados sempre por uma saqueta de chá Lipton, uma boa companhia para quem gosta deste género de livros, esta série é absolutamente deliciosa. Desde as capas, até às histórias com policiais caricatos quase sempre com crimes ocorridos dentro de famílias de alta sociedade. Quem gosta deste género de crimes não pode perder esta fabulosa série.

O terceiro volume traz Ngaio Marsh, uma autora para mim completamente desconhecida, com o livro Crime de Luxo. Nesta obra está patente, além de um assassinato, outro crime: chantagem. Na temporada de apresentação das filhas das "boas" famílias à sociedade com o intuito claro de arranjar pretendentes, uma personagem que vai ser assassinada quando já regressa a casa, de táxi. Em cena aparece o inspector-chefe Roderick, cuja perspicácia e sentido de encenação de diversas situações ocorridas em determinada época, em muito me fizeram lembrar Poirot. De destacar o seu ajudante Fox, um elemento de ajuda imprescindível para a resolução do problema, apesar de estar em segundo plano.

Roderick vai contar ainda com a preciosa ajuda de Lorde Robert, determinante em muitos acontecimentos que vão surgir durante a noite do assassinato.

Mostrando vários pontos da alta sociedade, com personagens completamente diferentes entre si, mas cujo objectivo é sempre demonstrar o como estão bem de vida, tentando ocultar muitas vezes as suas vidas passadas. E tem lá tudo. Desde a alpinista social, à jovem debutante que não tem pretendentes, a damas de sociedade com um passado sombrio, a uma pintora, um homem cheio de esquemas...

Numa altura em que a investigação só se fazia valer dos interrogatórios e de uma autópsia um pouco rudimentar, Roderick Alleyn tem a mestria de um grande investigador.

Apesar de Crime de Luxo fazer parte de uma série em que Roderick Alleyn é o protagonista, sendo este o seu sétimo livro, a trama percebe-se bem, deixando no ar a vontade de querer saber mais sobre este detective tão bom. Fica no ar a deixa para que a Asa comece a publicar desde o primeiro volume, mesmo que seja noutra coleção, os restantes livros.

Mais um policial que recomendo.   

Sem comentários: