sexta-feira, 1 de maio de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

O Andamento dos Dias - Jorge Madureira [Opinião]

Título: O Andamento dos Dias
Autor: Jorge Madureira
Editora: Chiado Editora

Sinopse: 
Há dias em que nos apetece esvaziar de nós mesmos. Das coisas marcadas na pele e na alma pelo tempo, por vezes com tantas lágrimas e tanta dor, também pela alegria, pelos sorrisos. Dos pedaços de nós que fomos guardando e que por vezes não temos mais espaço para eles, porque nos ferem.
Tenho vivido uma experiência fantástica. Decidi passar para a escrita esses momentos. São estados espírito, momentos de reflexão, momentos que perceciono, estados d’alma… assim tenho a oportunidade de partilhar (parte) desses momentos com queira ler e até se identifique. Sinto-me um descobridor. Quando tive a certeza que ao fazer isto me sinto melhor.


A minha opinião:
Sem querer ser redundante, mas tendo mesmo que sê-lo, o Andamento de dos Dias do meu conterrâneo Jorge Madureira é o relato do dia a dia de uma pessoa normal, com uma vida com angústias próprias de qualquer pai de família, preocupado com as saídas à noite cada vez mais precoces, com o álcool, com as drogas. Mas esse dia também é ocupado com meras referências como o gosto pelos dias de chuva, ou para parabenizar a esposa ou uma das suas filhas, ou a lembrança do irmão já falecido, mas que muita falta lhe faz.


Dissertações que cada um temos, uma vez ou outra, em qualquer conversa de café ou em confidência de amigo e que são colocadas para papel e que poderão ser lidas pelo leitor como se pudéssemos ler os seus próprios segredos, os seus próprios pensamentos.  

Por isso mesmo, gostei de ler nestas poucas páginas relatos do seu dias a dia que podiam ser do meu, porque partilhamos, apesar de gerações diferentes, partilhamos algumas ideias, sobretudo no que concerne as saídas à noite precoces dos jovens de hoje em dia e das bebedeiras com que nos cruzamos muitas vezes nas ruas das cidades. 

Gostei.



Novidades Planeta para maio

FICÇÃO NACIONAL 

Título: O Dia em que Estaline Encontrou Picasso na Biblioteca
Autor:
Alice Brito
N.º de Páginas: 368
PVP: 17,95 €
Disponível a partir de 06 de Maio

A escrita poderosa e inconfundível a que a autora nos habitou em As Mulheres da Fonte Nova não deixará ninguém indiferente neste novo e a aguardado romance.

Uma narrativa épica sobre a importância da memória, de três gerações e, que, começando em Setúbal, alastra pela Barcelona da Guerra Civil de Espanha e a Paris da época da Guerra. Um romance histórico que atravessa todo o século XX e termina nas dificuldades que enfrentamos na actualidade, interrogando as responsabilidades das esquerdas e concretamente do estalinismo e evocando episódios históricos como o do Ouro de Moscovo em que, em 1936, durante a Guerra Civil, o governo republicano espanhol enviou para a União Soviética as reservas de ouro do Banco de Espanha (a 4.ª maior reserva de ouro do mundo), para as pôr a salvo. Reservas que nunca foram devolvidas, com a alegação de que seriam pagamento da ajuda militar soviética ao governo republicano durante a guerra.
«Sou um contentor da História do século XX», diz Juan, em carta à sua neta Dulce. História da Europa e dos seus horrores, utopias e derrotas. História de uma Esquerda de que faltam apurar muitas contas escusas - e escuras - e do soçobrar de um ideal que vem desembocar naquilo que é hoje, para David, Dulce, Nuno e Josefina, a proclamada «inevitabilidade» das nossas vidas.
Juan e Maria Bento, as personagens centrais que constroem os seus próprios destinos, ficarão para a memória leitora como um par improvável e apaixonados já vistos – entre o anarquismo convicto de Juan e a militância inflexível de Maria Bento, que as ligações ao KGB disciplinam, há uma ponte incerta que oscila, baloiça e finalmente se verga ao peso da paixão.
«Lembrar. Nada quero esquecer. Olho a Guernica do meu Picasso. Não esquecer. Do mesmo Picasso que retratou Estaline e quase foi expulso do Partido Comunista Francês que considerou o retrato uma injúria. O pintor, diziam, não havia enaltecido a grandeza do retratado. O desenho reproduzia um homem comum. Imagino Picasso a defender-se e o próprio Estaline a atacá-lo, lívido de raiva.»
(Excerto da carta de Juan à neta, Dulce)

«Sei que o passado não é inocente», diz Juan, e por isso toda a astúcia é necessária para surpreender o futuro. E daí a surpresa que se reserva aos vindouros, n’O dia em que Estaline encontrou Picasso na biblioteca. Uma narrativa empolgante, que alterna, no estilo inconfundível e único da autora, as vidas e as escolhas das personagens do século XX com o impasse e a impotência das do século XXI – para terminar num volte-face completamente inesperado.

