sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

A verdade sobre o caso Harry Quebert - Joël Dicker [Opinião]

Título: A verdade sobre o caso Harry Quebert
Autor: Joël Dicker
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 664
Editor: Alfaguara Portugal
PVP: 22,09€

Sinopse:
Verão de 1975. Nola Kellergan, uma jovem de quinze anos, desaparece misteriosamente da pequena vila costeira de Nova Inglaterra. As investigações da polícia são inconclusivas. Primavera de 2008, Nova Iorque. Marcus Goldman, escritor, vive atormentado por uma crise da página em branco, depois de o seu primeiro romance ter tido um sucesso. Junho de 2008, Aurora. Harry Quebert, um dos escritores mais respeitados do país, é preso e acusado de assassinar Nola, depois de o cadáver da rapariga ser descoberto no seu jardim. Meses antes, Marcus, discípulo de Harry, descobrira que o professor vivera um romance com Nola, pouco tempo antes do seu desaparecimento. Convencido da inocência de Harry, Marcus abandona tudo e parte para Aurora para conduzir a sua própria investigação.
A minha opinião: 
Curiosa com o facto de A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert ser uma fenómeno literário, decidi partir para a leitura do livro com grandes expectativas. Desde que o comecei a ler, aproveitei todos os momentos livres para o apreciar e devorar.

"Um bom livro, Marcus, é um livro que lamentamos ter acabado de ler". E é precisamente o que eu sinto depois de ter terminado este livro. Bem escrito, com uma intriga interessante, embora não original, e, apesar de extenso, não se nota pela imensidão de páginas porque se lê extremamente bem.

30 de Agosto de 1975 será uma data importante para a vida da população de Aurora, na Nova Inglaterra. Nola Kallergen, uma jovem de 15 anos que residia naquela localidade, desaparece sem deixar rasto. Ou melhor, desconfianças do que lhe poderá ter-lhe acontecido sempre houve, porque juntamente com o seu desaparecimento aparece o corpo ensanguentado de uma idosa, que poucos minutos antes telefonara para a polícia relatando que uma jovem estava a ser perseguida na floresta...

33 anos depois, Marcus Goldman um escritor cujo primeiro livro foi um sucesso, mas que está com um bloqueio criativo, decide visitar o seu mentor Harry Quebert, um escritor consagrado, cujo segundo livro "As Origens do Mal" ganhou vários prémios literários. Sem imaginar, Marcus vai encontrar em Aurora, o local onde Harry vive, muitos motivos para se inspirar, sobretudo depois do corpo de Nola aparecer.

Marcus, um jovem escritor, discípulo de Harry, é um jovem determinado, cujo apelido de "Formidável" lhe granjeou sempre sucesso, tanto na escola, como nos meios sociais. Harry, como mentor, dará conselhos, que surgirão como capítulos no livro de Dicker, de como se pode transformar num bom escritor, num escritor de sucesso, e que Marcus segue religiosamente.

É aí que descobre o amor imenso de Harry por Nola, um amor clandestino e ilegal, já que Harry, há 33 anos, tinha 34 anos e Nola apenas 15. Terá sido apenas um amor platónico, já que Dicker nunca revela que tipo de relacionamento tiveram, apesar de terem passado uma semana juntos num hotel? O certo é que este romance tem um toque de Nabokov. Harry poderá ser uma espécie de Humbert Humbert e Nola a jovem Lolita de doze anos. Até porque atrevimento tem q.b.

Já o seu desaparecimento faz lembrar o desaparecimento de uma personagem conhecidíssima do público, Laura Palmer, que também desapareceu sem deixar rasto tendo colocado uma pequena localidade em alvoroço. O que é certo é que Dicker conseguiu juntar duas fórmulas (ou mais) de sucesso.

O que é certo é que com apenas 28 anos, Dicker, tal como Marcus e Harry (parece uma premonição) viria a ganhar vários prémios em França tais como o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa, o Prémio Goncourt des Lyséens e o Prémio da Revista Lire para o Melhor Romance em Língua Francesa.

Apesar da controvérsia de opiniões (há quem ame, há quem odeie) eu adorei. Apesar de previsível em alguns aspectos, fui suspeitando ao longo do livro de algumas situações, recomendo para os fãs do género. Excelente.







7 comentários:

Time Traveller disse...

Vou começar amanhã. Gosto geralmente dos que gostas :)
Boas leituras para 2014! :)

Maria Manuel Magalhaes disse...

Então espero que gostes deste. Eu achei divinal!

Anónimo disse...

Estou a adorar. Nem me apetece comer ou dormir ;)
TimeTraveller

Érika Bento Gonçalves disse...

Acabo de ler o livro e simplesmente ADOREI! Sem duvida alguma, um dos melhores livros que li nos ultimos anos. Obrigada pela dica!

Maria Manuel Magalhaes disse...

Este livro é simplesmente genial. Ainda bem que gostou Érika.

Anónimo disse...

Um dos melhores livros que li nos últimos anos. Estimulante!

Jean-Paul disse...

Concordo plenamente, sobretudo após ter lido a versão original.