sexta-feira, 22 de janeiro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

João Pedro Marques no Porto de Encontro

O romancista e historiador abre o ano de 2016 do Porto de Encontro, com sessão marcada para 31 de janeiro, às 17:00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett
O autor do recentemente publicado Do outro lado do mar é o convidado para o primeiro “Porto de Encontro” de 2016. João Pedro Marques estará à conversa com o jornalista Sérgio Almeida, numa sessão que conta ainda com a participação especial do jornalista Júlio Magalhães. As habituais leituras serão asseguradas por Manuela Leitão.
Nascido em Lisboa, em 1949, João Pedro Marques foi professor do ensino secundário e, depois, durante mais de duas décadas, investigador do Instituto de Investigação Científica Tropical e Presidente do Conselho Científico desse Instituto, em 2007-2008.
Em 2010 a Porto Editora publicou o seu primeiro romance, Os Dias da Febre, ao qual se seguiu, em 2012, Uma Fazenda em África e, depois, em 2014, O Estranho Caso de Sebastião Moncada.
Do outro lado do mar, publicado em 2015 é o seu mais recente romance.
A 42.ª edição do “Porto de Encontro” conta com a colaboração da C.M. Porto e tem o apoio do Jornal de Notícias, da Antena 1, do Porto Canal, das Livrarias Bertrand, da Porto Barros e da Arcádia.
Esta iniciativa está a ser divulgada no sítio do Porto de Encontro em:
www.portoeditora.pt/portodeencontro
www.facebook.com/portodeencontro.


Novidades Marcador já à venda

Título: Apetece(s)-me 
Autor: Laura Almeida Azevedo
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 232
PVP: 17,50€ 

Da autora do blogue Apetece(s)-me um  livro que conta histórias de todos os tipos de amor

Do amor [im]perfeito. Do amor violento, arrebatado, que quase rasga a pele. Do amor que sufoca. E do amor que dá vontade de saltar à corda e de voar sobre as árvores. Do amor da mãe, do pai. Do amor dela por ele e dele por ela: esse, tão cheio de paixão, de urgência e de tudo. Do amor pelo outro, mas também do amor-próprio — que, às vezes, dá ainda mais trabalho do que qualquer outro. Porque são tantas as histórias que o amor pode contar. E tantas as que se vivem por [des]amor.

«Faz falta um amor. Um amor que altere a nossa vida. Um amor que faça a diferença. Um amor que nos marque, independentemente do tempo, mais do que qualquer outro. Um amor que nos obrigue a fazer muito mais, a dar muito mais, a ser muito mais. Um amor que teste os nossos limites. Que seja uma descoberta e muito mais completa do que qualquer outra. (…) Um amor (…) que nos obrigue a conhecer o melhor e o pior de nós. Sim, faz falta um amor. Um amor que até possa acabar quando menos queremos e ir embora da nossa vida – sem nunca ir, de facto, embora de nós -, mas que seja inteiro enquanto dura. Sim, faz falta um amor.»

Sobre a autora:
Laura Almeida Azevedo é apaixonada por palavras e ilustração, por música e dança, por casas e cidades grandes. Mas, sobretudo, por esta amálgama de emoções que sacode os dias e que nos obriga a viver, muitas vezes, com o coração na boca. É sobre isto que escreve, brincando com as palavras, como se lhe fervessem nas mãos. Em 2014, lembrou-se de criar, por brincadeira, a página de Facebook e o blogue Apetece(s)-me, para poder dar largas à sua vontade insaciável de criar uma data de coisas ao mesmo tempo: prosa, ilustração, fotografia, vídeo. Ano e meio depois, são já 100 mil os seguidores. Uma brincadeira feliz, portanto. Licenciada em Ciências da Comunicação, é ilustradora, designer gráfico e escreve. É [quase] tudo o que gostaria de fazer.

https://www.facebook.com/apetecesme/?fref=ts
http://apeteces-me.com/

Título: In Sexus Veritas
Autor: Pedro Chagas Freitas
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 1136
PVP: 33,00€ 

De um elenco eclético nasce a desconcertante acção de In Sexus Veritas, um romance intrigante, carregado de sátira e de ironia – um catálogo de amor e de ódio, de desejo e de vingança, de ambição e de submissão.

«O problema da felicidade é ser ilegal. Enquanto a felicidade não estiver na lei nenhum mundo será perfeito. Enquanto a felicidade estiver fora da lei nenhum mundo será perfeito. Enquanto a felicidade estiver fora da lei tudo continuará a ser permitido para a evitar. E nada será feito para a instituir. Verdadeiramente instituir. Todas as Constituições deviam começar pelo seguinte ponto: Todas as Pessoas Têm o Dever de Ser Felizes. Ou: Todas as Pessoas São Obrigadas a Ser Felizes. Um país sem felicidade é um país do Terceiro Mundo. É a felicidade que define o grau de riqueza de um país. Devia ser o homem mais feliz do mundo – e não o homem com mais dinheiro do mundo – a estar na capa de todas as revistas de alta finança.»
Sobre o autor:
Pedro Chagas Freitas escreve várias coisas: romances, novelas, contos, crónicas, guiões, contos e textos infanto-juvenis, letras de música, textos publicitários e outras imbecilidades. Publicou mais de duas dezenas de obras. Está na lista dos mais vendidos em Portugal. Criou jogos didácticos para estimular a produção escrita e coordena sessões de escrita criativa. Foi nadador-salvador, barman, operário fabril, porteiro de discoteca, jogador de futebol, entre outras actividades igualmente insignificantes. Não acredita na inspiração nem em pratos de comida sem arroz.

www.pedrochagasfreitas.com
www.escritacriativa.org 



«Quando se ama, naquele exacto segundo em que se ama, tem de se acreditar que é para sempre. Mais: tem de se ter a certeza de que é para sempre. Amar, mesmo que por segundos, mesmo que por instantes, é para sempre. E é isso, essa sensação de segundos ou de minutos ou de dias ou de horas ou de anos ou meses, que é para sempre. Ama. Ama por inteiro. Ama sem nada pelo meio. Ama, ama, ama, ama. Ama. Porque é só por aquilo que te faz perder a respiração que vale a pena respirar.

A verdadeira fusão não é a de duas pessoas que se amam – é a de duas pessoas que se exploram. Eu quero explorar-te toda. Eu exijo explorar-te toda. E sem sequer direito a indemnização ou discussão. Explorar-te toda. E exijo – Deus te livre de não o fazeres – ser explorado todo. Não deixes nada por tocar, nada por sentir, nada por escravizar. Não deixes nada por viver: nada por me viver. Faz de mim o teu tudo. É isso que te ordeno. Faz de mim o teu tudo. E é tudo.»
Sobre o autor:
Pedro Chagas Freitas Escreve várias coisas: romances, novelas, contos, crónicas, guiões, contos e textos infanto-juvenis, letras de música, textos publicitários e outras imbecilidades. Publicou mais de duas dezenas de obras. Está na lista dos mais vendidos em Portugal. Criou jogos didácticos para estimular a produção escrita e coordena sessões de escrita criativa. Foi nadador-salvador, barman, operário fabril, porteiro de discoteca, jogador de futebol, entre outras actividades igualmente insignificantes. Não acredita na inspiração nem em pratos de comida sem arroz.

www.pedrochagasfreitas.com
www.escritacriativa.org 


Título: OU É TUDO OU NÃO VALE NADA 
Autor: Pedro Chagas Freitas
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 160
PVP: 15,00€

Um romance perturbador. Um homem perdidamente apaixonado procura uma mulher que só ele vê e que só ele acredita existir. Conseguirá encontrá-la?

Tudo o que fiz foi para ela, com ela, por ela. Tudo o que existe só existe em ela: por dentro do que ela me deixa ver, por dentro do que ela me deixa sentir. Sei que sou estranho, maluco, demente, imbecil, estúpido, cabrão, sacana, traidor. Sei que sou tudo o que me quiserem chamar.

Mas o que nunca vou deixar de ser é dela. Porque o espaço do que ocupo é o espaço que sobra do que ela me ocupa.

Sobre o autor:
Pedro Chagas Freitas Escreve cenas variadas. Romances, novelas, contos, crónicas, guiões, contos e textos infanto-juvenis, letras de música, textos publicitários e outras imbecilidades. Publicou mais de duas dezenas de obras. Está na lista dos mais vendidos em Portugal. Criou jogos didácticos para estimular a produção escrita e coordena descoordenadas sessões de escrita criativa. Foi nadador-salvador, barman, operário fabril, porteiro de discoteca, jogador de futebol, entre outras actividades igualmente insignificantes. Não acredita na inspiração nem em pratos de comida sem arroz.

www.pedrochagasfreitas.com
www.escritacriativa.org 


Título: A Dieta dos Casais
Autor: Patricia Davidson Haiat 
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 224
PVP: 21,95€ 

Dizem que o amor engorda, mas é igualmente verdade que, quando um casal se prepara para emagrecer, a dois, e para adotar hábitos saudáveis, a motivação é muito maior e ambos alcançam resultados surpreendentes. Munida da sua experiência clínica e das pesquisas mais recentes sobre alimentação, a nutricionista Patricia Davidson Haiat aceitou o desafio de criar um plano alimentar – prático e acessível, para casais – baseado em Nutrição Funcional.

Inclui mais de 130 receitas rápidas e deliciosas

Tendo em conta as diferentes necessidades nutricionais de homens e de mulheres, e respeitando as particularidades hormonais e psicológicas de cada um, este livro tem:

• Um plano em três fases para emagrecer até 2 quilos por semana;
• Mais de 130 receitas fáceis e deliciosas para preparar e desfrutar a dois;
• Sugestões de alimentos funcionais indicados por género e faixa etária;
• Estratégias para a integração do programa na rotina familiar;
• Depoimentos de casais que emagreceram juntos.

Sobre a autora:
Patricia Davidson Haiat é nutricionista pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional e em Fitoterapia Funcional. Está nos Estados Unidos, a frequentar cursos de Medicina Nutricional e Metabólica e de Nutrição Desportiva. É a primeira nutricionista funcional do Rio de Janeiro, membro da The American Academy of Anti-Aging Medicine, do The Institute for Functional Medicine e da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional. Gere, dá consultas e é coordenadora das equipas de nutrição em duas clínicas especializadas em Nutrição Funcional. Tem mais de 300 mil seguidores no Instagram e é consultora alimentar e de saúde de revistas femininas e de programas de televisão.

                       
Título: O Renascido
Autor:
Michael Punke
Editora: Marcador
Nº de Páginas: 272
PVP: 17,50€ 
UM CAÇADOR EXPERIENTE ENTREGUE À MORTE PELOS SEUS COMPANHEIROS.

APENAS UM SENTIMENTO O LEVA A SOBREVIVER: A VINGANÇA

O Renascido é uma história notável de obsessão, de vontade humana levada ao extremo, e do que um homem está disposto a fazer para obter a sua vingança.