Sobre a autora
Alice Brito nasceu em Setúbal, em 1945, e aí reside até hoje. É advogada, militante política e cronista em alguns periódicos regionais e online. As Mulheres da Fonte Nova (Planeta, 2012) é o seu primeiro romance.


FICÇÃO ESTRANGEIRA
Título: Rejeitada - Uma noite - vol. 2
Autor:
Jodi Ellen Malpas
N.º de Páginas: 424
PVP: 18,85 €
Nas livrarias a partir de 6 de Maio

Acaba de chegar o aguardado segundo livro da nova série que põe à prova os limites do erotismo.

A paixão ardente entre Livy e Miller em A Promessa pode acabar por destruí-los neste novo romance de desejo avassalador e descobertas aterradoras.
Neste segundo livro da nova trilogia erótica, da mesma autora de Este Homem, a história de amor entre Miller e Livy continua com alguns percalços.
Livy quer dedicar-se de corpo e alma a este homem fascinante, mas descobre uma faceta de Miller que a faz sentir rejeitada. Um romance povoado de personagens fascinantes, com uma história de amor intensa que vai deixar os leitores a suspirar pelo terceiro livro.
Autora best-seller do The New York Times e do Sunday Times. Mais de 15.000 exemplares vendidos da primeira série, em Portugal.

É incrivelmente rico, de uma beleza pecaminosa, e consegue levá-la a píncaros de prazer como nunca conheceu. Para Livy, é impossível voltar atrás. Está decidida a ser a luz que rompe as trevas da vida de Miller. Mas esta nova vida exige um preço alto…
Miller sabe que o poder de que desfruta não é isento de sacrifícios, mas não está disposto a sacrificar Livy. Embora não deseje nada além de a poder usufruir de todas as maneiras, a sua principal obrigação é protegê-la a todo o custo… protegê-la dos seus erros, dos seus inimigos e de si próprio.
Contudo, à medida que esse amor insaciável se intensifica, acabam por atrair as atenções de um perigoso terceiro elemento.
Após descobrir a respeito de Miller coisas que a abalam no mais profundo do seu ser, Livy vê-se forçada a decidir se ele está ou não perdido além da possibilidade de redenção. E ele tem de enfrentar o medo de, ao procurar salvá-la, acabar por perdê-la…

Sobre a autora:
Jodi Ellen Malpas nasceu em Northampton, onde vive com a família. Enquanto trabalhava na empresa de construção do pai foi cimentado a trama de a trilogia e criou a personagem de Jesse Ward. Em 2012 decidiu autopublicar O Amante, o primeiro livro, e a massiva resposta das leitoras motivou-a a terminar a trilogia.
Catapultada para o número 1 do The New York Times, a trilogia Este Homem converteu-se no fenómeno do ano coroando Jodi Ellen Malpas como a nova rainha do romance erótico. Mais de um milhão de leitoras apaixonaram-se por Jesse... e agora por M.

NÃO FICÇÃO
Título: Mandalas e outros desenhos zen para colorir
Autor: Antonio F. Rodriguéz Esteban
N.º de Páginas: 128
PVP: 11,65€
Nas livrarias a partir de 6 de Maio

Um livro, especialmente dirigido ao público adulto, recheado de frases inspiradoras que vão ajudar a descontrair e a serenar a mente.
Mandalas e Outros Desenhos Zen para Colorir contém belíssimas ilustrações que acabarão por se transformar em verdadeiras obras de arte.
Liberte-se do stress com este livro para colorir, que promove o relaxamento, a concentração e a criatividade.
«O Zen é a libertação do tempo. Para que quando abramos os olhos e vejamos claramente, se torne óbvio que não há outro tempo que este instante, e que o passado e o futuro são abstracções sem uma realidade concreta.» Alan Watts

