sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Novidade Saída de Emergência: Saiba quem foi A Amazona Portuguesa

Continuando com a coleção de história de Portugal em romances históricos, Mário Silva Carvalho traz-nos A Amazona Portuguesa, a história verídica de uma heroína nacional do Séc. XVI da cidade de Aveiro. Uma jovem que, disfarçada de rapaz, conquistou honras e regalias no exército português.

Em 1580, nos arredores de Aveiro, nasce Antónia Rodrigues, uma menina de feitio rebelde e mão pesada. Aos 12 anos, a sua beleza já atrai pretendentes e, depois de agredir um mais atrevido, é forçada a fugir para Lisboa. Mas a jovem não se adapta à vida da metrópole e os seus sonhos levantam voo quando observa as caravelas que partem para além-mar. Se ela ao menos tivesse nascido rapaz...

Inspirado em factos verídicos, Mário Silva Carvalho conta-nos a história desta amazona portuguesa que, disfarçada de rapaz, embarca para a praça-forte de Mazagão, em Marrocos. A sua valentia contra os mouros é tal que cedo se torna um dos militares mais respeitados pelos homens e cobiçado pelas mulheres. Os seus feitos foram cantados em toda a Europa e o próprio rei Filipe II conferiu-lhe diversas condecorações reais.

Sobre o autor: 
Mário Silva Carvalho, Licenciado em História pela Universidade de Coimbra. Iniciou as lides da escrita apenas depois de se aposentar da carreira de bancário.

Em 2013 ganhou o Prémio Literário João Gaspar Simões, atribuído pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, com o romance Diário de um Carbonário,

publicado em 2014. No mesmo ano ganhou a 15.ª edição do Concurso Literário Prémio Dr. João Isabel com o conto O Regresso do Artur. Foi-lhe igualmente atribuído o 1.º prémio da XI edição do Concurso Literário Descobrir Vizela com o conto O Brasileiro de Vizella.

Em 2016, publicou o romance A Tomada de Madrid. A Amazona Portuguesa é o seu mais recente romance que recebeu uma menção honrosa do Prémio Ferreira de Castro de Ficção Narrativa 2017.


Sem comentários: