quarta-feira, 1 de abril de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Bertrand: O Caso do Cairo e Do Desastre de Lisboa

Pack: O Caso do Cairo + Do Desastre de Lisboa
Autor:
Olen Steinhauer
Género: Thriller
N.º de páginas: 440 + 48
Data de lançamento: 27 de março
PVP: 17,70 €

«Tornou-se hábito comparar Steinhauer a Le Carré, mas já chegou a altura de passar o testemunho: para a próxima geração, será Steinhauer o modelo de comparação para os outros.» Booklist
Sophie Kohl está a viver o pior pesadelo da sua vida. Minutos depois de ter confessado ao marido, um diplomata norte-americano destacado na embaixada da Hungria, que teve uma relação extraconjugal enquanto estavam os dois no Cairo, ele é morto com um tiro a cabeça.
Stan Bertolli, agente da CIA sediado no Cairo, já teve a sua dose de chamadas a meio da noite. Mas fica de coração apertado ao ouvir a voz da única mulher que amou e que lhe telefona para saber por que razão o marido foi assassinado.
A eles se juntam diversos agentes, cada um com um papel fundamental na resolução deste caso. Gradualmente, vai sendo revelado o retrato de um casamento, um delicado quebra-cabeças de lealdades e traições, num mundo perigoso de jogos políticos, onde as alianças nunca são claras e os resultados nunca são garantidos.

Sobre o autor:
Cresceu na Virgínia e viveu em várias cidades norte-americanas, bem como na Croácia, na República Checa e em Itália. Viveu também um ano na Roménia, uma experiência que o inspirou para a escrita dos seus primeiros cinco livros.
É frequentemente comparado a John le Carré e os seus livros têm conhecido grande sucesso junto da crítica e dos leitores, estando dois deles a ser atualmente adaptados ao cinema.
Vive na Hungria com a mulher e a filha.
http://www.olensteinhauer.com/

Oferta de Do Desastre de Lisboa
 Neste emocionante conto, Olen Steinhauer introduz a enigmática personagem de John Calhoun, um agente de segurança internacional que desempenha um papel de relevo no romance O Caso do Cairo.
Antes de ser enviado para os escritórios da CIA no Cairo, John trabalhou em Lisboa, onde tomou parte de uma ação de grande importância que implicou a detenção de um indivíduo para interrogatório. Mas desde o início da operação que nada corre como planeado e as coisas não tardam a tornar-se para John muito mais do que um momento crucial para a sua carreira: a maneira como ele gere a crise irá defini-lo também como pessoa.



Novo romance do jornalista José Manuel Saraiva nas livrarias a 9 de Abril

Título: O Bom Alemão
Autor: José Manuel Saraiva
N.º de Páginas: 244
PVP: 15€

José Manuel Saraiva fez a Guerra Colonial na Guiné e dedicou a sua vida profissional ao jornalismo. Das memórias desses tempos guardou a matéria para melhor entrar na vida das personagens do seu novo romance. O Bom Alemão conta a história de Nicole e Fritz, dois jovens que têm muito pouco em comum para além de um passado marcado pela Segunda Guerra e por sucessivos desaires amorosos. As circunstâncias especiais em que se conhecem geram, porém, entre eles um sentimento de total confiança mútua e cumplicidade que sempre faltara às suas vidas.
Mas Fritz é um homem destroçado por uma herança demasiado penosa e não consegue afastar as dúvidas de Nicole sobre a sua verdadeira natureza. Confrontados com os seus próprios limites de perdão e de tolerância, serão arrastados para um desfecho imprevisível e irreparável.

Neste livro, José Manuel Saraiva lança-se num exercício de memória sobre os conflitos armados e sobre as dores que perduram após o fim da guerra. Trata-se de uma viagem a mundo povoado por medos, angústias e sofrimento. Num estilo vivo e apaixonado, o autor transporta o leitor às feridas do período nazi ao mesmo tempo que reflete sobre a complexidade da condição humana.


Sobre o autor:
José Manuel Saraiva nasceu em 1946. Estudou em Coimbra e dedicou a sua vida profissional ao jornalismo, tendo pertencido aos quadros de O Diário, Diário de Lisboa, Grande Reportagem e Expresso.
Em 2001 publicou o seu primeiro livro, As Lágrimas de Aquiles, a que se seguiram os romances Rosa Brava (2005), Aos Olhos de Deus (2008), Terra Toda (2011) e A Última Carta de Carlota Joaquina (2014).




A estante está mais cheia #26

Este mês vieram excelentes livros cá para casa. Estes sete exemplares foram ofertas das editoras. Dos sete apenas um foi lido e a opinião já figura no blogue. Últimos Ritos vai ser a próxima leitura e espero pegar nele ainda hoje, estou com grande expectativas em relação a ele. São variados géneros, que de certeza que me vão proporcionar boas horas de leitura.

Não consegui resistir ao livro de bolso do James Patterson que saiu na Sábado, bem mais barato. E a' O Miniaturista, que foi aproveitado com um vale de 25% de desconto de um supermercado.


Biografia de António Ferro apresentada por António Costa Pinto



Novidade Porto Editora: Uma Morte Impossível de Ian Rankin

Título: Uma Morte Impossível
Autor:
Ian Rankin
Tradutor: Ângelo dos Santos Pereira
Págs.: 448
PVP: 16,60 €

No dia 10 de abril, chega às livrarias Uma Morte Impossível, um novo livro de Ian Rankin, o escritor que já recebeu por quatro vezes o Dagger Award e ainda o Grand Prix du Roman Noir, o Edgar Award para melhor romance e o British Book Awards Crime Thriller of the Year em 2005.
Uma Morte Impossível dá continuidade a Uma Questão de Consciência (2009), o primeiro livro do autor protagonizado pelo inspetor Malcom Fox, e ao estilo a que Ian Rankin já nos habituou: um policial complexo, com diálogos cortantes e um enredo credível e atual.

Sinopse:
Malcom Fox, inspetor do Departamento de Assuntos Internos, e a sua equipa estão de volta. Desta vez, acabam de ser enviados a Fife para investigar possíveis ligações de polícias locais a uma investigação em curso, que tem como alvo um agente corrupto do Departamento de Investigação Criminal, o detetive Paul Carter. Carter é acusado de conduta imprópria, sendo que a denúncia foi feita pelo próprio tio, também agente da polícia. No entanto, o que à partida parece um caso simples depressa se complica, e a teia de conspirações e encobrimentos adensa-se quando um brutal assassinato vem a lume, comprometendo toda a investigação.
Uma Morte Impossível é um livro envolvente, que vem provar, uma vez mais, a razão por que Ian Rankin é considerado um dos escritores de policiais mais brilhantes de língua inglesa.

Sobre o autor:
Nascido na Escócia em 1960, Ian Rankin licenciou-se na Universidade de Edimburgo. Considerado o maior escritor escocês de policiais da atualidade, as suas obras encontram-se disponíveis em trinta e cinco idiomas. Entre os inúmeros prémios que recebeu destacam-se 4 Daggers (um Diamond e um Gold), o Grand Prix du Roman Noir 2003, o Edgar Award para melhor romance em 2004 e o British Book Awards Crime Thriller of the Year em 2005.
Recebeu ainda a Order of the British Empire pelos serviços prestados à Literatura.
Atualmente vive em Edimburgo com a mulher e os dois filhos.
Página do autor: www.ianrankin.net


Novidade Pergaminho: Ansiedade - o mal do século

Título: Ansiedade
Autor: Augusto Cury
Género: Desenvolvimento pessoal
Tradutor: Ana Rita Silva
N.º de páginas: 160
Data de lançamento: 27 de março
PVP: 14,40€

Como enfrentar o mal do século
«Vivemos numa sociedade urgente, rápida e ansiosa. Nunca as pessoas tiveram uma mente tão agitada e stressada. Paciência e tolerância para as contrariedades estão a tornar-se artigos de luxo. Quando o computador demora a iniciar, são poucas as pessoas que não se irritam. E quando não estão a dedicar-se a atividades interessantes, elas facilmente se angustiam. Raros são os que contemplam as flores nos jardins ou se sentam para conversar nas suas varandas ou à janela. Estamos na era da indústria do entretenimento e, paradoxalmente, na era do tédio. É muito triste descobrir que a maior parte dos seres humanos de todas as nações não sabem ficar sozinhos, interiorizar, refletir sobre as nuances da existência, desfrutar da sua própria companhia, ter um autodiálogo. Estas pessoas conhecem muitas outras redes sociais, mas raramente conhecem alguém a fundo e, o que é pior, raramente se conhecem a si próprias.
Este livro fala do mal do século. Muitos pensam que o mal do século é a depressão, mas aqui apresento outro mal, talvez mais grave, mas menos percetível: a ansiedade decorrente da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Pensar é bom, pensar com lucidez é ótimo, porém pensar demais é uma bomba contra a saúde psíquica, o prazer de viver e a criatividade.»


Sobre o autor:
É psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Desenvolveu o conceito de inteligência multifocal, uma perspetiva inovadora do funcionamento da mente e da construção do pensamento. É investigador na área de qualidade de vida e de desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos. Os seus livros ocupam os lugares cimeiros nas listas de livros mais vendidos em todos os países onde são publicados. É considerado o autor mais lido do Brasil dos últimos anos e um verdadeiro fenómeno editorial, com mais de 20 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
Dirige o Instituto Academia de Inteligência, que dá formação a executivos, educadores, médicos, psicólogos, advogados, universitários e a qualquer pessoa interessada em expandir os horizontes da sua mente, em educar a sua emoção e em melhorar a sua qualidade de vida.
O Dr. Cury é patrono da Universidade da Criança em Portugal e doutor Honoris Causa da universidade Unifil, assim como membro de honra da academia de génios do Instituto da Inteligência, no Porto.




LISBOA: Sessão de lançamento de «A Definição do Amor», de Jorge Reis-Sá



BOOKSMILE: O Pombo mais rebelde do mundo chegou a Portugal


«O Pombo não deve nada a personagens tão emblemáticos como o Rato Mickey ou Charlie Brown.» -The New York Times Book Review

O pombo mais rebelde, mais teimoso, e que quer, porque quer, fazer coisas que não pode, chegou para causar muita confusão!
Vai ser preciso ter paciência com este pombo. Será possível dizer-lhe não? Em Não Deixes o Pombo Guiar o Autocarro! (Booksmile | 40 pp | 9,99€ | 4+) ele quer, porque quer, guiar o autocarro. Mas os pombos não podem conduzir! Como é teimoso, não quer saber disso para nada. Ele vai tentar convencer-nos a deixá-lo fazer o que quer.

E depois em Não Deixes o Pombo Ficar Acordado até Tarde! (Booksmile | 40 pp | 9,99€ | 4+) são horas de ir dormir, mas o pombo não se quer ir deitar. Há tantas coisas mais interessantes para fazer. Será possível convencer o pombo a ir para a cama?

Os livros do Pombo, de Mo Willems, são um êxito mundial, com mais de sete milhões de livros vendidos. Todos os volumes têm sido bestsellers do New York Times. Não Deixes o Pombo Guiar o Autocarro foi considerado um dos 100 melhores livros para crianças pela revistaTime. The Pigeon Needs a Bath!, um dos volumes da coleção, venceu o Goodreads Choice Awards 2014, na categoria de livros infantis ilustrados.

Mo Willems é um autor e ilustrador que já ganhou três menções honrosas do Caldecott Award, o mais importante prémio de literatura infantil nos EUA. É autor de um outro best-seller recentemente editado em Portugal pela Orfeu Negro – Leonardo, O Monstro Terrível. Começou a sua carreira na Rua Sésamo, onde ganhou seis prémios Emmy como argumentista. Vive com a família, e o Pombo, no estado do Massachusetts, nos EUA. Visite a página do autor em www.mowillems.com


Novidades Planeta para Abril

NÃO FICÇÃO ESTRANGEIRA 

Título: Pablo Escobar - O Meu Pai
Autor: Juan Pablo Escobar
N.º de Páginas: 416
PVP: 19,90 €
Nas livrarias a partir de 1 de Abril

Um testemunho ímpar de um dos criminosos mais poderosos e sanguinários do século XX.

A vida do narcotraficante mais famoso contada pelo seu filho.

Um documento histórico que parte de um importante processo de auto-consciencialização pessoal e familiar.
Sobre Pablo Escobar, acreditávamos que já se tinha dito tudo. O chefe do cartel de Medellín permanece no imaginário popular como o narcotraficante por excelência, o homem que controlava grande parte da cocaína que se consumia nos EUA nos anos de 1980, pondo em cheque o seu país.
Vinte e um anos após a sua morte, Juan Pablo Escobar viaja a um passado que não escolheu para contar a versão inédita do pai, o homem capaz de chegar aos piores extremos de crueldade, ao mesmo tempo que professava um amor infinito à família.
Este não é um livro em que um filho procura o perdão para o pai, mas um testemunho ímpar da face oculta de um dos criminosos mais poderosos e sanguinários do século XX.
Mostra um Pablo Escobar familiar, um pai muito terno e carinhoso mas, simultaneamente, um homem com sede de riqueza (no seu auge, Pablo Escobar era o sétimo homem mais rico do planeta, e seu cartel controlava 80% do tráfico de cocaína no mundo), que viveu rodeado de mercenários e em festas com pinhatas cheias de dinheiro.

A época dos excessos acabou quando o autor tinha 7 anos. O seu pai ordenou a morte do ministro de Justiça da Colômbia, Rodrigo Lara Bonilla, e, nesse momento, iniciou-se a guerra entre o Estado e narcotraficante. Escobar declarou esta guerra para impedir que uma lei que permitia a extradição de traficantes para os Estados Unidos fosse aprovada. No livro, Juan Pablo Escobar defende uma das teorias mais controversas sobre a morte do seu pai.
Afirma que não morreu às mãos da Polícia, mas sim que se suicidou com um disparo, ao ver-se encurralado. O livro inclui numerosas fotografias do arquivo pessoal de Pablo Escobar.

Sobre o autor:
Juan Pablo Escobar, agora Juan Sebastián Marroquín Santos, nasceu em Medellín (Colômbia) em 1977.
É arquitecto e desenhador industrial. Filho do narcotraficante mais conhecido da História, protagonizou o documentário Pecados de Mi Padre, galardoado sete vezes, projectado pela ONU na celebração do Dia Internacional da Paz.
Como pacifista, procurou o diálogo, a reconciliação e o perdão dos filhos das vítimas da violência narcoterrorista exercida pelo pai nos anos de 1980 e 1990. Vive actualmente na Argentina com a mulher, filho, mãe e irmã; faz conferências sobre o seu pai.

Título: As Melhores Receitas de Iogurte
Danone
N.º de Páginas: 64
PVP: 8,85€
Disponível a 1 de Abril

Com a chegada da Primavera dê um toque ligeiro aos seus pratos, sejam doces ou salgados, com estas 25 receitas fáceis e originais confeccionadas com iogurte.



Um livro original e com um formato muito apelativo, em forma de boião de iogurte, que permite uma fácil consulta e manuseamento.
As 25 receitas recomendadas pela prestigiada marca Danone são muito fáceis de confeccionar e de fazer crescer água na boca, basta olhar para cada uma das fotografias que as acompanha.

FICÇÃO ESTRANGEIRA
Título: Uma Noite - A Promessa - Vol. 1
Autor:
Jodi Ellen Malpas
N.º de Páginas: 400
PVP: 18,85 €
Nas livrarias a partir de 1 de Abril

Uma noite nunca será suficiente.
Viciante. Intenso. Apaixonante
Este é o primeiro livro de uma trilogia erótica, da mesma autora de Este Homem, um verdadeiro fenómeno de popularidade, que catapultou Jodie Ellen Malpas como a nova rainha do romance erótico.
Autora best-seller do The New York Times e do Sunday Times.
Mais de 15.000 exemplares vendidos da primeira série, em Portugal. Esta é uma história de amor intensa, sedutora, com personagens surpreendentes e que deixa o leitor preso até à última página.

Livy repara nele no momento em que entra no café. Ele é deslumbrante, imponente, com uns olhos azuis tão penetrantes que ela mal dá conta do pedido. Quando sai pensa que nunca mais voltará a vê-lo. Até que descobre a nota que deixou no guardanapo, assinado «M».

Tudo o que ele quer é uma noite para a amar. Sem ressentimentos, sem compromissos, apenas prazer sem limites. Olivia e Miller. São tão diferentes como o dia da noite. O desejo entre eles é inegável.
Ele é distante, agradável e misterioso: sabe sempre o que quer e o quer é Livy. Ela é doce e atenta, uma jovem dos dias de hoje. Deseja ser feliz e amada, mas quando Miller entra na sua vida apercebe-se que perdeu o controlo sobre si própria e sucumbe à paixão desenfreada.
Livy deve ouvir o coração ou a razão?
Ela sabe que para o ter de corpo e alma terá de enfrentar os segredos obscuros de Miller, mas também receia que isso lhe traga consequências devastadoras.

Sobre a autora:
Jodi Ellen Malpas nasceu em Northampton, onde vive com a família. Enquanto trabalhava na empresa de construção do pai foi cimentado a trama de a trilogia e criou a personagem de Jesse Ward. Em 2012 decidiu autopublicar O Amante, o primeiro livro, e a massiva resposta das leitoras motivou-a a terminar a trilogia. Catapultada para o número 1 do The New York Times, a trilogia Este Homem converteu-se no fenómeno do ano coroando Jodi Ellen Malpas como a nova rainha do romance erótico.
Mais de um milhão de leitoras apaixonaram-se por Jesse... e agora por M.