«Quando a mente é pura, a alegria segui-la-á como uma sombra que nunca desaparece.» Buda

«A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em procurar novos territórios, mas sim em ver com novos olhos.» Marcel Proust

Os mandalas ocupam um lugar especial nas representações iconográficas do budismo. Um mandala é um sistema gráfico que contém um espaço mental sagrado, um diagrama cosmológico e energético capaz de purificar a mente e reconciliar as nossas energias dispersas.
Mandala é uma palavra do Sânscrito que significa círculo, roda e totalidade.
Neste livro encontrará uma série de mandalas e outros desenhos para colorir, concebidos especialmente para poder usufruir da serenidade e relaxamento proporcionados pelo focalizar a atenção numa actividade criativa.
Colorir é uma terapia muito eficaz para combater a apatia, a tristeza ou o stress. O facto de escolher a figura que vai pintar permite equilibrar a mente e recuperar a energia. Atreva-se a explorar a dimensão de cor e atenção que lhe proporcionará uma sensação de serenidade incomparável.




















quinta-feira, 30 de abril de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

«Receita para o Amor», de Katie Fforde (Bestseller do Sunday Times)

Título: Receita para o Amor
Autor: Katie Fforde
Ficção Estrangeira
N.º de Páginas: 344
PVP: 15,50€

Sobre o livro:
Pegue numa aspirante a cozinheira.
Junte um membro do júri muito desejável.
Acrescente uma colher de sopa cheia de romance.

Zoe Harper é uma cozinheira apaixonada. O seu sonho de ter uma loja gourmet aproxima-se mais um passo da concretização quando consegue participar num concurso culinário televisivo, embora a concorrência seja igualmente qualificada e ambiciosa. E, a seguir, Zoe apaixona-se pelo espirituoso e sexy Gideon, que é um dos júris do programa e, como tal, intocável. Então, o que fazer quando se sonha com felicidade ao jogo E ao amor?

Sobre a autora: 
Katie Fforde vive no Gloucestershire com o marido e alguns de três filhos. Recentemente, largou os seus antigos passatempos monótonos e começou a cantar, dançar flamenco e a fazer corridas com huskies. Afirma que isso a mantém em forma. Para mais informações, visite www.katiefforde.com








5 Sentidos - "Eve e as Trevas", de Sylvia Day


Título: Eve e as Trevas
Autor:
Sylvia Day
Tradução: Cláudia Ramos
Págs: 342
Capa: mole com badanas
PVP: 16,60 €

Num mundo onde os demónios podem estar ao virar da esquina, a poderosa e sensual Eve protagoniza uma aventura vibrante, provocadora e de deixar os sentidos em brasa. É assim Eve e as Trevas, livro de Sylvia Day que a 5 Sentidos publica a 8 de maio e que inaugura uma nova série da autora.
Líder das principais listas de vendas internacionais, Sylvia Day é autora da série Crossfire, protagonizada por Eva e Gideon. Esta coleção é composta, até ao momento, pelos livros Rendida, Refletida, Envolvida e Atraída. A 5 Sentidos também já publicou, com grande sucesso, uma outra obra da autora, intitulada Feitiço.
Recentemente, os famosos estúdios Lionsgate adquiriram os diretos para adaptação à televisão da série Crossfire.

Sinopse:
Para Evangeline Holis, aquilo que parecia ser apenas uma aventura com um mau rapaz acabou por se transformar num desastre de proporções bíblicas.
Uma noite com o misterioso homem vestido de cabedal foi quanto bastou para a punição divina: a Marca de Caim.
Presa num mundo onde os pecadores são recrutados para matar os demónios, Eve tem pouco tempo para se adaptar. Agnóstica desde sempre, ela vê-se obrigada a uma série de manobras na burocracia celestial onde passa a ser um valioso mas maltratado peão.
Eve passa também a ser mais um ponto de discórdia num dos mais antigos casos de rivalidade familiar da História… Mas para já, ela está mais preocupada em matar para se manter viva e salvar a alma que nem ela própria sabia ter.
Amaldiçoada por Deus, perseguida pelos demónios, desejada por Caim e Abel… tudo num só dia.

Sobre a autora:
Sylvia Day é autora n.º 1 nas listas de bestsellers do New York Times e bestseller internacional de cerca de 20 romances premiados e publicados em mais de 40 países. Autora de eleição para seguidores de vários géneros, é bestseller em 28 países e conta já com dezenas de milhões de livros impressos em todo o mundo.
Os direitos para televisão da série Crossfire foram adquiridos pela Lionsgate.













quarta-feira, 29 de abril de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

TOPSELLER: Uma história divertida sobre uma mulher que procura o amor e o casamento, não necessariamente por essa ordem

«Uma história divertida e imparável sobre uma mulher que procura o amor e o casamento, não necessariamente por essa ordem.» - Elle

«Um romance feminino para mulheres reais, que apresenta uma astuta protagonista marcada pelo falhanço amoroso. O humor varia entre o sarcasmo mais agudo e a farsa, e a voz da narradora é contagiante. Uma nova autora a ter em conta.» - Booklist

«Catherine McKenzie explora com mestria o que faz funcionar um casamento e aquilo que as pessoas estão dispostas a fazer para encontrar o verdadeiro amor.» - Publishers Weekly

Amor por Encomenda (Topseller l 320 pp l m16,59€) já chegou às livrarias nacionais. Trata-se do novo e bastante elogiado romance de Catherine McKenzie, autora e advogada canadiana que conta já com cinco livros bestsellers. A Topseller disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

Sinopse:
Anne Blythe tem razões para sorrir: acaba de receber uma aliciante proposta para publicar o seu primeiro livro. Mas no que toca a relações amorosas, a situação é muito pouco animadora. Após mais um relacionamento falhado, Anne encontra na rua um cartão de uma empresa que ela julga ser de promoção de encontros românticos. Interpretando-o como um sinal, acaba por guardá-lo.
Farta de ver as pessoas à sua volta felizes no amor, Anne decide, num impulso, experimentar a empresa que a poderá ajudar a encontrar, finalmente, o homem da sua vida. Mas esta empresa não é bem o que parecia. Trata-se afinal de um sofisticado — e caro — serviço que proporciona aos seus clientes um casamento arranjado, com tudo incluído. Anne começa por rejeitar a ideia, mas quanto mais pensa no assunto mais entusiasmada fica. Se os casamentos arranjados resultam para milhões de mulheres em todo o mundo, porque não haveria de resultar com ela? Além disso, o serviço afirma que só fracassou em 5 por cento dos casos.
Meses depois, Anne encontra-se num resort mexicano pronta para casar com Jack, o seu «par perfeito». E tudo parece correr bem. Mas será possível encomendar o amor verdadeiro?






​​



Laurentino Gomes em Portugal para apresentar novo livro

Título: 1889
Autor:
Laurentino Gomes
Págs.: 390
Capa: mole
PVP: 18,80 €

A Porto Editora publica, a 5 de maio, o muito aguardado final da trilogia que Laurentino Gomes dedicou à História do Brasil. Tomando como título o ano dos eventos centrais da obra, 1889 apresenta o quadro que levou ao fim da monarquia e à proclamação da República. O autor estará em Portugal, no final de maio, para uma grande operação de lançamento, que passará por Lisboa (Casa da América Latina e Feira do Livro), pelo Porto (Porto de Encontro) e também por Vila Real (no âmbito da Viagem Literária).
Esta trilogia recebeu, ao todo, seis prémios Jabuti, os mais importantes da literatura brasileira. Os três livros foram distinguidos como Melhor Livro do Ano e ainda como Melhor Livro do Ano de Não Ficção, o que demonstra a importância deste autor. No Brasil, venderam-se mais de um milhão e meio de exemplares de 1808 e 1822. Juntamente com 1889, a Porto Editora reedita o primeiro livro desta trilogia, o grande êxito 1808, sobre a fuga da família real portuguesa para o Brasil.

Sobre o autor:
Laurentino Gomes é paranaense de Maringá, vencedor de 6 Prémios Jabuti de Literatura e autor dos livros 1808, sobre a fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro; 1822, sobre a Independência do Brasil; e 1889, sobre a Proclamação da República. Lançado na Bienal do Rio de Janeiro de 2007, o livro 1808 permanece há 8 anos consecutivos nas listas das obras mais vendidas do mercado brasileiro. Foi ainda eleito o Melhor Ensaio de 2008 pela Academia Brasileira de Letras e publicado em inglês nos Estados Unidos pela Editora Lyons Press, do Grupo Globe Pequot de Connecticut. Ao todo, as suas obras já venderam mais de 2 milhões de exemplares no Brasil e no resto do mundo. Graças à repercussão destes três títulos, Laurentino já foi eleito duas vezes pela revista Época como um dos cem brasileiros mais influentes do ano. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná, tem pós-graduação em Administração na Universidade de São Paulo. Laurentino Gomes é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e da Academia Paranaense de Letras.

Sinopse:
Nas últimas semanas de 1889, a tripulação de um navio de guerra brasileiro ancorado no porto de Colombo, capital de Ceilão (atual Siri Lanka), foi apanhada de surpresa pelas notícias alarmantes que chegavam do outro lado do mundo. O Brasil tinha-se tornado uma república. O império brasileiro, até então tido como a mais sólida, estável e duradoura experiência de governo na América Latina, com 67 anos de história, desabara na manhã de quinze de novembro. O austero e admirado imperador Pedro II, um dos homens mais cultos da época, que ocupara o trono durante quase meio século, fora obrigado a sair do país juntamente com toda a família imperial. Vivia agora exilado na Europa, banido para sempre do solo em que nascera. Enquanto isso, os destinos do novo regime estavam nas mãos de um marechal já idoso e bastante doente, o alagoano Manoel Deodoro da Fonseca, considerado até então um monarquista convicto e amigo do imperador deposto. Essas e outras histórias surpreendentes constam de 1889, o novo livro do premiado escritor Laurentino Gomes. A obra, que trata da Proclamação da República, encerra uma trilogia iniciada com 1808, sobre a fuga da corte portuguesa de D. João para o Rio de Janeiro, e continuada com 1822, sobre a Independência do Brasil. Somados, os dois livros venderam mais de 1,5 milhão de exemplares no Brasil e ganharam quatro prémios Jabuti, o mais prestigiado da literatura brasileira.
Com 24 capítulos e ricamente ilustrado, 1889 contribui para a compreensão de um dos períodos mais  controversos da história do país, num relato cativante que explica não só os acontecimentos que levaram à queda da monarquia, em 1889, mas também outros episódios importantes da história brasileira como a Guerra do Paraguai e o movimento abolicionista.


Bolha fecha a trilogia O Jogo

Título: Bolha
Autor: Anders de la Motte
Género: Thriller
Tradução: Neil Smith/ Fernanda Oliveira
N.º de páginas: 424
Data de lançamento: 24 de abril
PVP: 17,70 €

Depois de O Jogo e Vibração, Bolha termina a trilogia sueca que mistura ação e os perigos da Internet.
HP encontra-se agora no meio de uma crise profunda, numa vida de grande isolamento, convencido de que está sob constante vigilância da polícia e do Mestre do Jogo. Vê sistematicamente pessoas das suas missões passadas e não tarda que a paranoia se transforme em loucura. Já não sabe em quem ou no que acreditar, e a fronteira entre o Jogo e a vida real é cada vez mais ténue. Ainda assim, está determinado a concluir uma derradeira missão que irá tornar o Jogo mais claro e desvendar a verdade que se esconde por detrás dele, sejam quais forem as consequências.
A vida de Rebecca mudou radicalmente desde que o irmão se envolveu no Jogo. Deixou a polícia e começou a trabalhar numa empresa privada de segurança. A sua relação está por um fio e ela tenta salvá-la. Quando depara com um cofre que em tempos pertenceu ao seu pai e que contém uma arma e vários passaportes, começa a sua própria investigação em busca da verdade. Pode haver uma relação entre o passado do seu pai, o Jogo e aquilo que está a acontecer ao seu irmão, HP…

Sobre o autor:
Nasceu em 1971 e fez a sua estreia literária em 2010 com O Jogo, vencedor do romance de estreia da Academia Sueca de Escritores de Crime. Foi investigador da polícia e, até recentemente, diretor de segurança de uma das maiores empresas de IT do mundo. Atualmente, é consultor de segurança internacional. Com a fusão de suspense, ação, humor e conhecimento de IT, Anders de la Motte é uma das vozes mais interessantes da literatura policial escandinava.

«Com um grande enfoque na sociedade digital, Anders de la Motte oferece uma vez mais aos seus leitores um thriller com um ritmo alucinante.» Metro
«Uma trilogia a não perder… Não é fácil concluir uma trilogia cujos primeiros dois volumes são tão fortes, mas Andres de la Motte faz uma escalada até um nível de cortar a respiração.» Dagens Nyheter
«Há ainda mais ação neste volume, os acontecimentos dramáticos sucedem-se sem parar… Não se pode confiar em ninguém e nada é aquilo que parece ser.» DAST Magazine




TOPSELLER: O novo livro da rainha do romance histórico Philippa Gregory

A Topseller, chancela da 20l20 Editora, passa a contar no seu catálogo com mais um nome sonante no mundo editorial: Philippa Gregory, considerada a rainha do romance histórico e a autora que mais vende em Portugal neste género literário.

Diversos livros de Philippa Greggory foram adaptados a filmes e séries televisivas de grande sucesso, entre os quais o filme Duas irmãs e um Rei que teve como protagonistas Natalie Portman e Scarlett Johansson.

Às livrarias nacionais chegou agora Filhas da Tempestade (Topseller l 288 pp l 16,59€), um excitante romance passado em 1453.

Estamos em 1453 e o fim do mundo está cada vez mais perto. Luca Vero é um emissário papal, membro da Ordem das Trevas, recrutado para registar o fim dos tempos. Isolde é uma antiga freira, que abandonou o convento onde estava reclusa, por amor a Luca. Juntos, com o servo Freize, o irmão Peter e a misteriosa Ishraq, viajam até Piccolo, em Itália, uma cidade atemorizada por superstições.

Piccolo transforma-se quando chega uma cruzada de crianças, liderada por um autoproclamado santo e profeta, João, que afirma ter recebido ordens divinas para conduzir as crianças até à Terra Santa. Luca duvida de João até que as suas profecias começam a revelar-se verdadeiras, podendo tratar-se de milagres. No entanto, até os maiores milagres podem encaminhar para a escuridão… e o caos que se segue é inimaginável.

Sobre a autora:
Philippa Gregory nasceu no Quénia a 9 de janeiro de 1954. Quando tinha apenas dois anos, a família mudou-se para Bristol, em Inglaterra. Licenciou-se em História pela Universidade de Sussex e é doutorada em Literatura do século XVIII pela Universidade de Edimburgo.
Era já uma escritora consagrada quando se interessou pelo período dos Tudor. Rapidamente se tornou numa das escritoras de romances históricos mais lidas em todo o mundo. Vive no Yorkshire, em Inglaterra, onde se dedica à família, à escrita e aos animais da sua quinta. Consegue ainda encontrar tempo para se dedicar à organização «Gardens for Gambia», que fundou com o objetivo de ajudar a criar hortas junto de comunidades mais carenciadas na Gâmbia.





Novidade Marcador - A Elite de Kiera Cass

Título: A Elite  
Autor: Kiera Cass
Editora: Marcador
Nº de Páginas: 292
PVP: 15,95€
À VENDA A PARTIR DE 6 DE MAIO

A Seleção iniciou-se com 35 raparigas. Agora, com o grupo reduzido a 6, a Elite, a competição para conquistar o amor do Príncipe Maxon é mais feroz do que nunca. Quanto mais perto America se encontra da coroa, mais se debate para perceber onde está verdadeiramente o seu coração. Cada momento que passa com Maxon é como um conto de fadas, instantes cheios de romantismo avassalador e muito glamour. Mas sempre que vê Aspen, o seu primeiro amor, é assaltada pelo desejo da vida que tinha planeado partilhar com ele.
America anseia por mais tempo. Mas enquanto se sente dividida entre dois futuros, o resto da Elite sabe exatamente o que quer e a oportunidade de America para escolher está prestes a desaparecer.
«Um verdadeiro conto de fadas. Encantador, cativante e com a quantidade certa de emoção!»
Kiersten White, autora bestseller do The New York Times


Sobre a autora:
Kiera Cass cresceu na Carolina do Sul e é formada em História pela Universidade de Radford. Atualmente, vive com a sua família em Christiansburg, na Virgínia, EUA. A trilogia A Seleção colocou-a no primeiro lugar da lista de livros mais vendidos do The New York Times. Nos tempos livres, gosta de ler, dançar, fazer vídeos e comer quantidades excessivas de bolos.


Resultado do passatempo Tempo de Partir

Obrigada a todos que participaram no passatempo "Tempo de Partir " realizado pelo Marcador de Livros e a Editorial Presença.

O feliz contemplado com um exemplar do livro é:
Ana Coutinho de Linda-a-Velha


Além do seu nome figurar no blogue, o contemplado foi ainda avisado através de email.