quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Doce Tortura - Rebacca James [Opinião]

Título: Doce Tortura
Autor:
Rebecca James
Páginas: 384
Editor: Suma de Letras
PVP: 16,70€

Sinopse:
Quando Tim Ellison encontra um quarto barato para alugar num dos melhores locais de Sydney, parece um golpe de sorte: estará perto do restaurante onde trabalha e ainda mais perto do seu lugar preferido para praticar surf. Mas há uma condição para que possa arrendar o quarto: Tim terá de fazer todos os recados à misteriosa dona do quarto, uma mulher muito reservada e pouco amistosa, que nunca abandona a casa. Tim esforça-se cada vez mais por conhecer melhor a figura inquietante de Anna. A princípio muito reservada, ela começa a revelar-se aos poucos: a sua história, a sua tristeza, os seus medos paralisantes. É então que começam a acontecer coisas estranhas na casa: golpes a meio da noite, figuras inexplicáveis nas sombras, mensagens sinistras nas paredes. Tim assusta-se porque, ao mesmo tempo que o seu desconforto em relação àquela casa vai aumentando, crescem também os seus sentimentos pela bela e misteriosa dona da casa. Que tipo de pessoa será Anna London: alguém que merece compaixão, alguém para amar ou alguém para temer?
A minha opinião:
Agorafobia (do grego ágora) é o medo de estar em espaços abertos ou no meio de uma multidão.

Confrontado pela ex-namorada que é chegada a hora de sair definitivamente da sua casa, Tim vê um quarto barato, situado num dos melhores locais de Sidney e nem hesita em responder à oferta. Além de estar situado perto do local onde ele costuma praticar surf, é também perto do seu local de trabalho e a casa é uma das melhores da região. Mas isso também desperta sentimentos contraditórios em Tim. 

Porque será que a dona daquela maravilhosa casa colocou um quarto tão barato para alugar? O mistério adensa-se quando Tim descobre que Anna, lhe diz que sofre de uma estranha doença que não lhe permite ter contato com o exterior. Além da companhia que Tim lhe vai trazer, também vai fazer com que lhe traga comida e outros bens. 

Apesar de achar Anna um pouco estranha, Tim vai compreendendo-a aos poucos e a convivência entre os dois vai aproximando cada vez mais o casal. O facto de Tim descobrir que Anna perdeu os pais num acidente de viação mudando-a completamente leva a que compreenda melhor a sua companheira de casa. No entanto, sente que poderá haver algo mais que Anna não lhe quer contar...

De leitura fácil e sempre com bastante suspense criado ao longo da narrativa, o que torna o livro bastante fluído, Doce Tortura acaba por revelar sempre surpresas ao virar da página. É certo que queremos desvendar a vida sombria de Anna, e o que é guarda tão misteriosamente no sótão, mas há medida que o livro avança, outros mistérios se avizinham e outras personagens ocultam segredos que só começam a ser revelados mais para o fim do livro. Confesso que apenas alguns não consegui descortinar.  

Gostei muito.





Sem comentários: