sexta-feira, 14 de novembro de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Qunta Essência: Sapatinhos de Chocolate, Trisha Ashley

Título: Sapatinhos de Chocolate
Autor: Trisha Ashley
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 392
PVP: 15, 50€

Sinopse:
Esqueça os Jimmy Choos, Sapatinhos de Chocolate é o único acessório de que vai precisar na próxima estação...
Tansy sonhava com um belo futuro junto de Justin. Mas quando uma revelação inesperada a faz confrontar a amarga verdade sobre o homem que ama, decide deixar imediatamente Londres e regressar à pequena aldeia de Sticklepond. As doces atenções da carinhosa tia Nan e a amizade de Bella são um bálsamo para o seu coração destroçado. Com um entusiasmo que já não pensava ter, Tansy lança-se na realização de um projeto há muito desejado. Assim nasce a Cinderella’s Slippers, uma loja de sapatos realmente muito especial. Se ao menos a sua vida amorosa a fizesse tão feliz!

Sobre a autora:

Trisha Ashley nasceu em St. Helens, Lancashire, e agora vive no Norte do País de Gales. O seu romance A Winter's Tale foi candidato ao Melissa Nathan Award na categoria de Romance-Comédia em 2009.
Teve vários empregos a tempo parcial ao longo dos anos, mas a sua ocupação atual como funcionária sazonal do National Trust combina perfeitamente três dos seus maiores interesses: casas históricas, jardins e conhecer pessoas. Embora Trisha adore chocolate, não se considera «chocoólica» - pode desistir quando quiser, a sério! A Quinta Essência já publicou Desejos de Chocolate e Noite de Reis.






Porto Editora publica A Viagem do Elefante, romance de José Saramago, adaptado para banda desenhada por João Amaral

Título: A Viagem do Elefante
Autor:
João Amaral
Prefácio: Pilar del Río
Págs.: 112
PVP: 19,90 €
Capa: Dura

No dia 21 de novembro, a Porto Editora publica um livro surpreendente: A Viagem do Elefante, romance de José Saramago, adaptado para banda desenhada por João Amaral. Resultado de um trabalho de quase três anos, este livro, que tem a particularidade de ser narrado pelo Nobel português, relata a viagem do elefante Salomão, um presente do rei D. João III para o arquiduque Maximiliano da Áustria, de Lisboa até Viena, guiado pelo indiano Subhro.
Como diz Pilar del Río, no prefácio que escreveu para este livro, «o caminho até Viena é tortuoso: João Amaral sabe-o bem porque o esteve a desenhar durante mais de dois anos passo a passo. […] João Amaral estudou muito bem aquilo que José Saramago havia escrito e logo que o soube com todas as letras pintou-o para que nada na sua banda desenhada fosse falso».

Sobre o autor:
João Amaral nasce em Lisboa, em 1966. Participa nas Selecções BD – 2ª Série, com dois episódios de O Que Há de Novo no Império?. Publica nesta revista O Fim da Linha, um remake do célebre filme O Comboio Apitou Três Vezes. Ganha uma menção na categoria de Novos Valores, no Festival da Sobreda, em 2002, para o qual apresenta uma história intitulada Game Over. É um dos autores que participa, em 2003, no álbum Vasco Granja – Uma Vida, 1000 Imagens. Elabora ainda três álbuns. Paralelamente foi, ao longo dos anos, desenhador de publicidade, colaborou com a revista A Rua Sésamo, fez ilustrações para livros. No seu blogue, publica como Joca uma tira humorística, intitulada Fred & Companhia.


TOPSELLER: James Patterson, n.º 1 em todo o mundo, traz-nos uma história de amor mágica


Não é por acaso que James Patterson é o autor mais bem-sucedido em todo o mundo (Fonte: Forbes). Do fervilhar de ideias que saltam entre páginas de policiais, thrillers, romances e a sua paixão, as histórias infantojuvenis, nascem enredos que inspiram pessoas.

O Anjo da Guarda (Topseller I 304 pp I 16,59€), editado pela Topseller, é um desses livros. Uma história já adaptada ao cinema: Sundays at Tiffanys, com Alyssa Milano como protagonista.

Será o nosso coração capaz de amar para além do mundo real?