No ano de 1823, e os caçadores da Rocky Mountain Fur Company levam uma vida dura na fronteira. Enquanto procuram castores, enfrentam diariamente uma natureza inóspita, bem como a ameaça das tribos índias em guerra devido à invasão do homem branco. Hugh Glass é um dos melhores elementos do grupo, um explorar experiente e um excelente batedor.

FILME ESTREIA A 21 DE JANEIRO

https://www.youtube.com/watch?v=D-lBguboebc

«Uma intensa e empolgante história de sobrevivência, vingança e, em última instância, de redenção… Livremente baseada em acontecimentos reais, a jornada assombrosa de Glass garante a atenção constante do leitor. Uma história que testa os limites do quanto o corpo e o espírito humano conseguem suportar.» Library Journal

Sobre o autor:
MICHAEL PUNKE é representante dos EUA na Organização Mundial do Comércio em Genebra, na Suiça. Trabalhou também no Conselho Nacional de Segurança da Casa Branca e em Capitol Hill. Anteriormente, foi correspondente de História do Montana Quarterly e professor adjunto na Universidade do Montana. É autor de Fire and Brimstone: The North Butte Mining Disaster of 1917, e de Last Stand: George Bird Grinnell, the Battle to Save the Buffalo, Birth of the New West. 



Título: Vitamina D 
Autor: Dr. Michael F. Holick
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 320
PVP: 18,95€ 

Muitas pessoas renderam-se às diretrizes emitidas pela comunidade de medicina dermatológica e evitam a luz do sol por recearem o cancro de pele, assim como o envelhecimento precoce.

No entanto, a maioria de nós sofre de deficiência da vitamina D, condição que provoca dores diárias e fadiga, piora doenças já de si graves e afeta a qualidade de vida. Apoiado em várias décadas de investigação, o Dr. Michael F. Hollck revela um segredo até agora muito bem guardado: o nosso organismo precisa de doses razoáveis de exposição solar sem proteção. Vitamina D, o livro mais determinante e abrangente sobre este tema, oferece aos seus leitores um plano simples para que possam reverter os efeitos da deficiência de Vitamina D e, com isso, ter uma vida substancialmente mais saudável.


COMO UM SIMPLES TRATAMENTO PODE PREVENIR DOENÇAS TÃO IMPORTANTES COMO:

Osteoporose; Doença cardíaca; Cancro; Doença autoimune; Depressão; Insónia; Artrite; Diabetes; Dor crónica; Psoríase; Autismo; entre outras.

«Seguir os conselhos do Dr. Holick sobre a vitamina D é, provavelmente, a coisa mais importante que pode fazer para melhorar a sua saúde e evitar doenças crónicas, incluindo o cancro.»
David Servan-Schreiber, médico, autor do best-seller internacional Anticancro

Sobre o autor:
DR. MICHAEL F. HOLICK é médico, director da Unidade de Investigação de Clínica Geral e professor de medicina, fisiologia e biofísica no Centro Médico da Universidade de Boston. Foi citado em publicações como o The New York Times, a Forbes, a Time, a Newsweek, a Men´s Health e a Scientific American. Vive em Massachusetts com a sua família.

http://vitaminadbrasil.org/2013/02/24/quinze-fatos-que-voce-provavelmente-nunca-soube-sobre-vitamina-d-e-exposicao-solar/
http://www.lifeextension.com/magazine/2010/9/michael-holick-the-pioneer-of-vitamin-d-research/page-01 


Título: A Viagem de Peludim
Autor: Sara Rodi e Vânia Beliz
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 128
PVP: 15,00€ 

A Viagem de Peludim é uma abordagem lúdica de temáticas que os pais, educadores e professores têm muitas vezes dificuldade em explorar: «Quem sou?», «De onde vim?», «Como nasci?», e questões fundamentais nos dias de hoje, como a igualdade de género, o respeito pela diferença e a prevenção da violência sexual. Acompanhado de um guia para adultos, com dicas para exploração da história, este é o livro que faltava para uma adequada educação sexual, desde a primeira infância.

INCLUI GUIA PARA PAÍS E EDUCADORES

www.peludim.com

Sobre as autoras:
SARA RODI guionista de diversos produtos televisivos, é autora de romances e de livros infantojuvenis, que leva a escolas e bibliotecas de todo o país. http://sararodi.blogspot.pt/p/livros.html

VÂNIA BELIZ licenciada em Psicologia Clínica, mestre em Sexologia, escreve, em 2010, o primeiro livro nesta área – Ponto Quê?. Realizou durante 3 anos, no programa Curto Circuito, da SIC Radical, uma rubrica quinzenal para jovens, sobre sexualidade.

CÉLIA FERNANDES licenciou-se em Design de Equipamentos pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e, embora exercendo atividade como designer de cerâmica durante algum tempo, cedo se dedicou à ilustração para a infância, na área escolar e em livros de conto e poesia, para diversos autores e editoras, em Portugal e Angola. http://cadernodepintar.blogspot.pt/ 



«Uma Mulher de Coragem», de Danielle Steel, dia 5 de fevereiro nas livrarias

Título: Uma Mulher de Coragem
Autor: Danielle Steel
Género: Romance
Tradutor: Manuela Parada Ramos
N.º de páginas: 296
Data de lançamento: 5 de fevereiro de 2016
PVP: € 16,60

«Uma das melhores autoras de Romance do Mundo.» The Los Angeles Times

Danielle Steel, a autora mais lida do mundo, chega-nos com uma inesquecível história de guerra e audácia com Uma Mulher de Coragem. O livro está disponível nas livrarias a partir de 5 de fevereiro e lá fora tem recebido boas críticas dos leitores. Este é o 75º título da autora em Portugal, pelo que 2016 é o ano de Danielle Steel no nosso país. Um motivo de orgulho para a Bertrand Editora, tendo a escritora ascendência portuguesa.
A protagonista desta história é uma jovem de 19 anos, Annabelle Worthington, que nasceu em berço de ouro na alta sociedade de Nova Iorque. Mas tudo se desmorona com o naufrágio do Titanic. Annabelle torna-se voluntária nos hospitais e ajuda os mais desfavorecidos. Desiludida com o seu primeiro amor, Annabelle foge para França, arrasada pela guerra, e trabalha como enfermeira nos hospitais da frente, salvando vidas. Quando a guerra acaba, começa uma nova vida em paris, agora como médica e mãe, esquecendo o mundo que deixou para trás. Até que um encontro inesperado a obriga a regressar a Nova Iorque, já uma mulher diferente, e a reconstituir as peças do puzzle que é o seu passado.

Danielle Steel
Mais de 600 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo
É a mais popular das autoras contemporâneas e já entrou no Livro de Recordes do Guinness por ter tido um ou mais livros seus durante 381 semanas consecutivas na lista de best-sellers do New York Times.
As suas obras são best-sellers, estando presentes em 47 países e traduzidas em 28 línguas. Dos seus títulos, 25 foram adaptados à televisão, tendo recebido duas nomeações para os Globos de Ouro com a minissérie Jewels (1992).
Em 2002, a autora foi galardoada com a prestigiante Ordre des Arts et des Lettres pelo seu contributo de uma vida para a cultura mundial.
É ainda fundadora de duas instituições de solidariedade, em memória do seu filho Nick: a Nick Traina Foundation, que apoia doentes do foro psiquiátrico e crianças vítimas de maus-tratos, e a Yo! Angel!, que ajuda os sem-abrigo.
A autora é mãe de nove filhos e vive entre São Francisco e Paris.
www.daniellesteel.net
www.daniellesteel.com
«Os fãs de Danielle Steel vão adorar… A autora mais popular do mundo conta uma bela história, com bom ritmo e que explora temas importantes.» Booklist


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade Esfera dos Livros: Emagreça em Casa de Catarina Cachão Bragadeste

12 semanas. Sem passar forme e sem precisar de ir ao ginásio. O programa Emagreça em Casa traz um plano de reeducação alimentar e de exercício para praticar em casa ao longo dos próximos 3 meses.

Além de promover a perda de peso, este programa – criado a dois, pela nutricionista Catarina Cachão Bragadeste e pelo personal trainer António Lourenço – vai, sem dúvida, melhorar a condição física e contribuir para um estilo de vida mais saudável. Além de receitas e esquemas de exercícios, o livro é também um diário pessoal, onde se pode anotar a evolução do programa, a cada semana.

À venda a 22 de janeiro.

Sobre os autores:



DSC_4467CATARINA CACHÃO BRAGADESTE é nutricionista. Licenciada em Dietética pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa (ESTeSL), fez um mestrado em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar pelo Instituto de Formação Avançada da Faculdade de Medicina de Lisboa. Para além do seu percurso académico, tem trabalhado nos últimos anos com a comunidade, principalmente na área da gestão do peso, doenças crónicas e comportamento alimentar, acumulando hoje uma experiência considerável. Em novembro de 2012, criou o blogue Diário de uma Dietista, que conta atualmente com mais de 70 mil seguidores e aborda temas tão diversos como comportamento alimentar, desporto, gestão do peso, prevenção da doença e promoção da saúde, contribuindo assim para uma população mais saudável e informada, alertando, esclarecendo e desmistificando ideias preconcebidas e mitos sobre alimentação.



DSC_4467
ANTÓNIO LOURENÇO é licenciado em Educação Física e Desporto, na área de Exercício e Bem-Estar, opção de Treino Personalizado pela ULHT - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia. Após concluir a licenciatura, ingressou na Pós-Graduação em Direção Técnica de Ginásios e Health Clubs. Atualmente desempenha funções como Personal Trainer, Professor Aulas de Grupo e de Sala de Exercício em vários ginásios e Health Clubs. O exercício físico sempre fez parte da sua vida.







As Grandes Cartas de Amor, selecção e coordenação de Elizabete Agostinho


Título: As Grandes Cartas de Amor
Selecção e coordenação de Elizabete Agostinho
N.º de Páginas: 208
PVP: 14,90 €
Nas livrarias a 27 de Janeiro
Guerra e Paz|Clube do Livro SIC

Sinopse:
A melhor prova de quanto nos podemos amar está nas cartas. Cartas de amor escreveram-nas reis e escravos, romancistas e comerciantes. Até ditado­res. Este livro reúne 51 cartas comoventes, eufóricas, apaixonadas e sofridas. Foram escritas por grandes figuras, de Virginia Woolf a Beethoven, de Na­poleão a Karl Marx.

Estas cartas ensinam-nos a amar. Dão-nos lições de dignidade, de pai­xão, de amorosa resignação. Ensinam-nos os caminhos da alegria, do desejo e da perda.

Às grandes figuras da História juntam-se figuras da nossa História re­cente. Primeiro, as cartas que Maria Barroso escreveu a Mário Soares, nos anos da ditadura de Salazar, cartas ditadas pela separação que a prisão e o exílio forçaram. A seguir, cartas de amor de António José Saraiva, escritor e historiador.

A fechar, a escritora Rita Ferro e o jornalista Fernando Correia escrevem cartas ao Amor Eterno, a esse amor perene que enche a nossa vida de esperança.



Terra Negra - o Holocausto como História e aviso, de Timothy Snyder, a 5 de fevereiro nas livrarias

Título: Terra Negra – o Holocausto como História e aviso
Autor: Timothy Snyder
Género: História / Atualidade
Tradução: Pedro Carvalho e Guerra e Rita Carvalho e Guerra
N.º de páginas: 608
Data de lançamento: 5 de fevereiro
PVP: 22,20€

Best-seller do New York Times; incluído na lista dos melhores livros do ano de 2015 das seguintes publicações: Publishers Weekly, The Economist, The Washington Post, The New York Times e El País.
Em Terra Negra, Timothy Snyder apresenta uma nova explicação para a grande atrocidade do século XX, revelando os riscos que corremos no século XXI. Tendo como base novas fontes de informação vindas da Europa de Leste e testemunhos esquecidos de sobreviventes judeus, Terra Negra narra o genocídio dos judeus como um acontecimento que ainda nos é próximo, mais compreensível do que gostaríamos de admitir e, desse modo, ainda mais assustador.
Ao tornarmos as lições do Holocausto numa nota de rodapé, falhamos em compreender a modernidade, colocando o futuro em risco. O início do século XXI começa a assemelhar-se com o início do século passado, à medida que a preocupação com comida e água acompanha os novos desafios ideológicos que se colocam globalmente. O nosso mundo está mais próximo do de Hitler do que gostaríamos de admitir e, para salvá-lo, é necessário encarar honestamente o Holocausto e nós mesmos, tal como somos.
Original e profundamente fascinante, Terra Negra demonstra que o Holocausto não é apenas História – é, também, um aviso.


«Uma obra magistral que equilibra rigor e humanidade, alicerçada em linguagem clara e argumentação sólida.» José Carlos Fernandes, Time Out
«Um livro que nos faz pensar sobre o poder do mal enquanto força humana organizada.» Fernando Sobral, Sábado
«Nos tempos de crescente intrasigência e de falta de esperança que cruzamos, será útil termo presentes as lições amargas que oferece um conhecimento criterioso do passado.» Ler

Sobre o autor:
Timothy Snyder é professor catedrático de História na Universidade de Yale. É o autor de Terra Sangrenta (Bertrand, 2011), vencedor do prémio literário da Academia das Artes e Letras Americanas, do Prémio Hannah e do Leipzig Book Prize for European Understanding. É, atualmente, colaborador regular da The New York Review of Books e do Times Literary Supplement, tendo colaborado anteriormente como editor da The New Republic. Vive em New Haven, Connecticut.


Oculta: o regresso do autor de Somos o Esquecimento que Seremos, nas livrarias a 12 de fevereiro

Título: Oculta
Autor: Héctor Abad Faciolince
Género: Romance
N.º de páginas: 360
Tradução: Margarida Amado Acosta
Data de lançamento: 12 de fevereiro
PVP: 18,80€

Do autor de Somos o Esquecimento que Seremos e Receitas de Amor para Mulheres Tristes

Oculta é a visão íntima e transgressora de uma sociedade pujante e tradicionalista que confirma Héctor Abad Faciolince como um dos maiores escritores latino-americanos dos nossos dias.
«Emergi muito devagar à superfície do lago, tentando não fazer barulho. A minha boca aberta começou a engolir ar uma e outra vez, a toda a velocidade. Duas, três, cinco, sete vezes. O coração ribombava-me no peito como o bombo mais imponente de uma banda de aldeia. Ouvi vozes e insultos provenientes da casa. Vários feixes de luz perscrutavam o lago. Voltei a mergulhar. […] Não via nada debaixo de água, nem que abrisse os olhos: era uma barreira viscosa, negra, fria, que com a pressa de fugir parecia uma sopa de óleo que me untava os braços e as pernas e me obrigava a avançar devagar, por mais que os agitasse com todas as minhas forças.»
Assim começa um dos episódios mais dramáticos deste romance que gira em torno de La Oculta, uma propriedade escondida nas montanhas da Colômbia. Pilar, Eva e Antonio são os últimos herdeiros desta terra, que passou por várias gerações da família. Aí viveram os momentos mais felizes das suas vidas, mas também tiveram de enfrentar a violência e o terror, o desassossego e a fuga.
A partir das vozes dos três irmãos, do relato que fazem dos seus amores, medos, desejos e esperanças, com uma paisagem deslumbrante como pano de fundo, Héctor Abad Faciolince mostra as vicissitudes de uma família e de uma povoação, assim como o momento em que o paraíso está a ponto de se perder.

Destaque no blogue da Quetzal: http://quetzal.blogs.sapo.pt/o-regresso-do-autor-de-somos-o-521317

Sobre o autor:
Héctor Abad Faciolince nasceu em 1958, em Medellín, na Colômbia, onde também fez os seus estudos – todos inacabados – de Medicina, Filosofia e Jornalismo. Após a expulsão da Universidade Pontifícia Boliviana (por causa de um artigo irreverente contra o Papa), mudou-se para Itália, onde se licenciou em Literaturas Modernas. Regressou à Colômbia, em 1987. Nesse ano, depois de os paramilitares assassinarem o seu pai, foi alvo de várias ameaças de morte. Refugiou-se novamente em Itália, onde exerceu o cargo de leitor de Espanhol na Universidade de Verona. De regresso à Colômbia, traduziu autores como Giuseppe Tomasi di Lampedusa e Umberto Eco, dirigiu a Universidade de Antioquia e deu início à sua carreira de escritor. Publicou vários romances, entre os quais Basura (Os Dias de Davanzati, em português), que lhe valeu o Primeiro Prémio de Narrativa Inovadora da Casa da América de Madrid. Além deste, a Quetzal publicou ainda Somos o Esquecimento que Seremos (Prémio de Literatura Casa da América Latina 2010) e Receitas de Amor para Mulheres Tristes.


Sessão de Autógrafos com Joel Cleto



A Rainha Branca - Philippa Gregory [Opinião]

Título: A Rainha Branca - A Guerra dos Primos I
Autor: Philippa Gregory
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 472
Editor: Editorial Planeta
Coleção: A Guerra dos Primos
PVP: 18,85€

Sinopse
A Rainha Branca é a história de uma plebeia de grande beleza, que ascende à realeza, servindo-se dos seus trunfos e que casa com o rei Eduardo IV. Embora de origens humildes, ela mostra estar à altura da sua elevada posição social e que luta tenazmente pelo êxito da sua família.
Uma mulher cujos filhos estarão no âmago de um mistério que há séculos intriga os historiadores: o misterioso desaparecimento dos dois príncipes encarcerados na Torre.

A minha opinião: 
Primeiro livro da série "Guerra dos Primos" A Rainha Branca começa com a história da plebeia Isabel Woodville que com a sua beleza apaixona Eduardo e acabam por se casar em segredo. Eduardo vai para a guerra e com a sua vitória acaba por se tornar o rei Eduardo IV de Inglaterra, mas o casamento secreto entre ambos vai gerar um conflito enorme entre as duas casas (York e Lencaster) uma vez que lord Warwick tem um grande poder sobre o jovem rei e já tinha outros planos de casamento para Eduardo.

Porém, Eduardo está completamente apaixonado e não pretende anular o casamento com Isabel, uma jovem viúva e com dois filhos, que lhe vai dedicar uma vida apaixonada e a quem lhe vai dar uma vida estável e com bastante filhos.


Da história de Isabel Woodville e Eduardo IV pouco se sabe. Muita é sustentada em lendas como a altura em que se conheceram, (dizem que Eduardo terá caído numa "embuscada" de Isabel para que esta o conseguisse seduzir) ou sobre os dois príncipes da Torre de Londres (que permanece um mistério, e presume-se que tenham morrido de fome ou que tenham sido assassinados na torre. Certo é que em 1674, durante a reforma da "Torre Branca", foram descobertos esqueletos de duas crianças sob a escadaria da capela).

Todos estes factos históricos são aliados com um toque de magia. Gregory cria a história de que Isabel se julga descendente de Melusina, uma espécie de feiticeira das águas com poderes mágicos, em quem se apoia nos momentos maus.

Philippa Gregory é uma exímia contadora de histórias. Apesar do primeiro livro da série não ter sido o que mais gostei de ler, talvez por a história de Isabel não me ter cativado tanto, não deixo de enaltecer a escrita de Gregory. Adoro a forma como sabe contar a história de Inglaterra e nos faz gostar de aprender mais sobre o século XV.

Excertos:
"Querido Deus, só tenho vinte e sete anos, a minha causa foi derrotada, o meu pobre marido está morto. Terei de ser uma das muitas pobres viúvas que irão passar o resto dos dias junto da lareira de outrém, tentando ser boa hóspede? Nunca voltarei a ser beijada? Nunca voltarei a sentir alegria? Nunca mais?" pag. 16

Sobre a Guerra dos Primos:
Já conhecia esta série porque a li desordenadamente. Sem saber que pertencia a uma série comecei por ler "A Rainha Vermelha", depois passei pela "A Filha do Conspirador" e "A Princesa Branca".
Sendo uma série obviamente que é melhor ler os livros pela sua ordem, mas conseguem ler-se isoladamente, porque são histórias com princípio, meio e fim. No entanto, alguns livros podem conter referências a histórias passadas.


terça-feira, 19 de janeiro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Livros do Brasil - William Faulkner - "A Cidade"

Título: A Cidade
Autor: William Faulkner
Tradução: Ana Maria Chaves
N.º de Páginas: 376
PVP: 16,60 €

A Cidade, de William Faulkner, a segunda peça da trilogia Snopes Livro do Nobel da Literatura de 1949 estava inédito em Portugal.
No dia 28 de janeiro, a Livros do Brasil lança A Cidade, o segundo livro da trilogia Snopes, de William Faulkner, que se iniciara com A Aldeia e que terá o seu desfecho em A Mansão. Até agora inédito em Portugal, este é um romance repleto de humor, de desejo e de uma trágica aceitação do destino, onde Faulkner deixa espelhada a sua visão sobre a ganância destruidora que se apoderara do sul dos Estados Unidos no pós-Guerra Civil.
Nesta que é a peça central da saga, o autor adota uma estrutura narrativa diferente daquela que surgia em A Aldeia, sendo a história contada do ponto de vista de três personagens, mas retoma a ação precisamente no ponto em que terminava nesse primeiro volume.
Escrita ao longo de duas décadas, entre 1940 e 1959, a trilogia acompanha a história da família Snopes no mítico condado de Yoknapatawpha e revela, através dela, a história de um país em grandes transformações. A publicação deste volume pela Livros do Brasil representa um passo fundamental para permitir a leitura completa desta obra maior de Faulkner. Ainda em 2016 deverá chegar às livrarias o terceiro volume, A Mansão, numa nova tradução.

Sinopse:
Foi num belo dia de sol que Flem Snopes, acompanhado da mulher, do bebé e de meia dúzia de pertences, entrou na cidade de Jefferson. A ascensão astuciosa deste aldeão com fama de salteador, incendiário e ladrão de cavalos não passara despercebida aos habitantes da sede do lendário condado de Yoknapatawpha e é pois com expectativa que aguardam os seus próximos passos. Pela voz de três narradores de fiabilidade variável, A Cidade relata a história da ambição desmesurada de um homem rude e implacável, ávido de prestígio e ainda mais de dinheiro, mas também a história de amor da sua mulher, a fatal Eula Snopes, cuja beleza voluptuosa irá arrebatar toda a povoação.

Sobre o autor:
William Faulkner nasceu a 25 de setembro de 1897 em New Albany, Mississípi. A decadência do sul dos Estados Unidos da América, onde sempre viveu, está no centro de grande parte dos seus romances, entre os quais se destacam O Som e a Fúria (1929), Luz em Agosto (1932) e Absalão, Absalão! (1936). Distinguido com o Prémio Nobel da Literatura em 1949, recebeu por duas vezes o Prémio Pulitzer de Ficção, com A Fábula (1954) e Os Ratoneiros (1962). Autor central da literatura norte-americana e um dos maiores escritores do século xx, morreu a 6 de julho de 1962.



Planeta: Novidades Janeiro

FICÇÃO

Título: O CHEFE - A EXVol. 4
Autor: Abigail Barnette
N.º de Páginas: 376 
PVP: 18,85 € 
Nas livrarias a partir de 20 de Janeiro

Uma trilogia que devido ao êxito dos três primeiros livros se converteu numa pentalogia.
Do alter ego da autora best-seller Jenny Trout, esta é uma série erótica diferente, onde se abordam problemas reais.
As questões sociais e de saúde são descritas nesta série. O mundo deixa de ser apenas cor-de-rosa, em que através do sexo escaldante vivem felizes para sempre.
Neste quarto livro da série são as coisas mais simples que vão continuar a cortar o fôlego às leitoras.

Directora de uma revista, noiva e futura avó emprestada aos vinte e seis anos, Sophie Scaife mal pode esperar para iniciar a sua vida como mulher do namorado e Dominador Neil Elwood, o seu bilionário maliciosamente sádico.
À medida que se aventuram por territórios sensuais inexplorados, Neil conduz Sophie ao limite entre dor e prazer - e ela descobre uma surpreendente nova faceta da sua sexualidade.
Enquanto Sophie tenta conjugar a caótica rotina de trabalho com a devoção pela família muito pouco convencional, Neil tem de se ajustar à vida como magnata reformado. Com o grande dia cada vez mais perto, têm de superar o nervosismo pré-casamento, crises pessoais e uma inesperada hóspede em casa.
Mas um trauma antigo continua a perseguir Neil. Quando os pormenores privados atraem interesse público, Sophie percebe que as cicatrizes do passado são muito maiores do que pareciam e que o noivo vai precisar de todo o seu amor para as sarar…
Sobre a autora
Abigail Barnette é o alter ego da autora, bloguista e humorista Jenny Trout. Escrevendo sob o pseudónimo Jennifer Armintrout, entrou na lista de best-sellers do USA Today com o romance de estreia Blood Ties Book One: The Turning. O livro American Vampire foi considerado uma das melhores obras de terror de 2011 pela Booklist Magazine Online. Como Abigail Barnette, escreve romances eróticos premiados. Quando não está a escrever, está a dormir ou incapacitada de alguma outra forma. É uma orgulhosa nativa do Michigan, mãe de duas crianças e mulher da única pessoa na terra capaz de passar extensos períodos de tempo com ela sem ter vontade de a assassinar.
NÃO FICÇÃO
Título: Diário das Emoções 
Autor: Anna Llenas
N.º de Páginas: 256 
PVP: 15,50 €
Nas livrarias a partir de 20 de Janeiro

Alegria. Tristeza. Raiva. Medo. Calma
Sabe diferenciar a maneira como expressa cada uma delas?
Que alterações causa no seu corpo?
A raiva e a alegria, por exemplo, partilham uma mesma forma de expressão:
o aumento do ritmo cardíaco.
Já o medo e a raiva têm a mesma função: a sobrevivência.
A raiva leva-nos a responder prontamente ao que nos ataca e o medo faz que passemos a agir com mais prudência.
O Diário das Emoções define cinco emoções básicas, com a sua função, a sua energia e a sua expressão: alegria, tristeza, raiva, medo e calma.
A arteterapeuta Anna Llenas ensina, passo a passo, como identificar, reconhecer e expressar essas emoções, com actividades que vão ajudar a ligarmo-nos aos nossos sentimentos através da imaginação.
Não precisa de saber desenhar; apenas precisa de um lápis, e muita vontade de experimentar coisas novas.
Um livro que CURA.
A arteterapia permite identificar as emoções, expressá-las e actuar sobre elas.

Sobre a autora:
É formada em Desenho Gráfico e Psicologia Analítica com master em Arteterapia e Psicologia para a Arte.
Após trabalhar como ilustradora e directora de artes em agências de publicidade, decidiu deixar de lado o mundo da propaganda e seguir um rumo mais artístico e pessoal.
Desde então, desenha produtos originais, escreve e ilustra livros e ministra cursos de criatividade e emoções.
Conheça mais sobre a autora em: www.annallenas.com

Título: Truques para Minecraft - Especial Redstone
Autor: Megan Miller
N.º de Páginas: 128 
PVP: 11,95 € 
Disponível a partir de 20 de Janeiro

Torna-te um perito em redstone e desfruta do Minecraft a um nível que nunca terias imaginado!
Graças a este livro e às suas instruções, ilustradas passo a passo, o jogador de Minecraft aprenderá os conceitos básicos da manipulação da redstone para criar circuitos e fabricar mecanismos e engenhocas espectaculares, como portas automáticas, pistões, interruptores, fornos, armadilhas secretas, canhões de dinamite, quintas automáticas e muito mais.
Repleto de conselhos de especialistas, todo o tipo, de truques práticos e mais de 100 écrans do jogo, Truques para Minecraft. Especial Redstone mostra como os jogadores mais experientes usam este ingrediente para a criação dos seus megaprojectos.
Recomendado aos milhares de jogadores de Minecraft e aos pais dos jogadores que querem ajudar os filhos a melhorar o seu nível de jogo.

JUVENIL
Título: Gatos Guerreiros - Um Caminho Perigoso
Autor: Erin Hunter
N.º de Páginas: 304 
PVP: 15,50€
Nas livrarias a partir de 20 de janeiro

Aqui quem domina o mundo são os gatos.

E lá em casa, tem algum guerreiro a mandar?
Este quinto título da série tem mais intriga e mistério e é um dos mais emocionantes da colecção e um dos favoritos dos leitores.
«Ninguém pode imaginar uma aventura tão apaixonante como esta!
Queremos mais e mais!»
Cristina Carvalho, autora de O Gato de Uppsala e Quatro Cantos do Mundo
O sucesso da série inicial de Gatos Guerreiros, constituída por 6 livros, foi tal que levou à criação de várias séries-sequela (são já 5), bem como a várias edições especiais, guias de campo, edições originais em e-book, adaptações a manga, peças de teatro, jogos de cartas e de role-playing, um website, vários fóruns na internet e uma app para smartphones.
O Apelo da Floresta – o livro que inicia esta saga - ficou em segundo lugar nos Young Reader’s Choice Awards.
A série Gatos Guerreiros foi considerada um dos Top 10 Fantasy Books for Youth, tendo sido nomeada para melhor série dos prémios On the Cuff, da Publisher’s Weekly. 
10 milhões de livros vendidos
120 semanas no top do The New York Times
Traduzido em 23 línguas!
Recomendado a partir dos 10 anos.
Estrela de Tigre assumiu o comando do Clã das Sombras, mas irá isso satisfazer a sua sede de poder?
Entretanto, uma ameaça misteriosa invadiu a floresta, colocando em perigo a vida de todos os gatos.
Coração de Fogo não consegue deixar de se interrogar: terá o Clã das Estrelas abandonado para sempre os gatos guerreiros?
«Brilhantemente escrito por alguém que sabe o que os jovens gostam de ler. Inspirador.» The Gateway

Título: Bonecas de Papel 
N.º de Páginas: 64 
PVP: 13,99 € 
Nas livrarias a partir de 20 de Janeiro

Um livro para colorir, recortar e vestir a felicidade, a alegria e a ternura da nossa infância.
Faça deste livro para colorir um presente também para si.
As bonecas de papel que as nossas avós usavam para brincar, regressam para entreter uma nova geração de crianças, agora no formato de moda: livro de colorir.
Mas não só. Este livro ganha vida muito para além das horas passadas a colorir, através das bonecas para recortar e vestir, brincar ou emoldurar.
Irresistível para as meninas e também para mães, avós, tias que brincaram com bonecas de papel na sua infância.




Novidade Esfera dos Livros: O Pequeno Ditador Cresceu de Javier Urra

O filho tirano, ao qual Javier Urra já dedicou um bestseller que quebrou tabus e nos abriu os olhos para uma realidade complicada, está agora um pouco mais velho, tem mais poder e vive num ambiente muito diferente, resultante entre outras coisas do pico das novas tecnologias. As situações que dantes aconteciam pontualmente tornaram-se alarmantes pela sua frequência. O que estará a passar-se na nossa sociedade?

Chegou o momento de atualizar uma obra de referência, um dos livros de Psicologia mais vendidos, porque a sociedade muda. Aqui fala-se de pais que gritam em silêncio e de filhos que também sofrem; fala-se da gestão inadequada das emoções, que leva a relações destrutivas, da confusão entre o que está bem e o que está mal e que faz vacilar qualquer tipo de autoridade; fala-se de comportamentos violentos, de falta de tempo para conviver, de mentiras e perigos...

No entanto, como defende o autor, há esperança. Se conseguirmos libertar-nos do mito da harmonia familiar, se percebermos que a solução tem de vir da própria família, do seu interior, do amor profundo, e que o processo é demorado e carregado de incertezas, este livro irá ajudar-nos, pois contorna os habituais conselhos de “é preciso”, explicando “como” conseguir um entendimento mútuo entre pais e filhos.

À venda a 22 de janeiro.


javier urra 20Sobre o autor:
Javier Urra é doutorado em Psicologia e Ciências da Saúde. Pedagogo, terapeuta e professor na Universidade Complutense de Madrid, foi o primeiro Provedor de Menores em Espanha e o primeiropresidente da Rede Europeia de Provedores de Menores. Atualmente, exerce o cargo de diretor clínico do programa recURRA GINSO para pais e filhos em conflito, que dispõe de um campus residencial em Brea de Tajo, Madrid, com capacidade para receber noventa e cinco jovens. É também psicólogo forense do Tribunal Superior de Justiça e do Tribunal de Menores de Madrid, vice-presidente da Associação Ibero-Americana de Psicologia Jurídica e assessor e patrono da UNICEF. Pelo seu trabalho intenso e dedicado a crianças e jovens, recebeu o reconhecimento de várias escolas profissionais, associações e ainda a Cruz da Ordem de San Raimundo de Peñafort e o prémio Francisco de Javier do Governo de Navarra. É autor de O Pequeno Ditador (17.ª edição), O que Ocultam os Filhos, O que Escondem os Pais, Educar com Bom Senso e Prepara o teu Filho para a Vida, todos publicados pela Esfera dos Livros.