INFANTIL/JUVENIL

Título: FAIRY OAK - O SEGREDO DAS GÉMEAS
Autor: Elisabetta Gnone
N.º de Páginas: 288 + 32 páginas de ilustrações
PVP: 16,65€
Nas livrarias a partir de 1 de Abril

Uma história de sublimes encantamentos e mirabolantes aventuras.
Na colecção Fairy Oak os leitores são transportados para a vida de uma comunidade onde tudo o que acontece, se passa de uma maneira um pouco diferente, ficando o resto a cargo da imaginação.
Fairy Oak, é uma povoação mágica escondida num tempo imortal onde convivem em harmonia seres mágicos, bruxas, pessoas Sem Magia e pequenas fadas.
As árvores falantes encontram-se na praça para contar histórias aos vizinhos.
As fadas são as amas das pequenas bruxas até estas começarem a revelar os seus poderes.

Desde há milhares de anos, à meia-noite em ponto, nas casas de Fairy Oak acontece um facto mágico: minúsculas fadas luminosas contam histórias sobre crianças a feiticeiras de olhos bondosos, que as ouvem emocionadas e atentas.
Insólito, não é? Todos sabem que as feiticeiras e as fadas não se entendem e que as crianças não agradam em absoluto às feiticeiras.
Mas, estamos no Vale de Verde Plano, na aldeia de Fairy Oak, onde as coisas se apresentam de uma maneira um bocadinho diferente…
Recomendado para crianças a partir dos 10 anos

Todos os volumes da série Fairy Oak são impressos em papel 100% reciclado e tratado ecologicamente, respeitando ao máximo o meio ambiente.
O livro contém ilustrações da própria autora a preto e branco e a cores.

Sobre a autora
Nasceu em Génova em 1965. Jornalista, para a Disney Itália participou criando, e depois dirigiu, as revistas femininas pré-escolares. O último projecto concebido para a Disney é um sucesso internacional: em 1997, Elisabetta cria a série de quadradinhos WITCH, para a qual escreve também as histórias Halloween e Os Doze Portais. Elisabetta abandonou a Disney para se dedicar à escrita.





terça-feira, 31 de março de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Antes Que Morras - Samantha Hayes [Opinião]

Título: Antes Que Morras
Autor: Samantha Hayes
Edição/reimpressão: 2015
N.º de Páginas: 304
PVP: 17,69€

Sinopse:
Dois anos após uma assustadora vaga de suicídios entre adolescentes, a vila remota de Radcote começa a retomar a normalidade.
A inspetora Lorraine Fisher acaba de chegar para visitar a família, e o que encontra é uma atmosfera tensa e preocupante. A comunidade vê-se a braços com novas mortes misteriosas e até o seu sobrinho adolescente, Freddie, parece estar a afundar-se em pesadelos do passado.
Quando Freddie desaparece, Lorraine sabe que tem de agir rapidamente… antes que seja tarde demais.
Perverso, intenso e totalmente compulsivo, Antes Que Morras confirma Samantha Hayes como uma das grandes autoras de suspense da atualidade.

A minha opinião: 
Depois de ter lido Até que sejas minha em Julho do ano passado que estava ansiosa por um novo livro de Samantha Hayes. Antes que Morras trouxe o segundo caso de Lorraine Fisher e, mais uma vez, a detective acaba por entrar na história mais do que queria, visto que um familiar seu vai ser uma das vítimas.

Depois de ter gostado tanto do primeiro livro esperava um pouquinho mais deste, até porque demorei um pouco a entrar na história.

Quando Lorraine vai visitar a sua irmã não espera encontrar um ambiente tão sombrio. A sua irmã encontra-se separada do marido e o seu filho está a passar por uma fase bastante complicada. Mas é quando Freddie desaparece que tudo se desmorona.




Lorraine não consegue estar parada e começa a questionar a investigação da polícia local tanto no desaparecimento do seu sobrinho como no caso de várias mortes misteriosas que supostamente são tidas como suicídios.

Gostei sobretudo das personagens misteriosas que fomos conhecendo ao longo do livro, mas que não nos foram dando a conhecer na totalidade, por forma a não conseguirmos descortinar desde logo quem seria o assassino, mas a desconfiar de todos um bocadinho de cada vez. É isso que gosto num livro policial. E mesmo assim, que tenha a capacidade de nos surpreender no final. Por isso tudo lhe ter dado a mesma pontuação do livro anterior, as 4*, apesar de não me ter criado tanto impacto como o anterior. 



Porto Editora publica 6 de abril ’96 de Sveva Casati Modignani

Título: 6 de abril ‘96
Autor:
Sveva Casati Modignani
Tradução: Regina Valente
Págs.: 384
Capa: mole com badanas
PVP: 17,50 €

Não acontece a 6, mas a 10 de abril, a publicação, em Portugal, de um importante romance de Sveva Casati Modignani intitulado, precisamente, 6 de abril ’96. Este é o décimo terceiro título que a Porto Editora lança desta importante autora italiana.
Ao longo dos últimos sete anos, a Porto Editora tem vindo a publicar a obra daquela que é, sem dúvida, uma das autoras de maior sucesso em Portugal. Romances como Baunilha e Chocolate ou Um Dia Naquele Inverno, verdadeiros bestsellers, são exemplos desse enorme êxito.
Recentemente, no final de 2014, a publicação de A Família Sogliano voltou a constituir uma demonstração da enorme popularidade de  Sveva em Portugal.
6 de Abril ’96 é um romance empolgante dedicado às mulheres: as que lutaram por assumir as rédeas do seu próprio destino e as que hoje usufruem das conquistas alcançadas então.

Sinopse:
Para recuperar a memória, depois de ter sido violentamente agredida, Irene tem diante de si uma difícil tarefa – uma dolorosa viagem ao passado. Ainda jovem e bela, ela carrega uma pesada herança – a mãe e a avó tinham pago caro as tentativas de afrontar a moral vigente e as convenções de um mundo rural que as subjugava. Também ela não será poupada quando abandona o campo e parte em busca do seu próprio caminho. Apesar do sucesso profissional e bem-estar económico que alcança, Irene não encontra o equilíbrio emocional. Será necessária uma crise profunda para que ela encontre forças para aguardar o futuro com serenidade e confiança.

Sobre a autora:
Reconhecida como a grande signora do bestseller italiano, com mais de 11 milhões de exemplares vendidos, Sveva Casati Modignani está traduzida em 17 países e é hoje uma das autoras mais populares em Portugal. No catálogo da Porto Editora figuram já os seus romances Feminino Singular, Baunilha e Chocolate, O Jogo da Verdade, Desesperadamente Giulia, O Esplendor da Vida, A Siciliana, Mister Gregory, A Viela da Duquesa, Um Dia Naquele Inverno, O Barão e A Família Sogliano. A sua obra autobiográfica, O Diabo e a Gemada também já se encontra publicada no catálogo da Porto Editora. Sveva Casati Modignani está no Facebook.


E Se...? Respostas inteligentes e hilariantes a perguntas absurdas

E Se...?
Respostas Científicas para Perguntas Absurdas
• Uma sensação editorial de grande envergadura que colocou Randall Munroe e a sua BD online nas bocas do mundo
• Um livro original, irresistivelmente divertido e transversal a todos os públicos (fãs do humor, ciência, gadgets, literatura fantástica, novas tendências, não‑ficção, etc.)
• Marcará a diferença nas bibliotecas de qualquer leitor — para leitura a sós ou acompanhado
• Junta a física e a ciência à BD e à imaginação, o que resulta numa fórmula literária nunca antes vista Países que abraçaram o fenómeno: Reino Unido, E.U.A., Alemanha, Brasil, Holanda, França, Espanha,  República Checa, Rússia, Coreia do Sul, Japão, China, Hungria, Polónia, Portugal, Turquia, Grécia, Itália, Finlândia, Suécia, Israel, Eslováquia e Tailândia.

Porque apostámos nesta obra?
Prémios e reconhecimento internacional
Finalista do Prémio Goodreads 2014 — Melhor Não Ficção
TOP 5 nos E.U.A. pelo The New York Times — mais de 370,000 livros vendidos e 50,000 e‑books vendidos
TOP 3 na Alemanha pelo Der Spiegel
Bestseller no Reino Unido, Hungria, Brasil e Holanda
Hugo Award em 2014 para melhor graphic story por “Time”.

Quem diria que uma equação nos poderia fazer imaginar uma mega explosão?
Quem consegue prever as probabilidades de encontrar a alma gémea?
É possível construir um prédio infinito?
Em doses iguais de perspicácia e humor, equilibradas por um raciocínio cativante e delirantemente fácil de entender sobre coisas complexas e simultaneamente esparvoadas que não cabem na cabeça de ninguém mas que todos nós, em algum momento, já pensámos, e ainda acompanhadas por cartoons simples que deleitam cientistas malucos, pessoas normais (elas existem?) e crianças, este é o livro que faltava. Um livro tremendamente sério e estupidamente lógico mas que nos faz rir, sorrir, ou pelo contrário, respirar de alívio por muitas das questões respondidas serem ou absurdas ou altamente hipotéticas (ou ambas).
Bem‑vindos ao louco e divertido mundo da matemática e da física!
A Educação deveria ter como objetivo demonstrar às pessoas como pensar com confiança sobre problemas com os quais nunca se depararam. Este livro é um espetáculo de diversão e uma masterclass nesse aspeto. E como todas as melhores lições, só nos apercebemos que aprendemos algo quando acabamos de ler o livro. — The Economist


Disputar a Democracia, de Pablo Iglesias, com prólogo de Alexis Tsipras, nas livrarias a 17 de abril

Título: Disputar a Democracia
Autor: Pablo Iglesias
Secretário-Geral do PODEMOS
Género: Política / Economia
Tradução: Dinis Pires
N.º de páginas: 216
Data de lançamento: 17 de abril
PVP: 15,50€

Incluindo textos escritos até junho de 2014, este livro foi sendo sucessivamente atualizado por Pablo Iglesias até à versãopublicada agora pela Bertrand Editora e introduzida por Alexis Tsipras. Um conjunto de textos escritos por alguém que ainda não está no poder e que acredita que também um livro pode defender a democracia, disputando-a.
«A crise e a catastrófica austeridade estão a levar a Europa para um beco sem saída. Os agentes até então dominantes não hesitarão em arremessar-nos para uma nova idade da pedra com o intuito de proteger os seus interesses. Todavia, não lhes faremos o favor de ficarmos assustados, passivos. A resposta será dada pelas forças que realmente defendem a sociedade: acrescentar à luta esperança, um plano e uma visão.»
Do prólogo de Alexis Tsipras
«O objetivo inicial deste livro era dar a conhecer as reflexões políticas de um professor universitário que ganhar o seu espaço como comentador político em algumas televisões. Essas reflexões, que talvez tenham tido interesse no seu momento, são agora as reflexões do porta-voz de uma força política que todas as sondagens colocam como a terceira (se não a segunda) força política em Espanha. O livro tem a frescura de quem escrevia sem concessões e servirá para dar a conhecer a minha maneira de ver muitos assuntos sem os refinamentos impostos pela responsabilidade política, ao mesmo tempo que permitirá aos leitores conhecerem uma parte desse futuro anterior do PODEMOS. É por isso que este livro é tão particular.»
Pablo Iglesias é professor universitário, político, escritor, apresentador e comentador de televisão espanhol. Em 2014 foi eleito eurodeputado pela candidatura do PODEMOS, sendo, atualmente, o secretário-geral do partido.




BOOKSMILE: «Travalengas» - Lengalengas e trava-línguas para crianças



Livro de lengalengas e trava-línguas para crianças. Muito divertido e cheio de ritmo, e com ilustrações que acompanham as diversas rimas. Um ótimo livro para leitura em voz alta!

«Se já conheces de cor
consoantes e vogais,
ditongos, acentos, sinais,
para o que preciso for:
não temas os trava-línguas,
desafia as lengalengas,
para que em qualquer altura
não te atrapalhem a leitura,
e verás que, sem favor,
quem ganha sempre é o leitor.»

Travalengas (Booksmile | 32 pp | 11,69€ | 7+), de José Dias Pires, e com ilustrações de Catarina Correia Marques, é um livro divertido, de fácil leitura, ótimo para crianças que estejam a iniciar a leitura autónoma. É também perfeito para leitura em voz alta, juntamente com pais e avós. As rimas ficam facilmente nos ouvidos e as ilustrações são uma delícia! Miúdos e graúdos vão adorar.

José Dias Pires tem 62 anos e foi professor de todos os níveis de ensino. É autor de vários livros, tradutor de literatura infantojuvenil e comissário do Festival Literário de Castelo Branco, desde 2012. Gosta de escrever — dançar com as palavras, conforme a música, conforme a vida, quando rompem as manhãs, não importa a que horas do dia.

Catarina Correia Marques é lisboeta, formada em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes, e com pós-graduação em Livros Infantis. Descobriu, no final do curso, a área de ilustração, pela qual se apaixonou. Já publicou diversos trabalhos e ganhou concursos de ilustração. Saiba mais sobre a ilustradora em www.catarinacorreiamarques.com.






segunda-feira, 30 de março de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Porto Editora: Está de volta o Galo Gordo!

Título: O mundo é redondo
Autores:
Inês Pupo e Gonçalo Pratas
Público-alvo: 4-8 anos
Págs.: 32
Capa: dura
PVP: 14,40 €

Ao longo dos últimos anos, o Galo Gordo tem sido reconhecido como um dos mais interessantes e frutíferos projetos artísticos para a infância do nosso país. Por esse motivo, os autores, Inês Pupo e Gonçalo Pratas, foram distinguidos, em 2012, com o prémio SPA/RTP para Melhor Livro Infantojuvenil. Agora, a 10 de abril, a Porto Editora publica o livro/CD O mundo é redondo; o lançamento acontece no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, no dia 18, às 16:00.
Este novo trabalho contém 10 canções, que abordam temas ligados ao quotidiano das crianças e dos pais. Tal como os anteriores – Poemas e Canções para Todo o Ano (2009) e Este Dia Vale a Pena (2012) –, o novo livro é ilustrado por Cristina Sampaio. A Porto Editora faz coincidir com esta publicação a reedição do primeiro título da coleção, do qual já se venderam perto de 20 mil exemplares.
Recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura e pela Casa da Leitura da Fundação Calouste Gulbenkian, as obras da série Galo Gordo são muitíssimo reconhecidas também pelos professores.
A sessão de lançamento constitui uma oportunidade única para conhecer as novas canções e ouvir os sucessos dos trabalhos anteriores, como "Bom dia" ou "O meu pai”. O espetáculo terá a participação de músicos que habitualmente colaboram com os autores, como Filipe Raposo,
António Quintino, Carlos Garcia, Celina da Piedade, Luís Peixoto, Jon Luz, entre outros.

Sobre os autores:
Inês Pupo nasceu em Lisboa. É escritora, psicóloga e psicoterapeuta. Tem trabalhado nas áreas da literatura infantil e juvenil, da tradução e da promoção da leitura. É autora de vários projetos dedicados à infância. Os seus livros estão referenciados pelo Plano Nacional de Leitura e pela Casa da Leitura – Fundação Gulbenkian.
Gonçalo Pratas nasceu em Aveiras de Cima. É músico. É também autor, diretor e produtor musical de vários livros e projetos dirigidos à infância. Os seus livros estão referenciados pelo Plano Nacional de Leitura e pela Casa da Leitura – Fundação Gulbenkian.


Clube do Autor: Quem nos ajuda a fazer estas surpresas?



"Sabemos de fonte segura que muitos leitores se apaixonaram pela capa deste livro assim que a viram. Nós também. Porque nos transmite paz e tranquilidade e sobretudo porque nos faz sonhar, precisamente aquilo que sentimos quando começamos a ler o livro. Vários leitores já enviaram as suas fotos com o livro «A noite sonhada» para o autor, o jornalista espanhol Màxim Huerta, criando uma animada rede de partilhas no facebook do autor. Vamos surpreender o escritor e fazer o mesmo em Portugal?

Envie-nos a sua foto com o livro para o email info@clubedoautor.pt referindo no assunto ‘Foto – A Noite Sonhada’ e receba uma surpresa de volta.
"

Uma excelente iniciativa não vos parece?




TOPSELLER: «Um romance perfidamente divertido e que faz bem à alma de todos os românticos.» - Booklist


«Prepare-se para se apaixonar.» - Julia Quinn

«Um romance perfidamente divertido e que faz bem à alma de todos os românticos.» - Booklist

«Um conto de fadas com um toque único, mas que tem lá tudo: um castelo antigo, uma dama em apuros e um herói ferido. Um romance para ser saboreado.» - Publishers Weekly

Romance com o Duque (Topseller l 304 pp l 15,8€), o mais recente e bastante elogiado livro de Tessa Dare - alcançou a shortlist para o Prémio Goodreads de 2014, já chegou às livrarias nacionais.
Uma donzela perdida, um castelo misterioso, um duque com um temperamento e um passado um pouco… complicados. O cenário perfeito para um amor improvável.
Como filha de um afamado escritor, Isolde Ophelia Goodnight, também conhecida por Izzy, cresceu em redor de românticos contos de cavaleiros corajosos e belas donzelas. As histórias daqueles livros prometiam inúmeras possibilidades. E por isso mesmo nunca duvidou de que o romance teria lugar também na sua vida.

À medida que foi crescendo, porém, foi riscando essas possibilidades da lista. Uma a uma:
O patinho feio que se tornou cisne.
Ser raptada por um atraente salteador de estrada.
Ser salva da miséria por um príncipe encantado.
Alto lá… Agora que os seus desejos de amor romântico se haviam gorado, Izzy já estava resignada a uma vida de mera subsistência. Mas havia um conto de fadas predestinado a esta mulher de vinte e seis anos, não tão atraente quanto isso, pobre e que nunca fora beijada. Esse conto de fadas era... Este.