Michael era o amigo imaginário de Jane, que a acompanhava, guiava e protegia quando ela, ainda criança, se sentia sozinha. Apesar de a mãe ser uma bem-sucedida produtora da Broadway e do ambiente glamoroso que a rodeava, Jane não era uma menina feliz. Michael e Jane eram os melhores amigos mas, quando ela fez 9 anos, o seu amigo imaginário teve de partir…

Vinte e três anos mais tarde, Jane é uma dramaturga de sucesso, trabalha na produtora da mãe e tem um namorado atraente e encantador. No entanto, ela continua infeliz e sem conseguir esquecer Michael. Até que, inesperadamente, volta a vê-lo. Teria Michael afinal sido sempre real?

Uma história de amor mágica e comovente, com uma reviravolta emocionante, que nos faz acreditar no poder do amor verdadeiro.

Sobre o autor:
​ James Patterson já criou mais personagens inesquecíveis do que qualquer outro escritor da atualidade. É o autor dos policiais Alex Cross, os mais populares dos últimos vinte e cinco anos dentro do género. Entre os seus maiores bestsellers estão também as coleções Private: Agência Internacional de Investigação, The Women’s Murder Club (O Clube das Investigadoras) e Michael Bennett.

Patterson é também o autor que teve mais livros até hoje no topo da lista de bestsellers do New York Times, segundo o Guinness World Records. Desde que o seu primeiro romance venceu o Edgar Award, em 1977, os seus livros já venderam mais de 300 milhões de exemplares. Patterson escreveu também diversos livros de grande êxito para leitores jovens, entre os quais estão as séries Confissões, Maximum Ride, Escola e Eu Cómico. São mais de 3,9 milhões os que seguem o autor no Facebook.

Gabrielle Charbonnet é escritora de livros para jovens adultos. Vive na Carolina do Norte com o marido, as duas filhas, dois enteados, um caniche e uma quantidade incrível de gatos.





Apresentação de Entre o Caos e a Paz, amanhã na Biblioteca Municipal do Vale da Amoreira


Sessão de lançamento do livro «Última Palavra: Mãe», de José Jorge Letria



quinta-feira, 13 de novembro de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Michael Cunningham em Lisboa para o lançamento do seu mais recente romance A Rainha da Neve



Michael Cunningham, autor do romance As Horas, galardoado com os prémios Pulitzer e Pen Faulkner, estará em Lisboa de 17 a 19 de Novembro e participará numa conversa aberta ao público com o neuropediatra e escritor Nuno Lobo Antunes e com a crítica literária e escritora, Filipa Melo, sobre o seu mais recente romance A Rainha da Neve publicado pela Gradiva. A sessão terá lugar no dia 18 de Novembro, terça-feira, às 19 horas, na FNAC-CHIADO, Armazéns do Chiado, Rua do Carmo n.º 2, Loja 407, em Lisboa.



Lançamento de «As Flores do Mal», de Fernando Pessoa



quarta-feira, 12 de novembro de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora publica "Poemas Completos", de Herberto Helder

Título: Poemas Completos
Autor:
Herberto Helder
Págs.: 760
Capa: Dura
PVP: 48,00 €

Na próxima sexta-feira, dia 14 de novembro, é publicado pela Porto Editora Poemas Completos, o novo título para o livro que passa a reunir a poesia de Herberto Helder. Esta obra segue a fixação empregue na edição anterior, Ofício Cantante, e inclui já os esgotados Servidões — considerado o livro do ano em 2013 por grande parte da crítica especializada — e A Morte sem Mestre, publicado este ano, sobre o qual escreveu Miguel Esteves Cardoso: «Só um livro me faz, ao mesmo tempo, invejar, estremecer, rir, chorar e permanecer vivo à espera de mais: A Morte Sem Mestre, de Herberto Helder. […] Que eu me lembre não há outro que não tenha sido escrito por ele. E eu lembro-me de tudo. […] é um milagre de um livro. Escrito por uma pessoa: Herberto Helder.»

Sobre o autor:
Herberto Helder nasce em 1930 no Funchal, onde conclui o 5º ano. Em 1948 matricula-se em Direito mas cedo abandona esse curso para se inscrever em Filologia Românica, que frequenta durante três anos. Teve inúmeros trabalhos e colaborou em vários periódicos como A Briosa, Re-nhau-nhau, Búzio, Folhas de Poesia, Graal, Cadernos do Meio-dia, Pirâmide, Távola Redonda, Jornal de Letras e Artes. Em 1969 trabalha como diretor literário da editorial Estampa. Viaja pela Bélgica, Holanda, Dinamarca e em 1971 parte para África onde faz uma série de reportagens para a revista Notícias. Em 1994 foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa, que recusou.


terça-feira, 11 de novembro de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora publica novo autor sueco: Johan Theorin

Título: A Hora das Sombras
Autor:
Johan Theorin
Tradução: Ulla Baginha
Págs.: 384
PVP: 16,60 €

Johan Theorin sai da sombra e traz-nos um romance de estreia que o vem confirmar como uma das novas vozes do policial nórdico. A Hora das Sombras, que a Porto Editora publica a 11 de novembro, é um thriller inquietante de Johan Theorin, com laivos de Hitchcock, considerado pelo The Times «um livro de estreia admirável» e pelo The Observer «muito melhor do que Stieg Larsson».
Publicado já em 30 países e galardoado com inúmeros prémios, entre eles o de Melhor Livro Sueco de 2009, foi adaptado ao cinema pela mão de Daniel Alfredson, o realizador sueco dos dois primeiros filmes da trilogia Millennium, de Stieg Larsson.

Sinopse:
Numa manhã de setembro de 1972, na remota ilha de Öland, na Suécia, o pequeno Jens aventura-se na densa névoa, movido pelo desejo de explorar o mundo para além do jardim dos seus avós maternos; não regressaria mais a casa. Depois de vasculhada toda a ilha, a polícia convence-se que o menino terá caído ao mar e morrido afogado.
Vinte anos mais tarde, a mãe, Julia, recebe uma chamada inesperada do pai, um reformado mestre de embarcações, a residir ainda em Öland, dizendo-lhe ter recebido nessa mesma manhã uma encomenda anónima com uma das sandálias que Jens calçava naquele dia fatídico.
À luz de novas provas, é forçoso que Julia regresse à ilha para encetar novas investigações. Apesar de contrariada, acaba por aceitar o regresso à terra onde cresceu e, depressa, pai e filha se verão enleados num puzzle que os retém presos ao passado. Pela primeira vez, Julia ouve falar de um personagem mítico de Öland, um tal Nils Kant, que em tempos fora o homem mais temido. Mas há muito que Nils está morto e enterrado. Antes mesmo do desaparecimento de Jens. Não obstante, há gente que afirma tê-lo visto deambular pelos bosques ao cair da noite…
A Hora das Sombras marcou a estreia literária de Johan Theorin com um thriller que deixa o mesmo sabor amargo típico da inquietude presente nas obras-primas de Hitchcock.

Sobre o autor:
Johan Theorin nasceu em 1963 e passou grande parte da sua infância na ilha de Öland, onde o seu romance de estreia, A Hora das Sombras, tem lugar. Obteve vários prémios, dos quais se destacam o Glass Key, o prémio para Melhor Livro Sueco em 2009 e o prestigiado CWA International Dagger. Atualmente reparte o tempo entre o jornalismo e a escrita dos seus livros.

NASCENTE: Uma história verdadeira... Um Presente Muito Especial



«Um Presente Muito Especial é um livro que contém uma mensagem muito maior do que o próprio Natal. Este livro é escrito com o coração e para o coração.» - Jason Wright, autor bestseller do New York Times
«Uma história que aquece o coração e que nos mostra como simples atos de bondade são capazes de transformar um momento doloroso, num caminho de força e amor.» - BookReporter.com
«A história maravilhosa de Joanne Huist Smith comoveu-me de tantas formas e trouxe à tona tantas emoções diferentes que, no final, fiquei simplesmente rendido… é uma obra-prima.» - Joe L. Wheeler, autor bestseller.

O Natal está a chegar e são histórias inspiradoras, como a que preenche as páginas do livro Um Presente Muito Especial (Nascente I 208 pp I 15,49€), que nos fazem recordar o verdadeiro espírito natalício: a bondade que existe dentro de cada um a fim de proporcionar um Natal mais alegre ao próximo.

Sinopse:
A história real de uma família que reencontrou a sua essência com a ajuda de amigos muito especiais.
Depois da morte inesperada do marido, Joanne sente-se incapaz de retomar a sua vida e de ser o exemplo de força que os seus filhos, Ben, Nick e Megan, precisam mais do que nunca. Com a aproximação da quadra natalícia, tudo parece ainda mais duro de suportar.
Mas, 12 dias antes do Natal, um presente é deixado misteriosamente à porta de casa, acompanhado de um cartão com a assinatura «Os vossos verdadeiros amigos». No dia a seguir, um novo presente, no dia seguinte mais um presente, e assim acontece, até à véspera de Natal.
Estes 12 presentes irão tornar-se uma dádiva de grandeza incomparável e acabam por dar origem a um milagre: a reaproximação entre mãe e filhos e o fortalecimento dos seus laços de amor.


 


Lançamento do livro Queres Casar Comigo?


«Ouvimos a pergunta, respondemos um “sim!” cheio de doçura e lágrimas, contamos a toda a gente (ou guardamos segredo!), respiramos fundo, vamos dormir.

Acordamos no dia seguinte, ainda com um belo sorriso, mas já com um nervoso miudinho a instalar-se… Por onde é que se começa…?! Comecem por aqui, é a nossa sugestão.»

É a partir daqui que muitas dúvidas se instalam. Qual a melhor altura para casar? Posso casar em casa? E quem trata da decoração? Com quanto tempo de antecedência se enviam convites? Que lembranças podem ser oferecidas aos meus convidados? E o bolo? Que modelo escolher?

Estas são apenas algumas das ínfimas perguntas que os noivos vão colocar a caminho do grande dia. Por isso, um guia prático, profusamente ilustrado com fotografias de casamentos reais e repleto de dicas

Sobre as autoras:
Maria João Soares: «“Fazer” casamentos é a actividade que mais a diverte. Pode dizer que tem um negócio com graça – nem sempre é certo, mas o balanço é compensador.
Gere crises – logísticas, familiares, negociais e de nervos, o que faz desta, uma actividade de risco, mas gosta dela mesmo assim, dinâmica e desafiadora.
Desde 2008, que a sua casa profissional é a Design Events Wedding.

Susana Esteves Pinto: Formou-se em Design de Comunicação e Gestão Cultural, e trabalhou nos projectos mais aliciantes que foi encontrando: cinema de animação, ilustração, teatro de marionetas, produção e até design gráfico. Pelo caminho fundou a Wise_up Team, a sua pequena agência de ilustradores, e a Wise_up Weddings, a marca de convites de casamento e peças em papel. Em 2010, criou o projecto Simplesmente Branco (www.simplesmentebranco.com) e a revista digital S Magazine, referências de qualidade e frescura no panorama do casamento em Portugal.

2014 foi o ano da criação de mais um projecto digital, The Destination (www.thedestinationblog.com), visando o mercado internacional.

Apresentação pública:
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, Av. 5 de Outubro, 6, às 18h30. Apresentação do livro por Ana Oliveira e Filipa Cachapa, duas noivas que falarão da sua experiência.

O Diário de um Banana 9: O livro do Natal chega às livrarias no dia 15 de novembro



O Natal é só no dia 25 de dezembro, mas para os fãs d’O Diário de um Banana a efeméride chega mais cedo. No dia 15 de novembro é dia de pedir uma prenda antecipada aos pais, ou retirar dinheiro do mealheiro para ir à livraria mais próxima a correr e comprar O Diário de um Banana 9: Assim Vais Longe, o mais recente título da coleção infantojuvenil mais vendida em Portugal (Booksmile I 224 pp I 15,98€).

Lançado esta semana nos EUA, onde saltou de imediato para o 1.º lugar dos livros mais vendidos (a primeira tiragem nos EUA foi de 5,5 milhões!!!), O Diário de um Banana 9: Assim Vais Longe irá também, como nos anos anteriores, ser um dos livros do Natal em Portugal. No Natal de 2013, O Diário de um Banana 8 chegou a ser o terceiro livro mais vendido em Portugal (top geral ficção), superando em vendas nomes consagrados da literatura nacional e estrangeira.

Com 630 mil livros editados cá - o 1.º volume da coleção soma 19 edições -, e 150 milhões vendidos em todo o mundo, não há criança que não saiba quem é o Greg.

Sinopse:
O maior pesadelo do Greg está prestes a acontecer: a mãe organizou uma viagem de carro para toda a família, com a desculpa de que é a melhor forma de passarem tempo juntos. Não há nada que vá fazer o carro voltar para trás, nem mesmo a entrada em cena de um porco à solta ou um ataque de gaivotas assassinas.
E quando parece que nada pode piorar a situação, o Greg descobre uma forma de deixar toda a gente à beira de um ataque de nervos. Pois é, Greg, ASSIM VAIS LONGE!

Jeff Kinney esteve pela primeira vez em Portugal este ano, tendo sido a estrela maior da Feira do Livro de Lisboa. Foram 3 horas a dar autógrafos sem pausas. Foi nomeado pela revista Time como uma das pessoas mais influentes em todo o mundo.
O Diário de um Banana mantém-se ininterruptamente na lista de bestsellers do New York Times desde 2007 e já foi traduzida para mais de 44 países, em 42 línguas. O autor já vendeu mais de 150 milhões de livros vendidos em todo o mundo.
Produzidos pela Twentieth Century Fox, os diários de Greg chegaram ao grande ecrã, tendo rendido 250 milhões de dólares. A coleção venceu os prestigiados prémios Nickelodeon Kid’s Choice Awards em 2010, 2011, 2012 e 2014, e o Children’s Choice Book Award em 2012 e 2013.
Descubra o maravilhoso mundo de O Diário de um Banana em www.facebook.com/diariobanana, www.wimpykid.com e www.wimpykidclub.co.uk.



VOGAIS: O livro que chocou o Príncipe Carlos


Ao Serviço de Sua Majestade (Vogais I 256 pp I 16,59€) é o testemunho inédito e privilegiado de Dickie Arbiter, assessor de imprensa e porta-voz da Família Real durante 12 anos. Estas são as suas memórias sobre os casos mais mediáticos e controversos da monarquia britânica e os pormenores do dia a dia no Palácio de Buckingham:
A coroação de Isabel II • O casamento de Carlos e Diana • A educação dos herdeiros • As disputas entre os membros da família real • O divórcio do futuro rei • A morte e o funeral de Diana e muitos outros momentos reveladores.
Com factos inéditos sobre a Princesa Diana, de quem o autor era confidente, estas memórias oferecem-nos ainda uma visão pessoal dos relacionamentos e personalidades da Família Real, que o público nunca teve a possibilidade de conhecer — até hoje.

Sobre o autor:
Assessor de imprensa e porta-voz da Família Real Britânica, Dickie Arbiter teve, entre 1988 e 2000, um acesso ímpar ao Palácio de Buckingham, bem como a algumas das figuras mais notáveis do nosso tempo. Além disso, a sua experiência de várias décadas na cobertura mediática de eventos relacionados com a realeza tornaram-no um dos especialistas mais reputados sobre a monarquia britânica da atualidade.
Presença regular nos canais televisivos do Reino Unido, Dickie Arbiter surge regularmente em todas as grandes redes noticiosas internacionais. Além das suas funções como porta-voz real, foi também responsável pela gestão dos media em cerimónias oficiais, bem como em todos os grandes eventos de Estado no interior do Palácio de Buckingham e do Castelo de Windsor. A seu cargo estiveram também todos os meios operacionais relacionados com os funerais reais, em particular o da Princesa Diana de Gales.







Porto Editora - Cristina, Goucha e Valter Hugo Mãe oferecem livros a crianças desfavorecidas

O evento de lançamento de O paraíso são os outros, de Valter Hugo Mãe, não se fará nos moldes tradicionais. Os apresentadores Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha vão acompanhar o autor, um dos principais escritores portugueses contemporâneos, numa iniciativa que tem como objetivo chamar a atenção para a situação difícil em que vivem muitas crianças em Portugal. A ação terá lugar na Fundação O Século, que ajuda algumas dessas crianças, às 15:30 do dia 19 de novembro.
O paraíso são os outros, que parte da inocência pueril e toca também a sabedoria dos mais crescidos, inaugura uma coleção de contos de Valter Hugo Mãe. Nesta obra, narrada com o estilo singular do autor e ilustrada por Esgar Acelerado, a personagem principal, uma menina fascinada pelo  amor, usa a imaginação para antever e descobrir o que é a felicidade.
Distinguido com o Prémio José Saramago, o Grande Prémio Portugal Telecom para melhor livro do ano e o Prémio Portugal Telecom para melhor romance, Valter Hugo Mãe tem vindo a ser cada vez mais reconhecido em Portugal e no estrangeiro.
Em setembro de 2013, a Porto Editora publicou o mais recente romance de Valter Hugo Mãe, intitulado A Desumanização, já na 5.ª edição.


TOPSELLER: Uma janela partida... uma pegada de sangue... a caça vai começar



«Karin Slaughter é uma das melhoras autoras de thrillers da América.» - The Washington Post

«De fazer disparar o coração […] Slaughter traz para esta série a mesma energia feroz e a mesma violência brutal de livros anteriores, com resultados de arrepiar. Trent e Mitchell, um par de heróis complexos e profundamente perturbados, vão deixar os fãs a exigirem já o próximo livro.» - Publishers Weekly

Depois de Tríptico, o 1.º volume da Série Will Trent, bastante elogiada pela crítica internacional e muito bem recebida pelos leitores portugueses, já chegou às livrarias nacionais o segundo volume da série, Fraturado (Topseller I 416 pp I 18,79€), traduzido por Pedro Garcia Rosado, reconhecido autor português no género policial/thriller.

A Topseller disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

Sinopse:
Abigail Campano chega a casa e entra num cenário de pesadelo. Uma janela partida, uma pegada de sangue na escada e, a visão mais devastadora de todas, a sua filha adolescente morta no chão. Sobre ela está um homem com uma faca ensanguentada na mão. A luta que se segue vai mudar a vida de Abigail para sempre.
Quando a polícia local comete um erro que não só ameaça a investigação mas também coloca em perigo a vida de uma jovem, o caso é entregue ao agente especial Will Trent do Georgia Bureau of Investigation. Will terá como parceira a detetive Faith Mitchell, do Departamento de Polícia de Atlanta, que logo no primeiro encontro lhe mostra que não é a sua maior fã.
Sob o calor implacável do verão de Atlanta, Will e Faith percebem que só trabalhando juntos conseguirão travar o homicida brutal que tem como alvo uma das comunidades mais ricas e privilegiadas da cidade. Antes que seja tarde demais.

  
 
Sobre a autora:
Karin Slaughter é uma autora americana de ficção policial, nascida em janeiro de 1971. O seu primeiro thriller, Blindsighted, publicado em 2001, tornou-se um êxito imediato. Desde então, já publicou cerca de vinte livros, que atingiram consecutivamente o top dos mais vendidos no Reino Unido, nos EUA, na Holanda, na Alemanha, na Irlanda, na Dinamarca e na Austrália.
Karin Slaughter já vendeu mais de 30 milhões de exemplares em todo o mundo e é publicada em 32 línguas. Em 2015 será publicado o terceiro volume da série Will Trent, intitulado Génesis.







NASCENTE: A gata do Dalai Lama num romance original e inspirador



A Gata do Dalai Lama (Nascente I 224 pp I 15,98€) é um romance original, inspirador, que transmite a sabedoria, compaixão e humor de uma gata muito especial. A Vogais disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

«Uma gatinha frágil e faminta é resgatada das ruas de Nova Deli por Sua Santidade, o Dalai Lama, e torna-se a companheira preferida do líder espiritual tibetano. Esta é a sua história — contada na primeira pessoa, pela própria gata. Na nova casa, um mosteiro com vista deslumbrante sobre os picos nevados dos Himalaias, a gata do Dalai Lama testemunha encontros com estrelas de Hollywood, mestres budistas, professores de universidades de topo, filantropos e muitas outras pessoas que procuram os conselhos do seu dono.»
São estas as histórias que a gatinha nos conta, de modo divertido, irreverente e sábio, proporcionando ensinamentos sobre como encontrar a felicidade e o significado da vida num mundo tão intenso e materialista.

«— Oh! Que amorosa! Não sabia que tinha uma gata! — exclamou. Fico sempre surpreendida com a quantidade de pessoas que fazem esta observação. Porque é que Sua Santidade não haveria de ter uma gata?
— Se ao menos ela soubesse falar — continuou. — De certeza que teria grande sabedoria para partilhar. E daqui nasceu a ideia… Comecei a pensar que talvez tivesse chegado a hora de escrever o meu próprio livro, que transmitisse a sabedoria que adquiri sentada, não aos pés do Dalai Lama, mas ao seu colo.»
 

