sábado, 13 de janeiro de 2018

Novidade Guerra & Paz: A Vida de uma Porquinha-da-Índia no Escritório

Título: A Vida de uma Porquinha-da-Índia no Escritório
Autor: Paulien Cornelisse
N.º de Páginas: 216
PVP: 15,90 €
Ficção/Romance
Nas livrarias a 16 de Janeiro
Guerra e Paz Editores

Sinopse: 
Esta é a vida da Cobaia. E quem é a Cobaia? É uma porquinha-da-índia, especialista em comunicação. Hipocondríaca, também. Afunda-se na rotina, trabalhando sem paixão. Todos os seus colegas são humanos, dá-se bem com eles, mas sente-se sozinha, acompanhada pela sempre leal máquina de café.
Vê a vida a passar, mera observadora. O seu antigo namorado vai casar-se e convida-a para o casamento. Como reagir? O novo chefe é o rufia de serviço: produtividade e inovação – acima de tudo! Stella, a tenebrosa responsável pelos Recursos Humanos, espera pelo mais pequeno deslize. Atormentada pelo trabalho, falhada nos amores, a Cobaia desespera.
A Cobaia é uma porquinha, já o dissemos, mas é também muito humana. Com depressões e tristezas, com dificuldades e falhanços, mas também com alegria e muitas amizades, a Cobaia somos todos nós. Poderá ela ser feliz? Poderemos nós ser felizes?
Um livro para ler e rir, melancólico e divertido, uma fotografia exacta da nossa vida, sem filtros nem Photoshop! Muitos foram os leitores e os críticos que o compararam à série The Office, bem como ao Diário de Bridget Jones. Para os fãs, é a leitura ideal.

Sobre a autora:
Paulien Cornelisse. É uma escritora, humorista e cronista holandesa. O seu primeiro romance, A Vida de Uma Porquinha-da-índia no Escritório, um sucesso de vendas, tendo já vendido mais de cem mil cópias. Publicou, em 2009, um livro de não-ficção, Taal is zeg maar echt mijn ding (A Linguagem É Tipo a Minha Cena), que vendeu setecentos mil exemplares e recebeu o prestigiado prémio Tollensprijs, tendo sido considerado uma «excepcional proeza literária». Os seus espectáculos de humor receberam inúmeros prémios. Vive em Amesterdão e antes viveu no Japão e nos Estados Unidos. É co-fundadora da Echt Gebeurd, a versão holandesa de The Moth, grupo que se dedica a fazer espectáculos de storytelling.
www.pauliencornelisse.nl


Sem comentários: