sexta-feira, 27 de novembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Assírio & Alvim - Lançamento de "Hamlet", de Shakespeare, traduzido por Sophia de Mello Breyner Andresen


Título: Hamlet

Autor: William Shakespeare
Tradução: Sophia de Mello Breyner Andresen
N.º de Páginas: 448
Acabamento: edição fresada
PVP: 16,60 €


O clássico de William Shakespeare, traduzido por Sophia de Mello Breyner Andresen, foi encenado recentemente por Luis Miguel Cintra e publicado pela Assírio & Alvim.
No dia 1 de dezembro, às 18:30, no Teatro da Cornucópia, realiza-se a sessão de lançamento da nova edição de Hamlet, de William Shakespeare, na magnífica tradução de Sophia de Mello Breyner Andresen, que a Assírio & Alvim acaba de publicar. O livro será apresentado por Maria Andresen, Maria Helena Serôdio e Luis Miguel Cintra, que prefacia esta edição e foi responsável pela sua recente encenação no Teatro da Cornucópia, recebida com grande sucesso. Nesta sessão serão ainda lidos fragmentos por atores do elenco que representou esta peça.
Como nos diz Luis Miguel Cintra, no prefácio, «No Hamlet (e a tradução de Sophia torna-o transparente), a progressão da peça segue o processo de amadurecimento do pensamento de uma personagem que à partida é um jovem, um jovem príncipe. As suas descobertas são ainda pueris. Acaba quando percebe o que é o tempo e a morte e a responsabilidade individual, sempre perturbado com a confusão dessa responsabilidade com qualquer coisa que se lhe opõe: o poder. Aí a sua reflexão torna-o adulto, torna-o exemplar, torna-o simbólico.»



Booktrailer do Segunda Vida de S.J. Watson já está no Youtube

Harry Potter - Edição Cartonada e Ilustrada

Título: Harry Potter e a Pedra Filosofal - Edição Cartonada
Autor:
J. K. Rowling
Título Original: Harry Potter and the Philosopher Stone
Ilustração: Jim Kay
Tradução: Isabel Nunes
N.º de Páginas: 248
Coleção: Diversos Infantis e Juvenis n.º 334
PVP: 34,90€
Data de Publicação: 15 Dezembro 2015

HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL EM EDIÇÃO CARTONADA E ILUSTRADA

O primeiro volume do clássico escrito por J.K. Rowling, é publicado numa edição de capa dura, com 100 incríveis ilustrações, da autoria do inglês Jim Kay, vencedor da Kate Greenway Medal. A Portugal chega a 15 de dezembro 2015, disponível em todas as livrarias do país.

A vida de Harry Potter muda para sempre no dia do seu décimo primeiro aniversário, quando o gigante Rubeus Hagrid lhe entrega uma carta e lhe dá algumas notícias surpreendentes. Harry Potter não é um rapaz vulgar: é um feiticeiro. E uma aventura extraordinária está prestes a começar.

«As ilustrações criadas por Jim Kay tocam-me profundamente. Adoro a sua interpretação do mundo de Harry Potter. Sinto-me grata e honrada por ele lhe ter emprestado o seu talento.» - J.K. Rowling

Jim Kay, trabalha como ilustrador há sete anos. Trabalhou na Tate Gallery e no Royal Botanic Gardens Kew. Criador de inúmeras ilustrações para diversas editoras, a sua vida mudou quando ilustrou o livro de Patrick Ness, intitulado Sete Minutos Depois da Meia-Noite (já publicado em Portugal pela Presença). Considera que a conceção de ilustrações para livros é extremamente difícil, o trabalho mais complexo que já teve, sendo esse talvez o motivo pelo qual se dedicou a esta carreira.

GÉNERO: Juvenil / Romance Fantástico.
PÚBLICO-ALVO: Fãs da série, novos leitores e colecionadores.

Mais informações no site da Presença aqui

quinta-feira, 26 de novembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

«A Arte de Dizer Não»: Joaquim Quintino Aires apresenta o seu novo livro este domingo na FNAC GaiaShopping



Novidade Bizâncio: «Casas com Escritos» de Margarida Acciaiuoli



Novidade Planeta para dezembro

Título: Quando as Estrelas Caem 
Autores: Amie Kaufman & Meagan Spooner
N.º de Páginas: 360
PVP: 18,85 €
Disponível a partir de 2 de Dezembro

O 1.º livro da trilogia Starbound
Um romance intenso.
Uma história de amor.
O Titanic distópico.
Um romance de estreia de duas amigas que se juntaram para escrever uma distopia surpreendente, cheia de mistério e suspense, e vencedora de vários prémios.
Inspirada no Titanic, a história remete o leitor para o espaço e para uma nave espacial de luxo que se despenha num planeta misterioso, tendo como únicos sobreviventes a filha de um homem muito rico e um rapaz de origens humildes.
Para se salvarem terão de se unir e o amor surge quando menos esperam.
Uma história de amor inesquecível, que tem já adaptação para uma série televisiva.

«O romance de estreia de Kaufman e Spooner é um livro impressionante, maravilhosamente imaginado com um alcance épico, repleto de pormenores, exuberante na definição e aprofundamento das personagens.» Ingram Library Group

É uma noite igual às outras a bordo da Ícaro, os passageiros divertemse. Tarver convida Lilac para ver as estrelas. Então, a catástrofe abate-se sobre a enorme nave de luxo: de súbito é puxada para fora do hiperespaço e despenha-se no planeta mais próximo. Lilac Laroux e Tarver Merendsen sobrevivem. E estão sozinhos. Lilac é a filha do homem mais rico do universo. Tarver é de origens humildes, um jovem herói de guerra que aprendeu há muito tempo que as jovens como Lilac só dão grandes problemas.
Mas sozinhos têm de confiar um no outro e trabalhar juntos, encetando uma jornada tortuosa pelo misterioso e lúgubre planeta para procurar ajuda.
Enquanto lutam para salvar as vidas no meio do enigmático planeta descobrem que, apesar das diferenças, as estrelas começam a iluminar os seus corações com a luz do amor.

«Lilac e Tarver são personagens profundas, complexas e fortes, os jovens que conseguem provocar no leitor sentimentos de admiração do leitor, frustração e simpatia... um testemunho de amor, lealdade, coragem, e o poder do bem sobre a ganância e perversidade.» Booklist

Sobre as autoras:
Amie Kaufman e Meagan Spooner são amigas há muitos anos e viajaram pelo mundo (mas ainda não pela galáxia), incluindo todos os continentes. Têm a certeza que viajar no espaço é apenas uma questão de tempo.
Megan vive em Asheville e Amie em Melbourne, apesar da distância estão unidas pelo amor mútuo pelo espaço.



VOGAIS: O relato comovente de uma das últimas amigas de Anne Frank

Muitos foram os livros que se escreveram até hoje sobre o Holocausto. O Diário de Anne Frank será, provavelmente, aquele mais próximo dos leitores portugueses. Agora é possível conhecer mais um impressionante e comovente testemunho, o de Nanette Blitz Konig, uma das últimas amigas de Anne Frank e que esta menciona no seu famoso diário.

Colegas no Liceu Judaico de Amesterdão, o acaso fez com que se voltassem a encontrar no campo de concentração de Bergen-Belsen. Anne Frank não sobreviveu. Nanette, sim. Sobrevivi ao Holocaustpo: O Relato Comovente de Uma das Últimas Amigas de Anne Frank (Vogais l 240 pp l 15,49€), já nas livrarias, é o testemunho que deixa ao Mundo para que não esqueçamos este período da História e, deste modo, evitemos repetir o sofrimento causado pela intolerância.

«Vivemos a morte dia e noite. (…) O crematório não dava mais e você andava entre pilhas, pilhas e mais pilhas de corpos e só tinha um pensamento: quando é que é a minha vez?».


A história de Nanette Blitz Konig confunde-se com a História dos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1938, Nanette era uma menina feliz que vivia com os pais, Martijn e Helene, em Amesterdão. Com o avanço das forças nazis pela Europa e a invasão da Holanda em 1940, Nanette e a sua família sentiram, pouco a pouco, o seu mundo a encolher. Vítimas de xenofobia, seriam excluídos da sociedade holandesa em apenas três anos.