Sobre o autor:
David Michie nasceu no Zimbabué, estudou na África do Sul e viveu durante uma década em Londres. Casado, vive atualmente em Perth, na Austrália. Conhecido pelos seus livros de inspiração budista, dá-nos a conhecer com a sua obra os princípios do budismo.
A Gata do Dalai Lama foi inspirado na gata do autor, que o acompanhava na meditação e nas aulas sobre budismo tibetano, já que ela gostava de meditar. Se por acaso chegava atrasada, espreguiçava-se na porta até que alguém a deixasse entrar. A gata morreu antes de o autor terminar o livro, mas continua a ser a sua musa inspiradora.
Este romance tornou-se rapidamente um êxito estrondoso e já está traduzido em dezoito línguas.




segunda-feira, 10 de novembro de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

As Primeiras Coisas, a estreia de Bruno Vieira Amaral na ficção.



Apresentação de História da Expansão e do Império Português



Quinta Essência relança em Portugal a Rainha do Romance - Barbara Cartland

Esta semana, a Quinta Essência relança em Portugal, o livro daquela que foi considerada a Rainha do Romance, Barbara Cartland, e que vendeu mais de um bilião de livros.

Dame Mary Barbara Hamilton Cartland foi uma escritora inglesa que, durante a sua longa carreira, escreveu mais de 700 livros e publicados em mais de 36 países, tornando-a uma das autoras mais prolíficas do século XX. Vendeu mais de 1.000 milhões de exemplares em todo o mundo, ganhando um lugar no Guinness Book of Records.

Barbara Cartland foi a mais produtiva e admirada romancista dos seus tempos (1901-2000), também escreveu autobiografias, biografias, livros de saúde e de culinária, peças de teatro e gravou um álbum de canções de amor.

Era muitas vezes apelidada de Rainha do Romance, e tornou-se uma das personalidades mais populares da comunicação social no Reino Unido, aparecendo muitas vezes em eventos públicos e na televisão, vestida com no seu habitual cor-de-rosa, a falar sobre amor, saúde e questões sociais.

Começou a sua carreira de escritora como colunista de mexericos do Daily Express. Publicou o seu primeiro romance, Jigsaw, um thriller de sociedade, em 1923, que foi um best-seller. Continuou a escrever ​​e ganhou uma legião de fãs, chegando a receber mais de 40 mil cartas de fãs por ano. Barbara Cartland inspirou-se nos acontecimentos da sua vida social para escrever romances recheados de festas, amantes secretos, mulheres inocentes e virgens que se casavam com homem ricos da alta sociedade.

Título: À Beira do Lago Encantado
Autor: Barbara Cartland
N-º de Páginas: 172
PVP: €14,40

Uma história de espionagem e amor nos anos que antecedem a Primeira Guerra Mundial.

Sobre o livro:
Aparece o marquês de soveral, proeminente diplomata português dos seculos XIX e XX e íntimo da realeza britânica. Marienbad, 1905. A Europa está a preparar-se para a guerra e os países aliam-se uns com os outros e contra outros. Mariska fica surpreendida e chocada quando o Alto Comando alemão espera que ela faça o papel de espia - e com medo da fúria do marido, caso recuse. Em Marienbad para informar o rei Eduardo VII dos últimos acontecimentos no palco europeu, Lorde Arkley conhece a bela e infeliz Mariska. Ela é casada com o sádico príncipe Friederich de Wilzenstein, um homem condenado a uma cadeira de rodas pelos efeitos da bomba de um anarquista. Arkley e Mariska são atraídos para uma assustadora teia de intrigas e espionagem numa história dramática com um final surpreendente.







Um Homem Escandaloso é o novo livro de Tiago Rebelo

Título: Um Homem Escandaloso
Autor: Tiago Rebelo
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 328
Editor: Edições Asa
PVP: 15,90€
A partir de 18 de Novembro

Sinopse:
Em plena crise económica, um pintor com uma vida catastrófica, persiste em boicotar a própria carreira. Mas quando o seu casamento termina e tudo parece perdido, eis que a sorte muda: de um dia para o outro, torna-se a figura do momento e o artista português de maior projecção internacional.
Uma brusca mudança da percepção da realidade fará com que este homem, que se esconde do mundo com uma tenacidade doentia, passe a ser um alegre provocador de escândalos públicos - e, também, o conquistador da deslumbrante Cristiane.
Um Homem Escandaloso é um romance notável sobre a sociedade moderna, onde o sucesso se conquista com ostentação e fingimento. Divertido e desconcertantemente certeiro, eis um retrato prodigioso de uma época onde a imagem é tudo e o abstracto se sobrepõe ao concreto.  

Guerra e Paz publica o livro mais pessoal de José Jorge Letria


Título: Última Palavra: Mãe
Autor: José Jorge Letria
N.º de Páginas: 160 páginas
PVP: 11,99 €
Nas livrarias a 19 de Novembro
Guerra e Paz|Clube do Livro SIC

Sinopse:
Este é o livro que nos leva de volta a casa, aos braços da nossa Mãe.

A Mãe está sentada com o mar diante dos olhos… É a Mãe de José Jorge Letria quem tem o mar diante dos olhos, mas podia ser a nossa Mãe. Este é o livro que cada um de nós queria ter escrito à sua própria Mãe. Um livro confessional, um livro de amor, o amor que, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, podemos negar a outros, mas não negamos a essa figura, à Mãe que, generosa, nos deu o sopro da vida.

José Jorge Letria escreveu uma obra intensa sobre a sua Mãe, com episó­dios reais fortemente emotivos. Este é um livro comovente, tão verdadeiro como os momentos únicos, de choro ou de riso que, entre mãe e filho, te­cem o laço mais forte das nossas vidas.

Sobre o autor:
É ficcionista, mas também jornalista, poeta, dramaturgo, nasceu em Cascais, em 1951. Tem livros traduzidos em mais de uma dezena de idiomas e foi premiado em Portugal e no estrangeiro, destacando­-se dois Grandes Prémios da APE, o Pré­mio Aula de Poesia de Barcelona, o Prémio Internacional UNESCO, o Prémio Eça de Queirós-Município de Lisboa e o Prémio da Associação Paulista de Críticos de Arte.

O essencial da sua obra poética en­contra-se condensado nos dois volumes da antologia O Fantasma da Obra. Ao lado de nomes como José Afonso e Adria­no Correia de Oliveira, foi um dos mais destacados cantores políticos portugueses, tendo sido agraciado em 1997 com a Or­dem da Liberdade. Mestre em Relações Internacionais e doutorando em Ciências da Comunicação, é presidente da Socie­dade Portuguesa de Autores e do Comité Europeu de Sociedades de Autores.

Em 2014, publicou, com a chancela da Guerra e Paz, o seu mais recente ro­mance, A Volta ao Medo em 80 Dias.

“Porto de Encontro” homenageia Maria Alberta Menéres

Eugénia Melo e Castro, António Torrado e Fernando Pinto do Amaral participam nesta edição marcada para 16 de novembro, na Casa das Artes, no Porto.

O “Porto de Encontro” vai homenagear a escritora Maria Alberta Menéres. A trigésima edição deste ciclo de conversas com escritores promovido pela Porto Editora terá lugar na Casa das Artes, no Porto, no próximo dia 16 de novembro, pelas 17:00.
Conduzida pelo jornalista Sérgio Almeida, esta sessão conta com a participação especial do Comissário do Plano Nacional de Leitura, Fernando Pinto do Amaral, do escritor António Torrado e da cantora e compositora (e filha da autora) Eugénia Melo e Castro, que interpretará ao vivo alguns temas do álbum “Conversas com versos”, adaptação do livro homónimo da autoria de Maria Alberta Menéres.
Nascida em 1930, em Vila Nova de Gaia, Maria Alberta Menéres tem uma vasta obra poética, estando representada em várias antologias literárias nacionais e estrangeiras. Foi professora dos Ensinos Básico e Secundário nas disciplinas de Língua Portuguesa e História. É autora de inúmeros programas televisivos para crianças, tendo sido Diretora do Departamento de Programas Infantis e Juvenis da RTP de 1974 a 1986. Publicou mais de 69 livros para crianças (contos, poesia, BD, teatro e novela). Em 1986, recebeu o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças "pelo conjunto da sua obra literária e pela manutenção de um alto nível de qualidade".
Esta XXX edição do “Porto de Encontro” conta com a colaboração da Direção Regional de Cultura do Norte e o apoio da Antena 1, Jornal de Notícias, Porto Canal, Sociedade Portuguesa de Autores, Livrarias Bertrand, Porto Barros e Arcádia. A entrada, como sempre, é gratuita.