Sobre a autora:
Tessa Dare é uma autora norte-americana bestseller do New York Times e do USA Today, que já conta com quatro novelas e doze romances históricos publicados.
Os seus livros foram alvo de vários elogios e prémios, incluindo o Prémio RITA para Melhor Romance Histórico, atribuído pela Associação Americana de Escritores de Romance, e prémios da revista RT Book Reviews. A revista Booklist nomeou-a «uma das novas estrelas do romance histórico» e os seus livros já foram traduzidos para mais de doze línguas.





Diário de Guantánamo: John Le Carré - «Uma visão do Inferno, que vai além de Orwell ou de Kafka: tortura perpétua prescrita pelos cientistas loucos de Washington.»


Uma visão do Inferno, que vai além de Orwell ou de Kafka: tortura perpétua prescrita pelos cientistas loucos de Washington. - John Le Carré

Qualquer pessoa que leia Diário de Guantánamo — e todos os americanos que tenham um pingo de consciência deviam lê-lo, já — ficará envergonhada e em choque. - Glenn Greenwald, autor de Edward Snowden: Sem Esconderijo

Mohamedou Ould Slahi está detido na prisão norte-americana de Guantánamo desde 2002, suspeito de ser um dos mentores do 11 de Setembro. Após 13 anos de cativeiro, ainda não foi acusado formalmente de qualquer crime. Um juiz federal ordenou a sua libertação em março de 2010, mas o governo dos EUA lutou contra essa decisão, impedindo que fosse cumprida.

Não existe qualquer razão para que Slahi esteja detido. O governo norte-americano não possui quaisquer provas que justifiquem a sua permanência em Guantánamo, muito menos os atos de tortura repetidos, violentos e sinistros de que foi alvo.

Diário de Guantánamo, escrito por Mohamedou durante os primeiros anos na prisão e agora editado pela Vogais, chancela do Grupo 202l20 Editora (Vogais l 456 pp I 20,99€), é um registo extraordinário e um documento sem precedentes da história do século xxi: uma obra que descreve, com um detalhe e uma proximidade inéditos até hoje, os processos de captura, interrogatório, brutalização e tortura perpetrados pelas autoridades dos EUA ao abrigo da chamada «War on Terror».

Este texto fundamental, que o governo norte-americano tentou esconder do grande público, é agora publicado, com mais de 2500 linhas censuradas, após seis anos de batalhas jurídicas.

Diário de Guantánamo é a memória viva do incumprimento da justiça e dos atos bárbaros praticados por uma das mais sólidas democracias contemporâneas. Um documento inédito, marcante e de uma imensa relevância histórica.

Sobre os autores:
Mohamedou Ould Slahi nasceu numa pequena cidade da Mauritânia em 1970. Ganhou uma bolsa para estudar na Alemanha, onde trabalhou durante vários anos como engenheiro. Voltou à Mauritânia em 2000. No ano seguinte, foi detido pelas autoridades mauritanas, a mando dos Estados Unidos, e enviado para uma prisão na Jordânia; seria depois reencaminhado para a base das Forças Aéreas de Bagram no Afeganistão e, finalmente, para a prisão de Guantánamo, na ilha de Cuba, onde foi torturado severamente. Em 2010, um juiz federal ordenou a sua libertação imediata, mas o governo norte-americano contestou a decisão. Os Estados Unidos nunca o acusaram de qualquer crime. Continua detido em Guantánamo.

Larry Siems editou o manuscrito original de Mohamedou Ould Slahi. É escritor e ativista dos direitos humanos, e durante muitos anos dirigiu o Freedom to Write Program do PEN American Center. Vive em Nova Iorque.  




Assírio & Alvim publica contos inéditos de Fernando Pessoa

Título: A Estrada do Esquecimento e outros contos
Autor:
Fernando Pessoa
Edição: Ana Maria Freitas
N.º de Páginas: 256
PVP: 15,50 €
Coleção: Obras de Fernando Pessoa

No próximo dia 2 de abril chega às livrarias o livro A Estrada do Esquecimento e outros contos, de Fernando Pessoa. Com um rigoroso trabalho de edição levado a cabo por Ana Maria Freitas, este livro vem aprofundar, decisivamente, o conhecimento que temos sobre uma área importante da criação pessoana, trazendo a público 20 contos de Fernando Pessoa até agora inéditos. A apresentação deste livro está marcada para o próximo dia 9 de abril, pelas 19:00, na Casa Fernando Pessoa.
Reúne-se nesta edição um conjunto de narrativas de Fernando Pessoa, das quais 20 se encontravam ainda inéditas. Pretende-se, deste modo, dar continuidade à anterior edição, O Mendigo e Outros Contos, e contribuir para o conhecimento de uma área da obra do autor que se tem revelado mais vasta do que inicialmente se imaginou. Acrescentam-se, assim, novos dados ao nosso entendimento da obra de Fernando Pessoa, uma obra cuja complexidade muito contribui para o interesse que os seus leitores lhe dedicam.
«A noite estava ilegível. Não se via céu nem terra — só escuridão. Nem mesmo podia haver pelos sentidos a convicção de que havia céu e terra; a escuridão tirava-lhes os lugares. Só havia a escuridão, sem forma, lugar ou fundo.»Fernando Pessoa — início do conto A Estrada do Esquecimento

Título: Sobre Orpheu e o Sensacionismo
Autor:
Fernando Pessoa
Edição: Fernando Cabral Martins e Richard Zenith
N.º de Páginas: 176
PVP: 9,90 €
Coleção: Pessoa Breve

Num momento marcado pelas celebrações do centenário da revista Orpheu, a Assírio & Alvim publica, no próximo dia 6 de abril, o livro Sobre Orpheu e o Sensacionismo, organizado por Fernando Cabral Martins e Richard Zenith e integrado na coleção Pessoa Breve. O Sensacionismo, como movimento e programa teórico, pertence à década de 1910, mas os seus princípios estão presentes em todas as fases da obra de Fernando Pessoa. Consubstanciado nos heterónimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos (cada um representando uma faceta diferente dele), acaba por abranger o Paulismo e o Interseccionismo. Além disso, o Sensacionismo está estreitamente ligado a Orpheu, revista organizada por Pessoa e Mário de Sá-Carneiro que tem dois números marcantes em 1915.
A presente antologia de textos teóricos e críticos de Pessoa põe em relevo os princípios do Sensacionismo e os seus nexos com Orpheu, no cerne da sua obra e da sua relação com o Modernismo português.
«A revista portuguesa Orpheu, cujo primeiro número apareceu agora, traz consigo o extraordinário interesse de fixar definitivamente uma corrente literária que de há pouco se vem esboçando em Portugal, mas cujos elementos não tinham ainda, que nos conste, conjugado os seus esforços de modo a pôr em violenta evidência o comum sentido da vida que atravessa aquelas tão divergentes e originais individualidades.»
Fernando Pessoa


BOOKSMILE: «O Menino Quadradinho» publicado, pela primeira vez, em Portugal


Ziraldo é um dos mais conhecidos e aclamados escritores do género infantojuvenil no Brasil. Nunca antes editado em Portugal, é com O Menino Quadradinho que o autor brasileiro se apresenta ao público português.

O Menino Quadradinho (Booksmile | 44pp | 12,99€ | 7+) conta a história de um rapaz que se apaixona pelas histórias aos quadradinhos e é totalmente absorvido pelas cores, mistérios, personagens e heróis. Saltando para dentro da história e de quadradinho em quadradinho, o rapaz vive feliz até que um dia descobre o valor e o mistério da palavra, algo que lhe vai abrir portas para outros mundos. A descoberta e o conhecimento dessa ferramenta, a palavra, levam o menino a crescer, a mudar de etapa de crescimento, despertando-o para outros prazeres e experiências fantásticas que a vida lhe preparou.

Uma narrativa que marca a passagem da infância para a adolescência.

Editado em 1989, no Brasil, O Menino Quadradinho é agora publicado, pela primeira vez, em Portugal. A obra está incluída nos planos nacionais de leitura de vários países sul-americanos.

O Menino Quadradinho teve uma adaptação a curta-metragem, que recebeu o Prémio Nacional de Incentivo à Produção de Curtas-Metragens Infantojuvenis, no Brasil. A curta pode ser vista aqui.

Sobre o autor:
Ziraldo nasceu no Brasil, no estado de Minas Gerais, em 1932. Começou a sua carreira nos anos 1950 em jornais e revistas nacionais como o Jornal do Brasil. Autor de livros infantis, ilustrador e cartoonista, Ziraldo tem as suas obras traduzidas para diversos idiomas, entre eles o inglês, o espanhol, o alemão, o francês e o italiano. Ziraldo é hoje um ícone da literatura infantil brasileira. O Menino Quadradinho é uma referência em toda a América Latina, sendo uma obra incontornável quando se fala na promoção e incentivo à leitura. Ziraldo é também famoso pela coleção O Menino Maluquinho, galardoado com o Prémio Jabuti de Literatura.





BOOKSMILE: «O Único e Incomparável Ivan» - Uma história comovente sobre a força da coragem



«A autora faz uma poderosa afirmação sobre a forma como os animais são tratados - aqueles que são criados em cativeiro - e relembra os leitores que todas as criaturas merecem um lugar seguro para viver. As belas ilustrações de Patricia Castelao realçam esta adorável história, e as personagem conquistam os corações dos leitores. Imperdível!» - School Library Journal

Uma história comovente sobre a força da coragem, O Único e Incomparável Ivan (Booksmile | 320 pp | 13,99€ | 11+) é baseado em factos reais e representa um despertar para a forma como os animais selvagens são tratados em cativeiro.

O livro venceu inúmeros prémios, entre os quais a John Newbery Medal 2013, um dos mais importantes e mundialmente prestigiados galardões de literatura infantojuvenil. Já foi traduzido para dezenas de línguas e, recentemente, a Disney comprou os direitos de adaptação ao cinema.
Ivan é um gorila e vive há largos anos num Centro Comercial. Ele já se habituou aos humanos que todos os dias o observam do lado de lá das paredes de vidro que o rodeiam. Raramente sente saudades da vida na selva. Ivan ocupa-se com a amiga Stella, uma elefante idosa, e com Bob, um cão vadio que gosta de o visitar. Mas, sobretudo, Ivan gosta de pensar nos seus desenhos e na melhor forma de pintar o sabor de uma manga ou o som das folhas, com lápis coloridos e traços perfeitos. Até ao dia em que conhece Ruby: uma elefante bebé que fará com que o Ivan veja o seu lar e a sua arte com outros olhos. A chegada de Ruby proporciona grandes mudanças — e cabe a Ivan fazer com que as coisas mudem para melhor…

O Único e Incomparável Ivan teve um grande impacto nos EUA, por ser baseado na história real de um gorila de dorso prateado, que passou vinte e sete anos sem ver outros animais da sua espécie, enjaulado num Centro Comercial onde animais selvagens eram obrigados a atuar diariamente para os visitantes. Com o passar dos anos, começou-se a compreender melhor as necessidades e o comportamento dos primatas. Por isso, o desconforto do público para com a solidão e o isolamento de Ivan cresceu também, sobretudo depois de este ter sido alvo de um documentário da National Geographic, intitulado The Urban Gorila. O Centro Comercial fechou e Ivan juntou-se ao maior grupo de primatas em cativeiro nos Estados Unidos, no Zoo de Atlanta. Ivan tornou-se um dos animais mais célebres do seu jardim zoológico, não só pela sua incrível história mas também pelas suas pinturas únicas, e aí viveu até 2012, ano em que faleceu com cinquenta anos de idade.

Sobre a autora:
Katherine Applegate é uma escritora norte-americana multipremiada, que já vendeu mais de 40 milhões de livros em todo o mundo. A sua obra infantojuvenil é vasta e já lhe granjeou inúmeros prémios. É por isso com orgulho que a Booksmile dá a conhecer aos leitores esta autora ainda inédita em Portugal. Katherine Applegate vive na Califórnia com o marido, os dois filhos e uma variedade de animais de estimação muito amados, ainda que excêntricos. Mais sobre a autora em: www.katherineapplegate.com

Lançamento do livro «Os bebés também querem dormir», da terapeuta de bebés Constança Cordeiro Ferreira