Em setembro de 1944, a menina, que fora colega de Anne Frank no Liceu Judaico de Amesterdão, foi enviada com o pai e a mãe para o campo de concentração de Bergen-Belsen. Foi aqui que reencontrou Anne Frank no local onde ambas perderam cedo demais a sua juventude e inocência.

O acaso permitiu que Nanette sobrevivesse. Quando os ingleses libertaram Bergen-Belsen, em abril de 1945, ela tinha 16 anos e pesava 31 quilos. Estava viva - e sozinha no mundo. Agora, quase 70 anos depois de ter visto os seus pais e Anne Frank pela última vez, Nanette relata com emoção os encontros com a amiga, contando de forma detalhada o caminho percorrido pela sua família e o seu fim trágico.

A história de Nanette, real e simultaneamente sensível e chocante, narra a luta diária pela sobrevivência, em que teve de vencer o insuportável para conseguir manter-se viva.

Sobre a autora:
Nasceu na Holanda e é uma sobrevivente do Holocausto. Vive no Brasil, em São Paulo, desde o final da década de 1950. Foi aí que recomeçou a sua vida e reconstruiu uma família com o marido e os filhos, sem nunca esquecer os pais, que perderam a vida no campo de concentração de Bergen-Belsen, e de quem não se pôde despedir. Tem desenvolvido desde 1999 um trabalho de divulgação pela memória das vítimas do Holocausto, participando em conferências para contar a sua história e a dos judeus na Segunda Guerra Mundial.





quarta-feira, 25 de novembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

O Meu Cão e Eu e O Meu Gato e Eu - Para os mais pequenos cuidarem do melhor amigo!

Título: O meu Cão e eu 
O Meu Gato e eu 
N.º de Páginas: 96
PVP: 12,99€

Ter um animal de estimação é o sonho de qualquer criança. E, entre os preferidos dos mais pequenos estão, claro, os cães e os gatos. Mas, para tratar deles é preciso aprender muitos truques!
O Meu Cão e Eu e O Meu Gato e Eu, da veterinária Joana Pereira (texto) e Andréa Benoliel (ilustrações) vêm dar uma preciosa ajuda aos mais pequenos, ensinando-os a cuidar na perfeição do seu melhor amigo. Os pais, esses agradecem!

Nestes dois livrinhos (que incluem um diário), os mais novos vão encontrar toda a informação necessária para cuidar do seu melhor amigo:
• a raça certa a adotar;
• os objetos indispensáveis para o fazer sentir-se em casa;
• os cuidados diários a ter (rotinas, alimentação, higiene);
• as melhores dicas para o educar.
Os livros trazem, ainda, muitas páginas para colarem fotografias e apontarem tudo sobre o seu novo amigo, incluindo: nome, datas importantes e próximas vacinas.

Com ilustrações divertidas e cheias de cor, os mais novos vão ver como é fácil aprender tudo sobre o seu animal de estimação e como tornar-se no melhor companheiro do seu fiel amigo.

Sobre a autora:
«O meu nome é Joana Pereira e sou veterinária há 10 anos. Trabalho essencialmente com cães e gatos e adoro aquilo que faço! Esta é uma profissão que implica muita paixão, mas também muitos sacrifícios.
Desde pequenina que sempre sonhei em tratar de animais, mas tive de estudar muito para tirar o curso e continuo a estudar todos os dias para poder ajudar o melhor possível os meus pacientes! Sou casada, tenho 2 gatas (a Batata e a Faneca) e 2 cães (a Nala e o Ozzy).»

Sobre a ilustradora: 
«Sou ilustradora infantil, porque me sinto muito no papel de criança. Tenho este apelo em criar para os mais pequenos, por isso o meu percurso profissional foi sempre nesta direção. inicialmente queria trabalhar em animação - fazer desenhos animados, mas o destino levou me para o mercado editorial. Desde sempre trabalhei com empresas ligadas à área das edições infantis. Nasci no Brasil e vim para Portugal aos 7 anos, desde pequenina rodeada de cães e gatos, de papeis e canetas... sempre tive os animais e a ilustração como paixão pelo que não foi difícil ficar imediatamente apaixonada por este projeto.»



Novidade Suma de Letras: Guia Astrológico para Corações Partidos de Sílvia Zucca

Título: Guia Astrológico para Corações Partidos
Autor: Sílvia Zucca
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 560
Editor: Suma de Letras
PVP: 19€

Sinopse:
As estrelas não mentem… Os homens sim. A comédia romântica do ano.
Com 30 anos, solteira (não por escolha) e com um emprego que oferece poucas perspectivas, Alice encontra um jovem actor convencido que conhece o secreto para o sucesso: a astrologia. Ainda que céptica, decide tentar e começa a sair com homens de signos do zodíaco compatíveis com o seu. Pouco a pouco, Alice descobre que talvez o verdadeiro amor não esteja sempre escrito nas estrelas…

Sobre a autora: 
Silvia Zucca licenciada em Literatura Inglesa e uma apaixonada por contar histórias combina a escrita e a tradução com os estudos de cinema. Vive a trabalha em Milão, Itália. O seu primeiro romance "Guia astrológico para corações partidos" é um fenómeno editorial. Antes da publicação do livro em Itália, os direitos foram vendidos para 15 países. No seu país, ao fim de cinco dias, além de alcançar imediatamente o topo de vendas dos livros mais vendidos, foi emitida a segunda edição. 



As Flores de Lótus - José Rodrigues dos Santos [Opinião]

Título: As Flores de Lótus
Autor: José Rodrigues dos Santos
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 688
Editor: Gradiva
PVP: 22€

Sinopse:
Pode uma ideia mudar o mundo?

O século XX nasce, e com ele germinam as sementes do autoritarismo. Da Europa à Ásia, as ondas de choque irão abalar a humanidade e atingir em cheio quatro famílias.

Inspirando-se em figuras históricas como Salazar e Mao Tse-tung, o novo romance de José Rodrigues dos Santos conduz o leitor numa viagem arrebatadora que nos leva de Lisboa a Tóquio, de Irkutsk a Changsha, do comunismo ao fascismo o que faz de As Flores de Lótus uma das mais ambiciosas obras da literatura portuguesa contemporânea.

A minha opinião: 
Tal como fez com a vida de Caloust Gulbenkian em dois livros publicados em 2013 e cuja opinião podem ler aqui: O Homem de Constantinopla e aqui Um Milionário em Lisboa, José Rodrigues dos Santos vai repetir a mesma fórmula e publicará dois livros. O primeiro já está nas livrarias desde o dia 22 de outubro e já tive oportunidade de ler: As Flores de Lótus e retrata os vários sistemas políticos implementados em países como Portugal, China, Japão e Rússia. Pelo meio ainda nos vai dando as situações vividas por outros países, de forma a envolver o leitor na história da primeira metade do século XX.

O segundo livro, esse só chegará em 2016, e terá como título O Pavilhão Púrpura.

Como é habitual nos livros do autor, este 14.º romance estende-se por quase 700 páginas, onde maioritariamente se questionam as ideologias do fascismo e do comunismo e os grandes acontecimentos que marcaram as sociedades portuguesa, soviética, chinesa e japonesa. Sob personagens fictícias, outras nem tanto já que José Rodrigues dos Santos disse em entrevistas que Artur, o narrador e personagem principal de As Flores de Lótus existiu realmente embora não o tenha conhecido pessoalmente (conheceu o filho deste), percorremos o dia a dia da vida de quatro famílias, que vivendo em países com culturas completamente diferentes vão viver acontecimentos históricos que vão marcá-las para toda a vida.

Artur vive com os pais em Moçambique mas que se vê “obrigado” a voltar para Portugal para prosseguir os estudos. Envereda pela carreira militar e é ele que vai ser determinante em diversas decisões importantes do destino do País, desde a queda da monarquia até à ditadura e chegada de Salazar à pasta de Ministro das Finanças.

“Mas perante a falência do parlamentarismo, que conduziu Portugal ao caos, para onde mais nos poderemos voltar?” pag. 522

Do Japão chega-nos um frágil rapaz Satake Fukui, que questiona as tradições do Japão ancestral e se mostra muito curioso com o que o ocidente lhe traz através dos livros que lê praticamente clandestinamente na biblioteca.

Na China começa a ascensão de Mao Tse-Tung e Lian-hua que em português significa Flor de Lótus, uma criança bela, de olhos azuis, é raptada da família cujas poucas terras que detém se tornou agora o inimigo número um.

E na Rússia Estaline e os seus aliados espoliam quem cultiva o pouco que tem para comer e para dar aos seus. A família de Nadezhda é disso exemplo.

No entanto, é com Artur que, para mim, o livro se torna mais rico. Enquanto estudante, o jovem questiona-se sobre vários aspectos. Ainda Portugal a viver uma monarquia, e tendo como professor a leccionar Moral e Religião onde eram debatidos diversos e variados temas, Artur aprendeu sobre política antiga, onde tudo começou. Desde os gregos Sócrates, Platão, Aristóteles, Confúcio, passando por Rosseau, Hegel, Engels e Marx até Maquiavel.

As Flores de Lótus fez-me lembrar a trilogia de Ken Follett Um Mundo sem Fim, a Trilogia o Século, onde é abordado  o tema da luta de classes, do sistema político em alguns países, embora os países abordados não tenham sido os mesmos, com excepção da Rússia.

Um livro para devorar e só não dei 5 estrelas devido ao final abrupto e um pouco sem sentido que me fez ficar um pouco zangada com o autor. Parece que se rasgaram algumas páginas do livro e este ficou assim, a meio. Não gostei. À parte isso recomendo a sua leitura.




terça-feira, 24 de novembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Lançamento de «Casas com Escritos»



Guerra & Paz: Teresa Rita Lopes: uma vida dedicada a Fernando Pessoa

Título: Teresa Rita Lopes: Pessoa do Meu Desassossego
Diálogo com José Jorge Letria
N.º de Páginas: 160 páginas
PVP: 13,99 €
Género: Não Ficção/Biografia
Nas livrarias a 25 de Novembro
Guerra e Paz Editores | o fio da memória

Sinopse:
Teresa Rita Lopes é uma das pessoanas que animam o nosso meio académico e ensaístico e procurou sempre formas criativas e inovadoras de manter intenso e renovado o interesse dos leitores pela obra múltipla deste génio que foi muitos sendo apenas um. Tem livros publicados em Portugal e em França e continua, com a energia e a vitalidade que todos lhe reconhecem, a escrever, a viajar e a ensinar, nunca dando por perdido o tempo que lhe permitiu construir uma obra sobre outra obra, sem desistir do teatro e da poesia e de continuar activa, e tantas vezes surpreendente, quando se trata de usar a Internet para escrever sobre aquilo que a emoção regista e não adia.

Sobre a autora:
Falar em Teresa Rita Lopes leva-nos a pensar em Fernando Pessoa, de tal modo os dois nomes e as duas obras se têm cruzado e completado. Teresa Rita é uma escritora cujo talento tem deixado marca na poesia, no teatro e noutros géneros.

Sobre a colecção
o fio da memória é uma colecção que tem vindo a preservar um património cultural precioso: a vida e obra de grandes personalidades das artes e da cultura em Portugal relatadas em entrevistas a José Jorge Letria.

Foram já publicadas entrevistas com Urbano Tavares Rodrigues, Eduardo Lourenço, Cruzeiro Seixas, João Abel Manta, José-Augusto França, António Victorino D’ Almeida, Isabel do Carmo, José de Guimarães e José Tengarrinha. Com Teresa Rita Lopes, prossegue esta viagem por um tempo.

Porto Editora publica Seis séculos de epopeia contados aos mais novos com "A minha História dos Descobrimentos"

Título: A minha História dos Descobrimentos
Autores: Elisabete Jesus e Eliseu Alves
Págs: 128
PVP: € 17,70

Assinalando os 600 anos do início da Expansão portuguesa, com a conquista de Ceuta, em 1415, surge o livro que se debruça sobre um dos períodos mais marcantes da História de Portugal.
A minha História dos Descobrimentos é o título da nova aposta da Porto Editora dirigida aos leitores mais jovens. Da autoria de Elisabete Jesus e Eliseu Alves, dois experientes professores de História e autores de livros escolares que, no ano passado, se estrearam nesta área editorial com o A minha História de Portugal, este novo trabalho proporciona uma abordagem diferente a um dos mais ricos e fascinantes períodos da nossa História.
Este livro é um desafio lançado aos jovens leitores – um desafio a conhecer os protagonistas, os ideais que alimentaram a aventura dos Descobrimentos, os mitos que se enfrentaram, os locais por onde passaram os portugueses, as mudanças que provocaram e as marcas desses encontros de cultura que ainda perduram.
Através de textos claros e concisos, os autores narram os principais momentos deste período, documentados por imagens de época ou reconstituições panorâmicas que recriam o passado e mostram as viagens, os lugares, as pessoas, e focam ao pormenor aspetos relacionados com a vida naqueles tempos. É de salientar o trabalho de design, da responsabilidade de Margarida Sarabando, e de ilustração, da autoria de Rui Mourão e André Marques (capa), que contribuem de sobremaneira para o visual apelativo desta obra.
Organizada em sete capítulos, cada um dedicado a diferentes momentos da Expansão portuguesa, esta obra inclui sugestões de visita a espaços e monumentos históricos, uma cronologia geral dos Descobrimentos e um glossário completo.
O livro A minha História dos Descobrimentos será apresentado no próximo dia 29 de novembro (17:00, FNAC NorteShopping) e também a 6 de dezembro, em Lisboa (11:00, Bertrand do Chiado).

Sobre os autores:
Elisabete Jesus
Natural de Vila Nova de Gaia, licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde também veio a concluir, mais tarde, o Mestrado em História Moderna. É investigadora e professora de História desde 2002. A partir deste ano iniciou também a colaboração com a Porto Editora na criação de materiais pedagógicos na área da História. É coautora de manuais escolares de diferentes ciclos de ensino. A minha História de Portugal, publicada em 2014, foi o seu primeiro livro de referência destinado a crianças e jovens. A continuidade deste projeto surge agora com a publicação de A minha História dos Descobrimentos, no ano em que se celebram os 600 anos do arranque deste período.

Eliseu Alves
Licenciado em História pela Universidade Portucalense do Porto, Eliseu Alves é, há mais de 20 anos, professor nos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e Secundário. Coautor de manuais escolares das disciplinas de História e Geografia de Portugal e de História.
Lançou-se na aventura de publicar um livro de referência destinado a crianças e jovens, em 2014, com A minha História de Portugal em parceria com Elisabete Jesus. A mesma equipa propõe-nos agora uma nova etapa com a publicação, no ano em que se celebra o sexto centenário da conquista de Ceuta, de A minha História dos Descobrimentos.



Novidade Topseller: Amizades Improváveis de Jonathan Evison

Título: Amizades Improváveis
Autor: Jonathan Evison
N.º de Páginas: 360
PVP: 18,79€

Jonathan Evison foi vocalista da banda punk March of Crimes, oriunda de Seattle, grupo por onde passaram futuros membros de grupos de êxito mundial como os Pearl Jam e os Soundgarden.
Dos palcos para os livros, Jonathan Evison é hoje comparado pela crítica internacional a escritores como J. D. Salinger, Charles Dickens e John Irving, pela sua escrita emocional e humor invulgar. Em Amizades Improváveis , o Evison traz-nos uma história cheia de emoção, sobre heróis improváveis e amizades inesperadas. Chega às salas de cinema em 2016.
Trevor é um jovem de 19 anos com distrofia muscular, limitado a uma cadeira de rodas. Ben, um homem que perdeu tudo, é o seu auxiliar de apoio domiciliário, e aos 39 anos já sabe bem onde começa e acaba a vontade de viver. Juntos irão descobrir as suas verdadeiras essências, numa viagem de autodescoberta capaz de mudar para sempre a forma como hão de viver o passado e o presente, e perspetivar o futuro.
Com uma escrita muito própria, dotada de energia, graça inteligente e momentos de absoluta beleza, Jonathan Evison conta-nos uma história inspiradora sobre encontros e desencontros, mágoa e superação, e sobre as surpresas da vida e suas incomensuráveis recompensas.
Um livro cativante, comovente e com sentido de humor agridoce, que vai ser adaptado ao cinema pela CBS Films em 2016.

Sobre o autor:
Durante a adolescência, Jonathan Evison dedicou-se à música e foi vocalista da banda punk vocalista da banda punk March of Crimes, oriunda de Seattle, que incluía futuros membros de grupos de êxito mundial, como os Pearl Jam e os Soundgarden.Autor bestseller de três romances premiados, Jonathan Evison é comparado pela crítica internacional a escritores como J. D. Salinger, Charles Dickens e John Irving pela sua escrita emocional e humor inusitado.
Escreveu para o New York Times, Wall Street Journal , Washington Post , entre outros meios. Este é o seu terceiro livro, obra que recebeu nomeações importantes como: Amazon Best Books of the Year e Washington Post Notable Fiction Book of the Year . Saiba mais sobre o autor: jonathanevison.net

Elogios:
«Uma história agridoce, comovente e engraçada sobre alguém que cuida de uma pessoa com deficiência, contada sem sentimentalismo ou amargura.» - The Washington Post
«Jonathan Evison envolve esta história melancólica num humor especial, numa narrativa vívida, com um núcleo mordaz e personagens solitárias e peculiares.» - Kirkus Reviews



Guerra & Paz: «Avaliar é Preciso?» - O debate chega a Angola

Pode ver o vídeo de apresentação aqui



Apresentação do livro A Minha Europa - de Maria Filomena Mónica



Presença: Lançamento Make-A-Wish - Mia Rose - 2 Dezembro


Título: Desejos Realizados - Às vezes os lugares são mágicos. Outras vezes são as pessoas
Autor:
Nikki Loftin
Título Original: Wish Girl
Tradução: Cristina Carvalho
Páginas: 256
Coleção: Ficção Juvenil n.º 3
PVP: 14,90€

NA COMPRA DESTE LIVRO 1€ SERÁ DOADO À MAKE-A-WISH® PORTUGAL

Para que mais desejos de crianças gravemente doentes sejam realizados

Peter Stone é um tímido rapaz de doze anos com uma família barulhenta que não compreende o seu isolamento. Recém-chegado à região montanhosa do Texas encontra um vale tranquilo onde conhece a extrovertida Annie Blythe. Peter descobre que Annie, a rapariga que pede desejos, tem uma doença grave e fica surpreendido com a sua força de viver. Ambos decidem fugir para o vale, pois acreditam que a magia que o envolve irá realizar os seus desejos. No entanto, depressa percebem que a verdadeira magia reside na amizade genuína.

Desejos Realizados é um romance repleto de encanto e de aventura que conta, de forma inspiradora aos leitores de todas as idades, a história comovente de dois personagens inesquecíveis. Porque alguns lugares são mágicos. E algumas pessoas também.

Sobre a autora:
Nikki Loftin nasceu em 1972 e vive com o marido e os filhos nos arredores de Austin, no Texas. É autora de Nightingale’s Nest, que obteve críticas elogiosas, e de The Sinister Sweetness of Splendid
Academy, considerado «encantador» pela Publishers Weekly e «irresistível» pela Kirkus. Este é o seu terceiro livro.

Mais informações em: http://nikkiloftin.com.

Género: Infantil-Juvenil.
Público-Alvo: jovens a partir dos 10 anos.

Citações de Imprensa Estrangeira: 
«Uma história apaixonante sobre a força dos desejos, o saber escutar e a esperança.» Kirkus Reviews
«Este livro leva-nos a um realismo mágico encantador. As personagens enfrentam grandes dilemas sem vacilar enquanto descobrem o caminho certo para a vida (...) Uma subtil e inspiradora história sobre a condição humana.» The New York Times
«Uma excelente introdução à ficção realista para adolescentes.» VOYA 




segunda-feira, 23 de novembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Espaço dedicado a Vai e Pôe Uma Sentinela no Facebook

Após pedidos de alguns leitores, a Editorial Presença, sempre atenta, decidiu avançar com a criação de um espaço de conversas online sobre o livro Vai e Põe uma Sentinela, de Harper Lee.
Assim, partir de hoje e durante um mês, está disponível aqui um espaço para quem já leu Harper Lee, um momento de dúvidas, de críticas e de comentários. Troca de ideias e momentos de lazer!
Um sítio para todos os leitores aproveitarem e desfrutarem!